Arquivo da tag: lesão

Homens são presos acusados de violência doméstica e lesão corporal em Guarabira e Araçagi

Neste domingo (7), policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) prenderam em flagrante dois homens, um deles, em Guarabira, acusado de violência doméstica contra a companheira adolescente e o outro, em Araçagi, acusado de lesão corporal e ameaça também contra um adolescente.

No Conjunto Alda Pimentel, em Guarabira, policiais militares atenderam a uma solicitação de uma adolescente que estava sendo agredida pelo companheiro. No local, encontraram a vítima, que estava com hematomas pelo corpo.

O acusado foi preso e a adolescente foi acompanhada pela sua mãe para a delegacia. No centro de Araçagi um homem foi preso depois que os policiais receberam a denúncia de que ele, com visíveis sinais de embriaguez e armado com uma faca, estaria ameaçando um adolescente e teria desferido um soco no seu rosto.

A guarnição comandada pelo Sgt Martins esteve no local e prendeu o acusado, mas a faca que estaria sendo utilizada por ele não foi encontrada. A vítima, acompanhada pelo seu genitor, também foi conduzida à delegacia.

Assessoria 4º BPM

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Laudo do IML nega lesão corporal contra mulher do cantor Victor, diz polícia

victorA delegada Danúbia Quadros, chefe da Divisão Especializada no Atendimento à Mulher, ao Idoso e à Pessoa com Deficiência (Demid) de Belo Horizonte, disse nesta segunda-feira (13), que o resultado do laudo sobre lesão corporal contra Poliana Bagatini Chaves, de 29 anos, por seu marido, o cantor Victor Chaves, de 41 anos, da dupla sertaneja Victor & Leo foi negativo. O exame foi realizado no Instituto Médico Legal (IML), em Belo Horizonte.

Danúbia disse que ainda aguarda laudo pericial das imagens do circuito interno do prédio para concluir o inquérito. Nesta manhã, a Polícia Civil chegou a divulgar que a investigação estava concluída. A delegada disse que tem 30 dias para concluir o inquérito.

A delegada disse que nenhum vizinho ou funcionário do prédio ou do próprio cantor presenciaram qualquer agressão, mas relataram ter ouvidos gritos. Ainda de acordo com Danúbia, a confusão teria sido motivada por um desentendimento após o cantor ter levado a filha do casal para a casa da mãe sem o conhecimento de Poliana.

Victor foi intimado a depor na semana passada, mas pediu, por meio do advogado, para reagendar uma nova data. O depoimento, que durou cerca de duas horas, foi realizado neste domingo (12). Também foram ouvidas a mãe dele, Marisa Chaves Zapalá Pimentel, de 65, e a irmã, Paula Chaves Zapalá Pimentel, por cerca de uma hora cada uma.

Todos os envolvidos já prestaram esclarecimentos à polícia, inclusive um segurança. O caso já foi distribuído a um juiz, que expediu um mandado para que a polícia tivesse acesso às imagens do circuito de segurança.

Entenda o caso

No dia 24 de fevereiro, Poliana, que está grávida, foi a uma delegacia, em Belo Horizonte, e fez uma queixa contra o marido. De acordo com o boletim de ocorrência, Poliana disse que foi agredida por Victor por motivos fúteis, que foi jogada no chão e recebeu vários chutes. Afirmou que, depois das agressões, foi impedida de sair do local por um segurança e pela cunhada.No mesmo dia, a mãe de Victor também prestou queixa na polícia e deu outra versão. No segundo boletim de ocorrência, ela disse que Poliana foi ao apartamento dela transtornada e de forma agressiva fez ameaças e quebrou vários objetos.

No dia, Marisa Chaves afirmou aos policiais que a irmã do cantor tentou acalmar Poliana e que Victor segurou o braço da mulher, pedindo que se acalmasse. Marisa afirmou que a nora se atirou no chão chorando e se debatendo.

