Arquivo da tag: Igreja

Igreja Batista da Lagoinha apoia o CLF  – Conferência Global On-line 2020

O congresso global de pastores e líderes cristãos é gratuito, terá tradução e será realizado nos dias 25 a 27 de junho, pelo aplicativo Zoom

Com o intuito de estreitar os laços de amizade entre os ministérios e convidar para o CLF, Conferência Global online 2020, no dia 18 de  junho, o pastor Richarde Guerra, representante do Ministério Igreja Batista da Lagoinha, e demais pastores, participaram de uma vídeo chamada com o presidente da Missão Boa Notícia do Brasil, pastor José Kim.

Conforme as palavras do evangelista da Missão Boa Notícia, Carlos Araújo, foi uma maravilhosa graça poderem ter se encontrado com pessoas que estão preocupadas em pregar o verdadeiro evangelho.

Durante a reunião  o pastor Guerra disse o seguinte:

“Compreendemos que os movimentos que estão acontecendo não são projetos humanos, mas é o Espírito Santo se movendo para uma convergência,  que talvez, seja a nossa última oportunidade para  trazer um grande avivamento, um grande volume de salvação, antes da vinda de Cristo, então, vejo com excelentes olhos e o Pastor Márcio (pastor presidente da Igreja Batista da Lagoinha), também, queremos colaborar humildemente com aquilo que podemos, em termos de divulgação, em termos de mobilizar os nossos líderes para participarem deste seminário, e todo o tipo de informação que vocês quiserem enviar, nós podemos usar as plataformas que nós temos, como meio de comunicação.”

O pastor demonstrou seu ponto de vista dizendo que devemos nos organizar para que tenhamos respostas assertivas, e concluiu concordando com a fala do pastor Ock Soo Park: “A Bíblia tem todas as respostas para as questões da humanidade”. “Este congresso veio em muito boa hora. Contem conosco. No que humildemente pudermos ajudar,  dentro do limite somar,  estamos à disposição, Deus abençoe a todos”.

A assessoria de imprensa da Igreja Missão Boa Notícia (MBN) realizou uma entrevista com o  pastor Richarde Guerra, sobre como foi seu primeiro contato com a MBN, as suas perspectivas e as dificuldades encontradas pela Igreja nos dias de hoje.

  1. Pastor Richarde Guerra, qual foi o seu primeiro contato com a Igreja Missão Boa Notícia?

Foi através do convite da Missão Boa Notícia ao Pr. Márcio Valadão, para participar de uma videoconferência, recentemente. Fui então, solicitado a representá-lo na mesma, até então, meu conhecimento era bem periférico, mas posso dizer que a igreja coreana de uma forma geral, sempre foi uma grande inspiração para nossa igreja como modelo sustentável e bíblico de crescimento.

  1. Qual a sua impressão em relação à Missão Boa Notícia após ver os trabalhos apresentados ?

A melhor possível, tanto pelo alcance global, quanto pela excelência laboral, mas principalmente,  pelo notório zelo pelas sagradas escrituras.

  1. Na sua percepção, quais são as maiores dificuldades encontradas em um ministério e como as igrejas poderiam trabalhar juntas?

Hoje, nosso maior inimigo é a cosmovisão pós moderna que assola o mundo com o pensamento relativista e muita permissividade, com tal agudeza que tem percolado dentro da própria igreja, que pela tentação pragmática, tem cedido de várias formas às tendências humanistas e materialistas. As igrejas podem ter diferentes interpretações da fé, mas dentro do protestantismo temos a mesma fé, é ela que precisamos unir, para defender, não só na esfera eclesiástica ou familiar, mas em todas as demais esferas de influência da sociedade.

  1. A Igreja Batista da Lagoinha possui hoje uma média de 539 igrejas no Brasil e no exterior, poderia nos explicar brevemente, como foi este crescimento?

Partiu do coração de Deus colocar no coração do Pr. Márcio Valadão,  a visão de que chegará o tempo de compartilharmos aquilo que Ele tem nos dados às nações, até os confins da Terra. Desde então, começamos as implantações das igrejas, a partir,  da visão de pequenos grupos, algo sobrenatural tem ocorrido, em apenas quatro anos, mais de 500 (quinhentas) igrejas, em mais de 20 países foram inauguradas, temos muito a aprender, há muito a fazer, só a bondade de Deus para tal milagre, cremos que é só o começo.

A Igreja Missão Boa Notícia  possui 1.256 Igrejas espalhadas pelo mundo e conforme  a visão  do seu fundador, pastor Ock Soo Park, este é o tempo em que as Igrejas precisam se unir,  para pregar o evangelho genuíno escrito na Bíblia. Vamos fazer isso juntos, através do CLF – Conferência Global On-line 2020.

