Arquivo da tag: invicto

Atlético-PR surpreende, mas Timão segue invicto e tranquilo na liderança

O Corinthians sofreu um gol depois de 674 minutos e saiu atrás no placar pela primeira vez neste Brasileirão. O empate por 2 a 2 com o Atlético-PR pode ser considerado um tropeço para o líder do campeonato, principalmente porque o duelo foi na Arena em Itaquera, mas o Timão chegou a 28 jogos invicto e ainda tem boa vantagem para o segundo colocado: 11 pontos de distância para Grêmio, que recebe a Ponte Preta na tarde deste domingo.

Dos 28 jogos de invencibilidade, o Corinthians tem 17 vitórias e 11 empates. O Atlético-PR, por sua vez, conseguiu um bom resultado fora de casa, mas chegou ao quarto jogo sem vencer e agora ocupa a 13ª colocação, com 16 pontos.

Com os importantes desfalques de Pablo, Guilherme Arana e Rodriguinho, o Corinthians errava muito no começo do jogo e não conseguia levar perigo, assim como o Atlético-PR. O goleiro Weverton teve trabalho em dois bons chutes de fora da área, de Gabriel e Marquinhos Gabriel.

Do outro lado, Cássio apenas assistia à partida, e nada pôde fazer aos 37 minutos. Jonathan recebeu na direita e passou por Moisés, Maycon, Gabriel e Pedro Henrique antes de bater cruzado e abrir o placar na Arena Corinthians.

O gol do Atlético-PR o questionamento: como a equipe do técnico Fábio Carille vai reagir estando atrás do placar? E a resposta foi a melhor possível! O Timão manteve a calma e chegou ao empate antes do intervalo, com Jô, que recebeu livre o cruzamento da esquerda de Moisés e não teve trabalho para marcar.

O Corinthians voltou para o segundo tempo pressionando e demorou apenas cinco minutos para virar. Após bonita troca de passes, Maycon cruzou para Jô marcar o 200º gol alvinegro na Arena. O atacante ainda tornou-se artilheiro do Brasileirão, com nove, ao lado de Henrique Dourado, do Fluminense.

Após a virada, o Timão não conseguiu controlar o jogo como costuma fazer quando está à frente do placar. O Atlético-PR começou a rondar a área corintiana com perigo, principalmente com Douglas Coutinho. Aos 37, a pressão resultou no empate: Otávio chutou de fora da área, Balbuena desviou de cabeça, e a bola entrou no canto esquerdo de Cássio.

O empate deixou o jogo elétrico. O Atlético-PR assustou com Sidcley, mas as melhores chances foram do Corinthians. Primeiro Jô recebeu em contra-ataque, avançou sozinho e chutou, Weverton salvou, mas depois o próprio atacante pegou o rebote e a bola passou em cima da linha e não entrou. Ainda teve uma outra chance incrível, após cruzamento de Fagner que Pedrinho não conseguiu concluir.

Apesar das grandes chances, o placar não foi alterado. O Atlético-PR surpreendeu, mas o Timão manteve a invencibilidade e lidera com folga o Brasileirão. Na próxima rodada, o Timão visita o Avaí, enquanto o Furacão recebe o Botafogo.

FICHA TÉCNICA 
CORINTHIANS 2 X 2 ATLÉTICO-PR 
Local: Arena Corinthians, São Paulo (SP)
Data-Hora: 12/7/2017 – 19h30
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-SC)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP)
Público/renda: 41.201 pagantes/R$ 2.403.003,90
Cartões amarelos: (COR), (APR)
Cartões vermelhos: 
Gols: Jonathan (37’/1ºT) (0-1), Jô (44’/1ºT) (1-1), Jô (5’/2ºT) (2-1), Otávio (36’/2ºT) (2-2)

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Moisés; Gabriel e Maycon; Marquinhos Gabriel (Pedrinho, aos 30’/2ºT), Jadson e Romero (Clayson, aos 41’/2ºT); Jô. Técnico: Fábio Carille.

ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Wanderson, Paulo André e Sidcley; Otávio, Eduardo Henrique; Lucho González (Eduardo da Silva, aos 28’/2ºT), Cascardo (Nikão, aos 13’/2ºT) e Douglas Coutinho; Pablo. Técnico: Kelly

Corinthians saiu atrás, buscou a virada, mas cedeu o empate ao Atlético-PR no fim (Foto: Marcello Zambrana/AGIF)
Corinthians saiu atrás, buscou a virada, mas cedeu o empate ao Atlético-PR no fim (Foto: Marcello Zambrana/AGIF)

Foto: LANCE!

Lance

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Em “jogo de 6 pontos”, Cruzeiro derruba invicto Coritiba e lidera provisoriamente

Os cruzeirenses poderiam ter reencontrado Alex pela primeira vez depois de quase dez anos, mas não devem ter lamentado sua ausência neste sábado. Em duelo de duas equipes do G-4, o Cruzeiro superou o Coritiba, que teve o desfalque do lesionado Alex, e venceu por 1 a 0.

Luan abriu o placar para o Cruzeiro a 11min de jogo diante do Coritiba Foto: Washington Alves / Vipcomm
Luan abriu o placar para o Cruzeiro a 11min de jogo diante do Coritiba
Foto: Washington Alves / Vipcomm

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A partida disputada no Mineirão foi extremamente equilibrada e com chances de lado a lado, mas prevaleceu o time da casa graças a gol marcado por Luan.

 

Digno de um confronto dos líderes, o único jogo deste sábado pela 11ª rodada recolocou o Cruzeiro, ao menos temporariamente, na liderança do Campeonato Brasileiro. Invicto no Mineirão, o time de Marcelo Oliveira foi a 21 pontos e saltou da quarta para a primeira posição. No domingo, ficará de olho no Botafogo, que tem 20 pontos e enfrenta o Vasco no Maracanã. O Coritiba permanece com os mesmos 20 pontos, ainda dentro do G-4.

Coritiba é valente, mas Cruzeiro reencontra caminho da vitória no Mineirão

 

Apesar de muitas ausências – além de Alex,  jogou sem Iberbia, Junior Urso e Deivid -, o Coritiba começou o jogo melhor e também teve várias oportunidades no segundo tempo. Dentro do próprio jogo, contou com mais problemas: Bill sentiu lesão muscular e pediu substituição, o que deu chance a Keirrison. O centroavante perdeu duas chances claras de gol e também se machucou, no joelho. Assim, o time de Marquinhos Santos deixa de ser o único invicto do Brasileiro.

 

O Cruzeiro, no ritmo de Everton Ribeiro, foi melhor ao longo de todo o jogo. Muito veloz na transição defesa-ataque, abriu o marcador aos 11min. O jovem lateral Mayke, de 21 anos, apareceu de maneira decisiva. Foi à linha de fundo pela direita e colocou boa bola na direção de Luan, que empurrou para dentro das redes do Coritiba.

 

O Coritiba, que havia ameaçado em chegada de Gil pela direita, pressionou com cabeça de Lincoln, mas aos poucos perdeu o controle do jogo. Everton Ribeiro perdeu boa chance de direita e viu Ricardo Goulart, em assistência de Egídio, também perder de cabeça. Ansioso por ampliar o marcador, o Cruzeiro passou intranquilidade depois que Vinícius Araújo também desperdiçou na frente de Vanderlei.

 

Com personalidade, a equipe paranaense voltou a criar mais e assustou o público no Mineirão. As duas principais chances foram com Keirrison. Na primeira, ele recebeu cruzamento e bateu na trave em bom cruzamento de Diogo Goiano. Minutos depois, Robinho avançou pela direita e serviu, mas Keirrison deixou passar uma bola acessível na pequena área.

 

Aos poucos, o Coritiba murchou sem seu jogador mais decisivo, Alex, e o Cruzeiro só controlou para comemorar de novo uma vitória. Quarta passada, no Maracanã, havia perdido para o Fluminense, mas voltou a sentir a sensação de liderar. Ao menos até o Botafogo ir a campo no domingo.

 

Terra

Botafogo-PB enfia 5 X 0 no Paraíba e segue invicto no Campeonato Paraibano

botaNa noite dessa quarta-feira (23), o Botafogo-PB recebeu o Paraíba de Cajazeiras no estádio da Graça, em João Pessoa, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Paraibano Chevrolet 2013.

