Arquivo da tag: íntimas

Mulher é presa tentando entrar em presídio com 60 comprimidos de artane nas partes íntimas

Uma mulher foi presa na tarde deste domingo (17) ao tentar entrar com 60 comprimidos de artane escondidos nas partes íntimas na Penitenciária Desembargador Sílvio Porto em Mangabeira.

A mulher já cumpriu pena no Centro de Reeducação Feminina Maria Júlia Maranhão por tráfico de drogas. Ela chegou a ficar dois anos presa.

Na tarde deste domingo, a suspeita foi detida ao passar pelo Bodyscan. Ela estava com 60 compridos de artane nas partes íntimas. A droga iria para o companheiro dela que está preso.

Os agentes deram voz de prisão e a mulher foi encaminhada para a Central de Flagrantes.

O artane é um medicamento que exerce um efeito relaxante sobre a musculatura, muito usado no tratamento da Doença de Parkinson.

Marília Domingues / Washington Luis

 

 

Homem tenta extorquir mulher para não vazar fotos íntimas

Um homem foi preso na tarde desta segunda-feira (13) suspeito de extorquir uma mulher para que não fossem divulgas fotos íntimas da vítima. O rapaz estava no Centro Comercial de João Pessoa quando foi detido.

De acordo com a Polícia, a mulher teve o celular roubado e o rapaz havia pedido que ela dessa a senha do aparelho. Ao chegar em casa, o homem foi conferir o que tinha no telefone e encontrou imagens íntimas.

Em seguida, ele conseguiu telefonar para moça e exigir que ela desse dinheiro para que as fotos não fossem divulgadas, a extorsão chegou até R$ 1 mil.

A vítima procurou a Delegacia, prestou queixa e a polícia conseguiu prender o acusado.

MaisPB

Suspeito de pedir fotos íntimas e marcar encontros com crianças pelo Facebook é preso na PB

Jovem é preso depois de polícia encontrar pornografia infantil no celular dele

Um jovem de 21 anos foi preso na noite da quarta-feira (3) suspeito de aliciar crianças para enviar fotos íntimas e marcar encontros por meio do Facebook. A prisão aconteceu na Praça da Paz, nos Bancários, em João Pessoa, depois que o suspeito tentou fugir ao notar a presença da Polícia Militar na praça.

Segundo a PM, os policiais faziam uma ronda de rotina na praça quando viram o suspeito fugindo ao notar o carro da polícia. Uma perseguição foi feita e, ao princípio, os policiais não encontraram nada suspeito com o jovem. Apenas ao analisar o celular foi que os PMs encontraram a troca de mensagens entre o suspeito e crianças de 10 e 11 anos.

Conversa em celular de suspeito mostra jovem tentando marcar encontro com criança de 11 anos (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

“Além dessas mensagens, com um palavreado bastante chulo, pornográfico, erótico, tinha também fotos em que ele provavelmente aliciava os menores e eles remetiam para ele as fotos dos próprios órgãos genitais”, explica a delegada Ana Carolina Ferreira.

Em uma das mensagens salva no celular e que foi impressa pela delegada, o rapaz insiste em encontrar a criança, que responde escrevendo que tem apenas 11 anos. Em outro trecho da mesma conversa, ele continua a insistir e a criança diz que tem medo que a mãe descubra.

O rapaz não tinha antecedentes criminais e foi levado para a Central de Polícia Civil. Segundo a delegada, ele deve passar por audiência de custódia ou pagar fiança e responder ao crime em liberdade. O caso vai ser encaminhado para a delegacia responsável para investigação.

“Parece que há grupos fechados no Facebook só para aliciamento de menores para atos libidinosos. Pode ser que ele seja integrante ou não, mas isso exige uma investigação mais profunda. Se a delegada especializada achar necessário ela aprofunda a investigação no que diz respeito a essas denúncias dos grupos, uma vez que com o que temos aqui não há materialidade comprovada dessa participação”, completa a delegada.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Vídeos de sexo e fotos íntimas vazam e lutadora pode ser expulsa do WWE

lutadoraA lutadora Saraya-Jade Bevis, conhecida como Paige, é uma das atletas mais famosas do WWE, evento de luta bastante difundido nos Estados Unidos. Seus dias no wrestling, no entanto, estão contados, principalmente por conta do vazamento de fotos íntimas e vídeos de sexo, deixando os organizadores furiosos.

A joven britânica de 24 anos de idade está vivendo um verdadeiro inferno depos de ver seu conteúdo pornogáfico, incluindo alguns vídeos de sexo , circulando pelas redes sociais sem a sua permissão. Ela usou o Twitter para expressar toda sua tristeza.

Fotos íntimas de Paige
Reprodução

Fotos íntimas de Paige

“As minhas fotos pessoais e privadas foram roubadas e, infelizmente, compartilhadas publicamente sem o meu consentimento”, disse a morena.

A mãe de Paige, Saraya Knight, también se pronunciou a respeito. “Nós fomos hackeadas. E por desgraça, minha filha tinha essas fotos e vídeos há anos. Meu marido e eu a apoiamos 100%, ela não tem culpa”, disse Saraya.

