Arquivo da tag: intervenção

Nacional nega intervenção e alega ‘autodissolução’ no PSB da PB

A Direção Nacional do PSB negou, em nota enviada nesta segunda-feira (19), que o partido tenha promovido qualquer intervenção e justificou a medida aplicada devido a ‘autodissolução’, iniciada pelos próprios membros da sigla no estado.

Segundo a nota, o Diretório Estadual da Paraíba informou que 51% dos diretorianos renunciaram, o que implica a dissolução da direção partidária, como previsto no Artigo 24 do Estatuto do PSB.

O presidente nacional, Carlos Siqueira, informou que o PSB defende a unidade e o entendimento de suas lideranças na Paraíba e cobrou uma resposta objetiva do governador João Azevêdo sobre a reunião, prevista para acontecer nesta terça-feira (20).

“O convite formulado ao governador João Azevedo, em que pese a gravidade do quadro ainda não mereceu, infelizmente, uma resposta objetiva, no sentido de confirmá-lo ou de sugerir outra data para a realização do encontro já mencionado”, diz trecho da nota.

Nesta segunda, João Azevêdo alegou que não participará do encontro para debater o futuro do PSB devido a outros compromissos já agendados para o dia da reunião.

Confira a nota na íntegra:

A Direção Nacional do Partido Socialista Brasileiro – PSB recebeu na última sexta-feira (16) às 15:10 um comunicado oriundo do Diretório Estadual da Paraíba, no qual é informada sobre a renúncia de 51% de seus componentes.

O comunicado observa que, segundo a previsão do Artigo 24 do Estatuto do PSB, a renúncia de membros nessa proporção implica a dissolução da direção partidária. O caso em questão deve ser considerado, portanto, uma AUTODISSOLUÇÃO do Diretório Estadual, visto ser iniciativa de seus próprios membros.

Destaque-se que o Diretório Nacional não realizou qualquer tipo de ato no presente caso e, muito especialmente, NÃO PROMOVEU EM ABSOLUTO INTERVENÇÃO ALGUMA, conforme alguns veículos de imprensa e algumas lideranças locais chegaram a anunciar equivocadamente.

Em sentido diametralmente oposto, a presidência do PSB propôs ao governador João Azevedo e ao ex-governador Ricardo Coutinho um encontro para tratar desse quadro nesta terça-feira (20), uma vez que diante de qualquer conflito, o ideal é estabelecer o diálogo, para superar a situação da melhor forma possível.

Ao Diretório Nacional do PSB interessa, sob este aspecto, que a solução seja efetivamente encontrada e que ela coroe a preservação da UNIDADE PARTIDÁRIA o entendimento entre as lideranças na Paraíba.

Saliente-se que a solução de UNIDADE defendida pela Direção Nacional do PSB interessa ao povo da Paraíba como um todo, porque o partido tem liderado no Estado, assim como ocorreu na prefeitura de João Pessoa, um projeto político de excepcional qualidade, que se realizou em benefício dos que de fato necessitam de políticas públicas de Estado, como é o caso da saúde, da educação e da segurança pública.

O convite formulado ao governador João Azevedo, em que pese a gravidade do quadro ainda não mereceu, infelizmente, uma resposta objetiva, no sentido de confirmá-lo ou de sugerir outra data para a realização do encontro já mencionado.

A disposição da Direção Nacional se mantém, contudo, a mesma. Reiteramos, portanto, a conclamação às mais importantes lideranças da Paraíba ao diálogo produtivo, para o qual pode atuar como mediadora, visto ter convicção de que o legado do PSB no Estado e o sucesso que lograram as administrações socialistas devem estar acima de qualquer animosidade. 

MaisPB

 

 

Bayeux pode ter intervenção do Estado por causa de irregularidades

O conselheiro substituto do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, Renato Sérgio Santiago Melo, publicou um despacho formalizando um pedido de análise por parte do TCE para decidir com a devida urgência sobre uma possível intervenção do Governo da Paraíba na Prefeitura Municipal de Bayeux. É importante registrar que esse documento é apenas o início de um longo processo, mas que pode acarretar na transferência temporária de poderes do Município para o Estado.

O despacho de Renato Sérgio foi redigido com base no Relatório de Acompanhamento de Gestão realizado por auditores do órgão de contas em Bayeux, que constatou uma série de irregularidades na administração municipal. E, mais do que isso, recomendações feitas ao prefeito para se corrigir os problemas simplesmente não foram providenciadas.

