Arquivo da tag: Letras

Professores do Estado podem se inscrever em curso de Licenciatura em Letras do IFPB

ifpbOs professores da Rede Estadual de Ensino têm até o dia 22 de agosto para se inscrever no curso de Licenciatura em Letras, com habilitação em Língua Portuguesa, ministrado na modalidade educação à distância, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB). Das 200 vagas divididas entre os polos de Campina Grande, João Pessoa, Picuí e Sousa, 67 oportunidades são para os professores da rede pública, as demais são para outros interessados, seguindo as regras do edital.

Para se inscrever, é necessário preencher o formulário eletrônico disponível no portal do estudante do IFPB, efetuar o pagamento da taxa de inscrição e entregar a documentação exigida no edital presencialmente no campus em que o aluno pretende cursar. O valor da inscrição é de R$ 20,00. É possível solicitar isenção da taxa até o dia 12. O resultado final será divulgado no dia 16 de setembro. As matrículas serão realizadas de 20 a 22 de setembro e o início das aulas está previsto para 8 de outubro.

Vagas – Além dos professores da rede pública, o edital reserva vagas para pessoas com deficiência, para aquelas que se autodeclaram pretas, pardas ou indígenas, candidatos oriundos de escolas públicas, assentados da reforma agrária, e para ampla concorrência. O processo de seleção para os professores da rede pública se dará mediante critérios como: não possuir formação superior em nenhuma área; formação superior em outra área que não seja licenciatura; formação superior em outra licenciatura; atuação como professor em outras disciplinas do ensino fundamental ou médio, ou professor polivalente. Já para os demais candidatos a seleção se dará a partir da nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), edições 2013, 2014 ou 2015.

pbagora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Roberto Carlos e Ana Carolina pedem retirada de letras de sites

roberto-carlos-e-ana-carolinaEm setembro de 2014, a empresa Studio Sol, responsável pelo conteúdo dos sites de cifras e letras de música CifraClub e Letras.mus, recebeu um comunicado da editora Sony/ATV pedindo a retirada de algumas letras de Roberto Carlos do ar. Até então, o pedido havia sido feito por apenas um outro artista, Ana Carolina, meses antes.

“Algumas letras tem peso comercial, como ‘Esse Cara Sou Eu’. Não temos interesse em disponibilizá-la gratuitamente”, diz Dody Sirena, empresário de Roberto. “Isso é um negócio, não é questão de censura.”

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

As letras disponíveis nos sites são autorizadas por meio de um convênio com a União Brasileira de Editoras de Música (Ubem), que recolhe os direitos autorais das canções. Em alguns casos, a autorização é negociada diretamente com uma editora ou então diretamente com um artista.

Folha Online

Aberta seleção para o curso de Licenciatura em Letras no IFPB

ifpbO IFPB está com inscrições abertas para o curso de Licenciatura em Letras, habilitação em Língua Portuguesa na modalidade a distância. As inscrições estão sendo realizadas até dia 23 de janeiro. Estão sendo ofertadas 400 vagas para o primeiro e segundo semestre letivo de 2015, divididas entre os campi/polo de João Pessoa, Campina Grande, Picuí e Sousa.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Para se inscrever é necessário preencher eletronicamente todos os itens do Formulário de Inscrição, inclusive o Questionário Socioeconômico. A inscrição custa R$30,00.  Até o dia 26 de dezembro poderá ser solicitado isenção de pagamento.

O processo seletivo será realizado no dia 22 de fevereiro. Os candidatos que forem utilizar a nota do Enem no processo não precisarão realizar a prova de seleção. Há vagas reservadas para professores da rede pública e cotas para egressos de escolas públicas, pessoas com deficiência, e assentados da reforma agrária.

 

O resultado está previsto para ser publicado no dia 13 de março. E o inicio das aulas na data provável de 04 de abril.

Consulte aqui o edital.

 

*Patricia Nogueira – jornalista do IFPB

Até o dia 19 de novembro: UFCG abre inscrição para professor substituto de Letras

ufcgEstão abertas até o dia 19 de novembro, na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), as inscrições para o Processo Seletivo Simplificado, visando a contratação de um professor substituto de Letras.

O candidato deve possuir graduação em Letras com habilitação em Língua Vernácula e Literatura Brasileira, e mestrado em Letras com área de concentração em Literatura ou mestrado em Linguagem e Ensino com área de concentração em Literatura. As áreas de conhecimento objeto da seleção são Literaturas de expressão Portuguesa e Teoria Literária. A carga horária é de 40 horas semanais.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

As inscrições estão sendo realizadas das 8h às 12h e das 14h às 17h, na Secretaria da Unidade Acadêmica de Letras (UAL), Bloco B. A taxa de inscrição custa R$ 65.

Mais informações podem ser obtidas através do telefone: (83) 2101.1221

Assessoria

Na próxima sexta-feira,( 06), o jornalista Ramalho leite tomará posse na Academia Paraibana de Letras

RamalhoNa próxima sexta-feira, 06, o jornalista Ramalho leite, advogado, político e escritor tomará posse na Academia Paraibana de Letras. O novo imortal vai ocupar a cadeira numero 07, vaga com o falecimento do saudoso escritor, também jornalista e político, Dorgival Terceiro Neto, nascido em Taperoá e que chegou ao cargo de Governador da Paraíba. A cadeira da APL a ser ocupada por Ramalho Leite tem como patrono o também jornalista Artur Aquiles, que pontificou na imprensa paraibana até a década inicial do século passado.Seu fundador, foi também fundador da Academia de Letras,  igualmente jornalista, o professor Coriolano de Medeiros, primeiro presidente da APL. Após a morte de Coriolano, a Cadeira Sete foi ocupada pelo médico e historiador Maurilio Almeida, nascido em Bananeiras e finalmente, por Dorgival Terceiro Neto.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ramalho Leite é bananeirense do antigo Distrito de Borborema,hoje cidade, e exerceu os mandatos de vereador em sua terra natal, deputado estadual e federal. Foi ainda diretor do Banco do Nordeste, Secretário de Estado e Presidente de A União, imprensa oficial do Estado.Depois que deixou de exercer mandatos eletivos, Ramalho Leite voltou a colaborar com os jornais O Norte, Correio e A União e publicou vários livros entre os quais Dá Licença Um Aparte, Nos Espelhos do Palácio e mais recentemente Em Prosa e no Verso e o Vendedor de Calúnias.

