Arquivo da tag: lágrimas

Em Serraria: tristeza, lágrimas e comoção no adeus ao ex-prefeito João de Deus

No final da tarde desta segunda-feira (22) a cidade de Serraria parou para se despedir do ex-prefeito João de Deus.

Tristeza, lágrimas e comoção marcaram o sepultamento do homem que governou o município por duas vezes. Um cidadão filho de agricultor que ao administrar Serraria por quase oito anos, conquistou o respeito, o carinho e a consideração do povo serrariense. Assim, era João Caboclo, como era conhecido popularmente, com suas posições firmes e sorriso marcante passou a ter a admiração dos habitantes da terra que lhe adotou como filho.

A política de Serraria, sem a presença de João sentirá a falta do seu jeito peculiar de fazer e dialogar política.

João partiu deixando saudade e marcando uma época que ficará na história e na política de Serraria.

Desde o anúncio da morte de João de Deus, o seu filho, prefeito Petrônio Freitas recebeu a solidariedade de familiares, amigos, políticos e a população serrariense.

Centenas de pessoas e políticos da região participaram do enterro do ex-prefeito João de Deus, que foi um dos maiores da cidade.

 

Fonte: Balbino Silva/MIDIA PARAÍBA

 

 

Eliana, grávida e internada há 20 dias: “lágrimas de medo”

Grávida pela segunda vez, Eliana está passando por momentos difíceis. Na tarde deste domingo (04), a apresentadora substituída por Patricia Abravanel em seu programa na TV usou seu Instagram para fazer um desabafo. Ela contou que está internada há 20 dias e que escolheu cuidar de sua gestação.

Eliana, grávida e internada há 20 dias, faz desabafo na rede social: 'Desafio imenso', disse ela na tarde deste domingo, 04 de junho de 2017
Eliana, grávida e internada há 20 dias, faz desabafo na rede social: ‘Desafio imenso’, disse ela na tarde deste domingo, 04 de junho de 2017

Foto: AGNews / PurePeople

” Estou há 20 dias internada, mas hoje será diferente pra mim. Quase 30 anos de carreira e nunca parei com minhas atividades. Que desafio imenso este de agora. Não é como nas férias quando deixo meus programas gravados com antecedência, trabalho em dobro pra descansar depois. Ou na licença-maternidade, que a gente se afasta algum tempo, mas tem a vida imensamente preenchida de mil tarefas e um amor que invade cada célula. Nada foi planejado”.

MOMENTO DE VALORIZAR CADA SEMANA

Em outro momento, a loira que armou um esquema para notícia da gravidez não vazar garantiu que estará de volta em breve. ” Foi a vida dizendo: ‘Para e escolhe o que é mais importante pra você AGORA'”. Eu escolhi cuidar de uma vida. Logo estarei de volta para minha trajetória profissional que começou aos 14 anos de idade, mas agora cada minuto das 24 horas do meu dia são dedicados para a Manu que ainda está na minha barriga e ao Arthur. Em breve, se Deus quiser, estarei novamente com a família SBT. Porém este é o momento de valorizar cada semana de desenvolvimento da minha filha, de esperar com fé que tudo corra bem, de viver o tempo em seu tempo.Um aprendizado árduo, mas valioso. A vida é aprender”.

‘PRECISO SALVAR MINHA FILHA’

Aos três meses de gestação, Eliana teve que se submeter a uma cirurgia por conta do risco de perder sua filha. Pouco tempo depois, a artista achou melhor se afastar do trabalho. “Preciso salvar minha filha de um parto muito prematuro. Tive um descolamento da placenta. Sei que não depende só da minha vontade e do meu esforço, mas farei o impossível para trazer o meu fruto da melhor maneira que Deus permitir. Enquanto escrevo aqui na cama, sem poder levantar para nada, nada mesmo, lágrimas de dúvidas e medo escorrem pelo meu rosto. Mas tenho fé que em breve trarei boas notícias”.

