Arquivo da tag: Inmet

Paraíba tem mais de 80 municípios sob alerta de perigo de baixa umidade, diz Inmet

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de perigo por baixa umidade para para 89 municípios da Paraíba. O alerta teve início às 12h e termina às 18h desta quarta-feira (21).

O aviso é válido para cidades das regiões do Cariri, Seridó e Sertão paraibano. Conforme o alerta do Inmet, a umidade relativa do ar deve variar entre 20% e 12%, podendo haver riscos de incêndios florestais. Para a população, há risco à saúde, podendo haver ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz.

Segundo o instituto, é recomendado a não realização de atividades físicas, beber bastante líquido, evitar exposição ao sol nas horas mais quentes do dia, usar hidratante para pele e umidificar os ambientes.

Para mais informações, o Instituto recomenda o 199 para contato com a Defesa Civil ou o 193 para o Corpo de Bombeiros.

Lista de municípios sob alerta de baixa umidade

  1. Aguiar
  2. Aparecida
  3. Areia De Baraúnas
  4. Belém Do Brejo Do Cruz
  5. Bernardino Batista
  6. Boa Ventura
  7. Bom Jesus
  8. Bom Sucesso
  9. Bonito De Santa Fé
  10. Brejo Do Cruz
  11. Brejo Dos Santos
  12. Cachoeira Dos Índios
  13. Cacimba De Areia
  14. Cacimbas
  15. Cajazeiras
  16. Cajazeirinhas
  17. Carrapateira
  18. Catingueira
  19. Catolé Do Rocha
  20. Conceição
  21. Condado
  22. Coremas
  23. Curral Velho
  24. Desterro
  25. Diamante
  26. Emas
  27. Ibiara
  28. Igaracy
  29. Imaculada
  30. Itaporanga
  31. Jericó
  32. Joca Claudino
  33. Juru
  34. Lagoa
  35. Lastro
  36. Livramento
  37. Malta
  38. Manaíra
  39. Marizópolis
  40. Mato Grosso
  41. Maturéia
  42. Monte Horebe
  43. Mãe D’Água
  44. Nazarezinho
  45. Nova Olinda
  46. Olho D’Água
  47. Passagem
  48. Patos
  49. Paulista
  50. Pedra Branca
  51. Piancó
  52. Pombal
  53. Poço Dantas
  54. Poço De José De Moura
  55. Princesa Isabel
  56. Quixabá
  57. Riacho Dos Cavalos
  58. Santa Cruz
  59. Santa Helena
  60. Santa Inês
  61. Santa Luzia
  62. Santa Teresinha
  63. Santana De Mangueira
  64. Santana Dos Garrotes
  65. Serra Grande
  66. Sousa
  67. São Bentinho
  68. São Bento
  69. São Domingos
  70. São Francisco
  71. São José Da Lagoa Tapada
  72. São José De Caiana
  73. São José De Espinharas
  74. São José De Piranhas
  75. São José De Princesa
  76. São José Do Bonfim
  77. São José Do Brejo Do Cruz
  78. São José Do Sabugi
  79. São João Do Rio Do Peixe
  80. São Mamede
  81. Taperoá
  82. Tavares
  83. Teixeira
  84. Triunfo
  85. Uiraúna
  86. Vieirópolis
  87. Vista Serrana
  88. Várzea
  89. Água Branca

 

 

G1

 

 

Inmet renova alerta de perigo potencial para chuvas e ventos fortes em 64 cidades

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) renovou o alerta de perigo para chuvas em potencial e vento costeiro em 64 cidades da Paraíba. O alerta que inicia a partir das 09h desta terça-feira (23) e se estende até as 9h desta quarta-feira (24).

Existe possibilidade de chuvas de até 50mm/dia e baixo risco de alagamento e pequenos deslizamentos em cidades com tais zonas de risco. Agreste, Brejo, Litoral e Mata Paraibana.

As instruções são:
evite enfrentar o mau tempo.
Observe alteração nas encostas.
Evite usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.
Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

A respeito dos ventos, o Inmet orienta a procurar a Marinha do Brasil.

