Arquivo da tag: Jair Bolsonaro

Deputado do PSL diz que filho do presidente Jair Bolsonaro é uma fraude e o outro é vaidoso

O deputado federal do PSL Julian Lemos classificou como uma “fraude” o senador Flávio Bolsonaro (PSL), filho do presidente Jair Bolsonaro, sem partido, e chamou o outro de vaidoso. Desde o começo do mandato, que a relação do deputado paraibano com o presidente da República tem sido marcada por conflitos.

Considerado o braço direito de Bolsonaro no Nordeste, o paraibano vem se queixando do presidente, principalmente por causa dos ataques cibernéticos que sofreu dos filhos de Jair.
Em entrevista, ele comentou os conflitos, alegando que considera Bolsonaro um pai, mas que foi ‘escanteado’ pelos filhos do presidente.

– A minha relação com Bolsonaro era quase de pai e filho. O respeito que tenho por ele é diferente. Jair me fez, me treinou, me doutrinou para que eu fosse deputado e os filhos depois interferiram, inviabilizaram porque não queriam meu protagonismo. Chegamos ao nível de ele não querer tirar uma foto comigo pra não ficar mal com os filhos – contou.

Em mais uma declaração polêmica, Lemos criticou a postura do filho do presidente nas redes sociais.
– Carlos Bolsonaro é uma fraude. Não resolvo minhas coisas por twitter, sou cabra macho e tive a coragem de trazer ele pra o lugar dele que é de poodle e não de pitbull – frisou.
As críticas também foram dirigidas aos irmãos de Carlos.

– Um é vaidoso demais, o outro não diz coisa com coisa e eu quero que justiça seja feita. Sou grato ao presidente, mas não irei tolerar violência dos filhos. Se me der uma pancada eu dou uma maior – pontuou.

PB Agora

 

 

Ministro do STF sugere que Jair Bolsonaro utilize mordaça

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, sugeriu que o presidente Jair Bolsonaro deva utilizar mordaça ‘para evitar algumas falas’. A proposta diz respeito à polêmica envolvendo o presidente que afirmou, no último dia 29, que o advogado e militante de esquerda Felipe Santa Cruz de Oliveira, teria sido assassinado por integrantes da Ação Popular (AP).

O advogado era pai do atual presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz. De acordo com o ministro, “apenas criando um aparelho de mordaça” para impedir as falas do presidente.

De acordo com Bolsonaro, Fernando teria sido morto por integrantes da AP, grupo contra o regime, que ‘suspeitavam de traição’ durante a ditadura militar (1964-1985) e não pelas Forças Armadas. “Não foram militares que mataram ele. É muito fácil culpar os militares por tudo o que acontece”, disse durante uma transmissão ao vivo no Facebook.

No último dia 24, a Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos expediu o atestado de óbito de Fernando Santa Cruz. Segundo o documento ele “faleceu provavelmente no dia 23 de fevereiro de 1974, no Rio de Janeiro/RJ, em razão de morte não natural, violenta, causada pelo Estado brasileiro, no contexto da perseguição sistemática e generalizada à população identificada como opositora política ao regime ditatorial de 1964 a 1985”.

MaisPB

 

 

Manifestantes fazem ato em apoio ao presidente Jair Bolsonaro na Paraíba

Manifestantes foram às ruas da duas maiores cidades da Paraíba, João Pessoa e Campina Grande, em ato público de apoio ao presidente da república Jair Bolsonaro (PSL) na tarde deste domingo (26). As duas manifestações começaram por volta das 15h e a dispersão aconteceu por volta das 18h30. Em João Pessoa os manifestantes ocuparam o Busto de Tamandaré, na orla da praia de Tambaú, enquanto em Campina Grande, a manifestação foi na Praça da Bandeira, no Centro.

Por volta das 17h, os organizadores da manifestação de apoio ao presidente Jair Bolsonaro informaram que cerca de cinco mil pessoas participaram do ato. A Polícia Militar informou que não vai emitir estimativas de público.

A manifestação teve início por volta das 15h20, quando os primeiros manifestantes e um trio elétrico chegaram ao Busto de Tamandaré, no final da Avenida Epitácio Pessoa. Os integrantes do ato se espalharam pela área do busto e pelas avenidas Cabo Branco e Almirante Tamandaré, até as 18h30, quando a mobilização terminou.

