Arquivo da tag: instalação

Deputado Chió reivindica instalação de câmeras de segurança no Brejo, Curimataú e Seridó

O deputado Estadual Chió (REDE) reivindicou a ampliação do Sistema de Monitoramento de Segurança do Estado, com a instalação de câmeras de segurança nas regiões do Brejo, Curimataú e Seridó.

De acordo com o parlamentar, recentemente o governador João Azevedo (PSB) anunciou a instalação de 1.500 câmeras de segurança, através de um Sistema de Monitoramento com Centros Integrados de Comando e Controle (CICC), junto a Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, nas cidades de João Pessoa, Campina Grande e Patos.

“Através de requerimento, solicitei ao Estado que essas câmeras de segurança chegassem também ao Brejo, Curimataú e Seridó. Que o monitorando eletrônico e todo esse trabalho de inteligência contemplasse de Picuí a Juarez Távora, de Lagoa Seca a Bananeiras, tanto nas entradas, saídas, e dentro dos Municípios”, solicitou Chió.

O deputado destacou ainda, a necessidade de um monitoramento eletrônico na PB 079, PB 105 e BR 104. “O governo anunciou tecnologia de última geração para monitoramento em longo alcance. Esse recurso contra o crime precisa chegar o mais rápido possível a toda Paraíba”, completou o deputado.

Fonte: Ascom Dep. Estadual Chió (REDE)

 

 

Escola anuncia instalação de câmeras após investigação de estupro em banheiro na PB

Após o caso da apreensão dos adolescentes suspeitos de estuprar uma criança dentro do banheiro, a escola particular Geo Tambaú informou que instalou 39 câmeras de segurança para monitorar todas as áreas comuns do prédio. As medidas adotadas pela escola contemplam também uma carta de pedidos feitos por uma comissão de pais e responsáveis de alunos, constituída após o caso ser publicamente revelado.

Ainda de acordo com a nota do Geo, a unidade localizada no bairro dos Bancários, zona sul de João Pessoa, também vai passar a contar com 30 câmeras de monitoramento. A direção da escola afirmou que novos banheiros privativos devem ser construídos até 30 de julho, também serão ampliadas as rondas dos funcionários e promovidas campanhas educativas direcionadas aos pais, responsáveis e alunos.

A comissão de pais, representado por oito pessoas correspondentes a cada um dos estágios, se reúne no início da tarde desta quinta-feira (14) com a direção do Geo Tambaú para discutir as medidas anunciadas pela escola e a carta de exigências redigida pelo pais dos estudantes.

Na carta enviada pela comissão de pais, todas as exigência feitas foram atendidas ao menos parcialmente no comunicado emitido pela escola. Em uma delas, os pais exigem a instalação de câmeras dentro das salas de aula, mas a assessoria da escola informou que as câmeras foram instaladas em todas as áreas comuns, exceto as salas de aula e no interior dos banheiros, embora as entradas dos banheiros estejam monitoradas.

A assessoria do Geo Tambaú, no entanto, informou que as melhorias tinham começado antes da carta, que fazem parte de um projeto de melhorias contínuas que a escola havia implementado.

Estudantes apreendidos

Três adolescentes foram apreendidos na manhã do dia 11 de março em João Pessoa suspeitos de estuprarem uma criança de oito anos dentro da escola particular Geo Tambaú. Segundo informações da Polícia Civil, as apreensões foram em decorrência de mandados judiciais após processo que tramita em segredo de justiça desde maio de 2018. Outras três possíveis vítimas foram identificadas pelo Ministério Público da Paraíba e seguem sob investigação.

Número de vítimas pode ser maior

Duas famílias das quatro possíveis vítimas dos abusos dentro do banheiro de uma escola particular no bairro de Tambaú em João Pessoa ainda não foram notificadas a respeito do caso. A informação foi confirmada pela promotora responsável pelo processo que resultou na apreensão de três dos quatro adolescentes suspeitos na segunda-feira (11), Ivete Arruda.

Ex-funcionário suspeito segue solto

O segundo pedido de prisão, feito pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB), do ex-funcionário de uma escola particular, em João Pessoa, suspeito de estuprar crianças no banheiro, foi negado pela Justiça, nesta quarta-feira (13). Ao todo, três adolescentes também suspeitos de praticar os abusos já foram apreendidos e um continua sendo procurado.

