Arquivo da tag: infraestrutura

Tião Gomes e lideranças de Algodão de Jandaíra solicitam abastecimento de água durante reunião com secretário de Infraestrutura

As necessidades hídricas do município de Algodão de Jandaíra foram apresentadas mais uma vez ao secretário de infraestrutura e Recursos Hídricos do estado, Deusdete Queiroga, pelo deputado estadual, Tião Gomes (Avante), que estava acompanhado da vice-prefeita Simone, de dois ex-prefeitos, seis vereadores e diversas lideranças políticas da cidade, durante reunião nesta terça-feira (03), em João Pessoa.

O deputado Tião Gomes afirmou que Algodão é uma das poucas cidades na Paraíba que sofre com o desabastecimento de água, por isso, a oposição a atual gestão se uniu para lutar por uma solução urgente e melhorar a qualidade de vida da população que convive diariamente com o desabastecimento.

Outra solicitação do grupo foi a construção de uma quadra poliesportiva, tendo em vista que o município é o único no estado a não possuir este tipo de equipamento esportivo e os moradores cobram um espaço para a prática de esportes.

De acordo com o deputado, o desabastecimento de água em Algodão de Jandaíra impede o desenvolvimento da cidade, portanto, é necessário uma solução urgente para acabar com esse problema que há anos prejudica os moradores.

Na reunião, além da vice-prefeita estiveram presentes os ex-prefeitos Isaac Rodrigo e Humberto Santos, os vereadores Rodrigo Luna, Adão, Leandro, Alexandre, José Damião e Zezinho Coelho e também o ex-vice-prefeito Cícero Preto e as lideranças Fláviano da Emater, Franklin Paulino e Rivelino.

O secretário Deusdete Queiroga informou que existe um projeto que aponta como solução a saída de água de Remígio para Algodão de Jandaíra, através de uma adutora que será construída no próximo ano. “O projeto para acabar de vez com a falta d’água em Algodão já está pronto e será iniciado após a conclusão do sistema adutor Nova Camará que atenderá os municípios de Montadas, Areial e Arara. Acredito que no próximo ano conseguiremos por fim ao desabastecimento em Algodão de Jandaíra”, afirmou.

Sobre a quadra poliesportiva, Deusdete Queiroga ligou para o secretário de Educação, Aléssio Trindade, solicitando um levantamento no terreno indicado para viabilizar a construção do espaço.

 

portaldolitoralpb

 

 

Porto de Cabedelo: ministro da Infraestrutura assina arrendamento no valor de R$ 183,5 milhões

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, assinou, nesta segunda-feira (29), o contrato de arrendamento no Porto de Cabedelo (PB) e nove contratos de adesão de Terminais de Uso Privado (TUPs). A estimativa é de que a medida vá garantir investimentos de mais de R$ 500 milhões e ampliar a movimentação de cargas nas regiões Norte, Sul e Nordeste.

“As assinaturas de hoje representam quase R$ 500 milhões de reais de novos investimentos no setor portuário. Esses contratos trazem segurança jurídica e permitem a realização de novos investimentos”, declarou o ministro.

A área arrendada no Porto de Cabedelo é de um pouco mais de 24 mil metros quadrados e é destinada à movimentação de granel líquido. O valor do investimento será de R$ 183,5 milhões e estabelece critérios para a alteração do projeto executivo.

No último mês de março o presidente Jair Bolsonaro já havia confirmado o leilão de arrendamento de áreas portuárias, incluindo Cabedelo, fato que foi comemorado pela Companhia Docas na Paraíba, já que o arrendamento amplia a movimentação de cargas. Os leilões aconteceram entre os dias 22 de março e 5 de abril deste ano.

PB Agora

 

 

Radares eletrônicos multarão após liberação do Ministério da Infraestrutura e do Imetro, diz chefe do Dnit

Em entrevista ao Portal ClickPB, o chefe de serviços de Operação do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Ítalo Filizola explicou que a retomada das multas feitas pelas barreiras e radares eletrônicos da BR-230, que liga João Pessoa a Cabedelo, só será retomada após liberação do Ministério da Infraestutura e aprovação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Imetro).   A empresa responsável pelas instalações é a Fiscal Automação e Tecnologia e Automação.

