Arquivo da tag: leão

Leão ataca criança ao vivo em programa da TV mexicana

Um vídeo do programa de TV mexicano “Con Sello de Mujer” mostra um momento aterrorizante: uma criança sendo atacada por um filhote de leão ao vivo. O animal foi levado ao programa e colocado bem próximo da garotinha.

Em determinado momento, o filhote ataca a criança com suas patas e começa a morder suas calças. A tratadora consegue desvencilhar a garota, que começa a chorar e gritar. E ela insiste em dizer: “acalme-se”. Ninguém se feriu, mas onde esse pessoal estava com a cabeça?

(Com informações do NY Daily News)

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Leão mata leoa na frente de visitantes de zoológico na Polônia

leãoAs crianças que visitaram o zoológico de Gdansk, na Polônia, ficaram traumatizadas quando viram um leão atacar violentamente e matar uma leoa. As famílias ficaram horrorizadas ao verem o macho Arco se lançar contra Berghi e prender sua garganta até ela não conseguir mais respirar e morrer. Confira aqui o vídeo. As informações são do jornal Austrian Times.

Mãe de uma das crianças que presenciaram a cena, Anna Malkowska, de 28 anos, disse que achou que os animais estavam brincando. “Mas depois ficou bem claro que o macho não estava. De repente, tudo virou um show de horrores. Minha filha começou a chorar e nós conseguimos ver que a fêmea estava sangrando”, lembrou.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com o diretor do zoo, Michal Targowski, afirmou que não esperava que algo tão terrível pudesse acontecer. “Esse foi o mais trágico e infeliz incidente da história do zoológico e nós pedimos desculpas às famílias que o testemunharam. Nós gastamos os últimos meses preparando a jaula para a chegada dos leões, mas não previmos isso. Infelizmente, trabalhar com animais é sempre imprevisível”, lamentou.

Os leões foram levados ao zoo de Gdansk para comemorar o aniversário de 60 anos do parque. Arco viera de um outro zoológico de Portugal, enquanto outras duas leoas, da França.

 

radioglobo

África: leão mata mulher que fazia sexo ao ar livre com o namorado

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Uma mulher foi morta por um leão na cidade de Kariba, no Zimbábue, enquanto fazia sexo ao ar livre com o namorado. As informações são do site IOL.

 

O casal estava em um local isolado do centro urbano do município. O homem conseguiu escapar e ativou um alarme em uma reserva florestal próxima, mas, quando os guardas chegaram ao local, a namorada já estava morta.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo autoridades do município, o leão é provavelmente o mesmo que matou um homem que voltava de uma casa noturna na região no último final de semana.

 

Terra

Fluminense e Sport empatam na Ilha, e Leão fica perto da queda

Foi o apogeu da tensão, o cúmulo do drama para o Sport – e justamente contra um adversário que é sinônimo de paz na reta final do Brasileirão. O empate por 1 a 1 contra o campeão Fluminense, neste domingo, na Ilha do Retiro, desesperou a torcida rubro-negra, que viu sua equipe passar parte da tarde rebaixada. A rodada, de resultados paralelos muito ruins, acabou não sendo fatal para o Leão, mas o deixou com o pé na cova. Já os tricolores adiaram para a última rodada a chance de quebrar o recorde de pontos na Série A desde que ela passou a ter 20 clubes.

Fred colocou o Fluminense na frente no primeiro tempo. Felipe Azevedo, no último lance da etapa, empatou. O período final foi sobrenatural para o Sport, com uma sequência de chances perdidas quase sobre a linha. Com o empate, o Leão foi a 41 pontos. Para não ser rebaixado, precisa vencer o Náutico nos Aflitos e torcer por uma derrota do Bahia para o Atlético-GO, em Goiânia, ou da Portuguesa para a Ponte Preta no Canindé.

O Fluminense, por sua vez, foi a 77 pontos. O vencedor do Brasileirão 2012 se despede da competição contra o Vasco, também no domingo, no Engenhão.

