Arquivo da tag: João

João nomeia Hervázio secretário de Esportes e Jutay pode voltar à ALPB

A esperada nomeação do deputado Hervázio Bezerra (PSB) para o secretariado do governador João Azevêdo foi publicada no Diário Oficial do Estado do último sábado (30), mas só foi disponibilizada nesta terça-feira (2). O parlamentar foi escolhido para assumir a Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer.

Apesar de a articulação pretender contemplar o ex-deputado Lindolfo Pires (Podemos), que ficou na 2ª suplência da coligação, com a convocação de Hervázio, quem deve assumir a Assembleia é o suplente Jutay Meneses (PRB).

No início da legislatura, o socialista perdeu a disputa pela presidência da Assembleia para o deputado Adriano Galdino, também do PSB. À época, Hervázio era tido como o ‘preferido’ do Palácio da Redenção para o posto.

Após o revés, Hervázio deu sinais de que poderia se afastar para tentar retribuir o gesto do colega Lindolfo, que também já havia se licenciado na legislatura passada para lhe contemplar.

Nas eleições de 2018, Hervázio obteve 31.288 votos, e garantiu a eleição para o seu primeiro mandato. Ele já havia exercido o cargo em outras oportunidades após assumir como suplente.

 

portalcorreio

 

 

Grupo criminoso toca fogo em residência com casal dentro em JP

Segundo informações da vítima, o grupo de homens chegou até o local espalhando líquido inflamável pelo chão e atearam fogo (Foto: Reprodução/Portal T5)

Um grupo de homens tocou fogo em uma residência com os moradores dentro durante a madrugada desta quarta-feira (16) no bairro João Paulo II, em João Pessoa. Um casal estava dentro da casa no momento do incêndio e a mulher ficou ferida.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu controlar o fogo. No entanto, todos os móveis e eletrodomésticos que estavam dentro da casa foram queimados.

Segundo informações da vítima, o grupo de homens chegou até o local espalhando líquido inflamável pelo chão e atearam fogo. Eles teriam gritado contra o casal que estava dentro da casa e fugido logo que o fogo se alastrou.

O homem que estava dentro da casa ainda relatou que havia se mudado para o local há apenas cinco meses e não sabia o que poderia ter motivado o ataque. O morador de 57 anos não ficou ferido.

A mulher, de 47 anos, teve queimaduras nas pernas e foi levada para receber atendimento no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. Ela ainda está internada e seu quadro é considerado estável.

ClickPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Bandidos tentam assassinar rival dentro de coletivo em João Pessoa

Passageiros de um ônibus que faz a linha 302- Mangabeira, passaram por maus momentos ao presenciarem uma tentativa de assalto dentro coletivo. O fato aconteceu por volta das 5 horas da manhã desta terça-feira (27)  na rua prefeito Luiz Alberto Moreira Coutinho em Mangabeira VII.

De acordo com a polícia, os dois homens estavam dentro do coletivo e de repente se levantaram já de armas em punho. Eles pegaram um presidiário do regime semiaberto com a intenção de matá-lo, mas a vítima, mesmo com dificuldades de locomoção, reagiu e travou uma luta corporal com os suspeitos.

Enquanto a briga acontecia dentro do coletivo, outro homem rendeu o motorista e o obrigou a parar o veículo. Vários tiros foram disparados e os passageiros começaram a gritar. Assustados, os dois homens decidiram ir embora sem cometer o crime.

Dentro do coletivo ficaram as marcas da violência: uma janela quebrada por um tiro e um banco perfurado a bala que se alojou na lateral do ônibus.

Paulo Cosme\David Martins do Paraíba.com

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Criminosos explodem agência bancária em João Pessoa; ataque é o 17º do ano, segundo sindicato

Agência da Caixa Econômica Federal ficou completamente destruída em João Pessoa. (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Uma agência bancária foi explodida na madrugada desta terça-feira (27), no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa. De acordo com a Polícia Militar, os suspeitos realizaram a explosão e fugiram, ameaçando alguns moradores. Já são 17 ataques a bancos apenas em 2018, na Paraíba, de acordo com Sindicato dos Bancários.

