Arquivo da tag: identifica

TCE identifica elaborador de prova classificado em 1º lugar no concurso de Araçagi

(Foto: Kleide Teixeira/Jornal da Paraíba/Arquivo)

Um homem contratado para elaborar a prova de Odontologia Geral foi aprovado em primeiro lugar no concurso público da prefeitura Araçagi, região Agreste da Paraíba, de acordo com o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB). Concurso que foi organizado por uma empresa que o dono foi preso por suspeita de fraudar concursos em 2012, na ‘Operação Gabarito’. A decisão de manter a anulação do concurso foi confirmada pela 2ª Câmara do TCE nesta terça-feira (27).

O tribunal ainda renovou um prazo de 90 dias para que os candidatos aprovados no concurso apresentem defesa e o município instaure processo administrativo contra os acusados. A decisão consta no acórdão AC2-TC-02856/16, que pode ser conferido no portal do TCE.

Segundo o TCE, o responsável pela assinatura dos atos da licitação que contratou a empresa organizadora do concurso, também fez a prova e foi aprovado em terceiro lugar. O presidente da Comissão de Licitação e Membro da Comissão de Licitação de Pregão Presencial, que declarou a empresa vencedora da licitação, foi aprovado em 2º lugar para o cargo de Técnico de Informática.

Todos os citados na decisão do Tribunal de Contas do Estado foram contratados e empossados na prefeitura de Araçagi.

Cargos ‘fantasmas’

O TCE apontou ainda nos termos da decisão que os cargos de Agente Comunitário de Saúde e Atendente de Consultório Odontológico, que constavam no concurso, não estão previstas em lei suas atribuições, carga horária de trabalho e requisitos para ocupar a vaga.

A função de Agente Comunitário de Saúde ainda apresenta outra irregularidade: o salário constante na folha de pagamentos é superior ao valor constante na legislação, de acordo com o Tribunal. Mesmo a defesa do município apresentando uma nova lei para alterar o salário, ele continuou irregular.

Candidatos ‘laranjas’

Ainda foi constatada a existência de “candidatos laranjas” no certame, que serviriam para alcançar aprovação e, em seguida, “criar sucessivas desistências de correntes de aprovações fictícias, até chegar aos candidatos indicados pelos prefeitos ou vereadores”, de acordo com o Tribunal de Contas do Estado.

*Sob supervisão de Taiguara Rangel

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

MPF identifica esgoto em canal da transposição do São Francisco na PB

 (Foto: Artur Lira/G1)
(Foto: Artur Lira/G1)

A prefeitura municipal de Monteiro, no Cariri paraibano, e a superintendência estadual da Fundação Nacional da Saúde (Funasa) foram notificadas pelo Ministério Público Federal na Paraíba (MPF-PB) para explicarem o motivo do esgoto da cidade está escoando para dentro do canal que vai receber a Tranposição das águas do Rio São Francisco. O documento foi encaminhado nesta quarta-feira (8).

O G1 esteve na cidade de Monteiro, na sexta-feira (3), e flagrou o esgoto no canal, que ainda não recebeu água do Rio São Francisco. Segundo a assessoria de comunicação da prefeitura de Monteiro, o esgoto é clandestino. A Funasa não atendeu as ligações do G1.

O MPF em Monteiro quer informações acerca das providências adotadas para conclusão do saneamento na cidade, tida como uma das obras complementares ao Projeto de Integração do Rio São Francisco (Pisf).

Os gestores têm 10 dias para dar resposta ao Ministério Público Federal. O descumprimento da requisição poderá configurar, em tese, o crime de desobediência previsto no artigo 10 da Lei n. 7.347/85, cuja pena varia de um a três anos de reclusão, além de multa.

