Arquivo da tag: imagens

Imagens fortes: fotos de Andressa Urach no hospital são divulgadas

andressaA agência de fotos The Grosby Group divulgou nesta segunda-feira (5) imagens de Andressa Urach durante sua internação no hospital Nossa Senhora da Conceição, em Porto Alegre. A modelo sofreu com complicações devido a aplicação de hidrogel nas coxas e esteve em estado grave em função da infecção gerada pelo produto.

Nas fotos é possível ver as cavidades por onde o hidrogel foi retirado, assim como os danos feitos pela infecção que colocou a vida da modelo em risco. Depois do período de internação, Urach recebeu alta e foi fotografada pela primeira vez em público em Florianópolis, no último dia 3, enquanto passeava pela praia lendo um livro. A modelo ainda exibia curativos nas coxas.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Entenda o caso
Andressa Urach ficou internada entre os dias 30 de novembro e 24 de dezembro de 2014 após ter graves complicações devido a aplicação de cerca de 500 ml de hidrogel em cada uma das pernas, feita há cinco anos.

O produto acabou gerando inflamações e a modelo passou por cirurgias para a retirada da substância. Ela chegou a apresentar quadro de sepse que foi combatido com medicamentos. Ela também sofreu uma parada cardíaca, e, no dia 1º de dezembro, teve parada respiratória, precisando da ajuda de aparelhos para respirar. O hospital nega que tenha ocorrido uma parada cardiorrespiratória, bem como rumores de que a modelo tenha sofrido amputações.

Quem é Andressa Urach?
Andressa Urach ficou conhecida depois de ser uma das participantes do concurso Miss Bumbum em 2012, e levar o título de vice campeã. A loira também foi o centro das atenções ao afirmar ter tido um caso com o jogador Cristiano Ronaldo.

A modelo foi dançarina do cantor Latino em 2012, mas abandonou a carreira para procurar novos projetos. Em 2013, Andressa participou da sexta edição do reality show A Fazenda da TV Record e protagonizou momentos inesquecíveis, como quando tirou a roupa na piscina.

Atualmente, Urach integra a equipe do programa Muito Show da RedeTV!, onde entrevistava políticos com perguntas indiscretas.

***ATENÇÃO: AS IMAGENS A SEGUIR SÃO FORTES***

Fotos: The Grosby Group

Terra

Secretaria de Segurança divulga imagens do momento em que adolescente atira em estudante na Capital

videoA Secretaria de Segurança de João Pessoa divulgou na tarde desta sexta-feira (21) as imagens das câmeras de segurança que mostram o momento em que um adolescente atirou numa estudante dentro da escola Violenta Formiga, no bairro de Mandacaru, em João Pessoa.

As imagens mostram o acusado subindo a rampa da escola e o momento em que ele atira três vezes na estudante. Logo em seguida, o acusado desce a rampa tranquilamente como se nada tivesse acontecido, enquanto os colegas tentam socorrer a jovem.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

No momento em o adolescente estava saindo da escola, uma funcionária tenta conversar com ele que não dar atenção, levanta a camisa e mostra que está armado. Logo em seguida, o acusado se dirige ao portão de entrada da escola e, com medo, o porteiro abre o portão e ele foge correndo, pula a grade da escola e vai embora.

 

Paulo Cosme

 

Polícias do PR investigam imagens de nudez e sexo de pessoas uniformizadas

nudezAs polícias do Paraná investigam pelo menos três casos que envolvem imagens de nudez e sexo com pessoas vestindo uniformes das corporações.

No caso mais recente, a imagem de uma mulher seminua vestindo um colete da Polícia Militar está sendo vinculada a uma foto do rosto de uma policial militar.

As imagens começaram a circular inicialmente em grupos fechados do WhatsApp que reúne policiais e se espalhou pela internet. A foto da mulher seminua era enviada aos destinatários e, na sequência, também era compartilhada a foto com o rosto da policial, como se fossem a mesma pessoa. O Comando da PM quer identificar o autor da associação.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Além da investigação interna da PM, o caso também está sendo investigado pelo Núcleo de Combate aos Ciber Crimes (Nuciber), onde a policial registrou um boletim de ocorrência por crime contra a honra. Ela nega ser a pessoa fotografa sem roupa.