De acordo com um dos moradores que tentou sair de casa para registrar o ocorrido e foi surpreendido por tiros no portão, mais de dez homens chegaram armados com fuzis e explodiram a agência da Caixa Econômica Federal. Os suspeitos fugiram abandonando o carro ao perceberem que as rotas de fuga estavam sendo cercadas por policiais militares.

O portão da casa de um dos moradores foi atingido por balas durante a explosão. (Foto: Walter Paparazzo/G1)

O portão da casa de um dos moradores foi atingido por balas durante a explosão. (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Segundo informações da Polícia Militar, dois carros foram apreendidos, um fuzil e vários objetos usados na ação desta madrugada. Um dos carros estava próximo ao Tribunal de Contas do Estado (TCE), que fica localizado no mesmo bairro da explosão.

Dentro do veículo, os policiais ainda encontraram cilindros, explosivos e outros materiais utilizados na explosão. O outro carro foi encontrado na Rua Ademar Cabral de Medeiros, em Jaguaribe, com vários compartimentos sujos de pó químico.

Os veículos, que a princípio não apresentam queixas de roubo ou furto, serão entregues à Polícia Civil para iniciar as investigações e tentar identificar os suspeitos.

A agência foi isolada e a perícia solicitada. A Polícia Militar realiza rondas na região do bairro de Jaguaribe, pois há uma suspeita que os homens tenham fugido por uma mata próxima ao TCE. Ainda não há informações se os suspeitos conseguiram levar algum dinheiro.

Carro foi apreendido em Jaguaribe, com materiais utilizados na explosão. (Foto: Walter Paparazzo/G1)

Carro foi apreendido em Jaguaribe, com materiais utilizados na explosão. (Foto: Walter Paparazzo/G1)

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Aécio Neves fará comício em Campina Grande e João Pessoa nesta sexta-feira

© PSDB.ORG / REPRODUÇÃO
© PSDB.ORG / REPRODUÇÃO

Nesta sexta-feira (17), está programada mais uma visita do presidenciável Aécio Neves (PSDB) à Paraíba. Ao lado do colega de Senado Cássio Cunha Lima, candidato a governador pelo seu partido, e lideranças políticas de todo o Estado, Aécio participará de comícios em Campina Grande e João Pessoa.

O primeiro compromisso do tucano será em Campina, onde será recebido por Cássio e fará um comício no Parque do Povo, cuja concentração no local ocorrerá a partir das 16h. Programado para desembarcar às 17h, o presidenciável tucano concederá entrevista coletiva na sala VIP do aeroporto João Suassuna à imprensa paraibana. De lá, Aécio, Cássio e comitiva se dirigirão ao local do comício.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Em Campina Grande Aécio obteve a única vitória em município paraibano no primeiro turno. O tucano obteve na cidade 84.577 votos, o que representa 39,46% da preferência do eleitorado.

João Pessoa

Logo na seqüência, a comitiva do candidato à Presidência da República pela Coligação “Muda Brasil” segue para a Capital paraibana, onde deve ser recebido por uma multidão no Busto de Tamandaré, na Praia do Cabo Branco. No local, Aécio e Cássio fazem um grande comício da vitória, previsto para as 19h.

A Coligação A Vontade do Povo prepara uma grande festa na capital paraibana para a noite desta sexta-feira. Mais uma vez, Aécio e Cássio falarão à multidão presente e reafirmarão, publicamente, o compromisso de parcerias a partir de janeiro de 2015 em prol do desenvolvimento da Paraíba.

Após o comício, Cássio acompanhará o presidenciável Aécio Neves até o aeroporto Castro Pinto, de onde o senador e candidato parte para Porto Alegre (RS). Ainda na noite desta sexta-feira, Cássio tem comício programado para o município de Itabaiana.