Sport x Fluminense (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)Sport quase cai, mas ainda tem chances de ficar na Série A (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)

Tensão

Sport e Fluminense não poderiam ser mais opostos no decorrer do primeiro tempo. O gramado da Ilha do Retiro reuniu a tranquilidade absoluta e o desespero supremo – a calmaria de um campeão e a angústia de um time ameaçado pelo rebaixamento. Já era assim antes de o jogo começar. E ficou ainda pior para os pernambucanos no decorrer dele.

Por 48 minutos, deu tudo errado para o Leão. Três tragédias unidas: a derrota parcial em casa, a vitória momentânea da Portuguesa sobre o Inter no Beira-Rio e o empate do Bahia com o Náutico. A combinação de resultados rendia uma matemática maldita para o Sport: durante boa parte do primeiro tempo, ele esteve rebaixado.

O pânico do Sport era palpável. Os jogadores correram o tempo todo – para lugar nenhum. No início, até tiveram alguma serenidade, trocaram passes, assumiram o papel de verdadeiros interessados na partida. Depois, nem isso. Até mais posse de bola o Fluminense teve: 51% contra 49%.

O campeão brasileiro de 2012 soube chegar ao ataque com a paciência que o Sport jamais teve. A primeira chance do jogo foi de Wallace, em chute cruzado, torto. A segunda foi de Fred, em cabeceio para fora. E a terceira foi fatal.

Aconteceu aos 27 minutos, quando a torcida tricolor gritava “olé” na casa do adversário. A bola ficou viva dentro da área depois de a zaga do Sport bater cabeça. E acabou sobrando para Fred. Foi uma espécie de cobrança de pênalti com a bola rolando. Frente a frente com o goleiro, o artilheiro deslocou Saulo e colocou o Flu na frente.

O desespero invadiu a alma de time e torcida do Sport. Era o pior pesadelo possível. Na marra, o Leão tinha que dar um jeito, tinha que ir ao ataque. E foi. Hugo, jogador mais ativo dos mandantes, teve três chances. E, incrível, todas teimaram em não resultar em gol: uma conclusão foi cortada por Digão, outra foi por cima, outra foi afastada por Thiago Neves quase sobre a linha.

A Ilha do Retiro pulsava de tensão. E entrou em convulsão aos 48 minutos do segundo tempo – mas de alegria. Gilberto desviou, e Felipe Menezes arrancou pela direita, perseguido pela zaga. O chute cruzado passou por Diego Cavalieri e encontrou a lateral da rede. Gol do Sport! O Leão estava vivo…

Segue o drama

O segundo tempo manteve o drama do primeiro. Sérgio Guedes resolveu mexer já no intervalo. Trocou atacante por atacante: saiu Gilberto, entrou Henrique. Pouco depois, Hugo deu lugar a Willians.

O panorama foi mantido, com a consciência do Fluminense agindo como contrapartida ao desespero do Sport. Os pernambucanos sabiam que tinham que vencer, mas não alcançavam a fórmula para fazê-lo. Não por acaso, foram os cariocas que mais ameaçaram. Rafael Sobis, com 12 minutos, cabeceou à queima-roupa, e Saulo fez defesaça.

O Sport mais corria do que pensava, ainda mais abalado pelo segundo gol da Portuguesa sobre o Inter e pelo gol do Bahia contra o Náutico, que depois empataria. Fred, aos 28, chegou a fazer mais um para o Fluminense, mas a arbitragem anulou, alegando impedimento.

Chegaram os 30 minutos, e o Sport finalmente conseguiu encaixar jogadas. Mas perdeu gols inacreditáveis. Felipe Azevedo cabeceou firme e parou em grande defesa de Diego Cavalieri. Willians, livre, de frente para o gol, parou em Elivélton. Impressionante. E mais: Valencia, pouco depois, também cortaria em cima da linha! Era de enlouquecer a torcida rubro-negra.

O jogo ficou aberto ao extremo nos minutos finais, com o Fluminense ameaçando nos contra-ataques. Um gol rebaixaria o Sport. Mas não aconteceu. O Leão segue vivo – em situação dramática, mas vivo.

