Arquivo da tag: Julian Lemos

Julian Lemos critica postura de Bolsonaro e de seus filhos: ‘todo mundo vira traidor’

O deputado federal paraibano Julian Lemos participou nesta segunda-feira (02) do Pânico, da rádio Jovem Pan, e teceu duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro e seus filhos. Aliados de primeira hora nas últimas eleições, os dois acabaram se afastando neste ano de 2019 após o racha no PSL que culminou com a saída de Bolsonaro da legenda para fundação de outro partido.

De acordo com Julian Lemos, as pessoas que estão no entorno de Jair Bolsonaro agem para destruir reputações. Além disso, todos os que fazem críticas ao presidente ou aos seus filhos são apontados como inimigos.

“Há um trabalho para destruir várias pessoas que eles compreendem como desafetos, destruindo reputações mesmo”, declarou Julian Lemos. “Acho o presidente um cara honesto, mas ele tem umas situações de ingratidão que machucam. Ele sai destruindo a reputação, todo mundo vira traidor. […] Os deputados do PSL são mal tratados. Tem deputado lá que não tem valor de nada”.

“Após o primeiro turno, eu senti que o clima não estava legal”, disse o deputado. O atentado que Bolsonaro sofreu em Juiz de Fora (MG), em setembro do ano passado, piorou as coisas. “Potencializou uma ideia de que há uma conspiração, de que querem matar [Bolsonaro]. Eu senti que existia toda hora ali gente querendo me ferrar”, confessou.

Julian ainda chegou a citar os filhos de Bolsonaro e criticou a forma como interferem nos assuntos do Governo. “O Eduardo é muito orgulhoso e, às vezes, machuca as pessoas. Eu o vi chamar os deputados do PSL de favelados”, afirmou.

Julian chegou a exercer a função de coordenador da campanha eleitoral no Nordeste ainda em 2018. Agora, sob o ponto de vista do parlamentar paraibano, “os deputados do PSL são maltratados. Tem deputado lá que não tem valor de nada”.

Julian Lemos ainda criticou a saída de Jair Bolsonaro do PSL. O presidente tem um novo partido, o Aliança pelo Brasil. “Não tenho motivos para sair do PSL, nem o presidente Bolsonaro tinha”, disse. Ele garantiu que o presidente da sigla, Luciano Bivar, cumpriu todas as promessas feitas ao capitão. “Eu sou testemunha de que Bivar cumpriu tudo.”

clickpb

 

Julian Lemos revela que filhos de Bolsonaro podem inviabilizar o governo e sai em defesa da permanência de Bivar no PSL

Na entrevista à Jovem Pan, na noite desta segunda-feira, o deputado federal e presidente estadual do PSL-PB Julian Lemos disse que a guerra no PSL é um grande problema para Jair Bolsonaro (PSL). Na mesma entrevista ele destacou que os filho do presidente vão inviabilizar o Governo Federal.

“No momento em que você tira a estabilidade emocional de alguém… Esse problema do partido é um inferno astral hoje”, afirmou o parlamentar do PSL da Paraíba, um dos vice-líderes do partido na Câmara afastados por Eduardo Bolsonaro. Segundo Lemos, Bolsonaro não encontraria o mesmo espaço nem teria a mesma força em nenhum outro partido.

“Imagine uma casa, uma potência, com 53 deputados federais. Um fundo partidário. Isso é uma máquina. Uma ferramenta que o presidente não tinha, e hoje ele tem. Onde o presidente vai achar outra casa em que ele tenha tamanha influência?”, questionou o deputado.

Filhos de Bolsonaro – Noutro trecho, Julian dispara contra os filhos do presidente, “De fato, há uma interferência [dos filhos]. Se continuar nessa passada, dessa forma, os meninos vão inviabilizar muita coisa do governo”, afirmou o deputado do PSL da Paraíba.

