Arquivo da tag: Ladrão

Ladrão fica pendurado em cerca ao tentar invadir casa no Paraná

Um rapaz ficou pendurado na cerca de uma residência na noite de terça-feira (22), no Jardim Alvorada, em Francisco Beltrão, região Sudoeste do Paraná.

Os vizinhos perceberam a ação do rapaz que tentava invadir a residência. Na fuga, ao pular a cerca de proteção ele prendeu as calças nas grades e por lá ficou até a chegada da Polícia. Um dos moradores filmou o caso inusitado e compartilhou nas redes sociais.

A Polícia Militar foi acionada e registrou um boletim de ocorrência. Não foi informado se o suspeito ficou ferido.

 

Redação Catve.com

‘Parecia que eu era ladrão’: clientes se unem e compram mercadoria de ambulante que seria apreendida

Policiais militares, guardas civis e fiscais da prefeitura cercam um homem de avental branco que carregava uma caixa de isopor cheia de sucos e salgados em Montes Claros (MG). Os agentes anunciaram que o ambulante estava vendendo produtos sem autorização em uma praça no centro da cidade e que tudo seria apreendido.

Foto: BBCBrasil.com

Inconformadas com a situação, dezenas de pessoas se uniram para inibir a ação dos fiscais e policiais. O grupo passou a segui-los, insistindo para que não punissem o ambulante, aos gritos de “deixem ele trabalhar”.

A cena foi registrada na tarde da última quarta-feira e viralizou nas redes sociais.

Ao ver que os fiscais estavam prestes a carregar toda a mercadoria, um homem de camiseta vermelha os ignora e estende a mão com uma nota de R$ 2. Ele diz que vai comprar uma garrafa de suco, sem se importar com a presença dos policiais.

A ação desencadeia uma reação em cadeia nas pessoas ao redor, que também passaram a tirar notas do bolso e entregar para o ambulante. Chorando, Leonardo Ferreira Soares, de 44 anos, juntava as notas amassadas em suas mãos e, em poucos minutos, todo o material que seria apreendido foi distribuído entre as pessoas.

“Juntou umas 30 pessoas em volta de mim. Algumas só queriam me ajudar. Teve gente que me deu nota de R$ 10 e nem pegou nada. Eu fiquei chorando de emoção e também passei a distribuir os sucos e salgados para quem não tinha me dado nada”, disse Soares em entrevista à BBC Brasil .

Um dos vídeos publicados no Facebook sobre o caso já foi compartilhado mais de 125 mil vezes e visto mais de 3 milhões. Uma das imagens que circulam na internet foi feita pela atendente Andreia Aparecida Santos quando voltava do trabalho.

“Sempre vejo ele ali com suas vendas. Foi muito triste e revoltante ver uma coisa dessas. Eu só não comprei nada porque estava sem dinheiro, senão teria ajudado também”, disse à BBC Brasil .

Durante a ação, os guardas municipais tentaram levar não só a caixa de isopor e bandejas cheias de salgados fritos, mas também o carrinho de ferro que o vendedor usa para transportar os produtos. Com uma das pernas quebrada em dois lugares (tíbia e tornozelo), o ambulante diz caminhar uma hora de sua casa até a praça todos os dias.

“O que fizeram comigo foi desumano. Parecia que eu era um ladrão. Eu fiquei só chorando. Eu não ia brigar com eles, não sou de briga. O que mais me incomoda é que para tirar o lixo da praça, não aparece ninguém, mas para tirar um trabalhador veio uma multidão”, disse Soares.

Procurada, a assessoria de imprensa da Prefeitura de Montes Claros informou por telefone que a operação foi legítima, com a intenção de coibir a venda “desenfreada de produtos irregulares”. “A ação foi feita em conjunto com a Polícia Militar, Receita Federal e Estadual. Não teve nada de irregular”, disse um assessor.

A reportagem perguntou por e-mail à prefeitura qual a frequência e quantidade de produtos apreendidos na região, mas não recebeu nenhuma resposta.

Soares conta que vende os produtos há quatro anos no mesmo ponto e que esta foi a primeira vez que tentaram levar as mercadorias.

“Todo dia acordo cedo para fritar tudo e distribuir em padarias e pequenos comércios. Por volta das 13h, eu saio de casa com o carrinho lotado. Ando uma hora e meia com pelo menos 60 kg para economizar a passagem de ônibus e eles querem tomar tudo. Por que tratam um trabalhador assim?”, disse o vendedor ambulante.

