Arquivo da tag: Laureano

Câmara de Solânea recebe projeto do poder executivo que autoriza doação mensal ao Napoleão Laureano

A Câmara Municipal de Solânea, recebeu do prefeito Kayser Rocha, um Projeto de Lei que autoriza a doação mensal de recursos para o Hospital Napoleão Laureano, referência no tratamento do câncer na Paraíba. De autoria do Poder Executivo, a proposta foi apresentada na terça-feira (17) no Legislativo e quer colaborar com o hospital, visto que a unidade tem prestado um importante serviço a muitos solanenses como também a todo o Estado.

Durante a sessão também foi apresentado o Projeto de Lei de autoria do vereador Flávio Evaristo que torna de utilidade pública o Instituo Casa Azul. O reconhecimento é baseado na importância que o instituto tem para o município e na geração de oportunidades para formalização de convênios que venham fortalecer ainda mais a instituição.

Também de autoria do vereador Flávio, foi apresentado Projeto de Lei que reconhece a atuação dos Bombeiros Civis para realização de eventos no município e fiscalização por parte dos mesmos em locais públicos ou privados da cidade.

Ainda na pauta da sessão foram apresentados o Projeto de Lei de autoria do vereador Júnior Melo para a realização de cursinhos preparatórios para o Enem e concursos públicos para estudantes de escolas públicas do município.

Votado também o Projeto de Lei que dispõe da prestação de serviço na rede municipal de educação, profissionais de assistência social, psicóloga e nutricionista, de autoria do vereador Márcio Prudêncio.

As sessões ordinárias acontecem todas as terças-feiras a partir da 19h30 e podem ser acompanhadas pelas redes sociais da Câmara Municipal.

Ascom-CMS

 

 

38 municípios aderem à campanha para destinar recursos ao Laureano

Até o momento um total de 38 municípios aprovaram nas Câmaras de Vereadores leis que garantem uma contribuição financeira ao Hospital Napoleão Laureano para custear despesas com atendimento médico e hospitalar na especialidade de oncologia. A campanha, realizada pela entidade municipalista, para que os gestores contribuam com a unicidade hospitalar recebeu o nome ‘Ajudando quem mais ajuda’.

“Este é um ato de solidariedade e de reconhecimento do trabalho desenvolvido pelo Napoleão Laureano que atende milhares de paraibanos de todos os 223 municípios. É muito bom ver que os municípios, os gestores estão aderindo a essa campanha da Famup. Todos nós sabemos como é importante manter o hospital funcionando plenamente em prol dos paraibanos”, destacou o presidente George Coelho.

Os municípios que aderiram são: Bernadino Batista, Bom Jesus, Cajazeiras, Cabedelo, Poço José de Moura, Riacho dos Cavalos, Sobrado, Poço Dantas, São José da Lagoa Tapada, Pedra Branca, Caldas Brandão, Marizópolis, Catingueira, Logradouro, Mataraca, Mogeiro, Nazarezinho, São Bento, Cachoeira dos Índios, Paulista, Serra da Raiz, Santa Cruz, Santa Helena, Pilões, Paulista, Riachão do Poço, Maturéia, Lagoa, Salgadinho, Pocinhos, Jurú, Juripiranga, Belém, Gurinhém, Monte Horebe, Brejo do Cruz, Soledade e Itabaiana.

A Lei aprovada nos municípios garante aos gestores a fiscalização do convênio, mediante a supervisão e acompanhamento das atividades da unidade hospitalar. Também podem acompanhar a execução das atividades físico-financeira através de suas unidades competentes, sustando o repasse de parcelas se porventura se constatar alguma irregularidade na execução do convênio.

De acordo com a Lei, o Napoleão Laureano deve utilizar os recursos provenientes do convênio nas despesas necessárias para a manutenção do atendimento médico e hospitalar na especialidade de oncologia; permitir que as gestões municipais por meio dos seus órgãos de controle e fiscalização tenham acesso a todos os atos e fatos relacionados direta ou indiretamente com o instrumento pactuado, quando em missão de fiscalização e auditoria; além de ter que prestar contas dos recursos recebidos sempre que solicitado, constando a relação das pessoas e endereços e/ou outros documentos que as prefeituras entenderem necessário.

