Arquivo da tag: interestadual

Dois homens são presos suspeitos de tráfico interestadual de drogas, em Mamanguape, na PB

Dois homens foram presos na noite da sexta-feira (18) suspeitos de tráfico interestadual de drogas, em em Mamanguape, na Paraíba. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as prisões aconteceram durante fiscalizações em um carro de passeio e em um ônibus de transporte interestadual de passageiros. Cerca de 3 kg de cocaína e 150 gramas de maconha foram apreendidas.

A primeira prisão aconteceu durante uma abordagem da PRF na BR 101, no km 38, a um carro Cobalt que seguia de Natal (RN) para Recife (PE). No momento da abordagem, o condutor, um homem de 24 anos, ficou muito nervoso, o que levantou a suspeita dos policiais, que, após fiscalização, encontraram 2 kg de cocaína escondidos embaixo do banco do traseiro do veículo.

Também na tarde da sexta-feira (18), na Unidade Operacional da PRF em Mamanguape, a polícia prendeu um homem com 900 gramas de cocaína e 150 gramas de maconha, que estavam sendo transportados em ônibus interestadual de passageiro, que realiza a linha de Natal (RN) com destino a Araripina (PE). A droga estava escondida na bagagem de um homem de 22 anos.

Os dois homens e as drogas apreendidas foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia Civil de Mamanguape. A PRF vem intensificando as ações de combate ao crime em todo a Paraíba com reforço na fiscalização.

Cerca de 3 kg de cocaína e 150 gramas de maconha foram apreendidas, na Paraíba — Foto: Diculgação/PRF

Cerca de 3 kg de cocaína e 150 gramas de maconha foram apreendidas, na Paraíba — Foto: Diculgação/PRF

 

 

G1

 

 

Dois são presos com drogas na Paraíba envolvidos em quadrilha interestadual de tráfico

(Foto: Walla Santos)
(Foto: Walla Santos)

Dois homens foram presos na Paraíba durante a Operação Estufa, deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta terça-feira (14). Os mandados de busca e de prisão foram cumpridos na cidade do Conde e no bairro do Róger, em João Pessoa.

As investigações sobre uma quadrilha interestadual de tráfico de drogas que atua na Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Bahia seguiam desde o ano passado. “O objetivo maior da operação é desarticular essa teia criminosa. Tanto atacar a veia da apreensão de drogas, como também o braço financeiro da quadrilha”, afirmou o delegado da Polícia Federal Raoni Aguiar.

No Conde foram apreendidas drogas, balanças de precisão, além de uma pistola calibre 380. “Como o proprietário da residência não tem, segundo a investigação, fonte de renda para justificar o veículo que ele possuía em sua garagem, o veículo também foi apreendido e trazido aqui para a Superintendência, haja vista tratar-se de produto de crime”, acrescentou Raoni.

“Já no bairro do Róger, aqui em João Pessoa, nós fizemos buscas, mas não encontramos nada que pudesse indicar ação criminosa e vincular ao tráfico de drogas”, destacou o delegado, acrescentando que o veículo encontrado na casa também foi apreendido.

Os suspeitos de envolvimento na quadrilha de tráfico de drogas agora serão interrogados pela Polícia Federal e “em seguida serão recambiados para Pernambuco, onde ficarão custodiados haja vista que o epicentro da operação e da investigação é em Pernambuco”, ressaltou o delegado da Polícia Federal.

De acordo com informações da Polícia Federal, até o momento já foram presas dez pessoas e apreendidos mais de 400 quilos de drogas.

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

PM prende integrantes de quadrilha interestadual acusados de aplicar golpe contra o INSS e bancos

algemasUm trabalho de investigação que já vinha sendo realizado há vários dias pela Polícia Militar da Paraíba terminou com a prisão de uma dupla acusada de aplicar golpes contra o Instituto Nacional de Previdência Social (INSS) e instituições financeiras.

De acordo com o capitão Bruno Rodrigues, comandante do BOPE da Polícia Militar a quadrilha já vinha sendo investigada também pela Polícia Federal.

Depois de um trabalho minucioso e sigiloso de investigações feito pelo Serviço de Inteligência da PM e pelo BOPE foi presa no centro de João uma mulher no momento em que ela estava fazendo empréstimo no valor de R$ 5 mil em nome de uma pessoa falecida.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Com a prisão da mulher, a PM deu continuidade as investigações e chegou até um homem que se encontrava numa residência na cidade de Sapé. Dentro do imóvel a polícia apreendeu vários documentos falsos, entre carteiras de identidade, registros e outras certidões além de um computador usado para praticar as fraudes.