G1

 

Dom Aldemiro recebe prefeito de Solânea e impulsiona projeto de instalação da Fazenda da Esperança

Na manhã desta quarta-feira (13), na cúria diocesana, o bispo diocesano de Guarabira, Dom Aldemiro Sena, manteve audiência com o prefeito de Solânea Kayser Rocha, para tratar da possível cessão de um terreno para a instalação da Fazenda da Esperança no território da Diocese de Guarabira. O vereador de Solânea, Jucian Jad, acompanhou o prefeito.

Segundo o prefeito Kayser, espaço pretendido será doado para os devidos fins assim que obtiver a aprovação da equipe técnica da Fazenda da Esperança. Dom Aldemiro, bispo referencial do Regional Nordeste 2 para a Pastoral da Sobriedade, tem como meta a instalação de uma unidade para tratamento e recuperação de dependentes químicos. “Cada um fazendo sua parte, esse projeto será realidade”, conclamou o bispo.

Com 35 anos de experiência na recuperação de dependentes químicos, a Fazenda da Esperança é uma comunidade terapêutica, a maior obra da América Latina, que regenera vidas e famílias. Ao todo, são 130 unidades espalhadas pelo mundo. Desse montante, 86 estão distribuídas pelo Brasil, enquanto as outras estão espalhadas em 22 países do mundo.

O sucesso da Fazenda da Esperança, se deve ao programa de recuperação, o qual se baseia em processos pedagógicos que elevam a autoestima e resgatam a dignidade dos seus acolhidos, que em 2017 assistiu em média três mil jovens e suas famílias. Esse programa de recuperação é baseado em um tripé que consiste basicamente no trabalho, na espiritualidade e na convivência. Tanto que todos os acolhidos vivem numa irmandade que de tão unida é capaz de devolver aos acolhidos o real sentido da vida, do amor a si e ao próximo, bem como da importância da comunhão.

Além disso, a Fazenda da Esperança também trabalha junto à família, pois ela é uma das peças fundamentais para o sucesso da recuperação do jovem acolhido, através do Grupo Esperança Viva (GEV). O objetivo da ação é estruturar a família, mas mesmo quando ela não atende a esse convite – que não tem caráter obrigatório – o tratamento continua e o jovem recuperado tem a oportunidade de amar a sua gente como ela é.

Como resultado, a Fazenda da Esperança é responsável pela recuperação de centenas de milhares de pessoas, que em sua grande maioria se voluntariam para ajudar outros que necessitem de ajuda. A verdade é que a Fazenda da Esperança é maior do que si mesma, tanto que em 2007, durante uma visita a sede em Guaratinguetá-SP, o então Papa Bento XVI destacou a importância e a missão das Fazendas da Esperança – Levar a esperança, que é Jesus Cristo, ao maior número de pessoas possível.

Foto: Eraldo Luis

Pascom – Pastoral da Comunicação

 

 

Deputado quer instalação de UTI para hospital em Solânea

tiao-gomesO deputado estadual Tião Gomes (PSL), enviou requerimento para que seja encaminhado, ao governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), apelo para que seja instalada a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital do Estado na cidade de Solânea.

De acordo com Tião Gomes, a UTI se faz necessária, haja vista Solânea é um polo de saúde das cidades circunvizinhas que se utilizam da Unidade Mista Hospitalar do referido município.

“Me preocupa a saúde e a assistência hospitalar da população de Solânea e das cidades da região que precisam ser atendidos no Hospital Estadual do município. Com isso, peço sensibilidade ao governador Ricardo Coutinho para que possa agilizar a instalação da UTI naquela unidade hospitalar para que com isso, tenhamos um socorro eficaz e diminuamos o número de óbitos por falta de uma unidade de terapia intensiva” pontuou o parlamentar.

 

paraibaja

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Banco do Brasil anuncia instalação de 533 cisternas na Paraíba

cisternaA Fundação Banco do Brasil anunciou nesta quarta-feira (22) um novo investimento social para garantir o acesso à água potável no Semiárido brasileiro. Na Paraíba serão 533 cisternas, atendendo cerca de 2 mil pessoas.

Ao todo serão destinados RS 17,3 milhões para a implantação de 3.588 cisternas para captação e armazenamento de água em nove estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. A iniciativa, em parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), beneficiará 14,3 mil pessoas da área rural.

No próximo dia 22 será celebrado o convênio com a Articulação do Semiárido (ASA), rede formada por mais de três mil organizações da sociedade civil, que ficará responsável pela identificação e mobilização dos beneficiados, assim como a construção dos reservatórios e a assessoria técnica. O evento será realizado às 14h, no Edifício banco do Brasil, 14º andar.