Agenda

Próximo evento

CLF CONFERÊNCIA GLOBAL ONLINE 2020

Tema: Você está pronto para voltar?

 

Acesse o link  de inscrição:

https://forms.gle/k3gQqqQwtt59FpRX8

 

@clfbrasil

 

@missaoboanoticia

Maiores informações sobre o CLF pelo telefone: (11) 99571-6338

Número whatsapp dos pastores organizadores do CLF

São Paulo: Pastor Davi: (11) 97055-4160

Zona leste São Paulo: Evangelista Helbert: (11) 97313-8808

São Bernardo do Campo: Pastor Isaque Kwon: (11) 99197-5177

 

Campinas: Missionário Paulo Jung: (11) 99320–5621

Rio de Janeiro: Pastor Eliseu Choi: (21) 99306–0111

Porto Alegre: Pastor Marcos Kim: (51) 98205-6702

Brasília: Pastor Daniel Jo: (61) 99833-3478

Exterior

Lisboa de Portugal: Pastor André Bae: +351 968 647 014

Maputo de Moçambique: Pastor David Choi: + 258 84 858 2394

Luanda, Angola: Pastor Onésimo Oh: +244 941 99 12 14

 

 

 

“A Igreja Católica não faz barganhas”, responde CNBB aos participantes da reunião entre Bolsonaro e TVs “católicas”

O Brasil tem se tornado um exemplo mundial daquilo que não deve ser feito diante de uma pandemia. Até seu grande aliado, o adorado Donald Trump, tem colocado o governo Bolsonaro como exemplo negativo de gestão diante do coronavírus. Os despropósitos, inclusive a má vontade, se tornaram notícia cotidiana, que o atual presidente tenta esconder, custe o que custar.

O dinheiro público está sendo usado para buscar apoio no Congresso e na mídia, inclusive entre alguns meios de comunicação católicos. A publicação, neste sábado, dia 6/06/2020, no Jornal Estado de São Paulo, do conteúdo de uma reunião por videoconferência, acontecida no dia 21 de maio, entre o Presidente da República, Jair Bolsonaro, representantes de diferentes meios de comunicação católicos e alguns deputados, que se dizem parte da frente parlamentar católica, tem provocado inúmeras críticas, inclusive entre alguns bispos, que tem se posicionado, qualificando o conteúdo da reunião como algo vergonhoso.

Num país onde o número oficial de contagiados ultrapassa os 650 mil e os falecidos já são mais de 35 mil, mesmo com a suspeita de uma alta subnotificação, o governo se empenha em ocultar uma realidade que já colocou o Brasil como o segundo país com mais contágios e o terceiro em número de óbitos. Os números a cada dia são publicados mais tarde, para assim evitar, como já reconheceu o próprio presidente Bolsonaro, que apareçam nos telejornais do horário nobre, principal fonte de informação para a maioria do povo brasileiro. Junto com isso, o país, que trocou o ministro de saúde duas vezes em menos de um mês, se encontra desde 15 de maio, em plena pandemia sem alguém a frente desse ministério de particular importância no momento atual.

Cada vez mais enfrentado com a grande mídia, o presidente Bolsonaro pretende ganhar adeptos entre grupos de católicos conservadores, assíduos espectadores desses veículos de comunicação. O que o presidente oferece é dinheiro público através de propaganda governamental, em troca pode receber “mídia positiva”, segundo afirmam publicamente os representantes desses veículos de comunicação.

As palavras de alguns dos presentes na reunião, como o padre e cantor Reginaldo Manzotti, mostram a disposição desses meios de comunicação para entrar numa troca de favores, afirmando que “Nós somos uma potência, queremos estar nos lares e ajudar a construir esse Brasil. E, mais do que nunca, o senhor sabe o peso que isso tem, quando se tem uma mídia negativa. E nós queremos estar juntos”.

Sua disposição para ajudar a construir esse Brasil, dando a entender seu apoio às políticas promovidas pelo atual governo, pode ser considerado claramente contrário àquilo que é defendido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, que não podemos esquecer já foi denominada pelo presidente como “a parte podre da Igreja católica”. A mesma coisa pode se dizer em referência ao papa Francisco, alguém que não goza da simpatia do grupo mais fiel ao atual presidente.

