Arquivo da tag: JP

Agência bancária é arrombada em JP; suspeitos fogem sem levar nada

A agência do Banco do Bradesco da avenida Epitácio Pessoa, em João Pessoa, foi arrombada na madrugada desta sexta-feira (09). A ação, porém, foi frustrada pelo alarme de segurança.

A tentativa de assalto aconteceu por volta das 3h30 da manhã quando o grupo arrombou uma parede na parte de trás do estabelecimento para chegar até o cofre, mas foi surpreendido pelo barulho do alarme.

A empresa responsável pela segurança acionou a Polícia Militar que chegou rapidamente no local. Porém, ninguém foi preso. De acordo com o banco, nenhuma quantia foi levada da agência.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Governadores do Nordeste irão se reunir em JP para discutir segurança

Os governadores do Nordeste irão se reunir em João Pessoa nas próximas semanas para discutir questões relacionadas à segurança pública. A intenção é elaborar uma pauta comum aos nove estado e apresentá-la ao presidente da República, Michel Temer.

A reunião foi motivada principalmente pelo anúncio da criação do Ministério da Segurança pelo presidente, a partir da intervenção federal no Rio de Janeiro. O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, relembrou que medidas para conter a violência já integraram debates anteriores dos gestores nordestinos.

“Vai existir sim, já temos uma discussão acumulada sobre isso, não é novidade para nós que já construímos um documento sobre segurança, fizemos propostas concretas aos governos durante os últimos sete anos sobre pautando a participação da União nisso e imaginando a participação dos municípios, porque tem que ter”, disse.

Conforme o socialista, a demanda dos estados está concentrada principalmente na aquisição de tecnologias de combate ao crime. “Quando você tem desequilíbrios entre um estado e outro vizinho, você provoca naturalmente focos de tensão significativos”, argumentou.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Presa quadrilha que furtava celulares em shopping de JP, causando prejuízo de R$ 22 mil

Divulgação/Secom-PB Suspeita foi presa na saída do shopping e delatou cúmplices
Divulgação/Secom-PB
Suspeita foi presa na saída do shopping e delatou cúmplices

Quatro pessoas foram presas na noite dessa terça-feira (14) suspeitas de participar de um esquema criminoso responsável por furtar celulares de uma loja de eletrodomésticos situada dentro de um shopping em Manaíra, na Capital, e vendê-los com preço abaixo do mercado regular.

Entre os supostos integrantes da quadrilha, está uma jovem de 20 anos, que era é funcionária do estabelecimento. De acordo com a Polícia Militar, Laihsse Lohane de Moura Alves Cavalcante furtava aparelhos com valores geralmente superiores a R$ 1 mil e repassava os objetos ao namorado, Jandisson da Silva Santos, de 20 anos. Este, por sua vez, colocava outros dois suspeitos, Tomaz David da Silva Lopes, de 23 anos, e Rônyeres Everton Silva Souza, 19, para vender os celulares. Tomaz também é suspeito de tráfico de drogas.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A jovem foi presa na saída do shopping e através dela os policiais da 6ª Companhia Independente de Polícia Militar chegaram até os outros três suspeitos, no bairro da Torre, onde ainda foram recuperados cinco celulares furtados da loja.

A gerente do estabelecimento estima que o grupo causou um prejuízo de mais de R$ 22 mil, com o desaparecimento de aparelhos celulares do estoque.

Os quatro suspeitos presos foram levados para Distrito Integrado de Segurança Pública de Manaíra. A funcionária da loja foi autuada por furto e os outros três por receptação.