Esta será a segunda visita de Aécio Neves à Paraíba nas eleições deste ano. No dia 21 de agosto, o presidenciável pelo PSDB participou de comícios em Patos e Pombal, no Sertão do Estado. Dois meses antes, ainda no período de pré-campanha, ao lade de Cássio, Aécio prestigiou o Maior São João do Mundo, em Campina Grande.

Assessoria

Agentes encontram túnel em presídio de João Pessoa e evitam fuga de detentos

presidio_rogerAgentes da Penitenciária Flósculo da Nóbrega, o Presídio do Roger, em João Pessoa, encontraram um túnel na manhã desta segunda-feira (29), em um dos pavilhões da unidade prisional.

De acordo com Jardson Bezerra, gerente Executivo do Sistema Penitenciário da Paraíba, o buraco foi encontrado na cela 7 do pavilhão 3. “Foi um trabalho excelente dos agentes, que evitaram uma fuga de grande proporção. O pavilhão 3 é onde estão 30 presos de uma facção criminosa”, comentou.

O gerente disse que o local está isolado. “O espaço onde o túnel foi achado está isolado e estamos fazendo o levantamento para saber a profundidade do túnel e onde ele chegava”, revelou o Jardson Bezerra.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo José Mendonça Neto, diretor adjunto do presídio, o buraco estava com 3 metros de profundidade, com dois de comprimento e mais de um metro de diâmetro. O buraco foi descoberto após o trabalho do serviço de inteligência.

“Após informes, começamos a fazer o trabalho de inspeção no presídio.O túnel estava por trás da escada de uma beliche. Os apenados cavavam e colocavam a areia dentro de sacos feitos com panos de colchão e lençóis. Tinham vários sacos com areia dentro do buraco”, confirmou.

 

Por Hyldo Pereira

Corpo de criança é encontrado com mãos e pés amarrados em matagal de João Pessoa

Reprodução/ O Cabuloso
Reprodução/ O Cabuloso

O corpo de uma criança de aproximadamente 10 anos foi encontrado na madrugada desta sexta-feira (12), em um matagal nos Funcionários 2, Zona Sul da Capital. A vítima foi encontrada com mãos e pés amarrados e com dois tiros na cabeça.

Segundo informações da Polícia Civil, nas primeiras horas da manhã, moradores fizeram um chamado afirmando terem encontrado o corpo de uma criança, com tiros na cabeça e com mãos e pés amarrados. Chegando ao local do crime a polícia constatou o ocorrido. O garoto morava com a mãe no João Paulo Segundo.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A criança fazia fretes para um supermercado do Grotão e não tinha passagem pelo Centro Educacional do Adolescente (CEA), mas segundo alguns moradores da redondeza, apesar da pouca idade, ele já se envolvia com pessoas suspeitas.

Até o momento não se sabe quem teria cometido o crime e nem suas motivações. O IML foi acionado para levar o corpo da criança e o caso foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios da Capital.

 

Por Maria Izabel Rodrigues

Princípio de incêndio em veículo deixa avô e neto queimados em João Pessoa

Idoso sendo socorrido pelos Bombeiros
Idoso sendo socorrido pelos Bombeiros

Um aposentado de 68 anos e o neto dele de 17 anos sofreram queimaduras pelo corpo ao serem vítimas de um princípio de incêndio na noite dessa terça-feira (22), no bairro Alto do Mateus, na Capital paraibana.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, às vítimas estavam realizando um serviço de manutenção na bomba de combustível de um veículo quando teria começado um princípio de incêndio. Testemunhas disseram que uma garrafa contendo gasolina estava perto do veículo e contribuiu para que o fogo se alastrasse.