A militar também utilizou seu perfil no Facebook para comentar o caso. No texto, ela alerta que o caso não ficará esquecido e adverte o autor da postagem da foto que “você mexeu com polícia e não com criança”.

A assessoria de comunicação da PM informou que a corporação está estudando as medidas legais para identificar o autor da postagem. Em nota encaminhada à reportagem, a PM afirma que “ao funcionário público ofendido em situações de divulgação de imagens cabe buscar os seus direitos conforme legislação vigente e representar contra seu ofensor em uma delegacia, conforme o caso da policial militar citada nas mídias sociais”.

Em relação a foto da mulher seminua, a PM diz que “se ficar comprovado que seja uma policial, ou um policial que emprestou as vestimentas para a foto, fica este passível de responsabilização severa já que fere ética e moralmente a legislação castrense”.

Policia Civil

Em outro caso, a imagem de uma mulher ajoelhada sobre uma cama e vestindo uma camiseta preta semelhante às utilizadas por policiais civis do Paraná também circula por grupos do WhatsApp.

Na foto, a mulher porta uma arma, presa em uma calcinha branca. A arma se assemelha a uma pistola, também utilizada pela Policia Civil.

De acordo com a assessoria de imprensa da instituição, a foto não contém elementos que possa levar a identificação da mulher, que está de costas. A coordenação da Polícia Civil admite haver semelhanças entre a camiseta e a arma –marca Taurus calibre .40– utilizadas na instituição, mas ressalva que a pistola pode ser um simulacro e o vestuário pode ter sido confeccionado sem o conhecimento da polícia.

Sem a identificação da mulher, a Polícia Civil coleta dados para saber a origem da foto, sem instauração de procedimento oficial. A assessoria de imprensa do órgão afirma que se for comprovada a condição de policial da mulher, ela poderá responder a procedimento interno e ser suspensa da função por um período de até 60 dias, por infração às normas da polícia.

Se a mulher não pertencer à instituição e se for comprovada que a arma é verdadeira, ela poderá ser indiciada por posse ilegal de arma. Quanto ao uso da camiseta, a Polícia Civil informou que não existe padronização das camisetas e apesar das semelhanças, cada delegacia pode confeccionar o vestuário para os policiais.

Guarda Municipal de Maringá

Em setembro, em Maringá, na região norte do Estado, a Guarda Municipal da cidade instaurou processo administrativo contra um membro da instituição investigado por ter postado um vídeo com cenas de uma relação sexual em um blog sobre fetiche por homens fardados.

Nas imagens, o servidor público aparece vestindo uma camiseta da guarda municipal durante uma relação com outro homem. O vídeo se espalhou pela cidade e motivou a abertura de uma investigação da corporação.

O diretor da Guarda Municipal de Maringá, João Carlos Virmond de Porto, disse que o funcionário foi identificado e, ao ser chamado para depor, confirmou estar utilizando a camiseta da corporação durante o registro do vídeo.

O homem também afirmou ser homossexual, mas negou que tivesse divulgado o vídeo íntimo. Ele não soube explicar como as cenas foram postadas no site.

Apesar das explicações, ele está respondendo a um processo administrativo e pode ser exonerado do serviço público por falta de decoro.  A conclusão do processo deve ocorrer nos próximos dias. Até lá, o funcionário continua exercendo sua atividade na área interna da instituição, onde trabalhava anteriormente.

 

Uol

Justiça determina retirada de vídeo veiculado no Youtube com imagens da primeira Dama do Estado

juizO juiz José Ferreira Júnior, titular da 10ª Vara Cível da Capital, concedeu parcialmente, nesta quinta-feira (15), a antecipação de tutela, para determinar a imediata remoção dos vídeos divulgados no Youtube (de propriedade da Google Brasil Internet Ltda) com imagens e som de cena tida como privada que envolve a primeira dama do Estado da paraíba, Pâmela Monique Cardoso Bório.