Esgoto clandestino
Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura de Monteiro, uma inspeção já foi feita junto ao Ministério Público da Paraíba (MPPB) e constatou que o esgoto que está entrando no canal é clandestino, de pessoas que não ligaram as tubulações de suas residências ao sistema da Companhia de Águas e Esgotos da Paraíba (Cagepa), despejando direto no canal.

A prefeitura disse que já identificou cerca de 100 moradias com esta irregularidade e que o MPPB acionou os moradores para tomarem providências. Caso o contrário, os moradores serão acionados judicialmente.

Águas devem chegar em março
Falta menos de um mês para a chegada prevista da água da transposição do rio São Francisco em Monteiro, o último segmento de canal da obra do Eixo Leste. Segundo o Ministério da Integração Nacional, de lá as águas seguem pelo rio Paraíba, para as barragens de Poções, Camalaú e Boqueirão – este último tem previsão de receber o volume de água em abril.

MPF quer providências para esgoto identificado em canal da transposição do Rio Sãn Francisco, em Monteiro, na Paraíba (Foto: Divulgação/MPF)MPF quer providências para esgoto identificado em canal da transposição do Rio Sãn Francisco, em Monteiro, na Paraíba (Foto: Divulgação/MPF)
G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Polícia Civil identifica corpo encontrado esquartejado nesta 4ª em Guarabira

"Waltinho"

A Polícia Civil da 8ª DSPC, através do GTE (Grupo Tático Especial), conseguiu fazer a identificação do cadáver encontrado na manhã desta quarta (18), esquartejado e enterrado dentro de um matagal localizado por trás do CAIC, de Guarabira/PB.

José Walter Félix da Silva, vulgo “Waltinho” era da cidade de Belém e ex-presidiário. Ele estava desaparecido desde a última sexta-feira (13).

A identificação foi feita através de um irmão da vítima e também das tatuagens existentes no corpo, como os nomes da mãe, de uma filha e o seu apelido.

Atualmente o GTE é coordenado pelo delegado Hugo Lucena e atua especificamente no combate ao tráfico de drogas e homicídios.

portalmidia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Polícia identifica 36 mortos em massacre no AM; 30 foram degolados

 (Foto: Marcos Dantas/G1 AM)
(Foto: Marcos Dantas/G1 AM)

A Polícia Civil confirmou que já foram identificados 36 corpos das vítimas do massacre no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj). Desse número, 30 morreram degolados. A rebelião no Compaj entre domingo (1º) e segunda-feira (2) resultou em 56 mortes.

Dos 36 corpos identificados, dez corpos foram – seis deles já estão com as respectivas famílias e os outros quatro permanecem na sede do Instituto Médico Legal (IML), em Manaus. Além dos 36 do Compaj, outros três corpos de mortos na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP) já foram identificados. Ainda não há confirmação da causa da morte deles.

O processo de identificação de todos os corpos pode levar até um mês, informou o Departamento de Polícia Técnico-Científica do Amazonas (DPTC) em coletiva realizada nesta terça-feira (3) no IML. A polícia ainda trabalha na identificação de 20 vítimas do massacre e uma da UPP. Ao todo, 56 pessoas morreram na rebelião ocorrida entre o domingo (1º) e a segunda-feira (2).

Segundo o órgão, a identificação dos corpos ocorreu por meio de impressão digital, arcada dentária e DNA. Os presos já identificados apresentaram fraturas, dilacerações ou degola

O diretor do DPTC, Jefferson Mercedes, disse que é “atípico” ter que identificar tantos corpos em pouco tempo. “Classificamos isso como um evento onde é preciso fazer a identificação de vítimas de um determinado desastre em massa. Adotamos um padrão utilizado internacionalmente: primeiro identificar os corpos através da impressão digital. Não conseguindo, tentamos através da arcada dentária, com ajuda do odontograma concedido pela Seap. A partir daí, se não conseguirmos recorremos ao DNA, que é um exame mais demorado e que demanda uma técnica mais apurada”, explicou.