A mesma postura de Manzotti se fez presente nas palavras do padre Welinton Silva, da TV Pai Eterno, e do empresário João Monteiro de Barros Neto, da Rede Vida, que definiu Bolsonaro como “uma grande esperança”. O primeiro, reconhecendo as dificuldades financeiras da emissora, pedia explicitamente ajuda, “estamos precisando mesmo de um apoio maior por parte do governo para que possamos continuar comunicando a boa notícia”, e em troca oferecia estar “levando ao conhecimento da população católica, ampla maioria desse país, aquilo de bom que o governo pode estar realizando e fazendo pelo nosso povo”.

A reportagem tem provocado “estranheza e indignação” na Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que se pronunciou por meio da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação, juntamente com a SIGNIS Brasil e a Rede Católica de Rádio (RCR), associações que reúnem as TVs de inspiração católica e as rádios católicas no Brasil. No comunicado emitido neste mesmo dia 6, “esclarecem que não organizaram e não tiveram qualquer envolvimento com a reunião entre o presidente da República, Jair Bolsonaro, representantes de algumas emissoras de TV de inspiração católica e alguns parlamentares, e nem ao menos foram informadas sobre tal encontro”.

O comunicado deixa claro que “as emissoras intituladas ‘de inspiração católica’ possuem naturezas diferentes”, insistindo em que “nenhuma delas e nenhum de seus membros representa a Igreja Católica, nem fala em seu nome e nem da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil”. De fato, mesmo com o esforço realizado, nas entrelinhas do comunicado pode se deduzir que nem todas as emissoras assumem claramente as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil.

Diante da oferta de apoio ao governo por parte de emissoras de TV em troca de verbas e solução de problemas afeitos à comunicação, a resposta do comunicado é clara e contundente: “A Igreja Católica não faz barganhas”. Pelo contrário, a Igreja “estabelece relações institucionais com agentes públicos e os poderes constituídos pautada pelos valores do Evangelho e nos valores democráticos, republicanos, éticos e morais”, atitudes que muitos duvidam estejam presentes em alguém que está questionando constantemente a democracia.

Finalmente, deixando claro que “não aprovamos iniciativas como essa, que dificultam a unidade necessária à Igreja, no cumprimento de sua missão evangelizadora”, o comunicado que defende que sejam consideradas “todas as dimensões da vida humana e da Casa Comum”, algo negado reiteradamente pelo governo do presidente Bolsonaro, se mostram partidários de uma verdadeira comunhão, estando sempre abertos ao diálogo, especialmente “nestes tempos difíceis em que vivemos, agravados seriamente pela pandemia do novo coronavírus, que já retirou a vida de dezenas de milhares de pessoas e ainda tirará muito mais”, algo que para o atual presidente também não é importante, pois, como ele mesmo já diz, todos temos que morrer algum dia.

 

observatoriodaevangelizacao

 

 

Igreja evangélica é arrombada e criminosos levam mais de R$ 15 mil em eletroeletrônicos

Nessa segunda-feira, 30, uma igreja evangélica foi arrombada no município de Cabedelo, litoral paraibano.

Segundo as informações  os criminosos quebraram uma janela na parte de trás da igreja e invadiram o local.

Ao todo, mais de R$ 15 mil em produtos eletrônicos foram levados.

Até esta terça-feira, 31, ninguém havia sido preso.

PB Agora

 

 

Na Missa do Galo, Papa Francisco diz que a Igreja e a história mudam ‘quando começamos a querer mudar’

O Papa Francisco celebrou nesta terça-feira (24), véspera de Natal, a tradicional Missa do Galo no Vaticano. Na homilia, o pontífice pediu aos fiéis para que deem “sentido à vida”, “sendo este o melhor modo para mudar o mundo”.

“Nós mudamos, a Igreja muda, a história muda, quando começamos a querer mudar — não os outros, mas a nós mesmos, fazendo da nossa vida um dom”, declarou o papa.

Papa Francisco celebra Missa do Galo na Basílica de São Pedro

Papa Francisco celebra Missa do Galo na Basílica de São Pedro

“Assim se mostra Jesus nesta noite: não mudou a História forçando alguém ou à força de palavras, mas com o dom da sua vida. Não esperou que nos tornássemos bons para nos amar, mas deu-Se gratuitamente a nós.”

“Por nossa vez, não esperemos que o próximo se torne bom para lhe fazermos bem, que a Igreja seja perfeita para a amarmos, que os outros tenham consideração por nós para os servirmos. Comecemos nós”, completou.

No sábado, durante mensagem de Natal à Cúria Romana no Vaticano, Francisco alertou que a “rigidez” nas maneiras de se viver a fé cristã criou um “campo minado” de ódio e incompreensão em um Ocidente cada vez menos católico.