Campina Grande

Em Campina Grande, munidos de cartazes e camisas amarelas, os manifestantes pediam uma investigação no poder judiciário, ao que eles chamam de “Lava-Toga” e da implementação da medida provisória 870.

CAMPINA GRANDE, 16H: Ato concentrou manifestantes na Praça da Bandeira — Foto: Reprodução/Sílvio S. Medeiros

CAMPINA GRANDE, 16H: Ato concentrou manifestantes na Praça da Bandeira — Foto: Reprodução/Sílvio S. Medeiros

De acordo com a organização, cerca de 600 pessoas participaram do protesto e defenderam a aprovação da reforma da Previdência e do pacote anticrime, proposto pelo ministro da Justiça Sérgio Moro.

A maior parte dos manifestantes vestiu verde e amarelo e usou bandeiras do Brasil. Também foram usados um carro de som e faixas com frases de apoio ao presidente. O trânsito ficou bloqueado em algumas vias por conta do protesto, que terminou por volta das 17h30.

Foto: Antônio Vieira/TV Cabo Branco

G1

 

Jair Bolsonaro vem à Paraíba para inauguração de casas em Campina Grande

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) planeja fazer uma visita oficial à cidade de Campina Grande, na Paraíba. A visita faz parte de um itinerário de viagens planejadas por todo o país, com o objetivo de ampliar a base de apoio do governo.

“Tem alguma (viagem) prevista sim, têm várias”, disse o presidente. Segundo ele, os primeiros destinos são Pará, Amazonas e a Paraíba.

Jair Bolsonaro vai participar da cerimônia de entrega de casas populares em Campina Grande, ao lado do prefeito Romero Rodrigues (PSDB).

Neste fim de semana, Bolsonaro parte para Israel em sua terceira viagem internacional (todas feitas neste mês de março; a primeira para os EUA e a segunda para o Chile).

Em Israel, Bolsonaro vai se reunir com o premiê Benjamin Netanyahu, que compareceu à posse em primeiro de janeiro.

 

clickpb

 

 

Jair Bolsonaro vence em três das 223 cidades da Paraíba

Jair Bolsonaro, do PSL, eleito Presidente da República, venceu em três das 223 cidades do estado da Paraíba na votação ocorrida neste domingo (28). Ele obteve 35,02% dos votos válidos, enquanto o ex-candidato do PT, Fernando Haddad, liderou com 64,98% da votação no 2º turno das Eleições 2018. No 1º turno, Jair Bolsonaro havia vencido em cinco cidades, Ciro Gomes (PDT) em uma e Haddad em 217.

Neste segundo turno das Eleições 2018, Jair Bolsonaro venceu apenas em João Pessoa, com 54,8% dos votos válidos, em Campina Grande, com 56,3% dos votos, e em Cabedelo, com um percentual de 50,94%.

Fernando Haddad (PT) liderou em quase todas as cidades da Paraíba na votação do 2º turno — Foto: Reprodução/G1

Fernando Haddad (PT) liderou em quase todas as cidades da Paraíba na votação do 2º turno — Foto: Reprodução/G1

No primeiro turno, Bolsonaro alcançou 31,30% dos votos válidos na Paraíba. Na capital João Pessoa ele recebeu 49,87% dos votos válidos. Em Campina Grande o resultado alcançado por ele foi de 50,61%. Em Cabedelo foram 47,23%, em Bayeux foram 44,25% e em São Bento foram 40,04%.

As outras duas cidades que, no primeiro turno, elegeram o candidato eleito, reverteram a votação para o candidato do PT, Fernando Haddad. Em Bayeux, a votação foi a favor de Haddad com 52,2% dos votos válidos. Em São Bento foram 52,29% para o candidato do PT.

Ainda no primeiro turno, a cidade de Santa Luzia, no Sertão do estado, elegeu o candidato Ciro Gomes (PDT). Em toda Paraíba, o candidato recebeu 17,75% e ficou em terceiro lugar no 1º turno. No município de Santa Luzia, ele liderou a disputa presidencial e obteve 34,18%. No entanto, no 2º turno, a vitória foi de Fernando Haddad, com 69,49%. Jair Bolsonaro recebeu 30,51% dos votos.

G1

 Foto: Pilar Olivares/Reuters