Arquivo da tag: Itaporanga

Suspeito de matar radialista para esconder relacionamento homossexual é preso em Itaporanga

O radialista Denisvaldo Mendes Pacheco, que estava desaparecido há pelo menos 24 horas, foi encontrado morto a cerca de dois quilômetros da região central da cidade de Itaporanga, no Sertão da Paraíba, na noite da quinta-feira (29).

Nesta sexta-feira (30), a polícia capturou um homem suspeito de ter assassinado o radialista. Investigações apontam que ele teria um relacionamento amoroso com a vítima.

A polícia acrescenta ainda que o crime teria sido motivado após Denisvaldo supostamente ter feito chantagens ameaçando revelar o relacionamento. O suspeito, que é casado, teria feito ameaças à vítima através das redes sociais.

Fonte: PBAgora

 

 

Homem é preso suspeito de invadir casa e estuprar menina de 10 anos, em Itaporanga, PB

Um homem de 30 anos foi preso no domingo (18) suspeito de invadir uma casa e estuprar uma menina de 10 anos, em Itaporanga, no Sertão da Paraíba. De acordo com o delegado Renato Anderson de Oliveira, responsável pelo caso, o suspeito entrou na residência, foi até o quarto onde a criança estava e a estuprou.

O caso aconteceu por volta das 6h do domingo, no bairro Bela Vista. Segundo o delegado, o suspeito entrou na casa da vítima pela porta dos fundos da casa, que estava aberta. No momento do crime, a criança teria gritado por socorro, e os avós e parentes da vítima escutaram os gritos da menina.

“A criança fica na casa dos avós enquanto os pais dela trabalham. Na manhã do domingo ela estava em um quarto da casa quando o homem invadiu o local, agarrou a menina pelo pescoço e cometeu os atos libidinosos”, informou o delegado Renato Anderson.

Ainda conforme o delegado, o homem foi flagrado pelos avós da menina, mas ele conseguiu fugir do local. Após buscas pelo suspeito, a polícia encontrou o homem escondido próximo a um matagal da cidade.

“Depois de analisar a situação, ele foi enquadrado por estupro de vulnerável, pelos atos libidinosos cometidos. A violência de estupro é presumida, e ele ainda enforcou a menina para cometer o ato. Ela estava com várias marcas no pescoço e foi encaminhada para realizar os exames, que confirmaram a violência”, explicou o delegado.

De acordo com Renato Anderson, o suspeito é usuário de drogas. Durante a prisão, a polícia encontrou com o homem um celular que havia sido furtado horas antes de ele invadir a casa e estuprar a criança.

“O caso já foi informado ao poder judiciário. O suspeito já foi encaminhado para a Cadeia Pública de Itaporanga e permanece lá à disposição da Justiça. Já a criança está sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar da cidade”, concluiu o delegado.

G1

 

Acidente entre carro e animal na pista deixa mulher morta, em Itaporanga, na PB

Uma mulher de 19 anos morreu e um homem ainda não identificado ficou ferido depois de um acidente ocorrido entre um carro e uma vaca, na BR-361, no município de Iporanga, no Sertão paraibano.

O acidente aconteceu na madrugada desta quinta-feira (21), por volta das 4h15 (horário local). O condutor do carro teria batido contra o animal e saído da pista depois de perder o controle da direção. O carro caiu em um barranco as margens da rodovia federal.

Com o impacto, o veículo ficou parcialmente destruído e a jovem morreu ainda no local. Já o motorista do carro foi socorrido e levado para o Hospital de Itaporanga e não corre risco de morte, segundo as informações da Polícia Militar.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Justiça Eleitoral rejeita pedido de cassação de prefeito e vice de Itaporanga por falta de provas robustas

O juiz eleitoral Antonio Leite Ferreira Neto, titular da 33ª Zona Eleitoral, rejeitou o pedido de cassação do prefeito e o vice-prefeito de Itaporanga, no Sertão do Estado, por falta de provas robustas. A informação é do blog Os Guedes.

O prefeito e o vice Divaldo Dantas e Herculano Pereira Sobrinho eram acusados de doação de centena de padrões esportivos e inscrições para participantes do Poeirão (tradicional campeonato de futebol na cidade) em troca de promoção pessoal; doação e perfurações de poços em comunidades rurais de Itaporanga (Tabuleiro, Castanheiro, Capim Grosso e Pitombeira de Baixo); e a construção de uma passagem molhada e uma quadra esportiva, esta última no Sítio Pitombeira.