(Por Carmen Lúcia )

Terra

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Árbitro admite erro em clássico e pede 2ª chance com lágrimas nos olhos

(Foto: Marcos Ribolli)
(Foto: Marcos Ribolli)

O árbitro Thiago Duarte Peixoto assumiu o erro cometido no clássico Corinthians e Palmeiras na noite desta quarta-feira. Duas horas depois da vitória corintiana por 1 a 0, o juiz, com lágrimas nos olhos e visivelmente emocionado, pediu um segunda chance após cometer um equívoco ao expulsar o volante Gabriel no fim do primeiro tempo.

“Realmente houve um equívoco da arbitragem em um lance pontual feito por mim. No lance de contra-ataque, onde o jogador vai no contra-ataque, as diretrizes são de que se impede um lance promissor tem que aplicar amarelo e foi o que eu fiz, porém ao jogador errado”, disse Thiago.
O árbitro, que mostrou cartão vermelho a Gabriel depois que Maycon puxou o atacante Keno na intermediária, disse que soube do erro porque foi avisado após a partida. De acordo com ele, houve uma confusão entre os atletas.
“Eu sei disso porque, após a partida, temos um feedback dos diretores da arbitragem que viram a partida. Por que eu me confundo? No momento em que jogador puxa, o Pablo dá uma chegada dura por baixo onde fico preocupado. Quando levanto a cabeça, vejo o Gabriel. Olhei para ele e apliquei o amarelo erroneamente. Fui questionado também sobre o quarto árbitro ter me informado, mas foi questionado com assistentes porque achavam que eu dava a falta por baixo e não foi a falta que dei. Dei pelo puxão do Maycon o amarelo para o Gabriel”, explicou.
Thiago também frisou que o fato se tornará um aprendizado na carreira e disse que espera que o trabalho dele como árbitro de futebol tenha continuidade.
“Escolhi ser árbitro. Escolhi isso para a minha vida e se não estiver preparado para erros e acertos…se a comissão confiou em mim é porque eu merecia e espero continuar a carreira. É um aprendizado errar num clássico. Em um jogo de importância dessas. Foi o que escolhi para mim. Já passei por momentos delicados na vida pessoal e agora na vida profissional. Espero com muita fé e força de vontade continuar a carreira. Como quem comete um equívoco no trânsito, como quem não faz um gol. Eu apliquei o amarelo. Espero do fundo do meu coração que a minha carreira continue”, afirmou.
RODRIGO GAZZANEL/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Thiago Duarte Peixoto durante a confusão no fim do primeiro tempo

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Lula se despede da esposa com lágrimas e duras críticas a seus acusadores; assista discurso

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se despediu neste  sábado de sua esposa e companheira de luta Marisa Leticia, após um velório cheio e comovente que terminou com um duro discurso contra as acusações de corrupção que rondaram o casal no último ano.

“Marisa morreu triste porque a canalhice que fizeram com ela e a imbecilidade e a maldade que fizeram com ela, eu vou dedicar…”, desabafou Lula sem terminar a frase, em frente ao caixão da ex-primeira-dama, coberto pela bandeira do Brasil e outra do Partido de los Trabalhadores (PT). “Eu tenho 71 anos, não sei quando Deus me levará, acho que vou viver muito, porque eu quero provar que os facínoras que levantaram leviandade com a Marisa tenham, um dia, a humildade de pedir desculpas a ela” disse Lula, comovido e aplaudido pela multidão de admiradores que se reuniram na sede do Sindicato dos Metalúrgicos.

Marisa Letícia Rocco – com quem Lula se casou em 1974 e teve três filhos, depois de ambos ficarem viúvos de seus primeiros cônjuges – faleceu aos 66 anos no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, após sofrer um AVC em 24 de janeiro. O hospital anunciou a morte da ex-primeira-dama nesta sexta-feira (3), após ela ter sido diagnosticada com ausência de fluxo cerebral na quinta-feira.

Vestido totalmente de preto, o líder petista recebeu os pêsames e abraçou centenas de desconhecidos e figuras destacadas do PT, como a ex-presidente Dilma Rousseff, o presidente do partido, Rui Falcão, vários membros do Congresso e ex-ministros.