Globoesporte.com

Leão não resiste a eliminações e é demitido pelo São Paulo

Leão confirma desligamento do São Paulo (Foto: João Pires / Vipcomm)

Leão não é mais técnico do São Paulo. O treinador não resistiu às eliminações no Campeonato Paulista, na Copa do Brasil e a um início irregular no Campeonato Brasileiro e foi demitido pela diretoria tricolor nesta terça-feira. O próprio técnico anunciou sua saída, após rápida conversa com o presidente do clube, Juvenal Juvêncio.

–  Quero confirmar que, a partir de agora, não sou mais o técnico do São Paulo. O (presidente) Juvenal me disse: “Vamos encerrar”. Agradeci. Deve ter dado uns 30 segundos de conversa. Saí numa boa. Não existe nenhum constrangimento. Cada um segue para o seu lado.

A diretoria agora corre atrás de substitutos. Abel Braga, do Fluminense, é um nome especulado nos bastidores. O português André Villas Boas, ex-Chelsea, também está na mira.

Paulo Miranda

As divergências entre Leão e a diretoria tricolor se tornaram públicas depois do episódio Paulo Miranda. No dia 2 de maio, a poucas horas do confronto com a Ponte Preta, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, o zagueiro foi barrado pela diretoria já na concentração, a contragosto do treinador.

– Houve uma divergência séria, mas não sei se um estremecimento. Eu não concordava (com o afastamento) e, na oportunidade, foi falada uma coisa e depois aconteceu outra. Banquei a presença do atleta como titular da equipe.

Sem surpresas

Leão garante que não tinha problemas com o elenco tricolor, muito embora circule nos bastidores do clube que ele e Rogério Ceni nunca se deram bem. O treinador diz ainda que não ficou surpreso com a demissão.

– Felizmente, nunca tive nenhum problema de relacionamento com ninguém do elenco. Sobre a saída, não foi surpresa. Cheguei para dois meses e acabei ficando oito. Sem problemas.

A passagem do técnico à frente do time do Morumbi, a segunda de sua carreira, durou pouco mais de oito meses. Ele foi contratado no dia 24 de outubro de 2011. A princípio, apenas para a reta final do Brasileirão 2011. Na virada da temporada, porém, a diretoria resolveu renovar o vínculo.

Sob o comando de Leão, o Tricolor disputou 44 jogos – foram 26 vitórias, seis empates e 12 derrotas. No Paulistão, o time caiu diante do Santos, na semifinal. Na Copa do Brasil, também na semi, foi eliminado pelo Coritiba. No Brasileirão, três vitórias em casa e três derrotas como visitante em seis jogos.

Globoesporte.com

Contando história de leão, marido de avó estupra criança de 4 anos em CG

A história de abuso sexual contra menores sempre se repete. Existe um parente, que acaba estuprando uma criança. Infelizmente está uma estatística que não queríamos noticiar. Mais uma criança na Paraíba sofre abuso sexual. Dessa vez ela tem apenas 4 anos de idade e foi estuprada pelo enteado avô.

Enteado Avô detido

Enteado Avô detido (Foto: @LennonBrandao)

O fato aconteceu na noite desta quarta-feira (16), no bairro da Liberdade em Bayeux. Sebastião Veloz da Silva, 53 anos, estava cuidando do menino, enquanto o seu pai não chegava do trabalho. Ele atraiu o “neto” para o quarto dizendo que iria contar uma história do leão. O acusado pediu para criança virasse de costas e conseguiu violentá-la a com o dedo.

Quando o pai da criança chegou notou que o “avô” estava desconfiado. O garoto relatou ao pai que estava sentindo muitas dores. Ao conversar com o filho, ele soube o que aconteceu em sua residência.

Policiais da Força Tática do 2º BPM foram chamados e conseguiram prender em flagrante o acusado. De acordo com o tenente Lennon Brandão da Força Tática do 2º BPM, um exame foi feito e constatado o abuso sexual no garoto de 4 anos de idade.

O acusado foi encaminhado para Central de Polícia. A prisão foi realizada pelo tenente Lennon Brandão e o sargento Assis, da Força Tática do 2º BPM de Campina Grande.

Priscila Andrade

Portalcorreio