As autoridades que investigam o caso trabalham com a hipótese de que o conteúdo foi vazado por Kevin Skaff, ex-namorado de Paige e que aparece em um dos vídeos fazendo sexo com a lutadora.

Fora de combate

A estrela do WWE não entra no ringue desde outubro de 2016, quando sofreu uma lesão no pescoço. Por conta do vazamento das suas fotos íntimas e vídeos de sexo, ela poderá nem retornar mais a um dos maiores eventos de lutas norte-americano.

iG

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Mulher tenta entrar em presídio com celulares nas partes íntimas e chips em marmita

Divulgação/ João Rosas
Divulgação/ João Rosas

Uma mulher de 26 anos foi presa quando tentava entrar na Penitenciária de Segurança Máxima Geraldo Beltrão, em João Pessoa, com dois celulares escondidos na vagina, além de carregador e chips em uma marmita. O flagrante aconteceu na manhã desta quarta-feira (11). O material seria para o marido dela de 30 anos.

Segundo João Rosas, diretor da unidade prisional, a jovem passou pelo procedimento de revista quando foi flagrada pelo escâner corporal com os celulares nas partes íntimas.

“Os dois celulares estavam escondidos no corpo além de três invólucros revestidos com farinha de milho dentro da marmita da refeição, onde estavam três chips de operadoras diversas, além de três cabos carregadores de celular”, explicou João Rosas.

O diretor confirmou que o material seria para o esposo da jovem que foi condenado a 26 anos por assalto, Roubo, estupro, furto e lesão corporal. A visitante foi encaminhada para a Central de Flagrantes da Polícia Civil da Capital. Ela ficará 180 dias proibida de visitar o marido.

Chips foram encontrados em farelo de milho Foto: Chips foram encontrados em farelo de milho na marmita para o preso 
Créditos: Divulgação/ João Rosas

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Pintor é espancado ao ser flagrado alisando partes íntimas de criança na Orla de João Pessoa; vídeo

letreiro-eu-amo-jampaUm pintor de 30 anos foi agredido na noite desse domingo (4) ao ser flagrado acariciando as partes íntimas de uma menina de 6 anos no Busto de Tamandaré, Orla de João Pessoa. O suspeito teve vários hematomas pelo corpo.

De acordo com a tenente Aline Rosas, da Companhia Especializada de Apoio ao Turista (CEATur), a criança estava brincado nas letras do ‘Eu Amo Jampa’ quando o pai dela foi chamá-la para ir para casa presenciou o homem tocando as partes íntimas da garota.

“O pai, que estava com amigos de um grupo de dança, entrou em desespero e deteve o suspeito até a chegada da Polícia Militar. Nesse período, alguns populares agrediram o homem, que negava a todo momento ter abusado da criança”, explicou a tenente.

Devido os ferimentos, o homem foi levado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa e transferido para a Central de Polícia Civil da Capital.

Veja vídeo abaixo:

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Mulher é flagrada tentando entrar em presídio com droga nas partes íntimas

mulherUma mulher, identificada como Vanuza dos Santos Gomes, foi flagrada na tarde deste sábado (20) tentando entrar no presídio Romero Nóbrega, na cidade de Patos, com droga escondida nas partes íntimas.

Os agentes penitenciários receberam uma denúncia anônima e conseguiram encontrar a droga com a acusada.

Após o flagra, a acusada foi detida e encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil da cidade, onde está à disposição da Justiça.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Globo proíbe Stênio Garcia de comentar vazamento de fotos íntimas

Adolescente é apreendido com cerca de 300 papelotes de crack nas partes íntimas em Pirpirituba

rotamUm adolescente de 17 anos foi apreendido na tarde desta quarta-feira (22) com cerca de 300 papelotes de crack fracionadas em quantidades preparadas para a comercialização em Pirpirituba, no Agreste paraibano. De acordo com informações da PM, a droga seria entregue a traficantes da cidade de Guarabira.

O jovem foi apreendido por policiais da ROTAM, por volta das 13h nas proximidades de um posto de combustíveis que fica às margens da rodovia que liga as cidades de Pirpirituba e Belém.

Segundo o tenente Jailson, coordenador do destacamento local, a droga estava dentro de uma sacola nas partes íntimas do menor. O adolescente, que é do município de Araruna, já tem diversas passagens pelo conselho tutelar.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O menor foi levado para a DP, em Belém, e deve ser apresentado na promotoria da cidade na quinta-feira (23). A polícia não soube informar a quantidade do material apreendido e disse que o mesmo será levado para o Instituto de Polícia Científica (IPC) para ser analisado.

 

manchetepb

Número de vítimas de imagens íntimas vazadas na web quadruplica em 2 anos

fotoO número de vítimas de vazamento de “nude selfies”, ou vídeos íntimos divulgados sem consentimento, quadruplicou no Brasil em dois anos. No ano passado, 224 internautas procuraram o serviço de ajuda da SaferNet, organização de defesa de direitos humanos na web, para denunciar o crime cibernético conhecido como “revenge porn” — pornografia de vingança, em tradução livre. Em 2012, 48 casos haviam sido registrados pela entidade.