Entenda o caso
O primeiro tumulto nas unidades prisionais do estado ocorreu no Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), localizado no km 8 da BR-174 (Manaus-Boa Vista). Um total de 72 presos fugiu da unidade prisional na manhã de domingo (1º).

Horas mais tarde, por volta de 14h, detentos do Compaj iniciaram uma rebelião violenta na unidade, que resultou na morte de 56 presos. O massacre foi liderado por internos da facção Família do Norte (FDN).

A rebelião no Compaj durou aproximadamente 17h e acabou na manhã desta segunda-feira (2). Após o fim do tumulto na unidade, o Ipat e o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) também registraram distúrbios.

No Instituto, internos fizeram um “batidão de grade”, enquanto no CDPM os internos alojados em um dos pavilhões tentaram fugir, mas foram impedidos pela Polícia Militar, que reforçou a segurança na unidade.

No fim da tarde, quatro presos da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), na Zona Leste de Manaus, foram mortos dentro do presídio. Segundo a SSP, não se tratou de uma rebelião, mas sim de uma ação direcionada a um grupo de presos.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Polícia britânica identifica 83 suspeitos em ‘potencial’ de pedofilia no futebol

bola-murchaA polícia britânica anunciou nesta sexta-feira ter identificado “83 suspeitos em potencial” na investigação do escândalo de pedofilia que abala o futebol no Reino Unido. O Conselho Nacional dos Chefes de Polícia (NPCC), órgão que coordena as forças de polícia locais, não especificou se os suspeitos ainda exercem atividade no futebol, ou se ainda estão vivos, mas ressalta que existem “casos antigos”.
A entidade também explicou que 98 clubes de futebol de diferentes níveis foram citados na investigação. Das 350 vítimas potenciais, que tinham de 7 a 20 anos no momento dos fatos, 98% são de sexo masculino.
Os dados “revelam a extensão profundamente preocupante das agressões cometidas no meio do futebol”, comentou um porta-voz da Sociedade Nacional de Prevenção da Crueldade contra Crianças (NSPCC).
O escândalo estourou em novembro, com as revelações de Andy Woodward, ex-jogador do Crewe Alexandra, hoje com 43 anos, que relatou o pesadelo que viveu ao jornal “The Guardian”.
Desde então, mais de 20 jogadores, entre eles vários ex-integrantes da seleção inglesa, também saíram do silêncio para contar como foram agredidos por um treinador ou um olheiro quando eram crianças. A Federação Inglesa (FA) e os clubes ingleses são acusados de ter acobertado casos de pedofilia durante décadas.

 

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

MPF identifica 43 mil benefícios do Bolsa Família suspeitos na Paraíba

bolsa-familiaMais de 43 mil pessoas foram identificadas como suspeitas de receberem irregularmente o benefício do Bolsa Família na Paraíba. O levantamento, divulgado na manhã desta sexta-feira (11), foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF) entre o período de 2013 e maio de 2016. A Paraíba tem 733.666 beneficiários do programa.

Ainda de acordo com o projeto Raio-X do Bolsa Família, durante o período avaliado foram pagos pelo programa na Paraíba R$ 3.360.007.985 e, dentro desse valor, R$ 168.302.994 foram repassados a perfis de beneficiários suspeitos.

Os dez municípios paraibanos com os maiores percentuais de perfis suspeitos são Cacimba de Areia, Prata, Santo André, Piancó, Amparo, Gurjão, São BentinhoCabedelo, Riacho de Santo Antônio e São José dos Ramos. Todas as prefeituras já foram notificadas, segundo o MPF.

O diagnóstico apontou grupos de beneficiários com indicativos de renda incompatíveis com o perfil de pobreza ou extrema pobreza exigido pelas normas do programa. Os perfis suspeitos foram classificados em cinco grupos: falecidos, servidores públicos com clã familiar de até quatro pessoas, empresários, doadores de campanha e servidores doadores de campanha.