Portal Correio

Manifestação no Centro de JP : Presidente da CUT afirma que pode ter greve nacional

manifesto-cutMovimentos sindicais e organizações sociais foram às ruas de João Pessoa nesta sexta-feira (29), para reivindicar contra o projeto da terceirização, o ajuste fiscal praticado pela União e a perda de direitos dos trabalhadores com a aprovação das Medidas Provisórias 664 e 665, que alteram o acesso à concessão do auxílio-doença, pensão por morte, abono salarial e ao seguro-desemprego. A concentração começou por volta das 9h, no Parque Solon de Lucena e a marcha seguiu em direção à Praça dos Três Poderes.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A manifestação faz parte das atividades do Dia Nacional de Paralisação e Manifestação Rumo à Greve Geral, que acontece em todo o país. O Dia Nacional de Paralisação é organizado pelas centrais sindicais CUT, CTB, Nova Central-NCST e CONLUTAS, além dos Movimentos dos Trabalhadores Desempregados e dos Trabalhadores Rurais Sem Terra.

O presidente da CUT na Paraíba, Paulo Marcelo, argumentou que o Governo Federal não reflete nos anseios dos trabalhadores. “Se os projetos continuarem, os trabalhadores entraram em greve”, afirmou.

A manifestação no Centro da Capital atraiu cerca de 600 trabalhadores de diversos movimentos sociais.

Pedro Callado / João Thiago

Soldado resiste à abordagem da PM e acaba baleado por capitão em JP

casos-de-policiaUm soldado da Polícia Militar foi atingido por um tiro na perna após resistir a uma abordagem policial na madrugada desta quinta-feira (12), na Avenida Epitácio Pessoa, na capital paraibana. A confusão aconteceu após o desfile do bloco Muriçocas do Miramar, festa mais tradicional do folia de rua de João Pessoa.

O soldado estaria pilotando uma motocicleta com um dos números da placa coberto por uma fita adesiva, quando foi questionado por uma guarnição da PM. Ele teria se irritado com a abordagem e apontado uma arma contra os policiais da guarnição.

Nesse momento, o capitão que comandava o grupo atirou contra o soldado, que foi atingido na perna. Ele foi socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, onde permanece internado em estado regular, de acordo com boletim médico.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O caso deve ser encaminhado para a Corregedoria da Polícia Militar, que vai investigar por que o soldado andava com veículo de placa encoberta e estudar possíveis punições.

Portal Correio tentou entrar em contato com a assessoria de comunicação da PM para obter um posicionamento da instituição a respeito do fato, mas nenhuma das ligações foi atendida.

 

 

Portal Correios

Secretaria de Segurança contesta ONG que colocou JP entre as 50 cidades mais violentas do mundo

revolver11A secretaria de Segurança e da Defesa Social da Paraíba divulgou uma nota contestando os números divulgados pela ONG mexicana Consejo Ciudadano para la Seguridad Pública y Justicia Penal que colocou João Pessoa como uma das 50 cidades mais violentas do mundo em 2014.

Confira a nota na íntegra:

No que se refere ao estudo publicado pela ONG mexicana Consejo Ciudadano para la Seguridad Pública y Justicia Penal, que diz trazer a lista das cidades mais violentas do mundo em 2014,  a Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds) da Paraíba esclarece que:

Os números da pesquisa não se baseiam em dados oficiais e sim em notícias reproduzidas pela mídia e projeções com uma metodologia não explicada para o ano todo. Assim, não refletem a realidade da redução de homicídios em João Pessoa, quando comparados os anos de 2013 e 2014.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com o Núcleo de Análise Criminal e Estatística da Seds, a Capital da Paraíba teve 481 assassinatos em 2014, 7% a menos do que o contabilizado em 2013 (515). Dessa forma, a publicação traz uma quantidade de homicídios 29% maior do que a realidade para o ano passado.

Outro dado oficial do Nace é que em 2010 a cidade de João Pessoa apresentava taxa de homicídios de 71,3 (por 100 mil habitantes) e depois do Programa Paraíba Unida Pela Paz, desde 2011, a taxa caiu para 61,6 em 2014.