O não cumprimento da decisão judicial incidirá em multa diária, em desfavor da Google, no valor de R$ 500,00 , até o limite máximo de R$ 30 mil.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A ação foi ajuizada por Pâmela Bório (promovente) contra Alan Kardek Borges de Souza, proprietário do ‘blogdokardek’ (primeiro promovido); e a Google Brasil Internet Ltda, responsável pelo Youtube, site exclusivo de divulgação de vídeos (segundo promovido).

O nome do blogueiro Alan Kardek é citado, na condição de primeiro promovido, porque o vídeo em questão foi, inicialmente, veiculado no blog do mesmo (www.blogdokardec.com.br), no dia 12 de setembro de 2014.

Por determinação da Justiça Eleitoral, o vídeo foi retirado do blogdokardek no dia 13 de setembro de 2014, um adia após ser postado. A decisão ocorreu após a Justiça acatar representação judicial ajuizada pelo Sr. Ricardo Vieira Coutinho, esposo da promovente. Todavia, o vídeo continuou sendo veiculado no Youtube, fato gerador da Ação em questão, que teve despacho nesta quinta-feira, com decisão proferida pelo Juizado da 10º Vara Cível da Capital.

No processo, a primeira dama Pâmela Bório pede, também, indenização por danos morais. Sobre essa questão, o juiz José Ferreira designou audiência de conciliação, instrução e julgamento, para o dia 02 de dezembro de 2014, às 15:45, na 10ª Vara Cível, no Fórum Cível de João Pessoa, oportunidade em que, segundo decisão do magistrado, as partes promovidas (Alan Kardek e a empresa Google) terão de comparecer sob pena de revelia, bem como deverão apresentar suas respectivas defesas, caso não haja acordo.

Entenda o Processo – Pâmela Monique Cardoso Bório, qualificada, ingressou com Ação de Indenização por Danos Morais com Pedido de Antecipação de Tutela, aduzindo em síntese que é jornalista e que teve seu nome e reputação manchados em face de matéria publicada no site do primeiro promovido, destacando que vem sofrendo agressões morais, uma vez que as matérias divulgadas, pelo primeiro promovido, em seu site eletrônico (www.blogdokardek), tem caráter vexatório, não utilizando o vídeo como meio de comunicação, mas, como instrumento de perseguição politica ao atual Governador do

Ainda na ação, a promovente destaca que a matéria publicada no dia 12 de setembro, do corrente ano, fez chegar ao conhecimento público, sem autorização, fato de sua vida privada. Pâmela Bório alega, também, que as imagens que entende ofensivas, foram publicadas também através do sítio www.youtube.com.br, de propriedade da segunda promovida (google).

Por fim, na ação, a promovente requer, também, liminarmente, a imediata remoção do mesmo vídeo divulgado pela segunda promovida, no site Youtube.

 

TJPB

Jovem é morto com 15 facadas e pauladas na cabeça; imagens fortes

videoImagens cedidas pela Polícia Civil do Estado do Piauí comprovam que a maioria das mortes ocorridas em Teresina são ocasionadas por brigas de gangues.

As imagens são fortes e mostram o momento em que um jovem é morto por dois rapazes na região do Grande Dirceu, no dia 08 de agosto, por volta das 23 horas.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

É possível observar o momento em que o jovem é esfaqueado por 15 vezes e cerca de 06 pauladas ferem sua cabeça.

Em seguida, outro jovem aparece no vídeo e tenta socorrer a vítima, el porta um arma de fogo e ameaça os assassinos, mas a arma falha e ele empreende fuga imediatamente por medo de também ser morto pela dupla de homicidas.

Segundo informações, os suspeitos de realizar o homicídio são Lace e Leonardo Ximenes Sousa, irmão integrantes de uma dasgangues.

A polícia civil realizou investigações e descobriu que os irmão foragidos estariam na cidade de Piripiri. Assim, o delegado Gustavo Jung, do 1° Distrito Policial de Piripiri passou a apurar o caso na cidade e identificar os acusados.

Segundo ele, Lace foi capturado no dia 22 de setembro no bairro São João e Leonardo foi encontrado em uma casa abandonada no bairro Petecas.