“Não cabe um filho atacar um presidente de Poder”, prosseguiu Lemos. “Os Poderes tem que estar em harmonia, senão não funciona. O Congresso Nacional é que manda no país. Se você viver inflamando esse tipo de coisa, vai ter uma explosão ali e o presidente não vai ter controle.”

Perguntado sobre como Bolsonaro deveria agir em relação aos filhos, Lemos respondeu: “Não sei como o presidente deveria agir. Eu sei como eu agiria se fosse meu filho. Eu diria: senta aqui no canto e fica calado”. Apesar das críticas aos filhos do presidente, o parlamentar defendeu Jair Bolsonaro. “Eu honrei Jair Bolsonaro e honro até hoje. Não há possibilidade de eu o trair”, disse Lemos.

Na entrevista, Lemos ainda defendeu o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar. “Não aceito injustiça. Bivar foi correto. Quando o nosso presidente ficou internado naquela tentativa de homicídio [a facada em Juiz de Fora, em setembro de 2018], teve passagens áreas e estadias que Luciano pagou do próprio bolso. Eu não aceito esse tipo de injustiça, não faço esse tipo de coisa.”

O deputado do PSL paraibano, quando questionado sobre como ficou sabendo que não era mais vice-líder do partido, respondeu: “Pelo Antagonista. É o correio das boas e das más notícias”.

 

O Antagonista

 

 

Após ataque de Eduardo Bolsonaro, Julian Lemos diz que já aguentou muita ‘molecagem’ e não será ‘humilhado’

O deputado federal Julian Lemos se pronunciou na tarde deste sábado (19) após ataque do deputado federal Eduardo Bolsonaro, ontem. Eduardo postou uma montagem de Julian em uma privada, e apagou a publicação horas depois.

Aparentemente, Julian não gostou. O paraibano disse que já aguentou ‘muita molecagem’ e ‘engoliu muito sapo’.

“Já aguentei muita molecagem, já “engoli muito sapo” Já ignorei usuários de Diazepan que se escondem atrás de redes sociais, não tenho nada haver com problemas familiares dos outros, mas quem fizer sofrer a minha pagará caro por isso, nem que isso custe minha vida”, postou.

Ele disse ainda que  ‘não serei usado ou humilhado por “reizinhos” que nada sabem sobre a vida, não me relaciono com moleques, também não me intimido com covardes’.

Veja a postagem na íntegra:

_

Por Redação / Portal WSCOM

 

 

Filho de Bolsonaro ataca Julian Lemos e posta montagem do paraibano em privada

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) ironizou a fala do deputado federal paraibano Julian Lemos (PSL), que afirmou ter ‘pedido para cagar’ e saído de reunião após ser convocado para assumir a liderança do PSL na Câmara.

“Quando pintar aquela situação embaraçosa faça como o Julian Lemos”, postou Eduardo, que também colocou uma montagem do paraibano em um vaso sanitário.

Caso

Em conversa vazada ontem, o deputado paraibano  afirma que recebeu a ‘intimação’ do Governo Federal para angariar assinaturas e assumir a liderança no lugar do Delegado Waldir.

“Jair me pedindo uma coisa é foda. Eu simplesmente, pedi pra cagar e saí. Não vou fazer isso, não vou”, declarou o deputado, que aparentemente virou piada dentro do seu próprio partido.

 

Portal WSCOM

 

 

‘Cabeçada’: em nota, Julian Lemos diz que agiu em defesa das mulheres

O deputado federal Julian Lemos protagonizou, na noite desta quarta-feira (29) uma confusão com o também deputado Expedito Netto. Julian se exaltou após o Netto esbarrar nele enquanto conversava com outros deputados. Em vídeo compartilhado nas redes sociais, o paraibano aparece dando uma ‘cabeçada’ no parlamentar de Rondônia.

Veja o vídeo:

Nesta quinta-feira (30), após a repercussão do fato, o parlamentar usou seu perfil numa rede social para emitir nota, dando sua versão a respeito do fato ocorrido.

