Arquivo da tag: João Pessoa

Motorista de caminhão é feito refém e carga de eletrodomésticos é roubada, em João Pessoa

Um motorista foi feito refém na madrugada desta quarta-feira (30) e teve a carga do caminhão que dirigia roubada, em João Pessoa. O assalto aconteceu logo depois que ele deixou o Centro de Distribuição da empresa e carregou o caminhão com produtos eletrodomésticos.

Conforme o relato da vítima à polícia, ele estava indo pernoitar é uma região de João Pessoa conhecida como “Gauchinha”, mas no caminho foi surpreendido por pelo menos cinco pessoas em um carro, que trancaram o caminhão na pista e anunciaram o assalto.

Os suspeitos fizeram com que o motorista dirigisse até o aterro sanitário e, no local, fizeram um arrastão na carga do caminhão. Foram roubados televisores, celulares, entre outros produtos, e, em alguns momentos, o motorista foi feito refém. O boletim de ocorrência foi registrado, mas até as 6h30 desta quarta-feira ninguém foi preso.

G1

 

Cícero Lucena sinaliza cancelamento de concurso público da Prefeitura de João Pessoa e diz que certame terá que ser ‘rediscutido’

O prefeito eleito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), afirmou em entrevista concedida ao jornalista Luís Torres, que talvez o concurso público com 601 vagas anunciado por Luciano Cartaxo precise ser cancelado.

Isso porque com a calamidade pública gerada pela pandemia de covid-19, o Governo Federal aprovou uma lei complementar que proíbe a realização de concursos até o final de 2021. ”Eu posso por um lado estar cumprindo o TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com o Ministério Público, mas por outro lado ser punido por estar descumprindo a lei”, afirmou.

O concurso anunciado pela prefeitura já na reta final da atual gestão é fruto de um TAC com o Ministério Público do Trabalho e visa reduzir o número de trabalhadores codificados na Prefeitura.

Apesar disso, Cícero Lucena garantiu que tem o compromisso de realizar concurso público durante a sua gestão, mas que esse concurso em questão precisa ser ”rediscutido”. Ele afirmou que o o futuro procurador do município da sua gestão, Bruno Nóbrega, está acompanhando a situação.

Ele afirmou ainda que as áreas de Saúde e Educação são prioridades no município, sinalizando que deve organizar concursos para essas áreas.

Confira trecho da entrevista:

clickpb

 

Entregador tem moto roubada e suspeita do assalto morre em acidente, em João Pessoa

Um motoboy teve a moto roubada neste domingo (27) no momento em que estava parado no semáforo, em João Pessoa. Ele foi surpreendido por um casal, que levou a moto e também o celular da vítima, no cruzamento da Avenida Maranhão com a Avenida Epitácio Pessoa. A mulher morreu depois de se envolver em um acidente com a moto roubada.

Logo após o assalto, a polícia conseguiu identificar a moto, que estava sendo pilotada pela mulher que realizou o assalto. Foi iniciada uma perseguição policial e, no bairro do Bessa, ela fez uma manobra, perdeu o controle da motocicleta e colidiu com uma placa de sinalização.

A suspeita foi levada gravemente ferida para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. Ela não foi identificada. A moto foi recuperada e devolvida para a vítima do assalto.

G1

 

Justiça suspende lei de reajuste de salários de vereadores, prefeito, vice e secretários de João Pessoa

A Justiça da Paraíba suspendeu neste domingo (20), em caráter de urgência, o andamento e os efeitos da lei que aumentava o salário dos vereadores e do prefeito da capital para o próximo mandato, aprovada pela Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP). A determinação foi assinada pela juíza Teresa Cristina de Lyra Pereira Veloso em uma ação popular que pediu a suspensão.

A lei que reajusta os salários dos vereadores, do prefeito, do vice-prefeito e dos secretários municipais foi aprovada na quarta-feira (16) e estava pendente de sanção por parte do prefeito.

De acordo com a juíza, o autor da ação popular alega que a lei é lesiva ao patrimônio público e à moralidade administrativa. A ação foi distribuída no expediente normal e redistribuída no plantão judiciário. Segundo a decisão, o Ministério Público da Paraíba (MPPB) opinou pela suspensão dos efeitos da lei.

Na decisão, a juíza levou em consideração uma lei complementar federal, publicada em maio, que proíbe o aumento de salário durante a situação de pandemia da Covid-19.

Conforme a lei, apontada na decisão, “A União, os estados, o Distrito Federal e os municípios afetados pela calamidade pública decorrente da pandemia de Covid-19 ficam proibidos, até 31 de dezembro de 2021, de conceder, a qualquer título, vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração a membros de poder ou de órgão, servidores e empregados públicos e militares, exceto quando derivado de sentença judicial transitada em julgado ou de determinação legal anterior à calamidade pública”.

Veja como seria o aumento aprovado pela CMJP:

  • Vereador: sai de R$ 15 mil para R$ 18.991 mil
  • Presidente da Câmara: sai de R$ 19,5 mil para R$ 24,6 mil
  • Prefeito: sai de R$ 22 mil para R$ 25.501 mil
  • Vice-prefeito: sai de R$ 16,5 mil para R$ 19.175 mil
  • Secretário: vai para R$ 17.432 mil

 

G1

 

 

Bate boca termina com dois esfaqueados, em João Pessoa

Um bate boca terminou com dois homens esfaqueados na noite de ontem, sábado (19), no Centro de João Pessoa, Capital da Paraíba. O Samu foi acionado e encaminhou a dupla para o Hospital de Emergência e Trauma.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), eles se agrediram após uma discussão. Armados com facas, eles desferiram golpes entre si e ficaram feridos. Equipes do Samu foram acionadas e prestaram atendimento.