Leonardo já tem cerca de doze passagens pela polícia pelos crimes de homicídio, tráfico de drogas e porte ilegal de armas.

Os irmão foram indiciados por homicídio e poderão ter que cumprir pena de 12 a 30 anos de prisão.

Diante dessa realidade pautada pela violência, famílias do Grande Dirceu evitam ficar fora de casa.

Há informações de que existem pelo menos três gangues brigando pelo tráfico de drogas na região.

 

Confira o vídeo na íntegra:

Portal Meio Norte

Veja imagens e ouça novos diálogos da briga de pai e madrasta com Bernardo Boldrini

bernardoZero Hora teve acesso à íntegra — áudio e imagem — da gravação, que no total tem 28 minutos, de uma briga familiar em que Bernardo Uglione Boldrini, 11 anos, recebe veladas ameaças da madrasta Graciele Ugulini, em casa, em Três Passos.

As imagens mostram que, quando o menino começou a gritar por socorro, o casal — Graciele e Leandro Boldrini — estava no quarto, com a meia-irmã de Bernardo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Boldrini levanta da cama assim que o filho grita, e sai. Aparece na imagem a mão de Graciele mexendo em uma coberta, provavelmente na tentativa de encobrir o celular. O aparelho que grava as imagens e som pertence ao médico. Ao longo dos minutos de gravação, Boldrini fala com o filho no que parece ser uma tentativa de mediar a briga dele com a madrasta.

Por mais de uma vez Bernardo repete:

— Eu quero me matar!

Veja as imagens:

Enquanto o menino grita e é xingado, Graciele também dedica atenção à filha de um pouco mais de um ano, que está na cama, a chama de “meu amor” e é possível ouvir o som de um beijo. Com voz carinhosa, ainda brinca com a menina.

Durante a discussão, Boldrini medicou o filho. Ao final da gravação, Bernardo está com a voz grogue, mas ainda repete que querem matá-lo. Ao final do vídeo, a madrasta sussurra:

— Trouxa, retardado.

A existência da gravação foi revelada na terça-feira, durante depoimentos naprimeira audiência do caso.

A polícia e o Ministério Público consideram que o vídeo reforça a convicção das autoridades de que Boldrini sabia e participou do assassinato do filho. As imagens foram recuperadas por peritos do Insituto-geral de perícias (IGP).

Veja a transcrição do áudio do vídeo:

Bernardo: Socorro! Socorro! Socorro! Socorro!
Leandro: Vai te acalmar, e vai pro teu quarto.
Bernardo: Socorro, me tirem daqui. Socorro (vários gritos)!
Leandro: Respeita tua irmã, Maria, aqui.
Bernardo: Socorro!
Leandro: Respeita tua irmã.
Bernardo: Socorro!
Leandro: Ela tá escutando tudo isso que tu tá falando.
Bernardo: Socorro (vários gritos)! Meu pai me agrediu!
Graciele: Fecha a porta!
Bernardo: Eu quero denunciar, empresta o telefone. Empresta, eu quero denunciar.
Leandro: Quem manda sou eu…
Bernardo: Eu quero denunciar. Empresta!
Leandro: Ou tu entra ou tu sai e chora, e se tu entrar tu vai falar baixo.
Bernardo: Empresta o telefone agora. Empresta! Empresta o telefone, Empresta o telefone agora! Quero, empresta, tu falou que eu podia denunciar, então empresta. Empresta!
Leandro: Tchê, a Maria…
Graciele: Vai lá, vai até lá…
Bernardo: Empresta…
Graciele: Sim, quer o telefone emprestado pra denunciar? Ah, tá… (risada).
Bernardo: Empresta, empresta!
Graciele: Quer denunciar, se vira. Não empresto, te vira!
Leandro: Ó, não dá pra abrir, olha aqui a Maria, rapaz. Escuta aqui ó. Que bagunça é essa.
Bernardo: Eu vou denunciar… Socorro!
Leandro: E fecha a porta, né.
Bernardo: Viu, as pessoas tão olhando. As pessoas tão olhando…
Graciele: Então vai lá, vai lá pedir socorro, vai lá.
Leandro: Vai lá.
Graciele: Tu que tá pedindo. Tu que tá gritando.
Leandro: Quem é que começou a bagunça?
Bernardo: Vocês me agrediram, tu me agrediu.
Graciele: E vou agredir mais… A próxima vez que tu abrir a boca pra falar de mim, eu vou agredir mais.
Leandro: Xingando ela… Ninguém merece ser xingado, né, rapaz.
Graciele: Eu vou agredir mais. Eu não fiz nada em ti.
Bernardo: Fez sim. Tu me bateu.
Graciele: (Risada). Tu não sabe do que eu sou capaz de fazer.
Bernardo: Tu me bateu.
Graciele: Tu não sabe.
Bernardo: Tu me bateu!
Graciele: Eu não tenho nada a perder, Bernardo. Tu não sabe do que eu sou capaz. Eu prefiro apodrecer na cadeia do que ficar vivendo nesta casa contigo incomodando. Tu não sabe do que eu sou capaz.
Bernardo: Queria que tu morresse.
Graciele: Tu não sabe do que eu sou capaz. Vamos ver quem tem mais força. Aí nós vamos ver quem tem mais força. Ah, nós vamos ver quem tem mais força.
Bernardo: Queria que tu morresse.
Graciele: É, então nós vamos ver quem vai para baixo da terra primeiro.
Bernardo: Tu. Tu vai!
Graciele: Então tá, se tu tá dizendo.
Bernardo: Tu vai, sim, tu vai.
Graciele: Vamos ver quem vai primeiro.
Leandro: Bah, Bernando, eu fico com pena de ti. Fico com pena de ti, cara. A tua mãe te botou no mato, cara. Deus o livre, te abandonou.
Bernardo: E tu traiu ela.
Leandro: O moleque ainda tem isso na cabeça.
Graciele: É, ela que andava com tudo que é homem aí, ó. Ela que era vagabunda, Bernardo.
Bernardo: Não era. Minha mãe não era vagabunda.
Graciele: Então vai perguntar pras pessoas da cidade o que a tua mãe fazia. Pergunta.
Bernardo: Ela não era vagabunda.
Graciele: Então pergunta pras pessoas da cidade o que tua mãe fazia pro teu pai.
Leandro: Eu sei que tua mãe era o máximo pra ti, mas simplesmente ela te abandonou.
Bernardo: Não, ela não me abandonou. Tu estava brigando com ela…
Graciele: Ela que tentou matar o teu pai.