Dos 15 radares que ligam João Pessoa a Cabedelo, seis equipamentos foram instalados, mas ainda estão sendo ajustados. Um total de quatro ainda faltam ser colocados e, existe a estimativa de que mais cinco sejam inseridos nesse trecho, segundo o Dnit.

“Eles registram, mas só multam depois da aferição do Imetro e da autorização do início da validação das imagens, que só será feito após a aprovação do Ministério da Infraestrutura”, explicou Ítalo.

No Sertão, 35 equipamentos que operam nas rodovias ere as cidades de Patos e Cajazeiras, já estão em operação e multando os condutores que ultrapassem o limite de velocidade.

Em todo o estado, a previsão é que 181 equipamentos devam ser instalados. O prazo segundo o DNIT é que até julho estejam em funcionamento completo. “No cronograma aprovado junto a empresa responsável temos a previsão de que até julho tudo deva estar instalado, mas pode haver ampliação desse prazo devido alguns atrasos no processo de instalação e liberação”, explicou.

Segundo ele, “ainda não existe um prazo específico para que isso seja implementado, mas iremos avisar por meio de comunicado toda a população. Embora os equipamentos estejam sendo instalados a responsabilidade pela autorização dos registros de multas depende da liberação do Ministério”, salientou.

(Foto: Walla Santos)

clickpb

 

 

Câmara de Bananeiras unida pelo desenvolvimento da Saúde, Educação e Infraestrutura

Em Sessão Ordinária da Casa Odon Bezerra, realizada na última terça-feira (19), as bancadas de Situação e Oposição uniram forças e coletivamente apresentaram o requerimento 35/2019 aprovado por unanimidade, onde solicitou ao Deputado Federal Julian Lemos (PSL) empenho para ajudar o município.

A solicitação foi no sentido de viabilizar recursos para Saúde, Educação e Infraestrutura local e como justificativa as bancadas elencaram as seguintes situações:

  • Na área da Saúde, o município administra 09 (nove) Postos de Saúde da Família (PSF’s), 01 (uma) Policlínica com diversas especialidades médicas, 01(uma) clínica de Fisioterapia e 01 (um) Hospital Municipal;
  • Na área da Educação, o município administra dezenas de escolas de ensino infantil e fundamental na área urbana e rural;
  • Na área da Infraestrutura, o município possui distritos, bairros e grandes aglomerados rurais que necessitam de investimentos especialmente no saneamento.

Para o presidente da câmara, vereador Kilson Dantas (PSB), a presente propositura tem por objetivo viabilizar junto ao Deputado Federal Paraibano, Julian Lemos, que inicia seu mandato indicando recursos orçamentários para vários municípios e que representa o governo federal no estado, os recursos solicitados necessários para atender demanda da população, especialmente, as que mais precisam.

Ascom-CMB

 

Governador nomeia novos secretários de Infraestrutura e chefe de Governo

O governador do estado Ricardo Coutinho, nomeou Deusdete Queiroga como o novo secretário de Estado da Infraestrutura, dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, em substituição a João Azevedo, que deixou o cargo para concorrer às eleições deste ano. Além de Deusdete, suplemento do Diário Oficial do Estado que circulou nesta quinta-feira (12) traz a nomeação da esposa de Efraim Morais, Ângela Maria Mayer Ventura Morais. Ela vai ocupar o cargo de secretário chefe do Governo.

Efraim Morais desincompatibilizou-se no prazo estabelecido pela Justiça Eleitoral para poder disputar a um cargo eletivo nas eleições de outubro. Ele pleiteia compor chapa e concorrer às eleições majoritárias, pelo Democratas.

Já Deusdete, para assumir a pasta deixada por João Azevedo, pediu exoneração da Secretaria Executiva da Infraestrutura e Recursos Hídricos. Os atos foram assinados pelo governador Ricardo Coutinho no dia 6 de abril.

ClickPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Couto alerta que prazo para projetos de Infraestrutura Turística termina dia 18

coutoO deputado federal paraibano Luiz Couto (PT) alertou os prefeitos e secretários municipais paraibanos sobre o fim de prazo para entrega de projetos de infraestrutura turística ao Ministério do Turismo.
O sistema receberá as propostas somente até o próximo dia 16 de junho e poderá financiar principalmente as obras de calçamentos, pavimentação, construção de estradas turísticas, ferrovias, pontes, rodovias, túneis e viadutos; terminais rodoviários, edificações de uso público ou coletivo destinadas a atividades indutoras de turismo como centros de cultura, museus, casas da memória, centros de convenções, centros de apoio ao turista, teatros, centros de comercialização de produtos artesanais e mirantes públicos; centros de qualificação de mão-de-obra para os setores de gastronomia, hotelaria e turismo; parques ecológicos, temáticos e de exposições e rodeios; construção de pórticos e portais de entrada das cidades; praças e sinalização turística; restauração de edifícios, monumentos e conjuntos históricos e etc.
De acordo com o deputado, a análise das propostas obedecerá a ordem cronológica de recebimento. Portanto, é bom que se enviem os projetos o quanto antes possível, pois devido aos cortes no orçamento de 2015, os recursos são limitados.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Os proponentes deverão comprovar o exercício pleno dos poderes inerentes à propriedade do imóvel, conforme disposto no inciso IV, Art. 39 da Portaria Interministerial nº 507/2011/CGU/MF/MP;
O valor mínimo de transferência da União será de R$ 250.000,00 no caso de execução de obras e serviços de engenharia, exceto elaboração de projetos de engenharia, cujo valor mínimo será de R$ 100.000,00, conforme inciso I, Art.10 da Portaria Interministerial nº 507/2011/CGU/MF/MP, além de atender o disposto no Art. 25 da Portaria MTur Nº 112/2013.
Luiz Couto ressaltou ainda que para as obras de pavimentação, execução de calçadas, passeios, iluminação pública e ciclovias somente serão apoiados se os projetos estiverem associados a parques, praças, orlas e outros atrativos turísticos, sendo necessária a apresentação de mapa (croqui) que evidencie a associação àqueles atrativos. Quando o imóvel a ser utilizado for de domínio de outro ente federativo, far-se-á necessária autorização ou cessão de uso. Já quando se tratar de praça será necessária a apresentação de mapa (croqui) indicando a sua localização e relação com o turismo.
Para todos os objetos pleiteados serão necessários a apresentação de Declaração de Interesse Turístico, disponibilizada no sítio www.turismo.gov.br e no Sistema de Convênios do Governo Federal  (Siconv), assinada pelo titular da secretaria de turismo ou órgão equivalente, nos Estados e nos Municípios com mais de 50 mil habitantes e pelo respectivo prefeito nos demais municípios.
Ascom do Dep. Luiz Couto

Secretário de Infraestrutura de Guarabira fala sobre inundação no centro da cidade

secretárioDurante todo o dia desta sexta (02), diversas pessoas usaram as redes sociais e meios de comunicação de Guarabira, para criticarem o trabalho de drenagem que está sendo feito na Avenida Dom Pedro II. Estas críticas se deram por conta de mais uma inundação ocorrida no centro da cidade, após as chuvas caídas na região.

A nossa equipe de reportagem foi em busca de uma resposta da gestão municipal e conversou com o Secretário de Infraestrutura do município, vereador Marcus Diogo. Em entrevista ao repórter Juka Martins, ele falou sobre a inundação ocorrida no centro da cidade e também também a respeito do trabalho que vem sendo feito pela prefeitura. Marcus lembrou que este problema sempre existiu em Guarabira, mas que ao final da obra de drenagem, todos os transtornos estarão resolvidos definitivamente.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ele ainda aproveitou o espaço para alfinetar algumas pessoas que, segundo ele, torcem pelo mau de Guarabira e aproveitam situações como estas para fazerem críticas com fins politiqueiros, querendo jogar a população contra a administração do prefeito Zenóbio.

Confira a entrevista, na íntegra, no vídeo abaixo.