Ainda em relação a João Pessoa, o próprio estudo afirma, na página 16, que errou nos números da edição anterior. Traz também que não foram encontradas referências do ano passado e por isso foi tomada a taxa estimada de 2013 (1º semestre) para 2014, apesar de os dados de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) serem divulgados regularmente, e de forma trimestral, na página do Governo do Estado da Paraíba (www.paraiba.pb.gov.br). A pesquisa tenta justificar que tais dados parciais foram utilizados dessa forma porque “se houvesse acontecido queda nos números ela teria sido festejada pelas autoridades da Paraíba”.

A Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social lamenta que  um levantamento frágil e desprovido de consistência ou metodologia científica apropriada esteja sendo utilizado de forma sensacionalista por parte de alguns que tentam confundir a opinião pública.

Por fim, a Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social reafirma seu empenho no enfrentamento à violência, principalmente aos crimes contra a vida, e o comprometimento na divulgação de dados oficiais de CVLI no Estado.

Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social

Secom PB

Quadrilha é presa em JP suspeita de assaltos na Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco

quadrilhaA equipe do Grupo Tático Especial (GTE) da Policia Civil do Litoral Sul da Paraíba, em conjunto com policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de João Pessoa prendeu em flagrante nessa quarta-feira (8), uma quadrilha interestadual especializada em assaltos a saidinha de banco, assalto a posto de combustível e estabelecimentos comerciais nos estados da Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco.

De acordo com o delegado Seccional do Litoral Sul, Aneilton Castro, que comandou as investigações, foram necessários dois meses para a Polícia Civil do estado chegar até os acusados. Seis homens e uma mulher foram presos em João Pessoa, nessa quarta, após terem praticado um roubo na avenida Beira Rio.  A prisão ocorreu no bairro Ilha do Bispo.

“A gente vinha investigando a quadrilha há cerca de dois meses depois de uma série de assaltos no Litoral Sul. Equipes nossa estavam monitorando a ação do grupo. Nessa quarta, conseguimos prender os acusados após um roubo. Quatro carros e duas motos foram apreendidos”, confirmou o delegado.

Ainda segundo Castro, Josimar João de Oliveira está entre os dez mais procurados no estado de Pernambuco. Ele é fugitivo do sistema penitenciário pernambucano. “Ele confessou assalto a Caixa na cidade de Tamandaré-PE. Josimar, que usava documento falso, cumpriu pena no presídio federal de Catanduvas-PR. É considerado um preso de alta periculosidade”, disse.

Os presos e os veículos apreendidos foram levados para a central de polícia civil de João pessoa. Uma entrevista coletiva será realizada às 9h desta quinta-feira (9) para explicar a prisão da quadrilha. Participaram da prisão o superintendente da Polícia Civil na região metropolitana, delegado Wagner Dorta, Aldroville Grise, delegado de Roubos e Furtos da Capital e Erilberto.

 

Por Hyldo Pereira

CRM denuncia precariedade e superlotação no Trauma de JP e classifica situação como ‘grave’

hospital-de-trauma

O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) denunciou, nesta sexta-feira (25), por meio de nota, a situação de precariedade e superlotação a qual, segundo o documento, se encontra o Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. A entidade classificou os problemas encontrados no hospital como ‘grave crise’ e, por conta disso, o Conselho quer que o governo estadual nomeie os médicos que foram aprovados em concurso, mas que não foram convocados ainda.

“Ocorre que, a par dos graves problemas relacionados à superlotação daquela instituição, com a rescisão dos contratos com a Cooperativa de Anestesiologistas da Paraíba (Coopanest), por força de uma decisão judicial transitada em julgado, a escala de plantões – apesar das reiteradas advertências deste Conselho – vem sendo preenchida de forma muito precária e incompleta, com sérios riscos à população, a exemplo de fato lamentável recentemente denunciado a este Conselho”, diz a nota.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Diante dos problemas percebidos, o CRM quer que os médicos aprovados recentemente em concurso sejam convocados pelo governo. “As dificuldades na contratação de profissionais são conhecidas, mas por outro lado, é notório que o Estado realizou concurso para médicos no qual foram aprovados e classificados 64 anestesiologistas, que aguardam contratação há dois meses, solução mais viável e definitiva para solucionar a grave carência de profissionais, atualmente suprida precariamente por médicos oriundos de outros estados”, completa o documento.