As cisternas serão divididas em dois tipos: 3.198 voltados para o consumo básico, conhecido como “Cisterna – Água de Beber”, que serão reaplicadas em Alagoas, Alagoas, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte; e 390 relacionadas à produção de alimentos e criação de pequenos animais, a “Cisterna – Água de Produção”, destinadas à Bahia, Pernambuco e Sergipe. Durante o projeto, haverá capacitação de pedreiros da própria comunidade e das famílias, a fim de obterem maior aproveitamento da água potável.

Nos últimos quatro anos, a Fundação BB já implantou na Paraíba 8.116 unidades de consumo básico e 1.200 de produção, em parceria com a ASA. A reaplicação beneficiou cerca de 37 mil pessoas. Estudos sobre os impactos positivos gerados por essa tecnologia social indicaram a redução na incidência de doenças e aumento na frequência escolar entre as crianças e os jovens.
Com a nova etapa a Fundação BB completará a entrega de 95,6 mil unidades, alinhadas à políticas públicas de acesso à água do Governo Federal, correspondendo a investimento de R$ 327 milhões, nos últimos cinco anos, conforme quadro abaixo:

• R$ 191 milhões para a construção de 83,2 mil cisternas de placas – água de beber;

• R$ 136 milhões para a construção de 12,4 mil cisternas calçadão e enxurrada – água de produção, em parceria com o BNDES.

Todas as cisternas são georreferenciadas, o que garante a transparência da implantação.

Tecnologia social

As Cisternas de Placas foram certificadas como tecnologia social em 2001 pela Fundação BB, com a finalidade de captar e armazenar água da chuva. Para o consumo das famílias, o sistema utilizado permite o acúmulo de até 16 mil litros, que atende a necessidade de uma família de cinco pessoas pelo período de até oito meses. O equipamento é composto por encanamento simples para recolher água da chuva nos telhados das casas e reservatório no subsolo revestido com placas.

Já para as atividades produtivas, as cisternas são de dois modelos: Calçadão e Enxurrada. As duas possuem capacidade de até 52 mil litros de água. Elas são construídas próximas as residências das famílias. A diferença é que a Enxurrada é instalada no caminho por onde passa o fluxo pluvial e a Calçadão capta de áreas em declive.

Construídas 2012 – 2016 na Paraíba

  

Água para Todos
Cisternas de Consumo Por UF e Município

UF

MUNICÍPIO

CISTERNAS CONSTRUÍDAS

TOTAL

PARAIBA

Aguiar

123

8.116

PARAIBA

Barra de Santana

658

PARAIBA

Barra de São Miguel

195

PARAIBA

Boqueirão

549

PARAIBA

Brejo dos Santos

349

PARAIBA

Cabaceiras

278

PARAIBA

Catolé do Rocha

1201

PARAIBA

Caturité

212

PARAIBA

Condado

198

PARAIBA

Coremas

449

PARAIBA

Curral velho

61

PARAIBA

Ibiara

365

PARAIBA

Imaculada

289

PARAIBA

Jericó

337

PARAIBA

Olho d’Água

286

PARAIBA

Riachão do Bacamarte

111

PARAIBA

Riacho de Santo Antônio

68

PARAIBA

Riacho dos Cavalos

459

PARAIBA

Santa Cecília de Umbuz

327

PARAIBA

São Domingos do Cariri

139

PARAIBA

São José de Piranhas

709

PARAIBA

São José de Princesa

361

PARAIBA

São José do Brejo do Cruz

9

PARAIBA

Uiraúna

383

 MaisPB com Assessoria 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Prefeito de Remígio inaugura instalação de Unidade do Samu na cidade

samu-RemigioMuita emoção e euforia marcaram a inauguração da base do SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, no município de Remígio, que ocorreu na tarde dessa sexta-feira (13/06). A solenidade contou com a presença do Prefeito Melchior Batista, o vice André, do Deputado Federal Luiz Couto, o Secretário de Estado da Saúde Waldson Dias de Souza, além de Vereadores, secretários e a população remigense.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O público presente à solenidade pôde conhecer as instalações do SAMU 192, bem como a unidade de suporte móvel com ambulância avançada. As repartições amplas e acomodações com mobiliário de primeira qualidade agradaram à equipe de profissionais que desfrutará de um ambiente seguro e confortável, o que dará mais qualidade ao atendimento nos plantões, revertendo em benefícios para o usuário final do serviço.inauguração SAMU

O secretário de saúde do município Waldênio Dias lembrou qual foi à primeira recomendação ao assumir a pasta: “Ao assumir a secretaria de Saúde do Município de Remígio, o Prefeito Melchior Batista me chamou e falou: Waldênio, sua missão é melhorar a saúde de Remígio, e para isso, precisamos abrir o SAMU em nosso município”.