Veja as cidades atingidas:

Município UF
Alagoa Grande PB
Alagoinha PB
Alhandra PB
Araçagi PB
Areia PB
Aroeiras PB
Bananeiras PB
Bayeux PB
Baía Da Traição PB
Belém PB
Borborema PB
Caaporã PB
Cabedelo PB
Caiçara PB
Caldas Brandão PB
Capim PB
Conde PB
Cruz Do Espírito Santo PB
Cuitegi PB
Cuité De Mamanguape PB
Curral De Cima PB
Dona Inês PB
Duas Estradas PB
Guarabira PB
Gurinhém PB
Ingá PB
Itabaiana PB
Itapororoca PB
Itatuba PB
Jacaraú PB
João Pessoa PB
Juarez Távora PB
Juripiranga PB
Lagoa De Dentro PB
Logradouro PB
Lucena PB
Mamanguape PB
Marcação PB
Mari PB
Mataraca PB
Mogeiro PB
Mulungu PB
Natuba PB
Pedras De Fogo PB
Pedro Régis PB
Pilar PB
Pilões PB
Pilõezinhos PB
Pirpirituba PB
Pitimbu PB
Riachão Do Poço PB
Rio Tinto PB
Salgado De São Félix PB
Santa Rita PB
Sapé PB
Serra Da Raiz PB
Serra Redonda PB
Serraria PB
Sertãozinho PB
Sobrado PB
São José Dos Ramos PB
São Miguel De Taipu PB
Tacima PB
Umbuzeiro PB

http://paraiba.com.br

 

 

Inmet emite alerta de perigo potencial para 62 cidades na Paraíba por causa de chuvas

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta de risco por causa das chuvas na Paraíba. Nesta segunda-feira (22), 62 cidades paraibanas estavam elencadas no alerta.

O alerta deverá vigorar pelo menos até às 9h de terça-feira (21), podendo ser prorrogado caso haja necessidade.

Confira as cidades:

  • Alagoa Grande
  • Alagoinha
  • Alhandra
  • Araçagi
  • Areia
  • Bananeiras
  • Bayeux
  • Baía da Traição
  • Belém
  • Borborema
  • Caaporã
  • Cabedelo
  • Caiçara
  • Caldas Brandão
  • Capim
  • Conde
  • Cruz do Espírito Santo
  • Cuitegi
  • Cuité de Mamanguape
  • Curral de cima
  • Dona Inês
  • Duas Estradas
  • Guarabira
  • Gurinhém
  • Ingá
  • Itabaiana
  • Itapororoca
  • Itatuba
  • Jacaraú
  • João Pessoa
  • Juarez Távora
  • Juripiranga
  • Lagoa de Dentro
  • Logradouro
  • Lucena
  • Mamanguape
  • Marcação
  • Mari
  • Mataraca
  • Mogeiro
  • Mulungu
  • Natuba
  • Pedras de Fogo
  • Pedro Régis
  • Pilar
  • Pilões
  • Pilõezinhos
  • Pirpirituba
  • Pitimbu
  • Riachão
  • Riachão do Poço
  • Rio Tinto
  • Salgado de São Félix
  • Santa Rita
  • Sapé
  • Serra da Raiz
  • Serraria
  • Sertãozinho
  • Sobrado
  • São José dos Ramos
  • São Miguel de Taipú
  • Tacima

 

clickpb

 

 

Inmet renova alerta de perigo por chuvas para 87 cidades da Paraíba

Um novo alerta de risco potencial por conta do grande volume de chuvas foi emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) na manhã desta segunda-feira (17) para 87 cidades da Paraíba, incluindo João Pessoa e Campina Grande. Segundo dados da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de João Pessoa nas últimas 24 horas, a contar de domingo (16) até a manhã desta segunda, choveu cerca de 84 milímetros.

Somente nos últimos quatro dias, até a manhã de domingo, a Defesa Civil da capital paraibana havia registrado um volume de 495,5 mm, aproximadamente 83% do total registrado de chuvas em todo o mês de junho. De acordo com a coordenadoria da Defesa Civil, de 1º a 16 de junho foram registrados 595 mm de chuva em João Pessoa.