Na terça-feira (8), o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) já tinha divulgado o cancelamento de 16.637 benefícios de pessoas com renda per capita da família ultrapassando R$ 440 na Paraíba. Também foram bloqueados 27.378 benefícios de beneficiários que apresentaram renda entre R$ 170 e R$ 440. Segundo o órgão, os benefícios foram bloqueados ou suspensos depois de um ‘pente fino’ feito no programa desde  junho e que identificou inconsistências nos pagamentos. João Pessoa foi a 10ª cidade com maior número de benefícios afetados no país.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Pastor divulga funk que identifica criminosos e é assassinado na Paraíba, afirma delegado

Foto: Divulgação Presos durante a operação
Foto: Divulgação
Presos durante a operação

Um funk que fazia apologia ao crime e a repressão ao tráfico de drogas foram dois pontos principais para uma quadrilha assassinar Antônio Pinto Barbalho, que era pastor e vice-diretor de uma escola estadual. O crime ocorreu em dezembro de 2014, no município de Mamanguape (Litoral Norte do estado, a 62 km de João Pessoa. O grupo responsável pelo homicídio e outros delitos foi preso nesta quinta-feira (23), durante a ‘Operação ‘Sócrates’ comandada pela Polícia Civil, com apoio da Polícia Militar. Barbalho foi morto com tiros e facadas de uma escola onde trabalhava. Sete foram presos.

De acordo com o delegado de Mamanguape, Marcos Paulo, foram dois meses de investigações para a Polícia Civil identificar o grupo criminoso que vinha agindo no Litoral Norte do estado. Após a prisão de Wellington do Rego dos Santos, 25 anos, o assassinato do pastor foi desvendado. Ele foi um dos que efetuaram tiros contra a vítima.

 

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

“O ponto crucial para a morte do vice-diretor foi a divulgação em uma emissora de Mamanguape de um funk onde a música fazia apologia ao crime e citava os nomes de criminosos da região. A quadrilha entendeu que foi o pastor que teria denunciado a existência da letra e enviado para a imprensa. Após a divulgação, o pastor foi morto. Wellington do Rego e Carlos Alexandre mataram Antônio Pinto ”, falou o delegado.

Ainda segundo a autoridade policial, as ações de combate ao tráfico no distrito de Pitanga da Estrada contribuíram para o homicídio. “Os traficantes entenderam que o pastor estava prejudicando a expansão do tráfico devido às ações de repressão que ele vinha desenvolvendo na comunidade. Esse foi outro ponto para a execução de Antônio Pinto”, disse.

Para o delegado, a desarticulação da quadrilha contribuiu para evitar que seis pessoas fossem mortas pelo grupo. “Conseguimos evitar seis homicídios que seriam praticados pelo bando. A operação foi um sucesso. Sete presos e falta apenas o chefe da quadrilha, mas vamos o prender em breve”, avisou. Os presos foram levados para a Central de Polícia Civil de João Pessoa onde serão interrogados e transferidos para os presídios da Capital.

 

Portal Correio

Fifa identifica manipulação de jogos em partidas pré-copa para benefício de apostas

nyDois pênaltis com bola na mão, sendo que, nos dois casos, a bola não passou nem perto da mão. Foi assim, com marcações controversas, que a África do Sul, então treinada por Carlos Alberto Parreira, venceu a Guatemala por 5 a 0 em um amistoso antes da Copa do Mundo de 2010 (veja aqui os lances). O árbitro Ibrahim Chaibou, do Níger, não pensou duas vezes antes de apontar a marca fatal, mas o tempo mostrou que a atitude dele naquela noite ia muito além das questões técnicas. Uma investigação da Fifa, revelada em reportagem do jornal americano The New York Times, detalha um esquema de manipulação de resultados em amistosos pré-Copa em 2010 para beneficiar apostadores. Segundo a apuração da Fifa, Chaibou teria recebido 100 mil dólares naquela partida. Oficialmente, ele nega todas as acusações.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A reportagem publicada neste fim de semana pelo NYT começa com a descrição do momento que o árbitro chega ao banco para depositar o dinheiro, levado em uma sacola em notas de US$ 100, poucas horas antes do jogo. O montante era tão incomum para o banco que o juiz ganhou de presente moedas comemorativas com a imagem de Nelson Mandela.