Em sua Fala, o chefe do executivo municipal, Melchior Batista, fez questão de frisar o trabalho árduo para vindo do SAMU ao município de Remígio: “Todas as viagens que fui a Brasília, ia até a central de regulação, e pedia o SAMU de nosso município, porque é do povo, é do suor derramado de cada cidadão remigense, é uma conquista, um sonho de todos” – po nderou. Muito aplaudido por todos os presentes o prefeito cortou a fita inaugural e a população entrou para conhecer as instalações do prédio do SAMU.

Sobre o SAMU

equipe samu remigioO Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) tem como finalidade prestar o socorro imediato à população em casos de emergência. O socorro é feito após chamada gratuita, feita para o telefone 192.

 

SECOM

ALPB promulga lei que obriga instalação de placas em braille nos terminais rodoviários da PB

Assembleia-LegislativaOs administradores dos terminais rodoviários urbanos e interurbanos do Estado da Paraíba estão obrigados a instalar placas em Braille contendo a relação das linhas de ônibus e seus respectivos itinerários para atendimento das pessoas com deficiência visual. A obrigatoriedade está expressa na Lei nº 10.297, de 07 de maio de 2014, criada por meio do projeto de lei nº 1.745/2013, de autoria do deputado estadual Ivaldo Moraes (PMDB). O prazo para instalação das placas expira no dia 09 de agosto (90 dias contados da publicação da Lei no Diário Oficial do Estado).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A Lei nº 10.297/2014 foi promulgada pela Assembleia Legislativa do Estado, em razão de sanção tácita por parte do governador do Estado, nos termos do § 1º do art. 196 da Resolução nº 1.578/2012 (Regimento Interno da ALPB), combinado com o § 7º do art. 65 da Constituição Estadual, e publicada no Diário do Poder Legislativo, edição de 07 de maio de 2014, e no Diário Oficial do Poder Executivo, edição de 09 de maio de 2014.

A não obediência ao disposto na nova Lei implicará em pena de suspensão por um período de 15 dias, com o consequente desconto nos salários, contra os administradores dos terminais rodoviários, mediante instauração de processo administrativo.

*Alcance social –* Para criar a nova Lei em, benefício das pessoas com deficiência visual, a Assembleia Legislativa teve que se contrapor à resistência do Poder Executivo, que chegou a vetar o projeto de lei nº 1.745/2013, de autoria do deputado Ivaldo Moraes. Na sessão do dia 29 de abril (uma terça-feira), a ALPB rejeitou veto nº 239/2013 pelo placar de 21 votos contra três. O entendimento quase unânime teve base no grande alcance social que a iniciativa proporciona.

“A Constituição Federal garante, em seu art. 5º, inciso XV, o direito de ir e vir a todos os brasileiros, e a obrigação de placas em braille contendo a relação das linhas de ônibus e seus respectivos itinerários para atendimento das pessoas com deficiência visual assegura a esta parcela da sociedade o cumprimento do que preconiza a Carta Magna”, afirmou o autor do projeto, deputado Ivaldo Moraes.

Ele acrescentou que as pessoas com deficiência visual têm demonstrado que, independente da sua limitação física, estão sempre em busca de independência, autonomia e integração social. Todavia, segundo o parlamentar, há ainda um longo caminho a ser percorrido para que o Brasil possibilite a este segmento da sociedade o efetivo exercício da cidadania.

“Com a promulgação desta Lei – comentou o deputado –, a Assembleia Legislativa do Estado está contribuindo para o avanço da Paraíba no respeito ao direito desta parcela da sociedade que foi privada da visão e que precisa do acesso às informações em braille para poder se locomover utilizando o transporte coletivo de passageiros, tanto urbano quanto interurbano e interestadual”.