Os Bombeiros informaram que o adolescente de 17 anos teve queimaduras nos braços e membros inferiores. O garoto ainda foi até a sede do Corpo dos Bombeiros, em Marés, para pedir socorro.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Uma unidade dos Bombeiros foi até o local e conseguiu resgatar Heleno Dionísio Neto de 68 anos. Ele teve queimaduras na cabeça, orelha, costas e membros inferiores. As vítimas foram socorridas para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

Segundo a assessoria de imprensa do Trauma-JP, Heleno Dionísio recebeu atendimento na unidade de queimados do hospital e recebeu alta médica por volta das 2h da madrugada desta quarta-feira (23). O menor está em observação na emergência da unidade hospitalar.

 

Por Hyldo Pereira

Morre no Rio o escritor e acadêmico João Ubaldo Ribeiro, aos 73 anos

Morreu de madrugada desta sexta-feira (18), em casa, no Leblon, Zona Sul do Rio, o escritor e acadêmico João Ubaldo Ribeiro, aos 73 anos. Como mostrou o Bom Dia Rio, ele teve uma embolia pulmonar. João Ubaldo era casado e tinha quatro filhos. Inicialmente, o corpo dele seria velado a partir das 10h na Academia Brasileira de Letras (ABL), no Centro do Rio, mas a cerimônia sofreu atrasos por conta da vinda de parentes de outros estados, e acabou sendo adiada para às 13h. Segundo a ABL, o velório vai acontecer no Salão dos Poetas Românticos e deve ser aberto ao público. A academia decretou luto por três dias.

 

JOÃO UBALDO RIBEIRO
1941 – 2014

De acordo com funcionários do Cemitério São João Batista, em Botafogo, Zona Sul, o sepultamento dele estava previsto para ocorrer às 16h. Por conta das mudanças, o enterro poderá ser adiado para sábado (19).

O escritor era o 7º ocupante da cadeira número 34 da Academia Brasileira de Letras. Ele foi eleito em 7 de outubro de 1993, na sucessão de Carlos Castello Branco.

João Ubaldo Ribeiro ganhou em 2008 o Prêmio Camões, o mais importante da literatura em língua portuguesa. Ele é autor de livros como “Sargento Getúlio”, “O sorriso dos lagartos”, “A casa dos budas ditosos” e “Viva o povo brasileiro”. Também ganhou dois prêmios Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro, em 1972 e 1984, respectivamente para o melhor autor e melhor romance do ano, por ‘Sargento Getúlio’ e ‘Viva o povo brasileiro”.

Nascido em Itaparica (BA), Ribeiro viveu até os 11 anos com a família em Sergipe, onde o pai era professor e político. Passou um ano em Lisboa e um ano no Rio para, em seguida, se estabelecer em Itaparica, onde viveu aproximadamente sete anos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

João Ubaldo também se formou bacharel em Direito, em 1962, pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), mas nunca chegou a advogar. Entre 1990 e 1991, o escritor morou em Berlim, na Alemanha, a convite do Instituto Alemão de Intercâmbio (DAAD – Deutscher Akademischer Austauschdienst).

Ele era pós-graduado em Administração Pública pela UFBA e mestre em Administração Pública e Ciência Política pela Universidade do Sul da Califórnia (USC) .

O escritor foi professor da Escola de Administração e da Faculdade de Filosofia da Universidade Federal da Bahia e professor da Escola de Administração da Universidade Católica de Salvador. Como jornalista, trabalhou como repórter, redator, chefe de reportagem e colunista do Jornal da Bahia; foi também colunista, editorialista e editor-chefe da Tribuna da Bahia.

Ribeiro trabalhou como colunista do jornal Frankfurter Rundschau, na Alemanha, e foi colaborador de diversos jornais e revistas no país e no exterior, entre os quais, além dos citados, Diet Zeit (Alemanha), The Times Literary Supplement (Inglaterra), O Jornal (Portugal), Jornal de Letras (Portugal), Folha de S. Paulo, O Globo, O Estado de S. Paulo, A Tarde e muitos outros.