Bernardo: Porque ele tava incomodando ela.
Graciele: É, é..
Leandro: Foi lá na vila com o cara, comprou uma 38, foi lá no consultório com duas balas…
Bernardo: Ela devia ter te matado mesmo. Tinha que te ter matado mesmo.
Leandro: E o que ia sobrar de ti?
Bernardo: Tinha que ter te matado.
Leandro: O que eu que tenho que ver, cara? Eu tenho que pagar a minha vida por causa de gente à toa? Gente que não presta?
Bernardo: Tomara que tu morra, e essa coisa aqui morra junto.
Graciele: Tu vai ir antes. Doente do jeito que tá desse jeito. Igual tua mãe, teu fim vai ser igual tua mãe.
Bernardo: Não!
Graciele: Então tá.
Leandro: Eu salvo uns quatro ou cinco todo dia e tiro as pessoas de dentro do caixão, passam uma ou duas semanas caminhando lá no consultório.
Bernardo: Não tira!
Leandro: Eu acho que eu tenho uma função nesse mundo.
Bernardo: Morrer, mas tem que morrer.
Leandro: Eu morro a hora que Deus quiser.
Graciele: A hora que Deus quiser (risada).
Leandro: A hora que Deus quiser. Não é pela tua boca.
Bernardo: Tu vai morrer.
Leandro: Me respeita.
Bernardo: Eu vou rezar pra tu morrer.
Graciele: Então reza, começa agora. Te ajoelha aí, ó.
Leandro: Vai ficar 20 anos… Quanto mais tu rezar pra mim morrer, pior vai ser, porque mais eu vou durar.
Bernardo: Eu quero que tu morra! Aquele dia eu…
Leandro: Quem foi?
Bernardo: Não te interessa!
Leandro: É, é “froinha”, que não é capaz de falar. Se fosse macho falava.
Bernardo: A polícia!
Graciele: Vai lá então. Vamo! Desce lá.
Bernardo: Não!
Leandro: Ó, vou falar com eles…
Graciele: Desce lá. Vai, vai lá, Bernardo. Não, vai, deixa ele!
Bernardo: Não.
Graciele: Deixa ele.
Bernardo: Tu me agrediu, tu me agrediu.
Graciele: Vai lá, Bernardo, vai lá.
Bernardo: Eu vou falar, ó, eu tenho uma a… aqui. Eu tenho uma… aqui.
Graciele: Vai indo, vai. Cagão. Ô cagão. Ô cagão, desde lá cagão. Cagou nas calça. Cagou nas calça.
Bernardo: Vamo, apura.
Graciele: Como, vamo? Cagão, vai atrás do teu pai? Vai lá macho. Vai lá cagão.
Bernardo: Meu pai me agrediu.
Graciele: Vai, vai dizer então, vai cagão.
Bernardo: Tu me bateu, tu me bateu. Tu me agrediu!
Leandro: Ó, eu faço tudo que é coisa certa, tem polícia na frente da minha casa sábado de noite, né.
Graciele: É, aham.
Bernardo: Tu me bateu também.
Graciele: É um cagão, ó, agora vai de atrás do papai, né. Cagão.
Leandro: Vamos conversar…
Bernardo: Tu me bateu… Conta que tu me bateu…
Leandro: É esse aqui que eu te disse. É esse remédio aqui que eu te disse.
Bernardo: Eu quero me matar.
Leandro: Precisa de uma água… Quantos quilos que tu tem?
Bernardo: Não sei…
Leandro: Umas 20 gotas.
Graciele: Sessenta gotas.
Bernardo: Eu vou me matar, eu vou…
Graciele: Dá uma faca, Leandro.
(Bebê chora)
Graciele: O quê? O que, meu amor? O quê? Tá frio, né, mimosa? Tá frio, tá frio.
Bernardo: Meu pai tá mandando eu dizer…
Leandro: Eu não mandei.
Bernardo: Tu disse.
Leandro: Você sabe o que tá fazendo.
Bernardo: desculpa, Kelly.
Leandro: Você sabe o que tá fazendo.
Gracile: Que seja a última vez, Bernardo.
Bernardo: Não, eu quero me matar…
Graciele: Trouxa. Retardado esse guri. Um louco, um louco.
Graciele: O que a polícia disse?
Leandro: Disse que ia acontecer, que é pra ligar pra lá.