O documento confidencial da Fifa, ao qual o jornal americano teve acesso, afirma que Chaibou foi escolhido para aquele amistoso pela empresa Football 4U, sediada em Cingapura e ligada a uma quadrilha de manipulação de resultados no futebol. O árbitro também foi investigado um ano depois daquela partida, quando marcou um pênalti suspeito no amistoso entre Argentina e Nigéria no dia 1º de junho de 2011.

Amistoso 2010 África do Sul x Guatemala suspeita de manipulação (Foto: Getty Images)Pienaar, craque da África do Sul, no polêmico amistoso de 2010 contra a Guatemala (Foto: Getty Images)

Apesar de se tratar de amistosos, a reportagem parte da investigação para levantar questões sobre a vulnerabilidade da Copa no Brasil, que começa no dia 12 deste mês. Cita, inclusive, uma declaração de Ralf Mutschke, chefe de segurança da Fifa, ao site da entidade no dia 12 de maio deste ano.

– Os manipuladores estão procurando jogos que geram um volume muito grande de apostas, e obviamente os torneios internacionais de futebol como a Copa do Mundo geram esse volume. Então a Copa, no geral, tem um certo risco – afirmou Mutschke.

árbitro Ibrahim Chaibou (Foto: AP)Ibrahim Chaibou também levantou suspeitas em uma partida entre Argentina e Nigéria em 2011 (Foto: AP)

O documento da Fifa, que tem 44 páginas, revela detalhes do esquema montado pelos apostadores para manipular pelo menos cinco amistosos de preparação para a Copa do Mundo da África do Sul. Pelo menos 15 partidas estavam no radar dos criminosos, incluindo um duelo entre Estados Unidos e Austrália. Além da cena do árbitro depositando o dinheiro no banco, várias outras são descritas na investigação, mostrando a facilidade como os resultados são manipulados. Até ameaças de morte são citadas.

A Fifa concluiu que o esquema de 2010 contou com a ajuda de executivos do futebol sul-africano. Ainda assim, ninguém foi acusado formalmente ou banido de suas atividades. Na semana passada, uma porta-voz da Fifa admitiu que as investigações sobre o caso continuam em curso.

No caso de África do Sul x Guatemala, o esquema começou a ser montado com semanas de antecedência. Um homem identificado como Mohammad foi até o escritório da Federação Sul-Africana levando uma carta datada de 29 de abril de 2010. O documento oferecia árbitros para os amistosos da seleção do país-sede da Copa, cobrindo despesas de viagem, hospedagem e alimentação. A assinatura era de Wilson Raj Perumal, executivo da Football 4U e notório apostador conhecido como o maior manipulador de resultados do esporte mundial.

O árbitro Chaibou nega que conheça Perumal, mas o documento da Fifa detalha a relação entre os dois, incluindo a negociação para a manipulação do amistoso. “Eu posso fazer o serviço”, teria dito o juiz.