Sem gás de cozinha e dívida de R$ 20 mil

Desempregado há quatro anos, Leonardo Soares diz que o trabalho como ambulante foi a única alternativa que encontrou para conseguir sustentar ele e a esposa e pagar o aluguel de R$ 350 da casa onde vivem.

Ele disse que sua intenção era conseguir pelo menos R$ 100 para comprar o gás de cozinha para sua casa, que tinha acabado.

“Eu trabalhava como vendedor na zona sul de São Paulo e me mudei para cá depois que me desentendi com meu irmão. Até tentei montar uma lanchonete em Montes Claros, mas não deu certo e ainda fiquei com uma dívida de quase R$ 20 mil, que não consegui pagar até hoje”, conta ele.

Soares conta que vende sucos de acerola, laranja, umbu e siriguela, além de pastéis e bolinhos de mandioca recheados de carne, frango e bacalhau. Na casa dele, porém, não é sempre que tem carne.

“Eu já comi arroz puro porque não tinha mais nada. Numa situação dessas e ainda queriam apreender até meu carrinho, meu instrumento de trabalho. Minha vontade era apenas trabalhar para poder ter água e luz na minha casa. Se eu tivesse um emprego registrado, seria muito melhor do que ter de passar por isso”, afirmou.

Soares conta que até mesmo o ex-prefeito comprava seus sucos, comprava e ainda distribuia. Mas afirma que as ameaças dos fiscais municipais são constantes.

“Eles sempre dizem que vão pegar minhas mercadorias. Esse é um dos motivos que me fazem pensar se eu volto a trabalhar. Hoje, eu sentei na cama e fiquei chorando porque não sei o que fazer. Tenho medo de voltar lá e passar esse constrangimento de novo”, diz Soares.

“Eu não trabalho como ambulante por opção. Eu trabalho porque não tenho o que fazer. Com certeza, trocaria por qualquer outro emprego”.

BBC BRASIL

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

“Já fui a shows seus. Por isso vou deixar seu chip”, diz ladrão ao roubar celular de cantor na PB

brunoUm cantor de 32 anos teve o celular roubado durante a invasão a uma residência na cidade de Campina Grande, no Agreste do estado. Bruno Marques, que é vocalista da banda Forró de Elite, disse que antes dos assaltantes levaram o aparelho um deles falou: “Já fui a muito show seu. Por conta disso vou deixar seu chip”. O caso aconteceu no sábado (1º) e foi relatado pelo músico em uma rede social.

Ao Portal Correio, o artista revelou que estava chegando à casa de amigos no bairro da Liberdade onde participaria de um almoço, quando foi alvo dos assaltantes. “Ao entrar na casa vi que meus amigos estavam encurralados, mas pensei que era por causa da festa mesmo. Até brinquei: aqui está é animado. Logo em seguida, os dois jovens mostraram um revólver e uma faca e disseram que era um assalto”, disse.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Marques confirmou que ao entregar o aparelho celular, um dos assaltantes o reconheceu como cantor de uma banda de forró da cidade. “Um deles disse que iria me entregar o chip e o cartão de memória porque já tinha ido a alguns shows meus e gostado. Ele falou ainda que ‘dava valor’ a banda”, sorriu ao falar da situação.

De acordo com a Polícia Militar, os jovens invadiram à casa ao pedir água ao morador. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil do bairro do Catolé. Os suspeitos roubaram celulares e outros aparelhos eletrônicos.  A dupla fugiu a pé, mas pegou duas mototaxis que o esperavam perto do local. Ninguém foi preso.

 

 

portalcorreio

Ladrão rouba moto no Cariri e promete devolvê-la em oito dias

juazeirinhoUma cena curiosa chamou a atenção dos moradores do Bairro Bela Vista, em Juazeirinho, na noite da última sexta-feira (17). É que um ladrão usando uma arma de fogo rendeu dois jovens e roubou uma moto. Os jovens viram o bandido fugir com destino ignorado, mas apesar do susto, receberam a promessa de que teriam a moto devolvida em oito dias.

De acordo com informações, o ladrão teria dito que deixaria a moto no município de Soledade após oito dias.

O incidente aconteceu em frente ao estádio Municipal e deixou a população local assustada.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A polícia chegou a ser acionada e está em diligências para tentar encontrar pistas que levem ao suspeito.