 

 

Como teria ocorrido o crime:

 

 

Zero Hora

Shopping divulga imagens de segurança e contesta ‘agressão’ a empresário em JP

agressaoO Shopping Manaíra divulgou na manhã desta segunda-feira (14) uma nota de esclarecimento sobre acusações que sofreu no último sábado (12) de um cliente que relata ter sofrido agressões de um segurança do estabelecimento.  O cliente afirmou em depoimento que foi agredido quando tentava entrar no estabelecimento para pegar os filhos que tinha acabado de sair do cinema e o aguardava.

De acordo com a assessoria do Shopping, o estabelecimento prestou queixa na delegacia de polícia e vai aguardar a posição da polícia.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Veja a nota de esclarecimento divulgada na página do shopping no Facebook:

paraiba.com.br

Diocese vai acionar Justiça contra grupos que destruíram imagens católicas no Sertão da PB

A imagem destruída
A imagem destruída

Intolerância religiosa é o que pode se dizer sobre o fato ocorrido por um grupo religioso contra a crença da comunidade católica, que acredita em Nossa Senhora, que teve a imagem quebrada e queimada, na cidade de Carrapateira, a 384 km de João Pessoa, no Sertão da Paraíba. O caso foi identificado nessa terça-feira (3).

O município tem cerca de 2,5 mil habitantes. Além de quebrar, o grupo ainda urinou e cuspiu na imagem da santa de pouco mais de um metro.

O padre Quirino Pedro, administrador da Paróquia Santo Afonso, em Carrapateira, lamentou o episódio e a falta de compreensão de algumas pessoas. Segundo ele, a intolerância religiosa não leva a nada, uma vez que, todos são filhos de um mesmo Deus. “E este mesmo Deus que é filho de Nossa Senhora, escolhido por ele para ser a mãe do filho e a filha do filho, assim como nós, seres humanos”, disse.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
O padre contou que o fato deixou todos preocupados porque além do grupo ter cometido o vandalismo, ainda atacou os católicos. “Estão fazendo a cabeça das crianças para repudiarem Nossa Senhora, estão chamando as pessoas de satanás tanto nas escolas, nas ruas quanto na porta da igreja, revelou.

De acordo com as denúncias do padre, as pessoas que estão fazendo esses atos de vandalismo pertenceriam à igreja Pentecostal Rio de Águas Vivas dirigida por Luiz Lourenço, mais conhecido por Pastor Poroca. O padre informou que as providências jurídicas sobre o caso serão tomadas pela Diocese do município de Cajazeiras, da qual a paróquia de Carrapateira faz parte.

O vigário geral da Diocese de Cajazeiras, padre Agripino Ferreira de Assis, em substituição ao arcebispo Dom José Gonzalez que está viajando, emitiu uma nota de agravo divulgada no site da Diocese no início da tarde desta quarta-feira (4).

O representante da igreja católica lamentou que fatos como esse ainda ocorram em pleno século 21, e “justamente na semana de oração de unidade pelos cristãos para que haja proclamação da boa nova, com respeito a liberdade religiosa”, reclamou.

Padre Agripino informou que irá comunicar o fato ao Ministério Público para que acione a Justiça. “Nós respeitamos a liberdade de culto e queremos também que sejamos respeitados, queremos respeito para quem professa a fé católica” enfatizou.

Ex-católicos 

O pastor Poroca se defendeu as acusações dizendo que não determina que nenhum fiel de sua igreja cometa atos de vandalismo contra nenhuma religião. Ele deu sua versão dos fatos dizendo que teria sido um grupo de ex-católicos que teria se convertido e destruído as imagens que tinham em casa.

“Pelo que eu sei, não há a notícia de que alguém tivesse destruído imagem de ninguém e jamais aceitaria que isso ocorresse”, rebateu. Quanto ao fato dos fieis terem destruído as imagens que pertenciam a eles próprios, o pastor disse que não é ele quem ‘manda’ fazer isso, mas a bíblia.

“Eu não condeno, mas a bíblica condena. Pelo menos 437 vezes é mencionado que a imagem é maldita. Na segunda crônica, no capítulo 32 versículo 4, por exemplo, o rei Josias pôs os possuídos abaixo e quebrou as suas imagens e limpando o altar de Deus”, justificou.

O pastor Poroca, conforme informou, prega em pelo menos seis cidades da região de Sousa, realizando cultos em municípios como Carrapeteira, Marizópolis, Vieirópolis e Nazarezinho, no Sertão da Paraíba. Ele disse que possui cerca de 600 fiéis.

Leia a seguir a nota de agravo emitida pela Diocese de Cajazeiras:

“Imagem de Nossa Senhora é profanada na Cidade de Carrapateira

 

Fico pensando na falta de tolerância espiritual com que algumas mentes vazias de conceitos têm. A religiosidade e suas manifestações são protegidas pela Lei da Constituição Federal que diz:

 

“é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;“ (Art. 5, inc. VI)

 

Se fossemos olhar apenas o direito à expressão religiosa que todos têm já seria o bastante para argumentar tamanha ignorância que aconteceu ontem na Cidade de Carrapateira, sede da Paróquia de Santo Afonso, que tem como Administrador Paroquial, o Pe. Querino Pedro Cirilo. Segundo informações repassadas pelo próprio Sacerdote, a Cidade de Carrapateira está passando por uma série de preconceitos religiosos. Um imagem de Nossa Senhora foi profanada quando urinaram sobre a mesma e ataram fogo depois de jogarem gasolina. Além disso, também uma tentativa de corromper o pensamento das crianças com difamações contra Nossa Senhora.