O vazamento de imagens íntimas atinge principalmente mulheres, que representam 81% dos casos denunciados. A cada quatro vítimas, uma delas é menor de idade.

A estudante Mônica Pimentel, de 18 anos, de Sorocaba, interior de São Paulo, encaixa-se nos dois perfis: é mulher e era menor de idade quando sofreu com o vazamento de material íntimo. Cinco fotos e um vídeo em que aparece tomando banho foram feitos quando tinha 14 anos e começaram a ser compartilhados pela primeira vez após dois anos, em sites, grupos de bate-papo e redes sociais.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

— Eu pensava: o que vou fazer? Vou sentar e chorar? Não. Eu sou a vítima disso. Posso ter agido com irresponsabilidade, mas a culpa não foi minha, porque o opressor foi quem divulgou.

Hoje, ela é mãe de um bebê de dois meses.

No ano passado, aos 17, surgiu um novo capítulo do pesadelo para Mônica, quando estava grávida. As fotos e o vídeo voltaram a ganhar espaço na web. O assunto reverberou tanto que, na época, a jovem ouviu comentários de uma garçonete, em um bar e da veterinária onde costumava levar seus cachorros. Até a mãe, que mora em Minas, acabou ouvindo histórias sobre a própria filha.

— Minha mãe ficou bem triste [quando soube do vazamento]. Meu pai ficou bravo de início, mas depois ignorou. Foi pesado. E eu só me preocupava com o meu bebê.

Com uma repercussão bem maior do que antes, a estudante resolveu procurar a Justiça para processar o garoto com quem havia ficado três anos antes, a única pessoa com a qual compartilhou o material.

— Recorri à Delegacia da Mulher de Sorocaba. Só que o processo é tão enrolado, tão demorado e burocrático, que você acaba até desistindo. Parece que quanto mais contato você faz em relação a isso, mais próxima [do caso fica] e mais constrangimento sente.

Morosidade

Para Juliana Cunha, coordenadora psicossocial da SaferNet, a lentidão e a dificuldade para punir o responsável pelo vazamento das imagens são fatores que contribuem para que os casos continuem crescendo — apesar de o número da ONG ser expressivo, ela destaca que há ainda muita subnotificação. Quando as imagens envolvem menores de idade, o crime é classificado como pornografia infantil. Já quando as imagens são de maiores de idade, o crime previsto pode ser o de injúria ou difamação ou então ser levado para a vara cível.

Por não confiar que haveria uma punição, Ana Beatriz Unello, de 21 anos, não quis denunciar um ex-namorado que divulgou suas imagens quando ela tinha 17 anos.

— Eu não queria continuar essa história, ter de ir atrás dele e continuar pensando nesse assunto.

As fotos de Ana Beatriz foram divulgadas pelo ex-namorado após o fim do relacionamento.

— Ele usava as imagens [capturas de telas de conversas pela webcam] para me chantagear a voltar para ele.

Após quatro meses de ameaças, o rapaz, que na época tinha 18 anos, criou um perfil falso em uma rede social para publicar as imagens da ex-namorada.

A jovem procurou ajuda na SaferNet quando o ex-namorado ainda fazia apenas ameaças e, por isso, foi orientada a pedir apoio para a família.

— Ter meus pais ao meu lado foi fundamental. Porque foi essa a primeira coisa que eu pensei: que eu iria perder o amor, o apoio, o carinho deles. Só depois é que pensei na minha reputação, no que os outros iriam pensar, no meu emprego.

Mesmo três anos após o vazamento das imagens, Ana Beatriz diz que ainda tem medo de que as fotos possam ser divulgadas novamente.

Temor

Juliana diz que o medo da volta das imagens persegue as vítimas por muitos anos, uma vez que não é possível saber se todas as cópias foram de fato apagadas. Na semana passada, o Google anunciou que vai retirar as fotos e vídeos de “pornografia de vingança” de seus resultados de busca se houver solicitação das vítimas.

— Temos visto alguns avanços para proteger as vítimas, mas, ainda assim, elas não conseguem ter total segurança de que as imagens não voltarão à tona.

Para ela, é preciso que seja feita uma mudança no comportamento machista da sociedade, que ainda trata as mulheres como culpadas por terem feito as imagens.

— As imagens foram produzidas por elas, mas sua publicação não foi consentida. O erro não está em fazer as imagens, mas na divulgação.

Mônica concorda com a psicóloga e diz que o próprio pai de seu bebê, com quem hoje não namora mais, chegou a ofendê-la quando a repercussão mais grave do caso aconteceu durante a gravidez.

— Ele falou para mim: ‘Qual vai ser a visão do seu filho em relação a isso [fotos e vídeos íntimos na Internet]? Você não se preocupa?” Eu falei: “Não fui eu que mandei minhas fotos para todos os sites, não fui eu quem publiquei. E mesmo se tivesse publicado, qual é o problema? É o meu corpo. De qualquer forma, não fui eu. Isso vai mudar minha índole como mãe?”

R7