E o Belo se aproveitou da fragilidade do adversário, que ainda não havia vencido na competição e foi para cima. E logo viu resultado. Aos 10 minutos, Warley abriu o placar para o Bota-PB, fazendo a festa do grande número de torcedores que compareceram ao estádio.

E já aos 26 o Botafogo-PB ampliou com Fábio Neves, que começou a partida como titular no lugar do Gil Bala, que vinha entrando de início nos jogos desde o início da competição.

O Botafogo-PB seguiu pressionando até o fim do primeiro tempo, mas não conseguiu ampliar o placar da partida.

Mas logo no primeiro lance da segunda etapa, Izaias marcou um belo gol de voleio e fez o terceiro gol do Belo, levando o torcedor botafoguense à loucura no estádio da Graça.

Com a vantagem, o Botafogo-PB preferiu controlar a partida após marcar o terceiro tento. Mas a fragilidade da equipe cajazeirense fez que mesmo em marcha lenta, o Botinha chegasse ao quarto gol com Doda, aos 36 minutos.

E quem fechou o placar foi Wanderley. Recuperado de contusão, o atacante que foi titular na primeira partida e saiu lesionado, marcou na sua volta ao time aos 42 minutos.

Com o resultado, o Botafogo-PB mantém a liderança do campeonato, independentemente do resultado do Treze, que joga apenas na quinta-feira (24). O Belo chegou aos 16 pontos em 6 partidas disputadas, e continua invicto na competição. Domingo (27), o Bota volta ao estádio da Graça para disputar o clássico contra o Auto Esporte.

Já o Paraíba vai para a lanterna após o empate do Cruzeiro contra o Auto Esporte. A Cobra Coral do Sertão tem apenas um ponto ganho em 6 partidas disputadas. No próximo domingo o time cajazeirense recebe o Cruzeiro de Itaporanga no estádio Perpetão, no alto sertão paraibano.

Voz da Torcida

No duelo entre os líderes do returno, Flu pega o Bahia, invicto em casa

As melhores campanhas do returno se enfrentam nesta quarta-feira. Sob o comando do artilheiro Fred, o Fluminense busca mais uma vitória para ampliar a vantagem na liderança do campeonato. E o Bahia, embalado pelos bons resultados recentes, quer se afastar de vez da zona de rebaixamento. A partida começa às 19h30m, no estádio Pituaçu (BA).

No primeiro colocado do Brasileirão, o desfalque será Thiago Neves, que está com a Seleção Brasileira para a disputa de dois amistosos. A falta do TN7, porém, abriu ainda mais o ataque tricolor, que chegará para o jogo da noite desta quarta com o trio ofensivo formado por Rafael Sobis, Wellington Nem e Fred.

Já o Bahia, no duelo com o melhor time do segundo turno, tem dois trunfos a seu favor: o primeiro é o estádio de Pituaçu. Na recuperação após a chegada do técnico Jorginho, o tricolor baiano está invicto dentro de casa.

O segundo é a mudança na maré de sorte. Se no primeiro turno, o Bahia não conseguiu derrotar nenhum time do Rio de Janeiro, a situação é oposta na segunda metade da competição. O time de Jorginho bateu o Vasco e o Botafogo, além de ter empatado com o Flamengo na última rodada.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real, com vídeos exclusivos. O Premiere transmite a partida para todo o Brasil.

header as escalações 2

Bahia: pela primeira vez desde que chegou ao Bahia, o técnico Jorginho vai ter a possibilidade de usar uma escalação pela terceira rodada consecutiva. O atacante Elias, que havia se lesionado no jogo contra o Flamengo, recuperou-se a tempo e vai entrar em campo. O Bahia deve iniciar o duelo com: Marcelo Lomba; Neto, Titi, Danny Morais e Jussandro; Fahel, Hélder e Diones; Zé Roberto, Gabriel e Elias.