O presidente da Famup, George Coelho, explicou que será disponibilizado para os prefeitos um modelo de projeto de Lei para apresentação nas Câmaras Municipais, bem como o modelo do convênio de repasses. Os modelos podem ser adquiridos no site da Famup pelo endereço www.famup.com.br.

Assessoria de Imprensa

 

 

João Azevêdo autoriza convênio de R$ 4,2 milhões anuais para o Hospital Laureano

O governador João Azevêdo autorizou o repasse de R$ 4,2 milhões por ano para Hospital Napoleão Laureano por meio de convênio com a Secretaria de Estado da Saúde. O hospital filantrópico, localizado em João Pessoa, é a principal referência em oncologia do estado e dedica 95% dos seus atendimentos aos usuários do SUS.

Na ultima sexta, 30, o secretário de Saúde, Geraldo Medeiros, realizou uma visita ao Hospital Napoleão Laureano para uma reunião com o médico Carneiro Arnaud e a diretoria da unidade. A agenda foi uma solicitação do Governador João Azevêdo, no intuito de estudar a possibilidade de ampliar a ajuda financeira do estado.

O governador afirmou que o Laureano vem realizando, ao longo dos anos, “um grande serviço para toda a população e é preciso assegurar que siga funcionando em perfeitas condições”. O convênio com repasse de R$ 350 mil por mês será assinado nos próximos dias em solenidade no próprio Hospital Napoleão Laureano.

Assessoria

 

 

Faltam medicamentos para quimioterapia no Hospital Laureano

O Hospital Napoleão Laureano, referência no tratamento de câncer na Paraíba, está com medicamentos para quimioterapia em falta. Um paciente relatou, em vídeo compartilhado nas redes sociais nesta semana, que o problema se estende por mais de 20 dias. 

“Hoje, dia 20 de agosto, mais uma vez chego no hospital e ele se encontra assim, vazio, por falta de quimioterapia. Não por falta de funcionários, médicos ou enfermeiros. Mas por falta de medicação”, diz o homem, de 31 anos, que se identifica como Cícero Tiago de Sousa.

“Somos brasileiros, pagamos nossos impostos. Pedimos socorro. Divulguem esse vídeo para que ele chegue nas autoridades, não podemos passar por uma humilhação dessa”, completa o paciente.

Em abril deste ano, o Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) já havia constatado a falta de medicamentos orais e intravenosos para quimioterapia, antibióticos, além de insumos como luvas e soro fisiológico no Hospital Napoleão Laureano. O diretor de fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa, afirmou que o hospital vem enfrentando um sério problema financeiro. O CRM-PB chegou a mencionar risco de falência.

Nesta quinta-feira (22), a Mix Comunicação, responsável pelo atendimento do hospital à imprensa, atestou a veracidade do relato e disse que a unidade de saúde irá apresentar dados da situação em coletiva nesta sexta-feira (23).

Assista ao vídeo divulgado pelo paciente:

 

portalcorreio

 

 

Bandidos promovem arrastão no Hospital Napoleão Laureano

laureanoUm trio de assaltantes promoveu um arrastão no estacionamento do Hospital Napoleão Laureano, no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa. O ato ocorreu nesta quarta-feira (24).

De acordo com testemunhas que estavam no local, o grupo chegou ao Hospital em um veículo modelo Fiat Pálio, de cor azul. Um deles esperou a ação de dentro do veículo, enquanto os outros dois assaltantes realizaram roubo dos pertences de funcionários e familiares de pacientes do hospital.

A Polícia esteve no local fazendo busca e investigação, porém os bandidos já haviam fugido e ainda não foram localizados.