As irregularidades são as mais variadas: investimentos em educação e em saúde abaixo do que é exigido por lei, gastos com pessoal bem acima do que diz a Lei de Responsabilidade Fiscal, contratações irregulares de pessoal para cargos comissionados, ausência de recolhimento regular das obrigações patronais num montante acumulado que já é superior a R$ 6 milhões, ausência de prestação de contas e realização de licitações de forma irregular, sem respeitar o que manda a lei.

A situação, pelo que é descrito pelo conselheiro substituto, é de fato preocupante. De forma que o próximo passo deverá ser a constituição de um processo específico para avaliar o caso, que vai passar inclusive pela realização de uma nova auditoria para constatar as irregularidades.

Esse processo, inclusive, deverá ser analisado também pelo Ministério Público de Contas, que dará um parecer sobre o caso. Só depois o assunto chegará ao pleno do TCE. Será o colegiado formado por todos os conselheiros do TCE, afinal, que vai decidir pela recomendação ou não de intervenção estadual.

De toda forma, apenas a ameaça de uma intervenção já se constitui em mais um capítulo do já tumultuado momento político de Bayeux.

A cidade hoje é gerida de forma interina pelo presidente da Câmara Municipal, o vereador Mauri Batista, mais conhecido por Noquinha. Ele assumiu o cargo em 21 de março deste ano e é o terceiro prefeito da cidade em menos de dois anos.

Entenda a confusão em Bayeux

Em janeiro de 2017, o prefeito eleito Berg Lima foi empossado, mas acabou preso em julho do mesmo ano depois de uma investigação da Polícia Civil e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba. Berg é acusado de participar de um esquema de propina na gestão municipal, e mesmo tendo conseguido um habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça, em novembro, continua afastado do cargo.

O substituto de Berg Lima, o vice-prefeito Luiz Antônio, ficou menos de um ano no cargo. Ele foi afastado em março de 2018 acusado de corrupção, e no mês seguinte foi cassado pela Câmara Municipal de Bayeux. Curiosamente, Berg já tinha se livrado antes da cassação em votação ocorrida na mesma casa legislativa, mas ainda briga na Justiça (por ora sem sucesso) para tentar retomar o seu cargo como prefeito.

 

portalcorreio

PT anuncia intervenção em municípios por apoio a ‘golpistas’ na PB

bandeira-ptO PT intervirá em diretórios que tenham contrariado a resolução da executiva nacional e firmado aliança com partidos considerados pela legenda como golpistas para a disputa das eleições deste ano na Paraíba. A informação foi confirmada pelo secretário de Organização da sigla, Jackson Macedo, durante contato com o Portal MaisPB, nesta sexta-feira (5).

De acordo com Jackson, a resolução da nacional é bem clara e veta qualquer tipo de aliança com as legendas que defenderam o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Ele lembrou que o PT já comunicou ao TRE sobre a existência dessa orientação política e intervirá em caso de descumprimento.

Jackson Macedo citou, por exemplo, o caso da cidade de Conceição, onde o PT fechou apoio à reeleição do prefeito Nilson Lacerda, do PSDB. “Já notificamos o TRE e encaminharemos a intervenção para vetar essas coligações onde já foram feitas as convenções”, comentou.

Alexandre Freire – MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Após protestos, Ricardo Coutinho dá conselho a Dilma e sentencia: “Intervenção Militar nem pensar”

ricardo coutinhoEm meio à onda de protestos contra a gestão Federal, o governador Ricardo Coutinho (PSB) mais uma vez se mostrou solidário e contrário ao impeachment a presidenta Dilma Rousseff (PT) e também deu sugestões à petista para tentar melhorar a sua imagem, atendendo os anseios da população que está insatisfeita com a onda de corrupção.

Inicialmente Ricardo repudiou por completo a possibilidade de uma Intervenção Militar, tese que foi realçada em alguns cartazes e faixas nas manifestações ocorridas este final de semana

“Eu apoiei a presidenta e penso eu acho que esse país não pode confundir as coisas, não pode confundir um processo de expressão de desagrado simplesmente pelo atropelamento das regras de Direito. Intervenção Militar nem pensar! É contra o Estado democrático, vai de encontro à democracia”, explicou. Coutinho mandou um conselho para Dilma, enfatizando que o momento é que sejam definidos os lados da política e defendeu que seja implantada uma agenda positiva ema âmbito nacional.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

“Você não pode fazer política tendo todos os lados possíveis, pois no final das contas você não fica com nenhum. Uma agenda positiva para este país é fundamental e cabe aos partidos políticos aqueles que têm compromisso com o Estado de Direito, aqueles que não têm não! Fiquem lá na sua, assuma a condição de estarem tramando ou tentando tramar a saída de uma presidenta sem regras num Estado Democrático de Direito, pode ficar pra lá, agora aquelas outras forças políticas elas tem que se apresentar para o Brasil e dizer quais são as condições de governabilidade”, frisou, acrescentando que: “Este país precisa ter e a partir disso o Governo Federal deveria chamar estas forças para construir esta governabilidade para esta transição e é preciso ter bom senso neste momento”, argumentou.