‘Amor incondicional’

Papa Francisco beija uma estátua do menino Jesus enquanto celebra missa na véspera de Natal na Basílica de São Pedro, no Vaticano9. ( — Foto: AP Photo/Alessandra Tarantino

Papa Francisco beija uma estátua do menino Jesus enquanto celebra missa na véspera de Natal na Basílica de São Pedro, no Vaticano9. ( — Foto: AP Photo/Alessandra Tarantino

Na homilia, o Papa Francisco também destacou o “amor incondicional de Deus”. “Você pode ter ideias erradas, pode tê-las combinado com todas as cores, mas o Senhor não desiste de te querer bem”, afirmou o pontífice.

“Deus não ama você porque pensa certo e se comporta bem. Ele te ama, e isso basta!”

Papa Francisco carrega imagem do Menino Jesus na Basílica de São Pedro, no Vaticano, na Missa do Galo do Natal de 2019 — Foto: Guglielmo Mangiapane/Reuters

Papa Francisco carrega imagem do Menino Jesus na Basílica de São Pedro, no Vaticano, na Missa do Galo do Natal de 2019 — Foto: Guglielmo Mangiapane/Reuters

O papa também pediu “coragem” aos fiéis. “Não percam a confiança nem a esperança, e não pensem que amar seja tempo perdido”, declarou.

No fim da homilia, o Papa Francisco concluiu com uma mensagem:

“Querido irmão, querida irmã, se as suas mãos parecem vazias ou se você vê o seu coração pobre de amor, esta é a tua noite. Manifestou-se a graça de Deus para resplandecer na sua vida”.

G1

 

Cantata de Natal apresentada pela Igreja Congregacional de Guarabira acontece no dia 25 de dezembro

A cantata faz parte do calendário turístico e cultural de Guarabira e do estado da Paraíba.

Acontece no próximo dia 25 de dezembro de 2019, a 20ª edição da Cantata de Natal, realizada pela 1ª Igreja Evangélica Congregacional de Guarabira (PB). O tema do espetáculo está baseado em Isaias 9:6: “porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o governo está sobre os seus ombros, e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz”.

O evento começará às 19h e tem como palco a Praça Novo Milênio, no Bairro Novo. A Cantata de Natal é aberta ao público que opcionalmente doam um (1) Kg de alimento não perecível que posteriormente é distribuída pela assistência social da igreja. O objetivo é evangelizar e enfatizar o Nascimento, Ministério e Morte de Jesus Cristo. A Cantata de Natal é preparada com muita dedicação e responsabilidade por atores amadores, membros da própria igreja.

O espetáculo envolve teatro, música e reflexão contando através da arte a história do nascimento de Jesus Cristo. A Cantata teve seu início em 1999 e era realizada dentro da igreja. De 2011 a 2013 passou a realizar-se em frente a mesma, na Av. Dom Pedro II. De 2014 em diante o evento passou a ser realizado na Praça Novo Milênio.

A cantata faz parte do calendário turístico e cultural de Guarabira e do estado da Paraíba. A organização conta com apoio logístico da Prefeitura de Guarabira e espera receber mais de 3 mil pessoas na praça.

O evento que é anual, será transmitida pela internet através do https://www.facebook.com/igrejacongregacionalguarabira/ e acessível em libras.

 

 

 

Justiça do Trabalho anula multa aplicada à Igreja Católica da Paraíba por exploração sexual

A Justiça do Trabalho anulou, nesta quinta-feira (7), a multa de R$ 12 milhões aplicada contra a Arquidiocese da Paraíba através de uma ação civil pública, que acusa a instituição religiosa de exploração sexual. De acordo com a decisão, não há provas suficientes no processo. O julgamento do recurso aconteceu no Tribunal Regional do Trabalho, em João Pessoa. A procuradoria afirmou que vai recorrer da decisão.

A multa foi aplicada em janeiro de 2019, mas o caso vem sendo investigado desde 2014. Conforme a acusação, um grupo de sacerdotes pagava por sexo a flanelinhas, coroinhas e seminaristas.

A denúncia feita pelo procurador do Ministério Público do Trabalho, Eduardo Varandas, também afirma que o pagamento aos jovens explorados era feito com dinheiro e até mesmo com comida. Os padres envolvidos negam a acusação. Eles foram afastados da função.

Conforme explicou Varandas no mês de janeiro, a indenização de R$ 12 milhões – R$ 1 milhão para cada ano de dom Aldo Pagotto à frente da Arquidiocese – seria revertida “para o fundo da infância, da adolescência e instituições congêneres que trabalham com crianças sexualmente exploradas e atuam na recuperação psicóloga e na reinserção social”.