Dois dias depois, Poliana Bagatini publicou uma carta em um perfil de rede social em que afirmou que em momento algum considerou que tivesse ocorrido qualquer crime, principalmente, praticado por Victor.

Em uma entrevista exclusiva à TV Globo, o cantor negou a agressão. A repórter Aline Aguiar perguntou ao artista se houve agressão. Victor respondeu: “Absolutamente. Eu nunca agredi ninguém na minha vida e muito menos a minha mulher, grávida do João”, disse à época.

Mesmo depois de a mulher de Victor negar a agressão, a polícia continuou investigando o caso. Victor, que era jurado no The Voice Kids, da TV Globo, pediu para se afastar do programa. Na edição do dia 26 de fevereiro, o apresentador André Marques leu um comunicado que dizia que a Globo repudia toda e qualquer forma de violência e acredita que essa acusação precisa ser apurada com rigor garantindo o direito de defesa na busca da verdade.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Gabriel Jesus tem lesão na coxa e deve ser desfalque contra o Flamengo

gabrielGabriel Jesus deve perder a decisão contra o Flamengo, nesta quarta-feira. O atacante sofreu uma lesão no músculo adutor da coxa esquerda, constatada em exame nesta segunda-feira. O Palmeiras ainda não divulgou o resultado, mas é improvável que o camisa 33 esteja à disposição nesta semana para a partida decisiva.

O problema ocorreu no jogo contra o Grêmio. Ele saiu da partida com dores no local e foi avaliado na chegada a São Paulo. O clube pode manter o mistério nesta terça, na reapresentação para o jogo contra o vice-líder.

Embora Gabriel tenha jogado três vezes em seis dias, o médico Rubens Sampaio havia dito em Porto Alegre que o problema não foi por desgaste. O clube fez uma engenharia complexa para deixá-lo apto a enfrentar o São Paulo, um dia depois de ser titular pela Seleção Brasileira. No Choque-Rei e nos dias seguintes, o jovem de 19 anos apresentou bons índices físicos, tanto que começou o jogo domingo.

“Muitos oportunistas podem começar a falar. Eu não deixei ele trabalhar nenhum dos últimos dias. Fisiologia do Palmeiras é muito boa. Se vier a ocorrer algum tipo de lesão, pode ser com qualquer um. Espero que ele jogue quarta-feira – dissera Cuca, depois do 0 a 0 com o Grêmio”, disse.

Gabriel é o artilheiro do Palmeiras no Brasileiro, com dez gols. Sem o jogador, Barrios pode ser a novidade para o duelo de quarta, no Allianz Parque. Rafael Marques e Erik são outras opções.

Lancenet

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Pela 1ª vez, cientistas registram lesão cerebral por zika em feto de macaco

zikaPela primeira vez, cientistas conseguiram registrar a ocorrência de lesões cerebrais em um feto de macaco cuja mãe foi infectada pelo vírus da zika. Antes disso, pesquisadores só tinham conseguido reproduzir a microcefalia por zika em camundongos, em um importante estudo brasileiro publicado em maio na revista “Nature”.

Pesquisas anteriores também já tinham sido bem sucedidas em infectar primatas não-humanos com o vírus da zika, mas esta é a primeira vez que se consegue reproduzir as malformações decorrentes do vírus nesses animais.

Trata-se de um avanço importante já que primatas humanos e não-humanos têm muitas similaridades, por isso os macacos podem servir para testar estratégias terapêuticas contra o vírus de forma mais eficiente do que os roedores.

O estudo atual, liderado por pesquisadores da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, foi publicado na revista “Nature Medicine” nesta segunda-feira (12).

“Nossos resultados eliminam qualquer dúvida que possa ter restado de que o vírus da zika é incrivelmente perigoso para o feto em desenvolvimento e dá detalhes de como as lesões cerebrias se desenvolvem”, afirmou a pesquisadora Kristina Adams Waldorf, professora da Universidade de Washington e principal autora do estudo, em um comunicado divulgado pela instituição.