Para o Mago é fundamental Dilma ultrapassar este momento com democracia, transparência e com um rumo aberto diante da população. “Estou me esforçando para que o meu Partido (PSB) compreenda isso e repito: não é função de uma presidenta que eu respeito muito, não é em função de uma pessoa, pois eu não finalizo a política e fico muito chateado quando vejo manipulações sendo colocadas que são puramente eleitoreiras e respeito profundamente todas as manifestações que ocorram”, ponderou.

As declarações do governador Ricardo Coutinho foram dadas no seu Programa semanal na Rádio Tabajara transmitido numa cadeia de emissoras em toda a Paraíba

Henrique Lima

PB Agora

Lula e Dilma recomendam intervenção do PT Nacional na Paraíba e apoio ao PMDB

dilma e lulaA presidente da República, Dilma Rousseff (PT) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recomendaram a intervenção da Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) no Diretório da Paraíba. A decisão ainda inclui a devolução do apoio da legenda a candidatura do PMDB ao Governo do Estado, que tem o senador Vital do Rêgo Filho à frente.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A informação foi confirmada com exclusividade ao WSCOM Online, nesta quinta-feira (3), por um deputado federal do próprio Partido dos Trabalhadores. A notificação da Executiva Nacional do PT deverá chegar ao Diretório Estadual nas próximas horas.

O senador Vital do Rêgo Filho vinha mantendo reuniões importantes com lideranças nacionais do PMDB e do PT, nos últimos dois dias, em Brasília. O objetivo é tentar recuperar o apoio do PT paraibano para a sua candidatura.

Vital chegou a se reunir com o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB); com o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB); com o presidente nacional do PMDB, senador Valdir Raupp; com o ministro da Casa Civil, Aloísio Mercadante (PT) e com o ministro das Relações Institucionais, Ricardo Benzoini (PT).

Na oportunidade, Valdir Raupp informou que a intervenção federal poderia ocorrer no caso da Paraíba. “É uma possibilidade. É uma prerrogativa dos partidos também fazer intervenção. Nós fizemos recentemente em Tocantins. Se a aliança não for firmada, o PT Nacional poderá sim realizar uma intervenção”, disse.

Entenda

A Executiva Estadual do PT formalizou aliança política com o PSB, do governador e candidato a reeleição Ricardo Coutinho, com a inclusão da candidatura de Lucélio Cartaxo (PT) ao Senado Federal. Os nomes foram homologados em convenção partidária realizada na última segunda-feira (30), no Forrock, em João Pessoa.

Aliado do PMDB nas últimas eleições estatais, o PT paraibano decidiu fechar aliança com o PSB após o pré-candidato ao Governo do Estado, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), desistir da disputa eleitoral deste ano. Vital do Rêgo substituiu o irmão dias depois.

Ângelo Medeiros, Marcos Wéric e Walter Santos
WSCOM Online

Para manter aliança com PT, PMDB pode sofrer intervenção da Executiva nacional na Paraíba

valdir-rauppTanto se falou em intervenção do PT Nacional na Paraíba, mas parece que essa possibilidade pode partir do PMDB. O presidente nacional do partido, senador Valdir Raupp, não descartou a possibilidade de uma intervenção no partido na Paraíba para que o PMDB e o PT saiam unidos.

Para o PT estadual a aliança com o PSB é ‘prego batido e ponta virada’ e com a convenção conjunta dos partidos, parece estar cada vez mais distante a possibilidade de uma composição com o PMDB, por isso, o senador em entrevista a uma rádio da Capital, destacou na tarde desta terça (1°) que a decisão sobre as composições vai acontecer até o dia 5, prazo final para os registros de candidaturas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O PMDB da Paraíba, que apoia a presidente Dilma (PT) quer uma candidatura própria ao governo com o PT na vice, já o Partido dos Trabalhadores decidiu apoiar a reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB), indicando o nome à senador.