 

 

portalmidia

Falta saneamento básico e infraestrutura nas 10 cidades que mais recebem recursos federais no Estado

esgotoAs cidades da Paraíba que mais recebem recursos federais e que possuem os dez maiores valores do Produto Interno Bruto (PIB) vivem uma realidade contraditória. De um lado está o dinheiro, incluindo o correspondente ao Fundo de Participação dos Municípios (FPM); do outro, a precariedade em todos os cantos da cidade. Falta saneamento básico e infraestrutura adequada em todos esses municípios, que representam, também, os principais colégios eleitorais do Estado.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na lista dos detentores dos maiores PIBs estão: João Pessoa, Campina Grande, Cabedelo, Santa Rita, Bayeux, Patos, Sousa, Cajazeiras, Guarabira e Conde. Só as duas primeiras cidades da lista têm R$ 10,1 bilhões e R$ 5 bilhões respectivamente. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referentes ao ano de 2011. A disparidade entre os cofres das prefeituras e a realidade encontrada nas ruas é motivo de revolta entre a população.

Em Bayeux, na Região Metropolitana de João Pessoa, centenas de famílias vivem em situação de miserabilidade, apesar de o PIB do município ser R$ 836 milhões, o quarto maior da Paraíba. Em uma casa de três cômodos apenas, Claudete Santos, 48 anos, mora com quatro dos seis filhos e cinco netos. Os sinais da miséria que assola a família estão espalhados pela moradia, que fica à beira da maré, onde o mau cheiro é insuportável. A comunidade Nova Liberdade fica às margens da Avenida Liberdade, na divisa entre Bayeux e João Pessoa.

A pobreza que se contradiz ao PIB do município parece não incomodar Claudete Santos, que sobrevive com os R$ 110 que recebe do Bolsa Família, programa social do governo federal, e da pesca de marisco, atividade que rende, em média, R$ 100 por mês. Na comunidade onde mora falta praticamente tudo: esgotamento, calçamento, água, etc. Parece abandonada aos olhos dos gestores públicos, os quais só aparecem na localidade, segundo Claudete Santos, em tempo de eleição.
Por conta da infraestrutura precária, as crianças são proibidas de brincar fora de casa.

“Por conta da lama, aparece muito rato, barata e escorpião. É uma situação complicada, sempre foi assim. Duvido que algum dia isso mude”, afirmou Claudete Santos, que disse já ter se iludido com promessas de político. Hoje, segundo ela, isso não acontece mais. Morando na localidade há 12 anos, a dona de casa disse que não tem mais esperanças de ter uma vida digna, onde possa ter água, saneamento básico, iluminação e calçamento.

É nesse mesmo cenário que outras famílias tentam sobreviver. A aposentada Maria José da Silva, 67, disse que não sabe o que significa PIB, nem tem ideia do que o FPM representa. Contudo, não poupa críticas aos gestores públicos. “Se eu fosse prefeito ou governador eu teria vergonha de ver a população dentro do lixo. Sei que há muito dinheiro, o que falta é boa vontade mesmo”, afirmou a aposentada.

Em Bayeux, os problemas se repetem na área da Saúde e Educação. Segundo a comerciante Anatildes da Penha Moraes, o posto de saúde localizado no bairro São Bento quando tem médicos e dentistas, não tem o material necessário para o atendimento, como luvas descartáveis e seringas. “Quando tem o material, faltam os profissionais. É um grande problema que enfrentamos e ninguém resolve”, frisou Anatildes da Penha Moraes.

Valéria Sinésio – Jornal da Paraíba

Após emplacar filho na PBGás, Efraim Morais consegue nomeação de irmão como secretário estadual de Infraestrutura

J.Freitas
J.Freitas

Após emplacar o filho George Ventura Morais na presidência da Companhia Paraibana de Gás (PBGÁS), o ex-senador Efraim Morais, presidente estadual do DEM, conseguiu a nomeação de mais um membro da família, o irmão Inácio Bento de Morais, que será o novo secretário estadual de Infraestrutura.

O cargo era ocupado pelo próprio Efraim. A nomeação de Inácio Bento foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (08).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

MaisPB

UEPB recebe R$ 3,6 milhões em recursos para infraestrutura de laboratórios

UEPBA Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) conquistou recursos na ordem de R$ 3,6 milhões, com aprovação de projetos no Edital CT-Infra 01/2013, Chamada Pública do Ministério da Ciência e Tecnologia, por meio da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), para melhorar sua infraestrutura de laboratórios. O órgão do governo federal selecionou propostas de Instituições de Ensino Superior de todo o país para apoio financeiro a projetos de implantação de infraestrutura de pesquisa.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

No caso da UEPB, que teve importantes projetos aprovados, os recursos do Governo Federal, são destinados para a aquisição de equipamentos de pesquisa para o Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (NUTES), equipamentos para o Biotério do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), ambos instalados no Câmpus de Campina Grande, e para equipar e modernizar laboratório do Centro de Ciências Biológicas e Sociais Aplicadas (CCBSA) do Câmpus de João Pessoa.