Por Redação – WSCOM

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Dia ‘D’ do Outubro Rosa terá mamografia, biópsia e campanha para ajudar o Laureano

Hospital-Napoleao-LaureanoA Campanha “Dê uma chance para elas”, do Outubro Rosa deste ano, terá seu dia ‘D’ no próximo sábado (17), quando o Hospital Napoleão Laureano, em João Pessoa, fará um grande mutirão para a realização de mamografias e biópsias em mulheres com suspeita de tumor na mama. O trabalho será em parceria com a ONG Amigos do Peito e a Rede Feminina de Combate ao Câncer.

Iniciar o tratamento no início da doença é fator primordial para combater o câncer, mas para isso, conforme a mastologista e presidente da ONG Amigos do Peito, Joana Barros, é fundamental o acesso ao serviços médicos. Porém, algumas mulheres chegam a levar um ano para conseguir realizar uma biópsia, confirmar o tumor e, assim, começar o tratamento.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

“Sabendo que sem a biópsia você não consegue iniciar o tratamento, a gente está fazendo essa campanha buscando agilizar o tratamento dessas mulheres e tentar salvar a vida delas, porque o tempo é um fator importantíssimo para a cura”, enfatizou Joana Barros.

Ajuda ao Laureano

Mas, o câncer de mama não é a única preocupação das entidades parceiras no combate à doença. As dificuldades enfrentadas pelo Hospital Napoleão Laureano – que é filantrópico e, por isso, vive de doações – também têm chamado a atenção da ONG Amigos do Peito e da Rede Feminina de Combate ao Câncer.

Por causa disso, o dia ‘D’ de combate ao câncer de mama também será um dia de contribuição para a unidade de saúde que atende pessoas de toda a Paraíba. “Resolvemos aproveitar para sensibilizar as pessoas sobre as dificuldades do Laureano. Por isso, estamos pedindo que aqueles que puderem fazer uma doação de lençóis, fronhas e travesseiros, todos brancos, que ajudem. A doação também pode ser de produtos de higiene pessoal”, apelou Joana Barros.

Previsão da doença

A previsão da Secretaria de Saúde do Estado é de que o câncer de mama afete 750 mulheres em 2015 na Paraíba, sendo 270 só em João Pessoa. Em nove meses do ano já foram registrados 143 óbitos, o que corresponde a 59% do total registrado em 2014, que foi de 241 vítimas de câncer.

 

 

correiodaparaiba

Hospital referência no Tratamento do Câncer, Laureano atua no vermelho e pede doações

fernando-carvalhoO diretor do Hospital Napoleão Laureano, Fernando Carvalho, comentou em entrevista ao Sistema Arapuan nesta segunda (25) que como o tratamento para o câncer é muito caro, o hospital não está conseguindo equilibrar as finanças e trabalha ‘sempre um pouco no vermelho’.

Hospital referência no tratamento do câncer na Paraíba, o Hospital Napoleão Laureano atua no vermelho e pede doações. Carvalho destacou que pelo menos 93% dos recursos destinados ao hospital são do SUS e que outra importante fonte são as emendas parlamentares, porém a deputada que mais envia essas emendas não legisla pela Paraíba.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Carvalho ressaltou que o hospital atende ‘todas as cidades da Paraíba’, além de outros estados. A maior fonte de renda é o repasse do SUS através da secretaria municipal e para equipar o hospital são destinadas emendas parlamentares: “Inclusive, uma deputada que não é da Paraíba (apesar de ser paraibana), Luiza Erundina, do PSB de São Paulo é quem libera a maior emenda com R$ 500 mil anuais”, conta.

Vendo com bons olhos e em busca de mais recursos, o diretor comentou que é preciso não só do apoio dos parlamentares, mas também da sociedade e destacou o hospital de Barretos que é ‘top em cancerologia’ no Brasil e vive ‘praticamente de doações’. Carvalho comentou ainda que é preciso construir a Unidade de Terapia Infantil, já que o hospital é referência em oncologia infantil, mas não tem UTI.

O hospital tem um carnê de doações no Banco do Brasil, descontado mensalmente ou ligando para Laureano 3015-6200 e fazer uma doação.

Marília Domingues