Segundo os pesquisadores, os problemas observados no desenvolvimento cerebral dos fetos de primatas são compatíveis com a síndrome congênita do zika observada em humanos. “Ficamos chocados quando vimos a primeira imagem de ressonância magnética do cérebro fetal 10 dias após a inoculação do vírus. Não tínhamos previsto que uma área tão grande do cérebro fetal seria danificada tão rapidamente”, disse a pesquisadora Lakshmi Rajagopal, também professora da Universidade de Washington e uma das autoras do estudo.

Essa rapidez sugere, segundo Lakshmi, que quando uma mulher grávida apresenta sintomas de zika, o cérebro do feto pode já ter sido afetado pelo vírus. Por isso, uma estratégia de prevenção da microcefalia deveria ser tomada no momento da picada do mosquito para impedir a ação do vírus ou por meio de vacina, de acordo com a pesquisadora.

O estudo, que foi feito com uma espécie de primata denominada Macaca nemestrina, mostrou ainda que o nível de vírus presente no cérebro do feto era mais alto do que o encontrado na mãe.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Negueba sofre séria lesão no joelho e terá de passar por cirurgia

Negueba se lesionou no treino do último sábado, em Cotia (Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

O São Paulo sofreu a primeira baixa na pré-temporada. Um dia depois de ser apresentado como jogador do clube, o atacante Negueba rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito. O jogador, emprestado por um ano pelo Flamengo, passará por cirurgia na próxima semana e deverá ficar ausente dos gramados por, pelo menos, seis meses.

– Apesar de não gostar de falar muito em prazo, deve ser em torno de seis meses para estar à disposição para uma partida de futebol. Depende muito da evolução e da individualidade do paciente – disse Dr. Sanches, médico do São Paulo.

– Vamos esperar uns dias para esfriar esse processo. Existe a  possibilidade de o procedimento ser realizado no fim da semana – completou.

O atacante se lesionou durante o treino no sábado à tarde, no CT de Cotia, região metropolitana da capital paulista, local em que o elenco vem trabalhando. Não houve contato físico com outro atleta no lance da lesão. Segundo a diretoria, um movimento brusco ocasionou o problema.

O São Paulo já comunicou ao Flamengo, dono dos direitos de Negueba, sobre a lesão. Todo o tratamento ficará sob a responsabilidade do Tricolor. Apesar do problema físico, não haverá alteração no tempo de contrato do empréstimo – o vínculo acabará em dezembro de 2013.

– O Negueba vai ser atendido por nós. Conversei com o Paulo Pelaipe e ele declarou que tem total confiança na assistência que será dada pelo São Paulo – afirmou o vice-presidente de futebol João Paulo de Jesus Lopes.

Negueba, de 20 anos, foi um dos três reforços apresentados pelo Tricolor neste início de temporada. Além dele, o clube havia contratado o atacante Aloísio, do Figueirense, e o zagueiro Lúcio, do Juventus.

Com o desfalque por, pelo menos, metade da temporada, o São Paulo se apressa para anunciar outras contratações para o setor ofensivo. O clube tem negociações avançadas com o chileno Eduardo Vargas, do Napoli, e Wallyson, ex-Cruzeiro.

Globoesporte.com

Com gol e lesão de Seedorf, Bota goleia Dragão, a um passo da queda

Soa estranho colocar ressalvas em uma vitória sólida, por 4 a 0, sem grandes sustos, como esta do Botafogo sobre o Atlético-GO no Engenhão. Acontece que nem só de festejos alvinegros foi feito o jogo deste sábado. Seedorf abriu o resultado com um gol, mas trocou o sorriso por lágrimas ao sofrer uma lesão muscular pouco depois. A rodada ainda amenizou o impacto do triunfo botafoguense, já que São Paulo e Inter também ganharam. Ao Dragão, com mais uma derrota, resta esperar a explosão da bomba-relógio que virou a reta final do campeonato. O rebaixamento é questão de tempo.