“Mataram dona Marisa”

Vários aliados políticos de Lula vincularam a morte de Marisa Letícia ao ano de turbulências e sobressaltos judiciais do ex-presidente, que enfrenta cinco acusações ligadas ao escândalo de corrupção na Petrobras, algumas delas envolvendo sua esposa. “Não é exagero dizer que mataram a dona Marisa, ela foi vítima de uma perseguição gigantesca e não aguentou”, disse a jornalistas o senador do PT Lindbergh Farias.

Essa teoria da perseguição judicial que, segundo o próprio Lula, buscaria impedir que ele seja candidato presidencial em 2018, foi esboçada também por Dilma e defendida por vários membros do PT. “Há um ano dona Marisa não tinha nenhuma alegria, vivia sob ameaças de prisão, de prisão dos filhos. Tenho convicção de que sua partida prematura está muito ligada a esse clima de ódio”, disse Gilberto Carvalho, ex-chefe de gabinete de Lula e ex-ministro de Dilma. Neste sábado, a Corregedoria do Ministério Público de Minas Gerais informou que investigará o procurador Romulo Paiva Filho, que a foto da ex-primeira-dama em uma rede social e escreveu a frase, “Morre logo, peste! Quero abrir logo o meu champagne!”.

Conversa com Temer

Na quinta-feira, o presidente Michel Temer e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foram ao Hospital Sírio-Libanês para dar os pêsames a Lula. O líder petista recebeu Temer cordialmente, e inclusive aproveitou a ocasião para fazer algumas observações políticas. Segundo vários meios, Lula criticou a proposta do atual presidente de reforma da Previdência em meio à grave recessão nacional, e lhe recomendou estimular o consumo interno em vez de promover medidas de austeridade.

“Neste momento de desavenças tão profundas, a morte de Marisa possibilitou esses encontros e a vontade de que se converse mais sobre o Brasil”, afirmou no velório o ex-senador e cofundador do PT Eduardo Suplicy. O corpo da ex-primeira-dama será cremado na tarde deste sábado, ao final do velório, em uma cerimônia reservada para a família.

Jornal do Comércio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Com lágrimas e aplausos, população de Pilões dá adeus ao ex-prefeito José Sales

ex-prefeito José Sales
ex-prefeito José Sales

A cidade de Pilões, no Brejo paraibano, parou para se despedir do ex-prefeito José Sales da Silva, que faleceu na madrugada deste sábado (26). Ele também foi vereador, era bacharel em direito e exerceu a função de defensor público do estado. Ele governou o município de 1983 a 1989.

José Sales estava internado há uma semana em João Pessoa, e na sexta-feira foi transferido para o Hospital São Francisco, onde fez uma cirurgia, mas não resistiu e faleceu. O ex-prefeito de Pilões, José Sales, era casado com dona Ozires, e teve com ela cinco filhos, Hermes, Soraya, Djoces, Patrícia e Neto.

Em Pilões, a morte de José Sales, aos 74 anos, foi recebida com muita tristeza por seus habitantes que se orgulham por ele ter sido o melhor gestor do município. Considerado o melhor gestor da história do município, José Sales construiu dezenas de escolas na zona rural, criou a tradicional festa de emancipação política que é atualmente um dos maiores eventos da região, construiu o prédio da prefeitura municipal e a Praça João Pessoa, que fica no centro da cidade.

velorioO conjunto habitacional Petrônio Cunha e a escola Braz Baracuhi, na zona urbana, também foram feitos durante a sua gestão. José Sales foi pioneiro em colocar transportes escolares à disposição dos estudantes da zona rural, para estudarem na cidade, e garantiu que após concluir o ensino médio, eles estudassem na FAFIG (Faculdade de Filosofia e Letras de Guarabira) que foi transformada no campus III da UEPB (Universidade Estadual da Paraíba). Através dessas ações, ele proporcionou a oportunidade para que muitos conseguissem terminar o curso superior e conseqüentemente sua independência financeira.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O sepultamento do ex-prefeito José Sales aconteceu no final da tarde de sábado. Uma multidão acompanhou o cortejo fúnebre, que saiu de sua residência no Conjunto Petrônio Cunha, até o cemitério local, onde foi sepultado sob lágrimas e aplausos por familiares, amigos, autoridades e a população pilonense que lamentaram e choraram a morte de um dos mais queridos cidadãos daquela terra.

 

Balbino Silva