MaisPB

Frentista pega carro e atropela ladrão; vídeo

Um frentista evitou um assalto ao atropelar o ladrão de um posto de combustíveis de Maringá, no norte do Paraná, nesta sexta-feira (10). O criminoso tentava fugir de moto, quando foi surpreendido e derrubado.

As imagens de uma câmera de segurança mostram o assaltante invadindo a loja, com o rosto coberto por um capacete. Ele empurra um dos clientes e, com uma arma na cintura, exige o dinheiro do caixa. Sem reação, a funcionária coloca tudo em uma sacola e entrega.

Na fuga, porém, o criminoso é surpreendido por um carro, que bate na moto pilotada por ele. O homem cai, tenta fugir correndo, mas é imobilizado por outra pessoa. Pouco depois, a polícia chega e prende o suspeito, de 18 anos, que teve ferimentos leves.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Veja vídeo:

“Peguei o carro aqui no fundo. Fiquei esperando ele sair. Quando ele saiu, ficou tentando dar partida na moto e não pegava. Quando ele chegou ali na esquina, passei por cima dele”, relata o frentista.

O carro usado na ação era de uma cliente, admitiu o frentista. As chaves estavam na ignição e, no susto, ele decidiu usar o veículo. A mulher, funcionária de uma farmácia vizinha, afirmou que é amiga do funcionário do posto.

A polícia constatou, depois, que a arma era falsa. A recomendação é para que a vítima nunca reaja. “Não havia como saber se era uma arma de brinquedo ou uma arma real. Então, a gente orienta para que os cidadãos não reajam aos assaltos”, recomenda o aspirante Jefferson Carvalho, da Polícia Militar (PM).

G1

Comerciante reage a assalto, luta com ladrão, mas é assassinado na PB; ninguém foi preso

Reprodução/ arquivo pessoal/
Reprodução/ arquivo pessoal/

O comerciante Antônio Carlos da Silva, 56 anos, foi assassinado a tiros ao reagir a um assalto na tarde desta quarta-feira (18), na cidade de São Bento, a 434 km de João Pessoa. A vítima ainda entrou em luta corporal com um dos assaltantes.

Segundo o capitão Cunha Lima, comandante da Polícia Militar de São Bento, dois homens chegaram ao mercadinho da vítima em uma motocicleta e um dos assaltantes invadiu o estabelecimento.

“O assaltante entrou no mercadinho e anunciou o assalto. As imagens do circuito de câmeras flagraram quando o comerciante lutou três vezes com o bandido. É possível quer a briga entre eles. Após ser agredido, o assaltante atira contra Antônio”, falou.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Antônio Carlos ainda chegou a ser socorrido para o hospital local, mas não resistiu e morreu. A vítima foi atingida com dois tiros. A delegada Silvia Alencar, que vai investigar o crime, revelou que, na hora do assassinato, o criminoso estava usando uma toca, capacete e calça.

“Os suspeitos ainda não foram achados. Devido os trajes, as pessoas disseram que não deu pra reconhecer os assassinos. Quem souber de alguma informação pode ligar para o 197 da Polícia Civil”, comentou.

 

portalcorreio

Descubra o atrai ou afasta o ladrão de carros

roubo-de-carrosUm carro pode ser roubado em menos de 60 segundos e a maior parte dos carros roubados nunca são recuperados. Mais de um milhão de carros são roubados a cada ano, o que equivale a cerca de um carro a cada 26 segundos. Tomando algumas precauções adicionais de segurança você pode evitar ser a próxima vítima.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Obviamente, não é possível questionar os criminosos sobre os motivos que os fazem desistir de certo carro, mas especialistas em roubos e furtos de veículos conseguem delinear quais características costumam deixar o carro menos “roubável” ao estudar os históricos deste tipo de crime, e outras que estimulam o roubo, veja a seguir :

O que atrai o ladrão de carros

– A revenda das peças do veículo é uma das principais razões para roubos no Brasil. Os carros preferidos dos ladrões são os mais populares, por serem mais fáceis de revender peças, mas isso não quer dizer que carros mais caros estejam fora do alvo, claro. Nesse caso, eles são roubados como uma forma de encomenda. Nessa situação, o ladrão não se importa com os acessórios ou objetos que possam existir em seu interior, querem apenas o modelo do carro. Adquirir o seguro do veículo tem como a principal vantagem a possibilidade de comprar um modelo igual com o dinheiro dado pela seguradora.

– O horário também conta. Os ladrões preferem roubar durante a manhã, porque possuem mais tempo para dirigir e distanciar-se. Locais com fácil rota de fuga, como avenidas ou ruas próximas a rodovias são os locais preferidos.