Fluminense: Abel Braga tem o desfalque de Thiago Neves, convocado para a seleção brasileira. Com isso, o técnico optou por uma formação mais ousada, escalando Rafael Sobis para formar um trio de ataque ao lado de Wellington Nem e Fred. O Fluminense entra em campo com: Diego Cavalieri, Bruno, Gum, Digão e Carlinhos; Edinho, Jean e Deco; Rafael Sobis, Wellington Nem e Fred.

quem esta fora (Foto: arte esporte)

Bahia: Souza ainda se recupera de um estiramento sofrido na coxa. Ávine e Jones Carioca também estão no departamento médico e desfalcam o time contra o Fluminense. Ciro, por pertencer ao clube carioca, não poderá entrar em campo. E o volante Kleberson cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Fluminense: não há jogador suspenso. Anderson e Leandro Euzébio continuam fora do time em função de dores na coxa e no joelho, respectivamente. Thiago Neves está com a seleção brasileira, enquanto Valencia foi convocado para a seleção da Colômbia.

header pendurados (Foto: ArteEsporte)

Bahia: Claudio Pitbull, Danny Morais, Elias, Gabriel, Lulinha e Titi.

Fluminense: Anderson, Bruno Vieira, Deco, Diego Cavalieri, Jean, Thiago Neves e Wallace.

header o árbitro (Foto: ArteEsporte)

Raphael Claus (SP) apita a partida, auxiliado por Kleber Lucio Gil (SC) e Thiago Gomes Brigido (CE). Raphael Claus arbitrou oito jogos no Brasileirão, marcou 261 faltas (média de 32,6 por jogo), aplicou 41 amarelos (média de 5,1 por jogo), três vermelhos (média de 0,38 por jogo) e dois pênaltis (média de 0,25 por jogo). O campeonato tem média de 4,9 amarelos, 0,29 vermelho, 36,7 faltas e 0,21 pênalti. O árbitro apitou dois jogos dos baianos na Série A deste ano: Botafogo 3 x 0 Bahia, pela oitava rodada, e Vasco 0 x 4 Bahia, pela 23ª rodada.

header fique de olho 2
Bahia:
Zé Roberto ainda não fez gol pelo Bahia neste Campeonato Brasileiro. No entanto, como o principal articulador do meio de campo, ele tem exercido um papel importante nas jogadas ofensivas e segura a bola no campo de ataque.

Fluminense: o zagueiro Gum vem sendo um dos destaques da sólida defesa do Fluminense. No ano passado, ele teve uma fraca atuação diante do Bahia em Salvador, com direito a gol contra e expulsão, e agora espera se redimir diante dos tricolores da capital baiana.

header o que eles disseram

Jorginho, técnico do Bahia: “Vai ser um jogo muito difícil, o mais difícil que nós temos hoje por todas as circunstâncias que vocês podem imaginar. Há um respeito muito grande, não um temor, mas um respeito muito grande”

Carlinhos, lateral-esquerdo do Fluminense: “Será um jogo complicado. Jogar na casa deles é muito difícil, e a torcida do Bahia é forte, mas tempos todas as possibilidades de vencer a partida”

header números e curiosidades

* Das 18 vitórias do Fluminense neste Brasileiro, 11 foram por um gol de diferença. Foram sete pelo placar de 1 a 0 e quatro por 2 a 1. Sete delas tiveram Fred marcando os gols decisivos.

* O Bahia é a segunda equipe que mais empatou neste campeonato (11 vezes), ao lado do Santos e atrás apenas do Inter (12).

* A última vitória do Fluminense sobre o Bahia em Salvador foi pelo Brasileirão de 1995: 1 a 0, gol de Renato Gaúcho.

* No atual campeonato, os baianos têm desempenho ruim como mandantes, com quatro vitórias, sete empates e três derrotas. É o terceiro pior, à frente dos lanternas Atlético-GO e Figueirense.  Os cariocas têm o melhor aproveitamento fora de casa, com nove vitórias, quatro empates e uma derrota.

header último confronto v2

Na última vez em que se encontraram, o Fluminense goleou o Bahia no Engenhão por 4 a 0, pela décima rodada do Brasileirão. Com dois de Fred, de pênalti, um de Thiago Neves e um de Wallace, o Tricolor venceu e continuou na terceira posição, enquanto o Tricolor baiano caiu para a penúltima posição.

Globoesporte.com