Para Ivaldo, quando tentou vetar o PL nº 1.745/2013, o Governo do Estado cometeu uma injustiça contra as pessoas com deficiência visual. “O argumento foi de que ‘a matéria fere a Constituição por criar despesas para ao Estado e por ser de competência do Executivo’. Mas haveremos de convir que os gastos ínfimos com a confecção e instalação de placas informativas já devem estar naturalmente previstos nos orçamentos dos terminais rodoviários. Portanto, a tentativa do governo de impedir este beneficio à pessoas com deficiência foi motivada por razões estritamente políticas, por fazermos parte da bancada de oposição a este governo na Assembleia Legislativa”, enfatizou.

Ascom

Governo e Denatran discutem exigência da instalação de simuladores nas autoescolas da Paraíba

reuniaoO cumprimento da resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que exige a instalação dos simuladores de direção veicular nos Centros de Formação de Condutores foi discutida na manhã desta quinta-feira (6), durante reunião na sede do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran), em João Pessoa, que contou com a presença da coordenadora geral da Qualificação do Fator Humano no Trânsito do Departamento Nacional de Trânsito – Denatran, Cristina Hoffmann, o superintendente do Detran-PB, Rodrigo Carvalho, e representantes dos Centros de Formação de Condutores em funcionamento na Paraíba.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A representante do Denatran está visitando todos os Detrans para discutir o cumprimento da determinação do Denatran e do Contran para que todos os centros de formação de condutores do país instalem simuladores de direção veicular para aulas práticas durante a formação dos candidatos para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação categoria “B”.

A Paraíba é o 12º estado visitado por Cristina Hoffmann para discutir o cumprimento da resolução. Segundo ela, o objetivo destas visitas é verificar como os Detrans estão se estruturando para fiscalizar o setor e convencer representantes dos Centros de Formação de Condutores das vantagens do equipamento. Ela explicou que, com base nas reivindicações dos Detrans e dos centros de formação de todo o país, o Denatran deve se pronunciar sobre a tolerância em relação ao cumprimento da resolução.

Dono de um centro de formação de condutores em João Pessoa e outro em Campina Grande, o empresário Eduardo Feitosa, que é presidente da Associação das Empresas Credenciadas de Centros de Formação de Condutores, revelou que investiu cerca de R$ 70 mil na compra de dois simuladores e não se arrependeu. Ele confessou que chegou a ser contra a medida, mas depois entendeu que o equipamento permitirá avaliar os candidatos em situações adversas, como o estado de embriaguez ao volante.

Já o presidente do Sindicato dos Centros de Formação de Condutores da Paraíba, Claudionor Fernandes, ainda não comprou o equipamento para a seu Centro de Formação de Condutores e, durante a reunião com representantes do Detran e do Denatran, defendeu um prazo maior para o cumprimento da lei.

O presidente da Federação das Associações de Autoescolas e Centros de Formação de Condutores, Magnelson Souza, que também participou da reunião, disse que “o simulador não deve ser visto como um obstáculo e sim como uma ferramenta para aprimorar os serviços prestados pelas empresas responsáveis pela formação dos condutores”.

Situação na Paraíba – O superintendente do Detran, Rodrigo Carvalho, disse que o Detran da Paraíba já adotou várias medidas para cumprimento da resolução. Ele lembrou que o equipamento chegou a ficar em exposição em João Pessoa e Campina Grande, a fim de que fosse testado e conhecido pela população e por donos de centros de formação de condutores.

No final do mês de janeiro, foi assinado um Termo de Ajustamento de Conduta no qual os representantes dos centros de formação de condutores se comprometeram a adquirir e instalar os equipamentos no prazo de 120 dias.

Rodrigo Carvalho alertou que o Detran da Paraíba vai seguir integralmente o que for determinado pelo Denatran em relação à tolerância para a exigência do uso do equipamento e não descartou a possibilidade de bloquear a inscrição de candidatos encaminhados ao Detran por centros de formação de condutores que não estejam disponibilizando o simulador de direção veicular aos seus alunos.

Simulador – O objetivo da implantação do simulador5 é utilizar a tecnologia para que os candidatos tenham noções de direção veicular, antes do acesso real ao veículo, que só acontece nas aulas práticas.

Utilizando os equipamentos, os futuros condutores passam por situações que permitem o domínio da máquina, como se estivessem dirigindo um veículo de verdade. A simulação da prática de direção veicular deve ser ministrada em equipamentos homologados pelo Denatran, sob a fiscalização dos órgãos executivos estaduais de trânsito e do Distrito Federal.

Serão exigidas cinco aulas de 30 minutos com conteúdo didático, como conceitos básicos de condução, marchas, aprendizado de circulação em avenidas, curvas, estradas, vias de tráfego, regras de segurança, congestionamento e em situações climáticas e de risco.