Considerando o volume de quinta-feira (13) até a manhã de domingo, cerca 460 mm, a Defesa Civil de João Pessoa considerou a maior quantidade de chuva na cidade dos últimos 30 anos em um período de 96 horas.

Famílias desabrigadas

O grande volume de chuvas afetou diretamente as famílias que moram em áreas ribeirinhas de João Pessoa. De acordo com a Prefeitura de João Pessoa, pelo menos 76 famílias estão recebendo assistência por conta das chuvas, abrigadas em equipamentos da Prefeitura Municipal de João Pessoa, sendo a maioria oriundas dos bairros São José, além das comunidades São Rafael, Tito Silva, Padre Hildon Bandeira e Engenho Velho.

Famílias desabrigadas pela chuva estão em ginásios de quatro escolas de João Pessoa — Foto: Hebert Araújo/TV Cabo Branco

Famílias desabrigadas pela chuva estão em ginásios de quatro escolas de João Pessoa — Foto: Hebert Araújo/TV Cabo Branco

Foram disponibilizados colchões, alimentação, atendimento médico e equipes estão cadastrando as famílias nos serviços disponibilizados pela pasta. As famílias foram realocadas temporariamente para quatro locais de abrigo.

As famílias que precisem sair de suas casas devido aos problemas acarretados pelas chuvas podem se deslocar às Escola Municipal Seráfico da Nóbrega, em Manaíra; Ginásio da Praça Gervásio Maia, no Colinas do Sul; CRC Jardim Veneza e Escola Municipal Leonel Brizola, em Tambauzinho.

Transtornos da chuva

  • Barreira do Castelo Branco deslizou e interditou uma faixa da BR-230, no sentido João Pessoa – Cabedelo
  • Deslizamento na encosta da Rua Desportista José Eduardo de Holanda, no Cabo Branco
  • Uma árvore caiu na Rua Bancário Wagner Alexandrino Bezerra Japyassu, nos Bancários
  • Buraco aberto no trecho entre as avenidas Maranhão e Pará, trânsito interditado no local.
  • Deslizamento de terra na ladeira do Cabo Branco, em frente ao Paço dos Leões, interditou completamente o trânsito.
  • Cratera se abriu em cruzamento da avenida Rui Carneiro, sentido praia-Centro, ponto oposto à Subestação de Energia. Uma das faixas da avenida está interditada.
  • Cratera engoliu uma das faixas da BR-230, em Bayeux, no km 39, na localidade conhecida como “barriga cheia”.
Barreira do Castelo Branco interditou uma das faixas da BR-230 em João Pessoa — Foto: Antônio Vieira/TV Cabo Branco

Barreira do Castelo Branco interditou uma das faixas da BR-230 em João Pessoa — Foto: Antônio Vieira/TV Cabo Branco

 

G1

 

 

Perigo por acumulado de chuvas faz Inmet emitir alerta para João Pessoa e mais 12 cidades

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta laranja sinalizado perigo por acumulado de chuvas para João Pessoa e mais 12 cidades paraibanas no litoral. O alerta vigora desta segunda-feira (10) até as 10h desta terça-feira (11).

De acordo com o alerta, existem riscos potenciais de chuva entre 30 mm/h a 60 mm/h, ou de 50 mm/dia a 100 mm/dia. Além disso, também existe o risco de alagamentos, deslizamentos de encostas ou transbordamento de rios em cidades com estas áreas de risco.

As orientações feitas pelo órgão é de que a população evite enfrentar o mau tempo e observe alterações nas encostas. Também é recomendado que, se possível, os aparelhos elétricos e quadro geral de energia sejam desligados. Em caso de situação de inundação, a população deverá proteger seus pertences da água envolvendo-os em sacos plásticos, por exemplo.

Em casos de emergências, os atingidos poderão acionar a Defesa Civil através do telefone 199 e o Corpo de Bombeiros através do número 193.

Além das regiões do Litoral e Mata paraibanos, também são afetados pelo alerta algumas regiões do litoral do Rio Grande do Norte.

