Arquivo da tag: Jericó

Homem é preso suspeito de agredir irmã e sobrinhos na zona rural de Jericó

Um homem, de 42 anos de idade, foi preso na noite deste sábado (24) suspeito de agredir sua própria irmã e os sobrinhos no Sítio Alegre, zona rural de Jericó, no Sertão do Estado. A Polícia Militar foi informada sobre a ocorrência de agressão física por volta das 21h.

A mulher, de 34 anos de idade, relatou aos policiais que estava em casa quando seu irmão chegou e, sem motivo algum, começou a agredir os filhos dela, sobrinhos do acusado.

Observando a situação, a mulher buscou defender seus filhos, mas acabou também sendo agredida pelo irmão. Ele a puxou pelos cabelos e ainda efetuou socos em sua cabeça, deixando hematomas.

O suspeito, identificado como José Oliveira Filho, foi localizado e preso. Ele foi levado até a Delegacia de Polícia Civil de Catolé do Rocha para que fossem adotados os procedimentos necessários ao caso.

 

clickpb

 

 

Jericó é a cidade paraibana onde mais choveu este ano, indica Aesa

Jericó, localizada no sertão paraibano, é a cidade que mais recebeu chuvas este ano na Paraíba. Os pluviômetros do setor de Monitoramento e Hidrometria da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa) já registraram 923,8 milímetros.

Teixeira, com 919,9 milímetros, ocupa a segunda posição do ranking das dez cidades paraibanas onde mais choveu este ano. Na seqeência Cajazeiras (908,8mm), Emas (868,5mm), Diamante (861,7mm), Santa Terezinha (861mm), Mato Grosso (849,7mm), Lagoa (848,9mm), Serra Grande (830,8) e Sousa (821,1mm).

Durante a primeira quinzena de maio, os maiores índices pluviométricos foram registrados em Camalaú (167,8mm), Mato Grosso (146,3mm), Itaporanga (131mm), Pedra Branca (124,8) e João Pessoa (118,1mm). Do total anotado este mês em Camalaú, 114,1 milímetros foram registrados na quarta-feira (15).

“As condições de tempo sobre o estado da Paraíba apresentam poucas alterações com relação aos últimos dias. O tempo deverá permanecer com nebulosidade variável e possibilidade de chuvas localizadas”, informou a meteorologista Marle Bandeira.

Açudes 

Dos 132 reservatórios monitorados pelo Governo do Estado, 69 estão com mais de 20% do volume total, 36 têm menos de 20% e 23 açudes estão em situação crítica com menos de 5%. Quatro açudes estão sangrando: Araçagi, na cidade de mesmo nome; Cachoeira de Vaca, em Cachoeira dos Índios; Cafundó, em Serra Grande; e Pimenta em São José de Caiana.

MaisPB