Arquivo da tag: Interessados

Interessados em participar do Fies têm até esta quinta para fazer a inscrição

ministerioTerminam nesta quinta (6) as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Ao todo, são ofertadas 61,5 mil vagas. A partir desta edição, passam a valer as novas regras do Fies. Os juros sobem de 3,4% para 6,5%, e os estudantes pagarão parte da mensalidade, de acordo com a renda. Como contrapartida, os participantes do Fies terão desconto de 5% nas mensalidades. As inscrições devem ser feitas pela internet; acesse aqui.

Para concorrer, os estudantes precisam ter tirado pelo menos 450 pontos na média das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). São aceitas todas as edições do Enem a partir de 2010. O candidato também tem que ter tirado nota maior que 0 na redação. Além disso, precisa ter renda familiar por pessoa de até 2,5 salários mínimos por mês, ou seja, R$ 1.970.

Nesta edição do programa, a oferta de vagas vai priorizar cursos nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, excluído o Distrito Federal. Os cursos das áreas de engenharia e saúde e a formação de professores também serão priorizados, assim como aqueles com conceitos 4 e 5 na avaliação do Ministério da Educação (MEC), que vai até 5.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Com as novas normas, os financiamentos não serão concedidos por ordem de inscrição, mas por concorrência. O resultado da pré-seleção será divulgado no dia 10 de agosto, em chamada única.

Os estudantes pré-selecionados devem concluir a inscrição na internet e completar o processo no estabelecimento de ensino e na instituição financeira. Quem não for pré-selecionado passa a integrar a lista de espera.

O Fies é um programa do governo que oferece financiamento em instituições privadas de ensino superior com juros mais baixos. Atualmente, cerca de 2,1 milhões de contratos estão ativos.

 

Agência Brasil

Primeiro lote oferecido em leilão da Aneel não atrai interessados

aneelO leilão de transmissão que a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) realiza nesta sexta-feira (9) na BM&FBovespa, em São Paulo, começou sem atrair nenhum interessado para o primeiro dos 13 lotes oferecidos, o Lote A, que inclui linhas de transmissão e subestações no Pará.

Os 13 lotes do leilão são compostos de 3.469 quilômetros (km) em linhas de transmissão e subestações em 11 estados: Pará, Amazonas, São Paulo, Bahia, Ceará, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Mato Grosso, Piauí, Tocantins e Paraná.

Segundo a Aneel, as novas instalações vão demandar investimentos de cerca de R$ 4,3 bilhões, com a geração de mais de 13 mil empregos diretos. Ao todo, serão 24 linhas de transmissão e 18 subestações.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O prazo de conclusão das obras será de 24 a 43 meses e os contratos de concessão são de 30 anos.

Pelas regras do leilão, arrematava cada um dos lotes o consórcio que oferecesse a menor proposta de remuneração anual a ser paga aos empreendedores, a chamada Receita Anual Permitida de referência (RAP).

O valor máximo foi fixado pelo edital em cerca de R$ 519,9 milhões. A RAP é a receita anual que a transmissora terá direito pela prestação do serviço público de transmissão aos usuários, a partir da entrada em operação comercial das instalações.

 

Darlan Alvarenga

Interessados no Pronatec têm até esta segunda-feira para fazer inscrição

 

pronatecOs interessados em fazer um curso técnico gratuito têm até esta segunda (16) para se inscrever no portal do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). As vagas foram ofertadas em cidades das cinco regiões brasileiras e serão preenchidas por ordem de inscrição. Para concorrer, o candidato deve ter feito o ensino médio em escola pública ou na rede particular com bolsa integral.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A oferta varia de cidade para cidade e também muda a cada instante. Segundo o Ministério da Educação (MEC), a consulta por vaga deve ser feita pelo interessado diariamente. Quando o inscrito não faz a matrícula no prazo de dois dias úteis após a inscrição, a vaga retorna para o sistema e é reaberta. As vagas são remanescentes do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec), que selecionou os estudantes pelas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Para ajudar quem tem vontade de participar do programa, mas não sabe qual curso escolher, o Ministério da Educação elaborou o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, que contém informações sobre cada curso, habilidades exigidas do candidato, atividades e número de horas da formação, entre outros dados.

Depois de decidir e verificar a oferta, o candidato deverá apresentar a seguinte documentação na hora de se inscrever: o certificado de conclusão e o histórico escolar do ensino médio, a certidão de nascimento ou casamento, carteira de identidade ou de Trabalho, o Cadastro de Pessoa Física (CPF), uma foto 3×4 recente, o título de eleitor e comprovante de votação e o comprovante de residência.

A primeira edição do Sisutec ofereceu 239.792 vagas em instituições da rede pública, privada e do Sistema S. Os cursos têm de um a dois anos de duração, com carga entre 800 e 1,2 mil horas de aula. Ao todo, foram 383.080 inscritos no Sisutec.

Quanto ao Pronatec, a presidenta da República, Dilma Rousseff, disse, na sexta-feira (13), que o programa vai se tornar permanente. Segundo a presidenta, o Brasil precisa de ensino técnico para ser competitivo e para desenvolver a economia, por isso há a necessidade de a formação dos trabalhadores ser

Mariana Tokarnia, da Agência Brasil

Interessados em operar rádios comunitárias em 65 municípios podem se inscrever no Ministério das Comunicações até 15 de outubro

Entidades interessadas em operar rádios comunitárias em 65 municípios de 19 estados, em todas as regiões do país, já podem fazer inscrição com esse objetivo, junto ao Ministério das Comunicações (MiniCom). O aviso de habilitação foi divulgado pela pasta na última segunda-feira (13) e o prazo para apresentar a documentação vai até 15 de outubro.

Veja a lista completa das cidades contempladas, o formulário de inscrição, a relação dos documentos e os valores das taxas.

Este é o oitavo aviso de habilitação para rádios comunitárias lançado em 2012, seguindo o cronograma do Plano Nacional de Outorgas (PNO). Até dezembro, estão previstos outros cinco avisos. No ano que vem, serão mais 13.  “A meta é dar condições para que o serviço chegue a todo o Brasil até o fim de 2013, com pelo menos uma rádio comunitária funcionando em cada município”, informou o MiniCom.

As chamadas rádios comunitárias operam em frequência modulada (FM) de baixa potência (25 Watts), que dá condições à comunidade de ter um canal de comunicação inteiramente dedicado a ela, abrindo oportunidade para divulgação de suas idéias, manifestações culturais, tradições e hábitos sociais.

De acordo com o ministério, as entidades detentoras de outorga para execução do serviço de radiodifusão comunitária “devem ser abertas à participação de todos os residentes na área de cobertura da rádio, bem como a sua programação deve ser aberta à participação da sociedade”.

Mapeamento

Todos os municípios contemplados já contam com emissoras comunitárias ou têm processos em andamento no ministério, mas já manifestaram interesse em ter novas rádios.

Os pedidos que chegam ao ministério entram no chamado Cadastro de Demonstração de Interesse (CDI), um mapeamento inédito realizado no ano passado, para identificar onde há demanda por novas emissoras. Se um município consta no CDI, significa que já foi enviada manifestação de interesse ao ministério, mas não houve aviso de habilitação para essa localidade posteriormente.

A meta, com o Plano Nacional de Outorga, é contemplar, num primeiro momento, os municípios que não têm nenhuma rádio comunitária funcionando. Depois, o ministério começa a atender as localidades do CDI. O aviso publicado na segunda-feira atende municípios que manifestaram o interesse em novas rádios em 2003 e 2004.

Fonte: Portal Planalto