Exímio contador de histórias, Ramalho publicou um livro com cem historias do folclore político da Paraíba intitulado O Poder de Bom Humor, todos as suas produções, com edições esgotadas.

Na Academia Paraibana de Letras, em solenidade presidida pelo escritor Damião Ramos Cavalcanti, o novo acadêmico será recepcionado pelo imortal Juarez Farias, ex-presidente daquela casa de letras e de artes.

 

bananeirasagora

Presidente do TJPB toma posse na Academia Paraibana de Letras

fatima-bezerraA presidente do Tribunal de Justiça do Estado, a desembargadora e escritora Fátima Bezerra Cavalcanti tomou posse na noite de ontem da cadeira de número 23, na Academia Paraibana de Letras (APL). Ela passou a ocupar a cadeira cujo patrono é o jornalista Theodomiro Ferreira Neves Júnior e o último a ocupar foi o desembargador Paulo Gadelha. O escritor e jornalista José Neumanne Pinto fez o discurso de saudação à nova acadêmica. Atualmente, ela é a quinta mulher a ocupar uma cadeira da instituição.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A escritora Fátima Bezerra Cavalcanti dedicou à solenidade as mulheres paraibanas, especialmente as que não tiveram acesso aos estudos. “É com grande emoção que partilho esse momento com todas as mulheres, sobre tudo com as que não tiveram a oportunidade de estudar. Digo como forma de incentivo e estimulo que vale a pena aprender e buscar os sonhos, pois a mulher é culta por natureza. Toda essa sabedoria precisa ser colocada a serviço da arte, das letras e cultura da Paraíba”, declarou.

Ela completou ressaltando que sete mulheres já ocuparam uma cadeira na APL. A cadeira 23 também foi ocupada pela poetiza Mariana Soares, que infelizmente teve uma morte prematura. “Esse grupo de mulheres que se dedicaram as crônicas, poesias e letras jurídicas, juntas garantem o tribuno feminino que nessa academia é composto em sua maioria por homens”, completou. Fátima Bezerra Cavalcanti é autora do livro “Guiadas pela justiça, movidas pela fé”.

O empresário Roberto Cavalcanti parabenizou a desembargadora por mais uma conquista. “Essa homenagem é o reconhecimento ao talento de Fátima Cavalcanti. Pois onde ela abraçou uma causa foi vencedora. Na academia acredito que a projeção dela será exatamente dentro do mérito que sabiamente ela tem por natureza”, disse.

 

Por Nayanne Nóbrega

Presidenta da Academia Brasileira de Letras diz que tecnologia não vai modificar a literatura

A internet e os novos dispositivos eletrônicos de leitura não vão mudar a essência da literatura. A avaliação é da presidenta da Academia Brasileira de Letras (ABL), Ana Maria Machado. Ela participou na sexta (9) da Festa Literária Internacional das Unidades de Polícia Pacificadora (Flupp), que se encerra neste domingo (11) na comunidade do Morro dos Prazeres, em Santa Teresa. Ana Maria conversou com um grupo de crianças e adolescentes de escolas públicas do Rio e respondeu a perguntas da plateia.

“A tecnologia não vai modificar a literatura. Pode mudar o mercado de livros. Mas a literatura é a mesma desde que existe a linguagem. Muito antes de existir a escrita, já existia Homero, com a Odisseia e com a Ilíada. A literatura já foi escrita em papiro, em pergaminho, em rolo, em tablita [tabletes de argila]. O que muda é o suporte dela, se é uma tela [de computador] ou se é um livro, isso é secundário.”

Autora de 140 livros, com cerca de 19 milhões de exemplares vendidos, traduzidos para diversas línguas, a presidenta da ABL disse que ainda não disponibilizou nenhuma obra em formato eletrônico. “Enquanto não se descobrir como remunerar o direito autoral, fica só a pirataria”.

Sobre a presença da ABL na Flupp, realizada em uma área onde antes da pacificação das UPPs aparecia quase diariamente na imprensa por causa de tiroteios envolvendo o tráfico de drogas, Ana Maria disse que a academia tem uma ligação histórica com as favelas.

“A gente tem que lembrar que o fundador da academia, Machado de Assis, nasceu no Morro da Providência, a primeira favela do Brasil. Nossa presença aqui é uma volta ao lugar de onde nunca deveríamos ter saído. Não devíamos ser uma cidade partida. Devemos todos estar juntos, na grande síntese cultural brasileira.”

Uma das perguntas feitas pelos estudantes à autora foi sobre qual era o prazer de sua profissão. “O prazer de ser escritora é poder tocar o outro. Poder chegar à mente, ao coração de outras pessoas. Falar em nome dos outros. Fazer com que o outro se reencontre na gente e que cada um se conheça mais pelo o que a gente escreveu.”

Fonte: Agência Brasil
Focando a Notícia