Sem chegar a um entendimento e com o prazo se esgotando, é possível que aconteça a intervenção de um dos diretórios. Enquanto muitos peemedebistas apostam que a intervenção partirá do PT, forçando uma aliança com o PMDB, Raupp não descartou a intervenção por parte do PMDB.

Se o palanque de Dilma for o condicionante, já ficou decidido que o PT terá seu palanque e o PSB o de Eduardo com a possibilidade de se juntarem no segundo turno. Com isso, o mais provável seria a incorporação do PMDB à aliança PT/PSB.

Apesar disso, Raupp destacou que espera que não haja necessidade disso (intervenção), mas ressaltou que essa é uma prerrogativa nos cassos em qeu não há entendimento. Ele citou o caso de Tocantins, onde o diretório nacional do PMDB teve que intervir para que fosse oficializada a candidatura do ex-governador Marcelo Miranda, já que o presidente estadual do partido no estado, Júnior Coimbra, insistia em apresentar seu nome para a cabeça de chapa.

 

paraiba.com.br

 

 

‘EM RESPEITO À JUSTIÇA ELEITORAL, O PORTAL FOCANDOANOTICIA.COM.BR SUSPENDE TEMPORARIAMENTE A PUBLICAÇÃO DE COMENTÁRIOS POLÍTICOS NESTE ESPAÇO PARA EVITAR EVENTUAIS CASOS E INTERPRETAÇÕES DE PROPAGANDA ELEITORAL ANTECIPADA E/ OU USO PARA DENEGRIR PRÉ-CANDIDATOS. AGRADECEMOS AOS LEITORES PELA COMPREENSÃO.

Executiva Nacional do PT veta acordo com Ricardo Coutinho e intervenção na Paraíba não está descartada

Ruy FalcãoUm dia após a Executiva Estadual do PT aprovar aliança com o PSB, do governador Ricardo Coutinho, a Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores, se reuniu e aprovou uma nova resolução desmanchando a decisão local.

De forma enfática, o presidente nacional do partido Ruy Falcão, determinou que os petistas voltem atrás da decisão de apoiar a candidatura socialista, e mantenham o apoio a aliança com o PMDB na Paraíba, que agora tem como candidato a governador o senador Vital do Rêgo. A medida visa impedir uma manobra ensaiada pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), de se aliar à candidatura à reeleição do atual governador Ricardo Coutinho (PSB).

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Ficou acertado o apoio ao senador Vital do Rêgo, do PMDB. Nós estamos insistindo no apoio do Vital do Rêgo”, afirmou o presidente nacional do PT, Rui Falcão, após o encontro da Executiva Nacional, realizado em São Paulo.

Com base na nova resolução, a Executiva Nacional da legenda não afasta a hipótese de promover uma intervenção na direção estadual, caso os dirigentes locais não voltem atrás na decisão de formar aliança com o governador Ricardo Coutinho. Contrariando a decisão da executiva nacional, o presidente estadual do partido Charliton Machado disse que não vai voltar atrás na decisão de apoiar Ricardo Coutinho.

A direção nacional do PT, promete intervir no diretório local e cancelar todas as decisões tomadas pela direção paraibana. Todo o imbróglio foi formado depois que o PT paraibano surpreendeu a todos anunciando que ficaria ao lado de Ricardo Coutinho este ano, mesmo depois de passar os quase quatro anos de mandato criticando a gestão socialista.

Entretanto, a intervenção partidária durante período eleitoral não será novidade no PT. Em 2012, durante as eleições municipais, a chapa da então candidata a prefeita de Campina Grande, Daniella Ribeiro (PP), teria um petista como vice, porém a direção petista pediu uma intervenção e a aliança com o PP acabou sendo desfeita na última hora.

Na época, a direção nacional decidiu manter a candidatura de Alexandre Almeida que ganhou a queda de braço contra a direção estadual, que queria Peron Japiassu como vice de Daniella.

PBAgora

Papa decreta intervenção na Arquidiocese da Paraíba e bispo de Garanhus investiga Dom Aldo

Foto: Paraibaonline
Foto: Paraibaonline

A Arquidiocese da Paraíba está sob intervenção canônica, noticiou em seu blog com exclusividade na manhã da quarta-feira o bem informado multimídia pessoense Luiz Torres. A medida é considerada rara no sistema canônico e teria sido adotada no final de agosto passado pela Santa Sé.

Bispo de Garanhuns, Dom Fernando investigará os atos de Aldo Pagotto.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Luiz Torres informa que teve acesso ao documento sigiloso decretando a intervenção, motivada por denúncias que não ficaram expostas no arrazoado.