De acordo com o capitão Bruno Rodrigues, a quadrilha tem sede no Rio de Janeiro mais tem ramificações em vários Estados e, no caso da Paraíba, eles estavam usando a cidade de Sapé como ‘ponto de apoio’. Para praticar os crimes, o bando usava nomes de pessoas falecidas para falsificar os documentos e a partir daí fazer empréstimos e receber benefícios do INSS.

Segundo o comandante ainda não previsão do rombo causado pela quadrilha e nem o tempo que eles estavam agindo na Paraíba, ‘ mas até agora somente no nome de uma vítima, eles conseguiram retirar cerca de R$ 30 mil em empréstimos e pensões”, completou Bruno Rodrigues.

Paulo Cosme

Polícia prende acusado de integrar quadrilha interestadual de explosões a banco

acusadoA polícia prendeu, no começo da tarde desta quinta-feira (22), Michel Souza de Lima, de 27 anos, acusado de integrar um grupo de criminosos que, na madrugada de hoje, explodiu caixas eletrônicos do Banco do Brasil, na cidade de Puxinanã. Ele foi preso durante um cerco que policiais militares fizeram em uma área de sítio, no bairro de Bodocongó, em Campina Grande, e confessou o crime. As diligências já duram mais de oito horas e mobilizam 40 policiais de várias unidades operacionais.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com o comandante do 2º Batalhão, major Gilberto Felipe, o acusado mora no bairro do José Pinheiro, em Campina Grande, e já cumpriu pena por roubo, no estado do Rio Grande do Norte. “A prisão dele representa a desarticulação de uma quadrilha interestadual suspeita de explosões a banco, pois ele confessou que praticou a ação com outros cinco integrantes, sendo um da Paraíba e os outros quatro do estado da Bahia”, informou.

Major Gilbertou acrescentou ainda que o bando que agiu contra o banco de Puxinanã é o mesmo que, na última segunda-feira (19), tentou explodir os caixas eletrônicos da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), no bairro São José, em Campina Grande. “Já tínhamos identificado que os carros apreendidos eram os mesmos que foram usados na ação contra os caixas da AABB e o suspeito preso confessou o crime”, afirmou o policial.

O acusado foi levado para a Central da Polícia Civil onde, pela manhã, a polícia entregou o dinheiro recuperado, quatro bananas de dinamites e dois carros apreendidos com o bando, que foi interceptado durante a fuga.

Michel Souza é o 105ª suspeito de roubos ou furtos detidos desde o dia 9 de janeiro pela Polícia Militar da Paraíba.

 

Secom/PB

Desarticulada quadrilha interestadual especializada em roubo de carros de luxo em João Pessoa

Uma quadrilha interestadual especializada em roubo de carro de luxo foi desarticulada na noite desta quarta-feira (19), em João Pessoa. De acordo com a Polícia Militar, os carros eram levados para o Estado do Ceará. Dois homens foram presos.

Segundo o coronel Lívio Delgado, comandante do 5º BPM, o serviço de inteligência do batalhão começou as investigações após uma onda de assaltos a carro de luxo do tipo Hilux, em bairros da Capital. Os veículos eram levados para a cidade de Fortaleza e vendidos por R$ 4 mil. O último crime praticado ocorreu no bairro Colinas do Sul, onde uma pick-up Estrada de um comerciante foi levada.

Foram feitos levantamentos, varreduras em comunidade e os policiais encontraram uma camioneta escondida dentro do matagal no Bairro das Indústrias. “Os policiais fizeram campana em uma casa e descobriram que o local servia de moradia para os bandidos”, revelou o coronel.

Segundo o coronel, durante as investigações os carros usados pela quadrilha eram rastreados, mas nenhuma irregularidade era encontrada. Na noite de ontem, ao ser abordado pela polícia, o detento do semi-aberto, Francisco Rodrigues da Silva, conhecido como ‘Macarrão ou Tico’, negou o crime, mas o celular da vítima foi fundamental para a prisão do acusado.

“A gente pegou o celular e ao constatar o e-mail que estava armazenado no aparelho, vimos que batia com o endereço fornecido pela vítima. Ele ainda tentou negar o crime, mas as provas contra ele eram fortes”, comentou Lívio Delgado.

Após a prisão do detento, equipes da Polícia Militar e o GOE foram até a cidade de Alhandra, no Litoral Sul paraibano, e prenderam Joelson Ferreira dos Santos, conhecido como Leleu. O outro integrante da quadrilha Tassio Felipe dos santos Rodrigues, 25 anos, foi morto em Campina Grande, durante um assalto a um posto de combustíveis, no último dia 14 de setembro.

A dupla foi encaminhada para a Central de Polícia para que outras vítimas da quadrilha possam reconhecer os acusados. Os assaltantes vão responder por roubo e receptação de veículos.

portalcorreio