Na nota, Julian alega que não houve ato de violência. “Não houve agressão física pois não se percebe naquele momento nenhum movimento brusco”. E acrescenta que agiu para defender as mulheres. “Se tratava de agressões que queriam desmerecer a Presidente por ser mulher”, declarou.

De acordo com informações da revista Época, Expedito Netto declarou que vai denunciar o paraibano no Conselho de Ética. Confira nota na íntegra:

Nota sobre o episódio de ontem.

Na noite desta quarta feira (29) durante uma acalorada sessão plenária que votava destaques de importantes medidas provisórias para o futuro da nação, membros da oposição ao Governo e ele (Deputado Expedito Netto) vinham agredindo verbalmente a Deputada Geovânia de Sá que presidia a sessão. As ofensas chegaram a tal ponto, que até mesmo as deputadas da oposição ao Governo saíram em defesa de Geovânia por entender que ali se tratava de agressões que queriam desmerecer a Presidente por ser mulher.
Ao ser repreendido de maneira pública pela Presidente da Mesa, ele se dirige transtornado (como se vê no vídeo) à mesa para continuar suas ofensas e acaba por esbarrar no Deputado Julian Lemos – PSL/PB. Neste momento, Julian Lemos é escolhido para ser alvo de suas ofensas que não devem ser transcritas aqui, por respeito as famílias e ao decoro parlamentar. Julian Lemos se aproxima de Netto e de maneira dura e séria exige respeito a ele e a presidente. As imagens não deixam dúvida de que não houve agressão física pois não se percebe naquele momento nenhum movimento brusco por parte de Julian Lemos.
Por fim, este episódio deixa claro, que para aqueles que estão contra o progresso do país, vale tudo, até mesmo diminuir uma parlamentar por ser mulher.

Julian Lemos Deputado Federal.

 

Secom

 

 

Julian Lemos rebate denúncias de candidatura fantasma do PSL na Paraíba e diz que não sabia que jogo na política era tão sórdido

O  deputado federal Julian Lemos (PSL) negou a existência de uma candidatura “laranja” do partido do presidente Jair Bolsonaro na Paraíba nas últimas eleições, e garantiu que a candidatura de Ilmara Morais a Assembleia Legislativa foi verdadeira. Prova disso, segundo ele,  é que ela  obteve mais de 5 mil votos. Julian Lemos gravou um vídeo negando as informações de que a candidatura de Ilmara teria sido de “fachada”. Ele lamentou as informações e garantiu que a candidatura da sertaneja foi de verdade e obteve respaldo nas urnas.

“Quando eu entrei na política eu não achei que o jogo fosse tão baixo, tão sórdido e tão imoral. Pois bem. A nova agora é uma candidatura laranja do PSL na Paraíba. E o que é uma candidatura laranja? É quando um suposto personagem não existe, não fez campanha e apenas recebeu recursos. Sobretudo, quando teve pouquíssimo votos” observou.

Julian Lemos ressaltou que a candidata chamada “laranja” é a empresária Silmária, segundo ele, uma mulher de bem, que coordenou a campanha do deputado Julian Lemos, e do presidente da Replica, Jair Bolsonaro (PSB), obtendo quase cinco mil votos, principalmente no Sertão em 40 cidades.

“Uma pessoa totalmente desconhecida que teve um trabalho brilhante. Além de ser uma mulher de bem, ela é honesta, que todos no Sertão a conhecem. A grande questão é que algumas pessoas frustradas, derrotadas nas eleições, e não conseguem chamar a atenção e tentam denegrir a imagem de outras pessoas” rebateu.

Enfático, o deputado disse que Ilmara fez uma grande campanha e que ajdou o PSL na Paraíba.

‘Uma candidata que teve quase cinco mil votos e que teve a estrutura que teve, jamais poderia ser chamada de fantasmas, é apenas mais uma armação medíocre que não se sustenta, quem entende o mínimo de uma campanha” rebateu.

Severino Lopes

PB Agora