Para o NUTES, foram conquistados recursos para a aquisição de estação de retrabalho de componentes convencionais; equipamento de inspeção óptica para placas de circuito impresso; equipamento de inspeção por Raio-X; câmara climática para uso em aplicações onde seja necessário simular exata e reprodutivamente as diferentes condições climáticas; máquina universal de ensaios mecânicos elétrica; reômetro capilar modelo e máquina de avaliação de impacto para plásticos.

 

Para o Biotério, a Universidade conseguiu no Edital CT Infra 2013, verba para adquirir um autoclave horizontal e para equipar uma sala de experimentação e análise, além de uma sala de ratos e uma sala de camundongos, ambas compostas por vários equipamentos.

Professora do Departamento de Odontologia do Câmpus de Campina Grande, a professora Nadja Oliveira Brito,disse que a aprovação dos projetos vem consolidar a pós-graduação na UEPB e estimular o desenvolvimento da pesquisa, além de ampliar a produção científica e o depósito de patentes da Instituição. Ela participou da elaboração do projeto do Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde.

“Com esse aporte financeiro, teremos como instalar no NUTES um laboratório de ensaios mecânicos e elétricos para dispositivos médicos, onde faremos certificação desses equipamentos para ANVISA e seremos referência no Brasil na área de regulação de equipamentos médicos. Teremos equipamentos como máquina universal de ensaios mecânicos de ponta, microdurômetro, equipamento de ensaio termomecânico, entre outros”, comentou a professora.

Já no Câmpus V, com a aprovação dos projetos, será possível criar mais um laboratório no curso de Ciências Biológicas, na área de Genética, e modernizar os equipamentos dos espaços de pesquisa já existentes. Foram conquistados recursos para aquisição de centrífuga de bancada refrigerada; sistema de análise de ácidos nucleicos e proteínas (termociclador, transiluminador, sistema de fotodocumentação e fontes e cubas de eletroforese); leitora automática de microplacas; estereomicroscopio com câmera digital acoplada e módulos para filmagem e montagem sequencial; microscópio eletrônico de varredura de bancada; sistema de cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC); ultracentrífuga preparativa e sistema profissional de evaporação rotativa.

Os equipamentos serão distribuídos para o novo laboratório de Biologia Celular e Molecular – Genética e os demais laboratórios do curso de Ciências Biológicas, além de servirem para o fortalecimento das linhas de pesquisa dos mestrados em Ecologia e Conservação e Ciências Farmacêuticas, que contam com alguns docentes do quadro atuando no Câmpus V. O material ficará a disposição de estudantes e docentes da UEPB e de outras instituições parceiras, para que possam desenvolver as atividades de pesquisa.

De acordo com o diretor do CCBSA, professor Francisco Jaime, a aquisição destes equipamentos representa um avanço para a área de pesquisa do curso de Ciências Biológicas e para a UEPB como um todo, uma vez que permitirá a montagem de uma estrutura moderna e equiparada aos melhores espaços de pesquisa do Estado, com muitos desses materiais, a exemplo do microscópio eletrônico de varredura de bancada, exclusivos dos laboratórios do Câmpus V da UEPB.

Sobre o CT-Infra

O edital CT-Infra apoia financeiramente projetos de implantação de infraestrutura de pesquisa. A escolha das propostas considerou o mérito e a abrangência dos subprojetos no contexto de Ciência, Tecnologia e Inovação, incluindo a contribuição para o desenvolvimento local, para a distribuição territorial das unidades de pesquisa e mitigação de assimetrias regionais.

Também foram considerados os impactos esperados no desenvolvimento das atividades de pesquisa e cursos de pós-graduação de cada subprojeto, além da qualificação e competência da equipe envolvida, utilização multiusuária dos equipamentos e da infraestrutura de pesquisa a serem implantados, entre outros aspectos. O prazo de execução dos projetos deverá ser de até três anos, período que pode ser prorrogado a critério da FINEP.

 

 

Assessoria