Confira as cidades paraibanas que foram citadas no alerta do Inmet:

  • Bayeux
  • Baía Da Traição
  • Cabedelo
  • Capim
  • Cruz Do Espírito Santo
  • Jacaraú
  • João Pessoa
  • Lucena
  • Mamanguape
  • Marcação
  • Mataraca
  • Rio Tinto
  • Santa Rita

 

 

clickpb

 

 

Inmet alerta para previsão de chuvas intensas em Bananeiras, Borborema, Serraria e mais 68 municípios da PB

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para a previsão de chuvas intensas durante toda esta segunda-feira (30) em 71 municípios da Paraíba. Segundo publicação do Inmet, é esperado chuvas entre 20 a 30 mm/h ou até 50 mm/dia.

De acordo com o Centro Virtual de Avisos de Eventos Meteorológicos Severos para o Sul da América do Sul (Alert-As), moradores das cidades em risco devem evitar enfrentar o mau tempo e também o uso de aparelhos eletrônicos ligados à tomada, além de observar possíveis alterações em áreas com barreiras ou demais encostas.

Em amarelo, áreas em perigo potencial. Fonte: Inmet

O alerta diz ainda que, em casos de incidentes, a população deve entrar em contato com a Defesa Civil (telefone 199) ou Corpo de Bombeiros (193).

Confira os municípios paraibano em alerta:       

1.       Alagoa Grande

2.       Alagoa Nova

3.       Alagoinha

4.       Alhandra

5.       Araçagi

6.       Areia

7.       Aroeiras

8.       Bananeiras

9.       Bayeux

10.   Baía Da Traição

11.   Belém

12.   Borborema

13.   Caaporã

14.   Cabedelo

15.   Caiçara

16.   Caldas Brandão

17.   Campina Grande

18.   Capim

19.   Conde

20.   Cruz Do Espírito Santo

21.   Cuitegi

22.   Cuité De Mamanguape

23.   Curral De Cima

24.   Dona Inês

25.   Duas Estradas

26.   Fagundes

27.   Gado Bravo

28.   Guarabira

29.   Gurinhém

30.   Ingá

31.   Itabaiana

32.   Itapororoca

33.   Itatuba

34.   Jacaraú

35.   João Pessoa

36.   Juarez Távora

37.   Juripiranga

38.   Lagoa De Dentro

39.   Logradouro

40.   Lucena

41.   Mamanguape

42.   Marcação

43.   Mari

44.   Massaranduba

45.   Mataraca

46.   Mogeiro

47.   Mulungu

48.   Natuba

49.   Pedras De Fogo

50.   Pedro Régis

51.   Pilar

52.   Pilões

53.   Pilõezinhos

54.   Pirpirituba

55.   Pitimbu

56.   Riachão

57.   Riachão Do Bacamarte

58.   Riachão Do Poço

59.   Rio Tinto

60.   Salgado De São Félix

61.   Santa Rita

62.   Sapé

63.   Serra Da Raiz

64.   Serra Redonda

65.   Serraria

66.   Sertãozinho

67.   Sobrado

68.   São José Dos Ramos

69.   São Miguel De Taipu

70.   Tacima

71.   Umbuzeiro

 

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

PB e mais três estados estão no ‘alerta amarelo’ do Inmet para chuvas no feriado

chuvaO Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou nesta quinta-feira (13) que prevê chuvas intensas na Paraíba nesta sexta-feira (14) e colocou o estado em ‘alerta amarelo’. A mesma previsão vale ainda para Pernambuco, Rio Grande do Norte e Alagoas.

Conforme o alerta, há risco de alagamentos e pequenos deslizamentos. O alerta do Inmet indica que podem ocorrer chuvas com índices que variam entre 20 a 30 milímetros por hora (mm/h) ou até 50 mm/dia.

A previsão é válida para todo o estado da Paraíba, exceto para Sertão e Alto Sertão, e o Inmet relaciona ainda orientações para evitar desastres em caso de chuvas fortes. Veja abaixo.