O julgamento começou à tarde e terminou pouco antes das 20h. Mais informações sobre o processo não foi divulgado, pois o caso corre em segredo de justiça.

G1

 

Pastor de Igreja Batista capota o carro em rodovia do Agreste na Paraíba

O capotamento de um veículo na manhã dessa quarta-feira (24) o acidente aconteceu em uma curva entre Juarez Távora e Alagoa Grande, no Agreste da Paraíba.

De acordo com as informações, o condutor nada sofreu, restando apenas danos materiais.

Nordeste 1

 

Duas mulheres e uma criança são vítimas de sequestro ao saírem de igreja, em João Pessoa

Momentos de tensão foram vividos por uma família na noite desse domingo (14), na saída de uma igreja localizada no bairro da Torre, em João Pessoa.

Três pessoas, sendo duas mulheres e uma criança de três anos foram abordados ao saírem da igreja e feitas reféns.

Os bandidos entraram no carro com as vítimas e o marido de uma das mulheres ao perceber a ação criminosa seguiu o carro pelas ruas do bairro.

Ao notarem que estavam sendo seguidos os homens desistiram da ação e abandonaram o veículo.

A Polícia Militar fez diligências na área e conseguiu encontrar um dos suspeitos, os outros dois continuam foragidos.

PB Agora

 

 

Igreja Universal é processada sob a acusação de forçar pastores a fazer vasectomia

A Igreja Universal do Reino de Deus responde a processos de ex-pastores que afirmam ter sido forçados ou pressionados a fazer vasectomia para permanecer ou ascender na instituição, informa na edição deste domingo o jornal Folha de São Paulo.

Segundo eles, não ter filhos implicaria mais facilidade de mudar para templos em outras cidades.

Em um dos casos, a Justiça fixou pagamento de R$ 115 mil por danos morais a um ex-membro.

Um dos pastores que entraram com ação judicial declara ter saído porque era humilhado. “Chegaram a marcar reuniões com minha filha e dizer que o pai não crescia na igreja por causa dela.”

A Universal nega as acusações e afirma que tem obtido vitória na maioria das causas trabalhistas movidas pelos religiosos – as condenações mais recentes são tratadas como exceções, ainda conforme o jornal.

*fonte: folha

 

 

Homem esfaqueia a ex, invade igreja e atira contra fiéis em Paracatu-MG

Um homem armado, de idade ainda não informada, invadiu uma igreja evangélica na noite desta terça-feira (21) em Paracatu, região Noroeste do Estado, e matou pelo menos três pessoas. Antes da chacina, ele matou a ex-namorada com uma facada no pescoço.

De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar (PM), a intenção de Rudson Aragão Guimarães era matar o pastor do local que, segundo a PM, é casado com a ex-namorada dele.

Sobre o crime, a Polícia Militar também informou que primeiro o assassino foi até a casa da mãe dele no Bairro Bela Vista, onde estava a ex-namorada. Armado com uma faca ele surpreendeu a vítima com um golpe no pescoço. A vítima chegou a ser socorrida por testemunhas, mas não resistiu.

Logo em seguida, o autor pulou a grade de proteção da Igreja Batista Shalom, situada no mesmo bairro, e disparou contra os fiéis que participavam de uma reunião. Na ocasião foram mortas três mulheres, de idades ainda não informadas, e o pai do pastor.

A suspeita inicial é de que o atirador queria matar o pastor, no entanto, ele conseguiu fugir.

Militares que atendiam à primeira ocorrência foram informados de que o suspeito havia invadido a igreja e se deslocaram até o local. Ele chegou a fazer uma das vítimas como refém e os policiais tentaram negociar. Porém, ele matou a vítima instantes depois. Logo em seguida, o suspeito foi atingido por um tiro. Ele foi encaminhado em estado grave para o hospital e permanece internado.

A PM informou, ainda, que populares tentarem invadir o hospital para matar o homem, mas a multidão foi contida.

Suspeito do ataque foi baleado por militares em Paracatu e levado para hospital — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Suspeito do ataque foi baleado por militares em Paracatu e levado para hospital — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Homem invade igreja Batista em Paracatu e mata três fiéis, ele também esfaqueou e matou a ex-namorada — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Homem invade igreja Batista em Paracatu e mata três fiéis, ele também esfaqueou e matou a ex-namorada — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Tiros em igreja de Paracatu — Foto: Editoria de Arte/G1

Tiros em igreja de Paracatu — Foto: Editoria de Arte/G1

 

 

 

G1