O New York Times afirma que “várias federações nacionais cujas seleções vão competir no Brasil são tão vulneráveis quanto a sul-africana, com problemas financeiros, em crise administrativa e divididas politicamente.

globoesporte

Energisa identifica 1,4 mil ligações irregulares na PB e ‘gatos’ geraram prejuízos de R$ 6,5 milhões em 2013

gato_energiaA distribuidora de energia da Paraíba (Energisa) identificou, no ano de 2013, cerca de 1,4 mil ligações irregulares em todo o Estado, desvio que foi calculado em 77 GWh, o que significou uma perda de arrecadação de R$ 6,5 milhões aos cofres públicos.  De acordo com a assessoria da Energisa, são realizadas fiscalizações durante o ano todo para identificar furtos na rede elétrica. As vistorias são feitas pelo Departamento de Medição e Combate a Perdas (DMCP) que regularmente faz um levantamento.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Este ano as fiscalizações foram iniciadas nessa segunda-feira (24) e nomeada de ‘Operação contra gato no Bairro dos Estados’. Segundo o balanço do primeiro dia, foram 149 inspeções, sendo que dessas foram constatadas 15 situações irregulares (gatos). A operação vai até o dia 21 de abril.

A concessionária faz um trabalho de busca por esses desvios em cada região do Estado. A escolha da área é feita de acordo com dados técnicos apurados pelo centro de inteligência de Combate a Perdas. Essa ação visa combater as ligações clandestinas ou irregulares de energia.

Para coibir esses furtos, além das campanhas informativas veiculadas, também ocorrem as operações. Quando identificado o desvio a concessionária cobra os valores desviados e os responsáveis pela infração respondem a processo que se enquadra no artigo 155 do Código Penal como furto qualificado por subtrair coisa alheia móvel. A pena é de dois a oito anos reclusão e multa.

As ligações irregulares também provocam queda na qualidade do fornecimento de energia elétrica, já que sobrecarregam o sistema elétrico de distribuição. O furto de energia elétrica representa risco de morte, aos que interferem no sistema elétrico contra a vontade da distribuidora.

Viviane Carvalho do Blog do Gordinho

Estudo identifica diferenças cerebrais relacionadas à insônia

cerebroPesquisadores da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, afirmaram que insones crônicos têm maior plasticidade e atividade em uma região do cérebro que controla o movimento do que as que pessoas que dormem bem. O estudo será publicado na edição de março do periódico Sleep.

Os pesquisadores descobriram que o córtex motor do cérebro de insones crônicos é mais adaptável a mudanças, isto é, mais plástico, do que o das pessoas sem o problema. Eles também constataram que os neurônios dessa região são mais ativos nas vítimas de insônia crônica, sugerindo que essas pessoas estão em um estado constante de processamento de informações, o que pode interferir no sono. “A insônia não é uma desordem noturna”, diz a líder do estudo, Rachel E. Salas, professora assistente de neurologia da universidade. “Trata-se de uma condição que afeta o cérebro 24 horas por dia, como um interruptor de luz que está sempre aceso.”

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Para o estudo, Rachel e sua equipe utilizaram estimulação magnética transcraniana (EMT), uma técnica indolor e não invasiva que aplica correntes eletromagnéticas em áreas específicas do cérebro e pode, de modo seguro e rápido, interferir na função da área estimulada.

Os cientistas recrutaram 28 adultos, dentre eles dezoito que sofriam de insônia há pelo menos um ano e dez que não tinham problemas para dormir. Cada voluntário teve eletrodos fixados no polegar dominante, assim como um acelerômetro, para medir a velocidade e a direção do dedo. Em seguida, os pesquisadores emitiram 65 pulsos elétricos nas áreas do córtex motor dos participantes, enquanto observavam os movimentos involuntários gerados no polegar. Os voluntários também foram treinados para mover o polegar na direção oposta ao movimento involuntário original, e submetidos ao teste novamente. Quanto mais o dedo se mexesse na nova direção, mais o córtex motor poderia ser considerado plástico.

Como a falta de sono durante a noite tem sido associada à diminuição da memória e da concentração durante o dia, Raquel e seus colegas suspeitavam que o cérebro dos dorminhocos fosse mais adaptável. O resultado, no entanto, foi o oposto. Segundo Rachel, o estudo mostra que a EMT pode ajudar no diagnóstico e no tratamento de insônia, por meio da redução da atividade do córtex motor.

Veja