A formação literária de João Ubaldo Ribeiro iniciou ainda nos primeiros anos de estudante. Foi um dos jovens escritores brasileiros que participaram do International Writing Program da Universidade de Iowa, nos Estados Unidos.Trabalhando na imprensa, pôde também escrever seus livros de ficção e construir uma carreira que o consagrou como romancista, cronista, jornalista e tradutor.

Obras
Os primeiros trabalhos literários de João Ubaldo Ribeiro foram publicados em diversas coletâneas, como “Reunião”, “Panorama do Conto Baiano”. Aos 21 anos de idade, escreveu o seu primeiro livro, “Setembro não tem sentido”, que ele desejava batizar como “A Semana da Pátria”, contra a opinião do editor. O segundo foi “Sargento Getúlio”, de 1971. Em 1974, publicou “Vencecavalo e o Outro Povo”, que por sua vontade se chamaria “A Guerra dos Paranaguás”.

Consagrado como um marco do romance brasileiro moderno, “Sargento Getúlio” filiou o seu autor, segundo a crítica, a uma vertente literária que sintetiza o melhor dos escritores Graciliano Ramos e Guimarães Rosa. A história é temperada com a cultura e os costumes do Nordeste brasileiro e, em particular, dos sergipanos. Esse regionalismo extremamente rico e fiel dificultou a versão do romance para o inglês, obrigando o próprio autor a fazer esse trabalho. A seu respeito pronunciaram-se, nos Estados Unidos e na França, as colunas literárias de todos os grandes jornais e revistas.

Em 1999, foi um dos escritores escolhidos em todo o mundo para dar depoimento, ao jornal francês Libération, sobre o Terceiro Milênio. E Viva o Povo Brasileiro foi o tema do exame de Agrégation, concurso para detentores de diploma de graduação na universidade francesa. Este romance e “Sargento Getúlio” constaram da maior parte das listas dos cem melhores romances brasileiros do século.

Prêmios
– Prêmio Golfinho de Ouro, do Estado do Rio de Janeiro, conferido, em 1971, pelo romance Sargento Getúlio;
– Dois prêmios Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro, em 1972 e 1984, respectivamente para o Melhor Autor e Melhor Romance do Ano, pelo romances Sargento Getúlio e Viva o povo brasileiro;
– Prêmio Altamente Recomendável – Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil,1983, para Vida e Paixão de Pandonar, o Cruel ;
– Prêmio Anna Seghers, em 1996 (Mogúncia, Alemanha);
– Prêmio Die Blaue Brillenschlange (Zurique, Suíça);
– Detém a cátedra de Poetik Dozentur na Universidade de Tubigem, Alemanha (1996).
– Prêmio Lifetime Achievement Award, em 2006;
– Prêmio Camões, em 2008.

G1

Operação “João de Barro” no presídio de Cajazeiras encontra lista com contabilidade do tráfico

diarioAgentes penitenciários com apoio do GPOE do 6º Batalhão da Polícia Militar, policiais do BOPE, Canil, Força Tática e militares do Corpo de Bombeiros realizaram nesta quinta-feira (17), uma operação denominada “João de Barro” no Presídio Regional de Cajazeiras.

Coordenada pelo diretor do presídio, Jailson Santos foram encontrados vários objetos dentro das paredes da Casa de Detenção.

Foram encontrados em poder dos apenados diversos celulares, fones de ouvido, metais, drogas, facas, tesouras, espetos, drogas e uma lista com nomes de outros detentos, o que leva a crer que são de devedores de entorpecentes.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Jailson informou que esta operação foi a maior realizada nos últimos dois anos. Ele destacou que a direção trabalha analisando o comportamento dos presídios.

O diretor disse que o nome da operação foi devido o “João de Barro” se esconder em casa de barro, e eles esconderam todo material nos “buracos” das celas.

Ele adiantou que o próximo passo agora vai ser identificar como a droga chegou até o presídio. “Vamos identificar os culpados e tomar todas as providências”

Jaceline Marques com Diário do Sertão