Instruções do Inmet:

– Coloque em lugares altos seus móveis e utensílios (bem protegidos);

– Desligue aparelhos elétricos, quadro geral de energia;

– Se observar rachaduras nas residências, procure abrigos municipais;

– Se identificado rachaduras no terreno, coloque lona plástica para evitar que a água infiltre nas rachaduras;

– Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Segundo a Defesa Civil de João Pessoa, a cidade tem 27 áreas de risco e cerca de 25 pontos de alagamentos. “Nestes locais, fazemos um trabalho intensivo de limpeza dos canais e galerias. Com poucos minutos após o fim da chuva, o tráfego já flui normalmente”, disse o coordenador da Defesa Civil da Capital, Noé Estrela.

Em casos de desastres como deslizes de barreiras, quedas de árvores, desabamentos e alagamentos, a população pode ligar gratuitamente para o telefone 0800-285-9020, da Defesa Civil de João Pessoa, que funciona 24 horas por dia e é gratuito.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Rio se despede do verão mais quente em 53 anos, diz Inmet

O verão mais quente dos últimos 53 anos terminou nesta quinta-feira (20). Foi uma estação de extremos. A temperatura média nesse verão foi de 36,4°C, um grau acima do antigo recorde registrado há exatos 30 anos. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a estação foi a mais quente desde 1961, quando as temperaturas começaram a ser monitoradas. As informações foram obtidas pelo RJTV.

Foi uma despedida com a cara deste verão: com sol, calor e praia cheia. Às 13h57, a estação mais quente do ano foi embora depois de fazer história. Os termômetros ultrapassaram os 35°C na maior parte dos dias. A sensação térmica chegou a 57°C, no dia quatro de janeiro. Choveu pouquíssimo: apenas 17 dias em três meses.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Quando a chuva veio, no entanto, veio elétrica. Os raios deixaram marcas até no Cristo Redentor, que foi danificado por raios e passa por reforma.

Para alguns cariocas, felizmente o verão chegou ao fim. Foi o verão do lixo, dos preços surreais. Nas barracas da orla, um inacreditável omelete por R$ 99. E uma moqueca por quase R$ 300. O carioca institucionalizou o “isoporzinho”, para levar a bebida de casa.

Os preços e, às vezes, o mar assustaram os banhistas. Uma espuma cobriu a orla do Rio em vários dias do verão. Mas, do mar, também chegaram boas surpresas, como as baleias que passearam pela orla.

No fim da tarde, como num anúncio da nova estação, as nuvens começaram a ganhar do sol e chegou a chover em alguns pontos da cidade, como na Zona Oeste. A previsão é deve chuva para esta sexta-feira (21). E que venha o outono. E que seja suave.

Banhista faz topless na praia de Copacabana (Foto: Paulo Campos / Futura Press)Banhista faz topless na praia de Copacabana (Foto: Paulo Campos / Futura Press)
G1

Temperatura desta quarta no Rio é recorde histórico, diz Inmet

43 graus rio (Foto: Severino Silva/Agência O Dia/Estadão Conteúdo)

O Rio de Janeiro registrou nesta quarta-feira (26) um recorde histórico de temperatura: a máxima chegou aos 43,2º C, em Santa Cruz, na Zona Oeste da cidade, com sensação térmica de 47º C, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia. A temperatura registrada na cidade é a mais alta desde 1915, quando o Inmet começou a fazer a medição. O recorde anterior foi em janeiro de 1984, em Bangu, na Zona Oeste: 43,1ºC, segundo o Inmet.

Anteriormente, o Alerta Rio, Sistema de Alerta da Prefeitura do Rio de Janeiro, informou que a temperatura mais alta desta quarta foi de 41,9º C, em Guaratiba, também na Zona Oeste.

O dia mais quente deste ano havia sido registrado em pleno inverno, em 19 de setembro, quando os termômetros chegaram a 41,2º C, em Santa Cruz, na Zona Oeste.

Praias ficaram lotadas com o calor desta quarta (Foto: Janaína Carvalho/G1)Praias ficaram lotadas com o calor desta quarta (Foto: Janaína Carvalho/G1)

Calor no Santos Dumont
O sistema de refrigeração do Aeroporto Santos Dumont, no Centro do Rio, voltou a apresentar problemas nesta quarta, dia mais quente do ano. A Infraero informou que já consertou o equipamento e que aos poucos voltará ao funcionamento normal. O problema foi detectado no gerador do aparelho.

G1