Para o Conselho, a situação em que se encontra o hospital tem uma gravidade extrema. “O CRM-PB reitera sua preocupação com a gravidade extrema da situação e se coloca a disposição do Ministério Público e da classe médica para discutir as possíveis soluções estruturais e conjunturais ora vividas pela saúde pública paraibana, ao tempo em que apela publicamente aos gestores de saúde no sentido de envidar as providências urgentes para solucionar a grave crise que atravessa o HTSUL, principal instituição dedicada ao atendimento de urgência e emergência do nosso meio, salvaguardando assim o interesse maior da nossa sociedade”, finaliza a nota.

 

Blogdogordinho

Casa de aborto clandestino é fechada em JP; polícia diz que mulher morreu no local

Policial .Uma casa de aborto clandestino foi fechada na manhã desta terça-feira (15) na rua Barão de Mamanguape, no bairro da Torre, na Zona Norte de João Pessoa. Segundo a polícia, uma mulher morreu no local e a proprietária do imóvel foi presa.

De acordo com o agente da Delegacia de Homicídios da Capital, Alberto Soares, as autoridades chegaram até a casa depois de denúncias feitas pela família de uma mulher que teria morrido com um aborto no local. As investigações duraram dois meses.

A delegada de Homicídios, Emília Ferraz, disse que a mulher morreu no dia 8 de maio, dois dias depois der ter feito um aborto naquela casa, logo no começo da gestação.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O agente Soares falou ao Portal Correio que a polícia encontrou vários acessórios na casa que indicam a prática de abortos, como luvas, seringas e objetos para medicina ginecológica, e que eles seriam feitos sobre uma cama em um dos cômodos da residência que tem situação precária.

Soares informou que a dona da casa, uma senhora de 75 anos, foi presa, mas negou, em depoimento, que teria envolvimento na ocorrência. Ela foi levada para a Central de Polícia no bairro do Varadouro, onde será interrogada pela delegada Emília Ferraz.

De acordo com Alberto Soares, a polícia ainda vai investigar quantos abortos foram feitos na residência e se houve mais casos com registro de morte.

 

Por Alisson Correia e Hyldo Pereira

Bandidos fazem família refém durante 2h em JP; PM faz buscas por carro roubado

Policial .Uma família foi feita refém por três homens na manhã desta terça-feira (15) no loteamento Quadramares, próximo ao Altiplano, em João Pessoa.  Sob a mira de armas de fogo, um casal e seus filhos sofreram enquanto os bandidos recolhiam inúmeros pertences de valor.

Segundo o próprio dono da casa, Sr Cícero, aposentado da Marinha, os homens teriam pulado o muro da casa durante a noite e aguardaram escondidos atrás de uma caixa d’água no quintal. Quando a esposa abriu a porta da residência por volta das 5h40 da manhã, os bandidos anunciaram o assalto.

Dentro da casa eles prenderam os filhos, um adolescente e duas crianças, em um quarto e roubaram tudo que encontraram de maior valor, revirando todos os cantos da casa. Eles também buscaram por uma quantia em dinheiro, somando quase R$ 3 mil.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na fuga, os homens levaram um dos carros da família, um veículo Monza de cor verde escuro. Segundo o Sr. Cícero, os homens afirmaram que abandonariam o carro assim que sua utilidade fosse cumprida.

Moradores da região disseram à Polícia que é comum acontecer assaltos à residências na região, já que o lugar não é completamente povoado e fica mais fácil para os bandidos não serem notados.

Pedro Callado / Washington Luiz