Como interventor, foi designado o bispo Dom Fernando Guimarães, da Diocese de Garanhuns-PE, encarregado de apurar denúncias que chegaram à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e postadas em APALAVRA, na coluna Marcos Marinho do dia 20.08.2013.

Durante a intervenção, diz Luiz Torres, o arcebispo da Paraíba, Dom Aldo de Cillo Pagotto, continuará exercendo normalmente seu mister, enquanto o bispo Dom Fernando vai apurando os fatos para os quais foi instado a investigar. “Somente após o resultado da apuração é que alguma outra medida poderá ser tomada pela Santa Sé”, avisa o jornalista.

O caso corre sob sigilo, mas diversos membros da Igreja Católica já tem conhecimento.

No começo da tarde de hoje, Dom Aldo negou por meio de sua assessoria a notícia veiculada por Luiz Torres, informa do que “não teve, não tem e sequer há previsão de intervenção na Arquidiocese da Paraíba”. Para o religioso, intervenção canônica só pode ser feita por um arcebispo e que, no caso, ele afasta o arcebispo em exercício, não podendo estar ambos ao mesmo tempo em atividade.

A assessoria de Dom Aldo reforçou que a Arquidiocese tem como hábito de expor todos os fatos nos quais é citada e que não teria problemas em admitir se a intervenção tivesse sido decretada.

Em resposta, Luiz Torres assim se manifestou pelo blog: “Apesar do completo respeito à palavra de Dom Aldo, o blog é reforçado a sustentar a informação de que o bispo Dom Fernando Guimarães, bispo de Garanhuns, foi designado para apurar algumas questões referentes à Arquidiocese da Paraíba. E que estará fazendo visitas à Paraíba até que seu trabalho seja concluído, enquanto Dom Aldo continua no cargo”.

A entidade esclareceu que Dom Fernando está em João Pessoa tão somente para participar de um congresso.

 

TIÃO LUCENA

Armando Abílio não teme intervenção nacional para levar Wilson Santiago ao comando do PTB da Paraíba

armando abilioPresidente estadual do PTB, o ex-deputado Armando Abílio não teme a possibilidade de uma intervenção nacional para entregar o partido na Paraíba ao comando do ex-senador Wilson Santiago, em vias de deixar o PMDB. Foi o que ele revelou na manhã desta segunda-feira (18) ao Portal MaisPB.

“Somos um diretório. Nós temos mandato. Fomos votados, eleitos e registrados no Tribunal Regional Eleitoral”, sentenciou Abílio.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
Para Armando, a cúpula nacional do PTB não agiria dessa forma sem uma justa causa, apenas para abrigar um novo filiado.

O ex-deputado disse que pessoalmente não tem qualquer veto ao ingresso de Santiago na legenda, mas essa precisa ser uma decisão discutida pelo colegiado do PTB.

MaisPB

PT vai fazer plebiscito e quer a intervenção dos filiados nas eleições de Campina Grande e João Pessoa

A Direção Municipal do Partido dos Trabalhadores de João Pessoa e Campina Grande resolveram convocar os filiados para que eles se manifestem contra as “lambanças” que vêm sendo feitas com relação à participação do PT nas próximas eleições.

A convocação será feita através de um edital que anunciará a realização de um plebiscito que está previsto nos artigos 65 e 66 do estatuto do partido.

O plebiscito é uma forma de consulta a todos os filiados e filiadas, para definir a posição partidária sobre questões relevantes e seu resultado terá sempre caráter deliberativo, desde que atingido o quórum mínimo de 25% dos votantes do último Processo de Eleição Direta (PED).

Em Campina Grande o diretório municipal divulgou hoje o edital de convocação para o plebiscito que acontecerá na próxima quinta-feira. Em João Pessoa a direção do partido se reunirá hoje para decidir a data.

Convocação plebiscito de Campina Grande:

Considerando os últimos fatos ocorridos no processo eleitoral do Partido dos Trabalhadores de Campina Grande, bem como a manifestação expressa dos filiados na forma dos artigos de 65 e 66 do estatuto do partido, objetivando consultar a vontade dos filiados no posicionamento do partido nas próximas eleições, o presidente municipal do Partido dos Trabalhadores de Campina Grande, no uso de suas atribuições, vem convocar a todos os filiados para o plebiscito a realizar-se no clube da bolsa de Campina Grande, situado à rua Paulino Raposo, numero 71, Bairro São José, Campina Grande na próxima quinta-feira, 28 de junho de 2012, a partir das 16 hs.

Fonte: Assessoria