Em sua sentença, o juiz apontou que não foram apresentadas provas robustas que justifiquem a cassação. “O conjunto probatório trazido aos autos com a exordial e ao longo da instrução processual não permite assegurar que os fatos narrados na peça vestibular efetivamente ocorreram, a iniciar a análise da fragilidade das provas pelo conteúdo da gravação em vídeo”, destacou.

O magistrado ainda apontou que “a gravação em vídeo trazida aos autos é prova imprestável para o fim a que foi utilizado neste processo, posto que retrata uma verdadeira encenação, constituindo-se em prova pré-fabricada contra os investigados”.

Ele determinou o envio de cópias da sentença ao MPE para, a juízo de seu representante, apurar eventuais infrações cometidas pelo Jornalista Genário Menezes Freire Júnior em virtude da sua atuação em torno da confecção da gravação em vídeo. Determinou ainda o envio de cópias da sentença para o Juízo da comarca em que está tramitando processo por crime de Falso Testemunho em desfavor de Sebastião Basílio de Moura.

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Padre sente-se mal durante Terço, é socorrido numa D-20 e morre no hospital de Itaporanga

Padre-DedéO padre José Dantas, conhecido como Padre Dedé, de 54 anos, morreu na manhã deste sábado, 21, no hospital de Itaporanga por causa, possivelmente, de um problema cardíaco. Há 15 anos pároco de São José de Caiana, o sacerdote sentiu-se mal em sua casa, no começo desta manhã, enquanto rezava o Terço, oração que fazia costumeiramente antes de suas atividades paroquiais.

Como a cidade caianense não tem Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) nem havia ambulância disponível no momento, o sacerdote foi socorrido em uma caminhoneta e, segundo seus familiares, deu entrada com vida no hospital de Itaporanga, que não tem cardiologista, e terminou não resistindo. “Todo mundo está revoltado pelo padre ter sido socorrido naquelas condições, sem um carro adequado para o transporte de um paciente”, comentou um popular caianense, enquanto esperava a liberação do corpo no hospital.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Padre Dedé era natural de Igaracy, mas morou com a família durante cerca de 30 anos no sítio Gangorra, zona rural Itaporanga. De família extreamente humilde, ele se ordenou em Cajazeiras, ocupando diversas paróquias do Sertão, mas se fixou definitivamente em São José de Caiana. A cidade está abalada emocionalmente com a morte do padre, figura carismática e sacerdote muito operoso, e que ganhou ainda mais popularidade devido à paixão pelo futebol. Jogou bola durante muito tempo e formou uma equipe para disputar torneios e amistosos.

Segundo seu irmão, o padre tinha problemas cardíacos e uma cirurgia estava marcada para o próximo dia 2 em Campina Grande. A operação deveria ter sido realizada em fevereiro, “mas os médicos desmarcaram a cirurgia por causa do carnaval”, lamentou um dos 11 irmãos do sacerdote. Apesar dos problemas de saúde, ela trabalhou intensamente na organização da Festa de São José, e todo esse esforço, descumprindo, inclusive, orientação médica, pode ter sido crucial no agravamento do seu problema cardíaco, resultando no óbito. “Vivia em cima de uma moto, batendo todo canto do município, na poeira e sol quente, nunca vi uma padre tão trabalhador, nem parecia que tinha problema de saúde”, disse emocionado um paroquiano.

Seu corpo será velado na Igreja de São José de Caiana, mas deverá ser sepultado em Itaporanga na tarde deste domingo, segundo familiares.

Da Redação 
Com Folha do Vale

Homem é flagrado passeando sem roupas pelo centro de Itaporanga

nuUma atitude não muito comum foi tomada por um homem desconhecido até o momento, na manhã do último domingo (24), no centro da cidade de Itaporanga-PB.
O homem passeou pelo centro da cidade completamente sem roupas, e chamou a atenção dos populares. Não se sabe por qual motivo este corajoso praticou tal atitude, além de ser crime no Brasil.
O Portal Fuxiqueiro recebeu a informação que o peladão foi preso pela Polícia Militar, ainda no domingo de manhã, porém, não se sabe se ele já está solto e praticando as mesmas atitudes.
Repare que atrás do peladão, populares ainda corriam registrando a cena para espalhar pelas redes sociais…
O vídeo não contém data, porém pode ter sido gravado nesta quinta-feira (28), já que começou a se proliferar.
Do Fuxiqueiro.com.br