 

Sabe-se que todos têm direito e liberdade de expressar sua fé, mas viola a Leio e o valor ético quando interfere e mais ainda, difama e agride a Fé alheia. Os Católicos veneram Maria como Mãe de Deus e da humanidade e para tanto merece o mínimo de respeito. Se for para justificar pela Palavra de Deus, também está escrito que:

 

“todas as gerações a chamarão de Bem-Aventurada” (cf. Lc 1, 48)

 

Todas as gerações, não pode ser interpretada como uma parte dela, mas todas, sem distinção. Aos que não aceitam, conhecem a Palavra, mas a Palavra ainda não lhe tocou o coração. Somente para refletir!

 

Por Hacéldama Borba e Luciana Rodrigues

Cenas do Filme JACKSONS E IMAGENS será gravado em Alagoa Grande

Jackson do PandeiroA partir do próximo dia 18, Alagoa Grande vai ser palco da gravação do longa metragem JACKSON E IMAGEM, projeto aprovado pelo cineasta Marcus Antônio de Oliveira Vilar, do edital Walfredo Rodrigues de Audiovisual. O Projeto tem como empresa produtora a Leme Produções Culturais, sediada na cidade de João Pessoa.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
A obra audiovisual será filmada em vídeo digital, em cor, com gravações nas principais cidades em que o artista Jackson do Pandeiro se consagrou Alagoa Grande, Campina Grande, João Pessoa e Recife, além de imagens de sua carreira no Rio de Janeiro e Brasilia, onde o mesmo veio a falecer. A produção será composta por uma equipe de técnicos selecionados no mercado paraibano, durante a pré-produção do projeto, além de se promover uma abertura para estagiários a fim de fomentar a atividade cinematográfica no Estado. Da mesma forma será priorizado o aluguem de equipamentos de empresas de audiovisual local. A finalização será em HD Digital, tudo editado na Paraíba. O lançamento do filme será em João Pessoa, Campina Grande e Alagoa Grande,e posteriormente será inscrito em diversos festivais nacionais e internacionais, além da expectativa de um espaço no mercado comercial.
O projeto tem parceria com a Prefeitura Municipal de Alagoa grande e da Secretaria de Educação e Cultura.

Blog do Rildo com Eudes Vidal – Coord. Dep. de Cultura

Construção da estrada que liga Casserengue-Solânea segue a todo vapor; veja as imagens

 

07A realização de um sonho antigo dos moradores de Casserengue está cada vez mais perto de se concretizar. Nessa quinta-feira (28) a equipe do FOCANDO A NOTÍCIA flagrou o andamento das obras da estrada que liga o município ao resto do estado. Máquinas realizam o trabalho de terraplanagem da rodovia.

 

Há anos, a população de Casserengue sofre com o trecho que durante a seca fica esburacado e, durante a chuva, fica impossibilitado de transitar. A obra, de realização do governo do estado, durante muitos anos foi anunciada, mas somente agora sob o mandato de Ricardo Coutinho (PSB) está sendo finalmente construída.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A economia do município de Casserengue depende em grande parte da agricultura e com a construção da estrada toda a população será beneficiada e os agricultores terão uma ferramenta a mais para incrementar a sua produção, já que a obra facilitará o escoamento dos produtos agrícolas.

 

Além disso, segundo o prefeito Luís Carlos (Carlinhos-PSD), a prefeitura terá uma grande economia com a manutenção de veículos. “Nós sabemos que por mais que nós ajeitemos os nossos veículos, mas gastamos muito com manutenção. Esse ano já gastei mais de R$ 30 mil com manutenção de veículos, porque estavam quase todos com muita dificuldade de locomoção com a chegada desse asfalto não vamos mais ter esses gastos elevados e isso fará uma grande diferença no orçamento da prefeitura”, relatou Carlinhos.

 Imagens da rodovia:

Redação/Focando a Notícia