– A facilidade também conta muito na hora de decisão de roubo. Se o ladrão visualiza que o motorista está distraído, é um alvo mais fácil. A desatenção, principalmente quando o motorista usa o celular enquanto dirige (quando, por exemplo, está parado num congestionamento) é o cenário perfeito para o ladrão. Cenários como andar com vidro aberto, demorar a sair do veículo após estacionar, esperar alguém sair de casa com carro ligado são os alvos mais fáceis para a ação de criminosos.

– Já que muitas vezes o veículo pode ser roubado para ser usado em outro crime (como assaltos a empresas, comércio ou residências), os ladrões também buscam veículos com porta-malas grandes.

– Os adesivos que o carro possui são uma boa pista sobre a profissão do motorista. Um adesivo sobre uma certa profissão ou com declarações como “I love Apple” podem dar uma pista da condição social do condutor do veículo.

O que afasta o roubo do carro

Claro que toda tecnologia de hoje, não impede o roubo, “A melhor das tecnologias atrasa o roubo em até três minutos, se o roubo for em uma cidade grande, o ladrão desiste. Mas se for em uma cidade calma, persiste até conseguir impor a sua tecnologia à da montadora.” diz Ademir Fuji, que trabalhou por 30 anos com seguros de carros e hoje é consultor do Sindicato das Seguradoras de São Paulo.

Veja a seguir características que os ladrões não gostam em um carro, ou que podem ser um critério de desempate na hora que eles decidem qual carro roubar. (Sindseg-SP), cidade responsável pelo maior número de roubos do país.

– Os carros com cores mais chamativas são evitados pelos ladrões por dois motivos: a maior facilidade de localização do veículo depois de roubado; e a menor procura no mercado paralelo, tanto por conta da maior dificuldade de revenda (por serem carros que não agradam a todos os gostos)

– Os carros que não possuem acessórios são os menos roubados, pois têm menos peças para serem revendidas. Geralmente os ladrões visam carros com rodas metálicas, rádios, tevês, GPS entre outros equipamentos que podem ser vendidos separadamente. Os rádios originais de fábricas não interessam aos bandidos.

– Apesar de ser uma indicação controversa, há especialistas que acreditam que o uso de película afasta o ladrão. Isso aconteceria porque o ladrão não pode ver quantas pessoas e quem está dentro do carro, fazendo com que tema a reação das pessoas.

– Estacionar o veículo em locais movimentados e claros também inibe a ação de ladrões.

– As rodas são o principal alvo dos roubos hoje em dia porque são vendidas muito facilmente. Como não existe uma identificação da roda com o veículo roubado, muita gente acaba comprando as rodas em qualquer lugar sem saber se elas são fruto de um roubo

– Travas manuais podem inibir a ação do ladrão ao serem avistadas. As travas de volante e as travas de câmbio acabam criando um grau de dificuldade para a ação do criminoso e ele pode deixar de agir ao ver a trava. Não vai evitar 100%, mas vai dificultar o roubo.

 

mundoconectado

Ladrão abandona moto roubada e deixa carta de desprezo: ‘porqueira’

bilheteUm ladrão abandonou uma motocicleta roubada em Russas, no interior do Ceará, e deixou um bilhete de desprezo; segundo o autor do roubo, o veículo não “dá nem pra fazer um assalto”. “Ajeita essa porqueira, macho, não dá nem pra fazer um assalto. Isso não serve nem pra botar no lixo, seu fulero. Compre uma brozinha, macho. Valeu, compadre”, diz o bilhete.

Segundo a Polícia Militar de Russas, o veículo foi deixado abandonado na zona rural da cidade na tarde de terça-feira (5) e já devolvida ao dono. “A moto era um pouco antiga e tinha alguns problemas mecânicos. O ladrão provavelmente precisava dela pra assaltos e fugas em alta velocidade e viu que ela não servia para o que ele queria”, diz o policial João Brígido.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A polícia fez buscas pelo autor do roubo, mas ainda não tem a identidade do suspeito. A polícia acredita que o suspeito mora em residências próximas ao local onde o veículo foi encontrado abandonado na terça-feira.

G1

 

Operação conjunta da PM/RN e PM/PB prendem ladrão de residências de Nova Cruz/RN em Dona Inês/PB

preso1Uma operação conjunta das Polícias Militar da Paraíba e do Rio Grande do Norte Prenderam na noite desta segunda-feira 24 de fevereiro de 2014 o maior ladrão de residências da cidade de Nova Cruz no Agreste potiguar.