Prefeito de Itaporanga suspende contratos com prestadores de serviços a partir de junho

Prefeito de Itaporanga decreta suspensão de contratos visando concursos públicos
Prefeito de Itaporanga decreta suspensão de contratos visando concursos públicos

O prefeito do município de Itaporanga, a 420 km de João Pessoa, Audiberg Alves (PTB) assinou o decreto municipal nº 74/2014 que prevê a rescisão de contratos com prestadores de serviço e temporários, além da adoção de dois turnos diários para o expediente municipal.

As medidas começarão a vigorar a partir de 1º de junho. Apenas os profissionais da Educação com regime de trabalho que detêm carga horária diferenciada, não estão sujeitos as penalidades deste decreto.

Segundo informações da assessoria da prefeitura, as deliberações do decreto se devem a contenção de gastos fixos, com o objetivo de promover concursos públicos no município.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Aproximadamente 500 contratados ficarão sem emprego. Segundo o presidente da Câmara de Itaporanga, Jacklino Porcino Alves, o serviço público municipal ficará afetado com a falta desses profissionais, especialmente na Prefeitura Municipal e nos setores ligados a saúde. O presidente da Câmara também afirma que alguns servidores do quadro sequer frequentam o trabalho.

Este aspecto também foi frisado pelo prefeito de Itaporanga em sua decisão, ele pretende driblar o desvio de função com o controle da folha de ponto nos dois turnos.

 

portal correio

Mulher é presa por sequestrar criança em Itaporanga-PB para forjar maternidade e manter relacionamento

Mayara foi presa e autuada; ela é estudante de direito e filha do vice-prefeito de Mari
Mayara foi presa e autuada; ela é estudante de direito e filha do vice-prefeito de Mari

O casal Luiz Júnior da Silva e Auricélia, que reside na Av. Getúlio Vargas, em Itaporanga-PB, viveu momentos de aflição ao tomar conhecimento que o filho de 6 meses, que se encontrava com a avó materna no sítio Várzea da Cruz, município de Boa Ventura, havia sido sequestrado no começo da noite dessa sexta-feira, 6, mas, em menos de 40 minutos, homens do destacamento local da Polícia Militar conseguiram resgatar a criança e prender a acusada. O reencontro dos pais com o menino ocorreu na delegacia de Itaporanga, para onde a mulher, o namorado dela e o bebê foram levados.