Foi a terceira vitória seguida do Botafogo no Brasileirão – agora é o sexto colocado. O time carioca sobe na tabela, mas as perspectivas de vaga na Libertadores seguem pouco animadoras. Restam apenas cinco rodadas, e a distância para o São Paulo, atual último classificado, é de oito pontos.

seedorf Botafogo x Atlético-GO (Foto: Marcelo Santos/AGIF)Seedorf primeiro comemora e depois lamenta: gol e lesão no Engenhão (Foto: Marcelo Santos/AGIF)

O Atlético-GO já teria sido rebaixado nesta rodada se o Bahia tivesse vencido o Grêmio (o jogo terminou empatado por 1 a 1). Último colocado, com 23 pontos, 14 atrás do time baiano, o Dragão cairá se não vencer seu próximo jogo, aconteça o que acontecer nos resultados paralelos.

O adversário dos goianos será o Corinthians, domingo, no Serra Dourada. No mesmo dia, o Botafogo visita o Palmeiras.

O gol e as lágrimas de Seedorf

Quinze minutos separaram as duas pontas de um contraste para Clarence Seedorf no gramado do Engenhão neste sábado. A imagem do jogador chorando ao manquitolar para fora do campo, com lesão muscular na coxa direita, foi o extremo oposto da alegria que ele sentiu ao fazer o primeiro dos dois gols do Botafogo sobre o Atlético-GO no primeiro tempo. Foi um momento emblemático: um jogador de 36 anos, consagrado, rico, multicampeão, chorou por causa de uma lesão – de decepção, não de dor.

É que ele sabe quão importante é para o Botafogo, como ficou escancarado no primeiro gol alvinegro, aos 20 minutos. Seedorf parece sempre chegar na hora certa para concluir. Ele esperou o cruzamento de Lucas, o desvio de calcanhar de Lodeiro e o passe de Bruno Mendes para, com precisão matemática, encontrar a bola e fazer o gol. Festa, alegria, sorrisos: por 15 minutos. Pouco depois, viriam as lágrimas.

Enquanto isso, o Atlético-GO se consolava em algum milagre qualquer para seguir adiando um rebaixamento (quase) inevitável. Os visitantes tiveram mais posse de bola do que os mandantes no Engenhão nos 45 minutos iniciais: 54% contra 46%. Mas pouco adiantou. Ficou muito com o controle de um objeto com o qual não soube lidar.

O Botafogo, embora jamais tenha amassado o adversário, foi muito mais efetivo no ataque. Teve nove finalizações, contra quatro do Dragão – que só ameaçou de verdade em chute cruzado de Reniê, para fora. Justamente por isso, não chega a ser injustiça o time carioca ter alcançado seu segundo gol no último lance da etapa.

Foi um gol de ensaio, de precisão. Andrezinho cobrou falta pela esquerda na direção da área. O zagueiro Dória esperou o momento oportuno para arrancar e, de cabeça, ampliar a vantagem do Botafogo.

A arrancada e o xodó

Caso os jogadores do Atlético-GO sejam sujeitos otimistas, voltaram para o segundo tempo esperançosos de uma reviravolta. Mas durou pouco. Com três minutos, Gabriel deu o golpe final em um oponente cambaleante. Detalhe: cruzou quase o campo inteiro sem ser incomodado para fazer o terceiro gol.

Jefferson fez uma intervenção, ficou com a bola nas mãos e logo percebeu Gabriel à frente da área. Cedeu a jogada a ele. O volante olhou para a frente e disparou. E foi mais um pouco. E correu mais um tanto. Parecia estar sozinho em campo. Ninguém chegou perto dele. O chute cruzado ainda desviou em Diego Giaretta: 3 a 0.