Após atendimento, os dois foram liberados ainda na noite de ontem.

 

pbagora

 

 

Suspeito de assassinar esposa e enteada em João Pessoa é encontrado morto em motel após o crime

O homem suspeito de assassinar a esposa e a enteada em João Pessoa, na manhã desta sexta-feira (18), foi encontrado morto em um quarto do motel Trevo por volta das 10h30.

O duplo homicídio ocorreu antes das 7h, no bairro das Indústrias. Informações repassadas por testemunhas são de que o casal estava se separando e o homem não se conformava com o fim do relacionamento. Além disso, também foi relatado à polícia que ele não queria dividir o dinheiro que tinha.

Ele matou a esposa Juciara de Lima dos Santos, de 38 anos, e a filha dela, Joana Eugênia de Lima Andrade, que tinha 19 anos. Em seguida ele fugiu.

A Polícia Militar estava procurando o homem desde então e, quando encontrou, ele já estava morto em um quarto do Trevo Motel.

As informações são de que suspeito do crime era empresário e, neste ano, tentou ser candidato ao cargo de vereador em João Pessoa, mas teve o registro indeferido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Nas eleições de 2012 e 2016, o homem foi eleito suplente na Câmara Municipal.

 

clickpb

 

 

Quatro médicos morrem por Covid-19 em 24 horas, em João Pessoa, aponta CRM

Quatro médicos morreram em João Pessoa vítima da Covid-19 entre a terça-feira (15) e esta quarta-feira (16). De acordo com levantamento Conselho Regional de Medicina na Paraíba (CRM-PB), ao todo 20 médicos já morreram pela doença. Os quatro estavam internados em um hospital particular em João Pessoa.

Na terça-feira, faleceram os médicos Fernando Luiz Gomes de Carvalho e a Égina Maria de França. Nesta quarta-feira, também vítimas da Covid-19, morreram os médicos Vilma de Lourdes Torres Soares Boulitreau e José Péricles Rodrigues Neves.

O Sindicato dos Médicos da Paraíba (Simed) emitiu uma nota de pesar em nome prestando solidariedade aos familiares do médico. O CRM-PB também prestou condolências aos parentes do profissional de saúde.

 

paraiba.com.br

 

 

Médico que atuava no hospital de Bananeiras e Serraria, morre com Covid-19 em João Pessoa

Faleceu nesta terça-feira (15) vítima da  covid-19, o médico pediatra e clínico geral, dr Fernando. Ele estava internado há vários dias no hospital da Unimed, em João Pessoa.

O médico Fernando, dava plantão nos hospitais de Bananeiras e Serraria. A população da região recebeu com muita tristeza a notícia do falecimento do Dr. Fernando, que atendia seus pacientes com amor e dedicação.

O diretor do hospital Distrital de Serraria, Petrus Rocha, lamentou a morte do médico Fernando, que vai fazer falta e deixar saudade a todos.

 

Balbino Silva/MIDIA PARAIBA

 

 

Candidato a prefeito de Santa Teresinha espancado por grupo apresenta piora e é transferido para Hospital de João Pessoa

O candidato a prefeito de Santa Teresinha, Arimateia Camboim, apresentou piora no estado de saúde e foi transferido nesta quarta-feira (11), para um hospital particular na cidade de João Pessoa. De acordo com informações apuradas pelo Portal ClickPB, Arimateia estava internado em uma unidade de saúde no interior da Paraíba e o estado se agravou devido ao espancamento sofrido no último domingo (08).

Arimateia Camboim estava na Fazennda Nova Cachoeira quando um grupo de 10 homens fortemente armados invadiram o local e e fizeram toda a família de refém.

O ex-prefeito e candidato nas eleições 2020 foi brutalmente espancado pelos criminosos para que o dinheiro e bens de valor fossem entregues. Devido as agressões, Arimatéia Camboim ficou com o rosto desfigurado.

clickpb

 

Idosa de 81 anos é esfaqueada, em João Pessoa, e suspeito é o ex-namorado da neta

Uma idosa de 81 anos foi esfaqueada várias vezes, na manhã desta sexta-feira (6), no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. O único suspeito do crime é o ex-namorado da neta da vítima. A idosa foi encaminhada para o Hospital de Trauma da capital.

Conforme o sargento da Polícia Militar Kléber, a idosa e a filha dela não aceitavam o relacionamento da neta, que tem 14 anos, com o suspeito do crime, que tem 22 anos. Como forma de vingança, o homem teria ido até a casa da vítima, que mora sozinha, e cometido o crime. Ainda de acordo com o sargento, o suspeito também agrediu a vítima com socos e pontapés.

A vítima foi socorrida pela Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada para o Hospital de Trauma de João Pessoa. Segundo o médico do Samu Vinícius, a idosa foi ferida com cinco facadas no tórax.

Até a publicação desta matéria, a idosa passava pelos primeiros atendimentos e por isso não teria o estado de saúde definido pelo hospital.

Foto: reprodução/TV Cabo Branco

G1