Mulher é presa por sequestrar criança em Itaporanga-PB para forjar maternidade e manter relacionamento
Família reencontra a criança
O reencontro foi um momento de muita emoção e comoção para a família. Júnior, que trabalha animando festas infantis, contou que foi trabalhar em um evento na noite dessa sexta-feira junto com a esposa, e precisou deixar o filho com a mãe dela, e, quando tomou conhecimento do caso, a criança já estava de volta aos braços da avó e a acusada detida.
CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
Maiara Rafael da Costa Ferreira, de 21 anos, que é de Mari, mas reside em João Pessoa, foi presa na PB-386, quando saía da cidade de Boa Ventura em direção a Ibiara, onde iria apresentar a criança aos sogros como sendo filho dela e do namorado. Um exame de DNA para provar a paternidade já havia sido marcado pela família do rapaz para este sábado em Conceição, mas a criança que ela levaria até eles era vítima de um sequestro.
Ela foi presa em um carro que era dirigido pelo namorado, mas os primeiros levantamentos policiais indicam que o jovem não sabia do crime e conduzia a namorada e o menino para a casa dos seus pais sem imaginar o plano criminoso que a mulher havia arquitetado para forjar a maternidade e segurar o relacionamento, que tem quase um ano. Os dois se conheceram em Ibiara, por onde ela passou como agente de planos de habitação como prestadora de serviço à Caixa Econômica Federal, mas sem vínculo empregatício com o banco.
De acordo com informações apuradas pela reportagem, meses antes, ela informou à família dele que havia engravidado de gêmeos e que uma das crianças não tinha sobrevivido, inclusive, segundo a mãe do rapaz, Maiara teria mandado laudos médicos indicando a suposta gravidez e foto do bebê morto, mas sempre houve desconfiança por parte dos familiares na história contada pela jovem, e agora acreditam que ela nunca esteve grávida ou que tenha perdido a gravidez, motivando-a ao plano de falsa maternidade. “É uma loucura isso, porque dias antes ela já havia mandado lá para casa também todas as coisas da criança, e agente começou a acreditar que era verdade, mas veja o que aconteceu”, comentou a mãe do jovem durante passagem pela delegacia de Itaporanga, onde foi buscar o filho.
Ele foi liberado pelo delegado, enquanto a namorada, que confessou ter planejado e executado o crime sem conhecimento do rapaz, deverá ser autuada por sequestro e vai permanecer presa. Mas a polícia ainda tem alguns pontos para esclarecer, como por exemplo, como a mulher conseguiu convencer o rapaz a ir até o sítio pegar a criança sem que ele desconfiasse de que alguma coisa estava errada.
A ação do sequestro
Conforme informações de familiares do rapaz, Maiara, que se encontrava em João Pessoa, combinou com o namorado para ir pegá-la em Diamante, mas a jovem desceu antes intencionada a encontrar uma criança e realizar seu plano.
A mulher desembarcou em Itaporanga e, em um abrigo de passageiros, interessou-se pela criança que estava com a avó e seguiu no mesmo carro para Boa Ventura, onde, inicialmente, tentou sequestrar um outro bebê, conforme a própria mãe do recém-nascido. Ela chegou à residência dizendo que queria fazer uma doação de um enxoval infantil à família e pediu para tirar uma foto com o bebê, mas a mãe desconfiou e a acusada foi embora.
No entanto, não desistiu do seu plano e, depois de encontrar o namorado, foi até o sítio Várzea da Cruz, e, na residência da senhora com quem ela tinha viajado no carro de linha, conseguiu sequestrar a criança. “Ela chegou lá dizendo que uma mulher que tinha vindo com a gente no carro tinha sido morta e queria que eu fosse até o local com ela, mas eu disse que não podia ir porque estava cuidando das crianças, mas, no momento que eu entrei para a cozinha, ela pegou o menino e foi embora”, comentou a avó do bebê.
Mas, ao perceber o sequestro, um morador seguiu o carro de moto, momento que a polícia também foi acionada. Em uma ação rápida, os cabos Vieira, Demésio e o soldado Neves interceptaram o veículo na saída de Boa Ventura e conseguiram por fim ao sequestro, que comoveu a população boaventurense. Alguns moradores tentaram linchar a acusada, que foi encaminhada junto com o namorado para a delegacia de Itaporanga, onde passou toda a noite e, neste sábado, deverá ser autuada.
Neste momento, o delegado está procedendo o flagrante e, depois de autuada, a mulher deverá ser encaminhada ao presídio. Maiara é estudante de direito e filha do vice-prefeito de Mari, segundo informações dos familiares do namorado dela.
 
Da Redação
com Folha do Vali

Blog Mari Fuxico

Cemitério de Itaporanga não cabe mais ninguém e coveiros temem ficar sem trabalho

cemiterio itaHá pelo menos dois anos, Itaporanga precisa ampliar o seu cemitério, que não dispõe mais de espaço para novos sepultamentos, um problema que vem causando constrangimento aos familiares dos falecidos. Para que os corpos dos itaporanguenses não tenham que ser sepultados em outras cidades, covas estão sendo improvisadas entre túmulos já existentes, o que não é ideal por comprometer a organização estrutural e a estética do cemitério, mas necessário no momento por não haver outro jeito.

O cemitério é de responsabilidade da Prefeitura e precisa urgentemente ser ampliado, no entanto, nada foi feito nos últimos anos, agravando o problema. “Uma pessoa morre e é a maior dificuldade para conseguir um espaço para ser sepultada, e fica umas covas quase em cima das outras”, lamentou um cidadão local que recentemente sepultou um ente querido.

Os coveiros também estão preocupados com a falta de espaço no cemitério. São eles que precisam quebrar a cabeça em busca de um pedaço qualquer de chão quando morre alguém na cidade, e os enterros são quase que diariamente em Itaporanga, conforme apurou a Folha (www.folhadovali.com.br). Eles também temem ficar sem trabalho.

Se hoje a maior cidade do Vale já depende de Pedra Branca para manter seu comércio de carne, uma vez que está há quase dois anos sem matadouro, poderá depender também de outras cidades para enterrar seus mortos se nada for feito nos próximos meses.

 

Redação da Folha