Os futuros condutores só vão poder utilizar o simulador após o cumprimento da carga relativa às aulas teóricas-técnicas e antes da realização do exame teórico. As aulas serão ministradas pelo instrutor de trânsito, o diretor de ensino, ou o diretor geral do Centro de Formação de Condutores (CFC), que deve acompanhar e supervisionar cada candidato.

 

Secom-PB

 

Local de instalação da girândola de Solânea é modificado para preservar patrimônio e pessoas

 

girandolaO local onde serão instalados os fogos para a girândola em comemoração à chegada do ano novo, em Solânea, foi modificado para preservar o patrimônio e as pessoas. De acordo com nota enviada pela diretoria do CCHSA, da Universidade Federal da Paraíba – Campus III – a mudança se fez necessária porque, atualmente, a 1ª Chã (campo de aviação) há vários prédios que abrigam mobiliários e equipamentos de alto valor que podem ser danificados pelos foguetões.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Com a decisão, os fogos deste ano deverão ser instalados na 2ª Chã, perto da rua José Alípio da Rocha (Laranjeiras), onde era realizada a corrida de MotoCross. A diretora do CCHSA, Teresinha Domiciano Dantas, informa que a mudança nada mais é que o desejo de preservar todo o patrimônio construído na 1ª Chã e que reitera o compromisso da instituição com os poderes públicos e privados para manter o diálogo e fortalecer o desenvolvimento de Solânea e Bananeiras.

 

“Neste aspecto o CCHSA mantém uma estreita relação de parceria com os municípios circunvizinhos e, em especial, com o município de Solânea onde são desenvolvidos mais de cem projetos de extensão, ensino e pesquisa”, diz a nota.

 

Redação/Focando a Notícia

Agências digitais da Paraíba se reúnem para instalação da Abradi

Encontro foi realizado no Sebrae-PB com a presença de diversas empresas do segmento
encontroEm julho, em reunião no Sebrae-PB, empresários do setor de tecnologia e comunicação digital deram o pontapé inicial para a abertura da Associação Brasileira das Agências Digitais seccional paraibana (Abradi-PB) em um encontro que contou com a participação do presidente da Abradi Nacional, Jonatas Abbott, e que reuniu diversos representantes de empresas do segmento.
Com um número de agências superior à região Sul do país – de acordo com o Censo Digital 2012 feito pela Abradi, enquanto a região Nordeste concentra 549 agências, a região Sul reúne 515 -, a instalação de seccionais regionais da Abradi no Nordeste é, também, resultado da digitalização do empresariado. Atualmente, na região, já existem seccionais em Pernambuco e na Bahia e, em breve, será aberta também no Rio Grande do Norte.
“Dada a evolução da internet brasileira, que é uma evolução que se faz a partir da classe C, que representa 90% do varejo, as pequenas e médias empresas se sentiram pressionadas a entrar nesse mundo digital. A criação da Abradi regional aqui na Paraíba é importante para que possa orientar esse empresariado em relação ao que ele tem que ter e até mesmo para pautar o mercado”, disse Jonatas Abbott.
Segundo ele, uma das ações propostas pela Abradi-PB será a formulação de uma tabela de orientação de como comprar melhor o digital. “Nós não teremos uma tabela de preços fixada, porque muitas vezes são sites diferentes, com tecnologias diferentes, com tempos de desenvolvimento diferentes. Uma coisa é você fazer um site para uma pequena imobiliária ali da esquina, e outra é fazer para uma grande imobiliária. O que nós queremos é orientar cada empresário de qual tecnologia será melhor para ele”,explicou o presidente.
Participaram do encontro as empresas Integrativa, Soda, Ativaweb,Antares, Sin, I2 Inteligência, Ponto R, Qualitare e HRDesigner. “A maioria já atende clientes de outros estados, já são empresários cosmopolitas. Eu não tenho dúvidas de que, com a instalação da associação na Paraíba o mercado das agências digitais irá crescer ainda mais, o que, por consequência, irá movimentar o mercado empresarial”, disse, por fim, Jonatas.
Para o presidente da unidade da Abradi na Paraíba, Alek Maracajá, este primeiro encontro foi muito positivo. “Vamos começar de fato a associação, que teve ter a diretoria formada nos próximos dias. O nosso objetivo é melhorar o mercado, a formação da mão de obra e os novos negócios no nosso Estado”, afirmou Alek.

Andréia Barros