A prisão deu-se por volta das 19h00min horas na cidade de Dona Inês no Curimataú paraibano, o Tenente Josivan e o soldado Ludyvik da PM RN relataram o Conexaonoticias que desde ontem 23 de fevereiro de 2014 vinham fazendo diligências para prender o Meliante Jose Carlo Marques dos Santo Vulgo (Carlinhos) de 26 anos, a prisão se deu no Bairro nova Conquista por traz do Ginásio O Bacurau.

A reportagem colheu a informação da PM/RN que Carlinhos tinha roubado 48 residências só este ano na cidade de Nova Cruz/RN; o Meliante colocava veneno chumbinho e gasolina em pães para matar os cães nas residências que dessa forma deixava a passagem livre para cometer o delito, ainda procurava as notas fiscais dos eletros domésticos roubado para facilitar a venda como se fosse produto licito. Carlinhos tinha Mandato de prisão aberta, pois havia foragido de uma semiaberta e esta a cometer vários roubos e tinha escolhido a cidade de Dona Inês para tentar se esconder, mas mesmo assim continuava cometendo crimes furtos em Nova Cruz/RN e se escondendo em Dona Inês/PB.

Participaram da operação os Soldados Teixeira e Soldado Silva da PM/PB, Tenente Josivan e o soldado Ludwik da PM RN O serviço de Inteligência da Policia Militar do 8º BPM com duas viaturas descacterizada uma moto da PM/RN e uma Viatura da PM/PB que depois de intensa perseguição policial conseguiram acerta Calinhos com um tiro na Canela.

A ação foi comandada pelo Major Tavares, Tenente Jorgivan, Sargento Enéias, e os Soldados Guedes, Soares Marinho, Ludyvik, De Souza, lemos, Laurentino, Edinor, Joelton, Susisgines e Wadson.

Um dos Objetos preferido de Carlinhos era TV de lied grande. O meliante após de ser alvejado pela PM foi levado para o hospital de Dona Inês para os primeiro Socorros e em seguida levado pela PM/RN para Nova Cruz.

De Frene ao Hospital de Dona Inês aglomerou-se bastante populares para testemunhar e observar a movimentação e ação policial.

 

Por: Redação com Conexão Noticias por Fernando Lucio

Gari entrega filho ladrão para a polícia e dá lição de vida em delegacia de BH

garyUm gari entregou o próprio filho para a polícia e ainda deu uma verdadeira lição de vida em delegacia de Belo Horizonte, na madrugada desta quarta-feira (8).

Indignado e triste em ter descoberto que o adolescente de 14 anos assaltou uma creperia na companhia de um amigo, o profissional da área de limpeza denunciou o garoto e o levou pessoalmente até o distrito policial.

Pai de quatro filhos, o gari disse que sempre os aconselhou a estudar e trabalhar.

— Eu trabalho de sol a chuva no caminhão de lixo e não concordo que ele faz isso. Não tem precisão dele fazer isso e, inclusive, eu estou até com vergonha porque eu fico triste né de ver ele fazendo uma coisa dessa. Dói, está doendo mesmo. Está apertado o meu coração.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O roubo ocorreu no bairro Buritis, na região oeste da capital mineira. Armados, o adolescente e o comparsa renderam funcionários e até clientes. No entanto, depois de pegar dinheiro e até refrigerantes, um deles deixou o revólver de brinquedo que usava cair na porta do estabelecimento.

Com o descuido, as vítimas perceberam que a arma não era de verdade e correram atrás dos assaltantes. Os suspeitos fugiram na direção de um matagal e se esconderam. Mas, pouco tempo depois, o amigo do filho do gari foi achado pelas vítimas e agredido por elas. Em seguida, ele foi medicado no Hospital de Pronto-Socorro João 23 e encaminhado à delegacia, onde confessou o crime.

Em frente ao pai, o filho do gari pediu desculpas e disse estar arrependido. O gari disse que o perdoava, mas fez questão de aconselhar o adolescente.

— Você está desculpado, mas, pelo amor de Deus, não faz isso não. Não quero ver você nisso. Toda vida eu conversei com você. Sempre falei para não andar em coisas erradas. Você tem que ser homem. Você meu serviço aí. Sol  e chuva e eu correndo atrás de caminhão, trabalhando para tratar de você. E você faz uma coisa dessa?

 

r7