Aí o jogo virou uma calmaria para o Botafogo. Andrezinho, de muito boa atuação, merecia um gol. Faltou pouco para conseguir. Primeiro, Giaretta cortou chute em diagonal dele. Depois, Márcio voou para espalmar cobrança de falta. Não deu, mas o placar não estava fechado.

Faltava o gol do xodó. Bruno Mendes, aos 34 minutos, aumentou sua recente coleção de gols. Fez o quinto nos últimos quatro jogos ao chutar de longe, rasteiro, no canto de Márcio.

Diego Giaretta ainda foi expulso, tornando um pouco mais melancólico o fim de jogo do agonizante Dragão goiano. Mas o Botafogo pouco fez depois disso. Os minutos finais foram quase uma encenação – com os dois times esperando o tempo passar e ouvindo a torcida alvinegra anunciar:

– Eu acredito! Eu acredito!

Globoesporte.com

Grave lesão no Campeonato Mexicano

Ex-jogador do Barcelona, o volante Efraín Juárez, atualmente no América do México, sofreu uma grave lesão durante um jogo contra o Correcaminos pela Copa México. Aos 39 do primeiro tempo da partida, que terminou com triunfo do América por 6 a 0, ele caiu de mau jeito e acabou sofrendo uma fratura no braço direito. O jogador de 24 anos só volta aos gramados em 2013.

Atleta espera 10 dias por cirurgia e após iniciar a operação médico diz que não tem competência para resolver a lesão

Imagem ilustrativa Fonte: internet

O atleta Polibio Santos da Silveira, 26 anos, participava do Campeonato Brasileiro de Bicicross  que realizou suas 3ª e 4ª etapas na pista de Mangabeira nos dias 14 e 15 deste mês.

No sábado, dia 14, enquanto competia na pista, Políbio sofreu um acidente e teve seu ombro machucado. O rapaz foi levado para o Trauminha de Mangabeira onde permanece internado aguardando por cirurgia.

Diante dos escândalos que repercutem na mídia local de João Pessoa acerca daquele hospital, até aí nada espanta. O que mais surpreendeu nossa redação na manhã de hoje foi tomar conhecimento de um erro gravíssimo ocorrido na tarde de sábado, vitimando mais esse paciente.

De acordo com o próprio Políbio, desde o sábado 14 ele aguardava por uma cirurgia no ombro mas a data não foi marcada. Passados seis dias aguardando, eis que na sexta-feira dia 20, pela manhã, uma enfermeira avisou ao jovem que sua cirurgia provavelmente seria realizada na próxima terça ou quarta-feira (respectivamente 24 e 25 de abril).

Acontece que horas depois, ainda na sexta-feira (20) a moça voltou avisando que a cirurgia de Políbio seria realizada no sábado. E que ele estivesse pronto às 6h da manhã.

Segundo Políbio, às 6h da manhã do sábado ele deixou a enfermaria e foi para o setor de cirurgias do hospital aguardar a sua vez. Horas depois, às 14h45 já passando mal de tanta fome, o rapaz foi chamado a adentrar na sala de cirurgia.

O que parecia o início do alívio só piorou a situação do jovem, pois, Políbio relata que ao aplicar a anestesia necessária o médico começou a abrir a parte do ombro machucada e só após ver a fratura exposta foi que o médico avisou que não realizaria a cirurgia do rapaz.

“Isso aqui está muito grave rapaz, tem que ser um médico especialista, eu não vou fazer sua cirurgia não. Eu não sou capacitado pra isso. Só um especialista” disse o médico, segundo Políbio.

“Eu estou aqui morrendo de medo, né? Meu ombro pode piorar… e agora nem me dão previsão de cirurgia. Enquanto eu estou aqui já vi gente que passou 18, 21 dias até conseguir a cirurgia, mas pareciam casos mais simples. E o meu, como fica?” desabafa o rapaz.

Vamos acompanhar o caso.

ClickPB