Arquivo da tag: Hospital

Médico é afastado do Hospital Regional de Cajazeiras após suposto relacionamento com paciente

O médico acusado de se relacionar com uma paciente do Hospital Regional de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, foi afastado das funções e foi aberta sindicância para apurar o caso, segundo informou ao ClickPB a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Saúde. O HRC divulgou nota nesta quarta-feira (22) comentando sobre o caso que teria acontecido dentro da unidade.

De acordo com a nota divulgada pela direção do Hospital Regional de Cajazeiras, a paciente teve retorno à instituição após complicações do pós-operatório.

Veja a nota na íntegra

Diante da repercussão nas redes sociais sobre o suposto envolvimento de um profissional médico funcionário do Hospital Regional de Cajazeiras e uma paciente, a Direção Geral da Unidade Hospitalar vem por meio desta explicar que:

01 – Para a apuração legal da situação, a unidade hospitalar por meio de sua Direção Geral, informa que será aberta uma sindicância para apurar os supostos fatos noticiados nas mídias sociais e de comunicação, a partir desta sindicância todas as medidas cabíveis pertinentes ao caso serão tomadas;

02 – A segunda pessoa envolvida no suposto fato, citada em matérias e programas de rádio, segundo informações, é uma profissional da área de nutrição, mas, se faz necessário esclarecer que a mesma não faz parte do quadro funcional deste hospital. Trata-se de uma paciente em retorno, onde a mesma em poucos dias havia passado por procedimento cirúrgico nesta unidade, e notou a necessidade da procura pelos serviços médicos, ao notar complicações no pós-operatório;

03 – Reiteramos que o Hospital Regional de Cajazeiras, segue de forma incansável no que diz respeito a prestação do cuidado e, também, sempre primando pelos princípios da administração pública, e desenvolvendo seu trabalho com transparência pautada na ética e na verdade, levando em consideração que, nesta unidade, temos mães e pais de família que se dedicam 24 horas por dia, cuidando e tratando de outras famílias que nos procuram.

A Direção Geral do Hospital Regional de Cajazeiras, segue na busca de melhorias para gerar um atendimento de qualidade e humanizado para a população sertaneja. No mais, nos colocamos a disposição para outros esclarecimentos.

Cajazeiras, 22 de janeiro de 2020

 

clickpb

 

 

Criança de 7 anos ferida em acidente morre no Hospital de Trauma

Uma criança de 7 anos morreu na noite desta quarta-feira (8), no Hospital de Trauma de Campina Grande. Ela estava internada após sofrer um acidente de trânsito na noite desta terça-feira (7), na BR-412, em São João do Cariri, no interior da Paraíba.

No mesmo acidente, duas mulheres e outra criança da mesma família morreram.

De acordo com informações, o carro onde estava a família colidiu na traseira do caminhão. No acidente, uma mulher e a filha dela morreram ainda no local.

Um bebê de 1 ano chegou a ser socorrido para o Hospital de Serra Branca, porém morreu na unidade de saúde.

A criança de 7 anos foi transferida para o Hospital de Trauma de Campina Grande devido a gravidade do estado de saúde. O pai da menina também ficou ferido, porém teve apenas ferimentos leves.

As causas do acidente estão sendo investigadas.

 

clickpb

 

 

Criança sofre descarga elétrica no fio do ventilador e é socorrida para o Hospital de Trauma em JP

Uma criança de apenas nove anos sofreu uma descarga elétrica após manter contato com o fio do ventilador. O caso aconteceu na cidade de Alagoinha, no Brejo paraibano.

De acordo com informações, a suspeita é que o equipamento estivesse desencapado e provocado o choque elétrico na vítima.

A criança foi socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento de Guarabira e de lá levada para o Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa.

Informações preliminares dão conta que a criança apresenta ferimentos na mão. O estado de saúde dela não foi divulgado.

paraiba.com.br

 

 

Pacientes denunciam retenção de macas e oito viaturas do Samu sem funcionar no Hospital do Trauma

Pacientes do Hospital de Trauma denunciam que oito ambulâncias do Samu permanecem inativas no local e que está faltando macas para ajudar no atendimento de quem chega ferido. Segundo eles, os veículos estão parados há dias e não há previsão para que retomem os serviços. As reclamações já se estendem durante dias.

O Portal ClickPB entrou em contato assessoria do Hospital para obter mais detalhes sobre o caso. Segundo a assessoria, as ambulâncias chegaram por volta de  meio dia e permaneceram no local, sendo direcionadas aos atendimentos ao longo do dia. Já as macas ficaram paradas durante o processo de atendimento e depois foram liberadas.

Ainda segundo o órgão, o ocorrido foi um caso isolado e que ao longo da madrugada já não se registrava nenhuma ambulância no local.

 

ClickPB

 

 

Idosa atingida por caminhão desgovernado morre no Hospital Regional de Guarabira

A aposentada Judite Pedrosa da Silva, de 78 anos, morreu no final da tarde de hoje no Hospital Regional de Guarabira. Na tarde desta quinta-feira (02/12) no bairro da Bela Vista, um caminhão F4000 teria perdido força e o condutor perdeu o controle do veículo, vindo a colidir frontalmente numa residência e atingiu a vítima que estava numa cadeira de balanço, no terraço de casa.

A senhora atingida foi levada pelo corpo de Bombeiros para o Hospital Regional de Guarabira e por causa da gravidade dos ferimentos, não resistiu.

O motorista, José Fernandez Rodrigues, de 58 anos, que é vizinho da vítima, relatou à polícia que estava subindo a ladeira quando perdeu o controle do carro, após falha mecânica. O motorista fez o teste de bafômetro, mas não apresentou estado de embriaguez.

Com informações do repórter Pedro Jr

 

 

Pacientes de hospital infantil na PB são transferidos após vazamento de gás

Pacientes que estavam no pronto atendimento do Hospital Infantil Arlinda Marques, em João Pessoa, foram transferidos para outros setores da unidade hospitalar, após um vazamento de gás que aconteceu no local, no final da tarde desta quinta-feira (26). Segundo informações do Corpo de Bombeiros, pessoas que inalaram o produto apresentaram irritação na garganta.

O local precisou ser evacuado para que uma inspeção fosse feita. Conforme o Corpo de Bombeiros, a enfermaria da Ala Amarela da Unidade Hospitalar foi isolada, mas não foi possível identificar a origem do vazamento.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que foi percebido um cheiro forte no pronto atendimento da unidade hospitalar. A situação fez com que o Corpo de Bombeiros fosse acionado imediatamente.

Ainda de acordo com a SES, após uma inspeção, os socorristas garantiram que o vazamento não aconteceu nas dependências do hospital. Por prevenção, os atendimentos que aconteceriam no pronto atendimento serão feitos no ambulatório.

Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros, a situação está sob controle e não há risco de morte para nenhuma das pessoas atingidas pelo produto.

Funcionários do hospital informaram à equipe de reportagem da TV Cabo Branco que a enfermaria do local ficará interditada até a manhã da sexta-feira (27).

Corpo de Bombeiros disse que não é possível identificar a origem do vazamento de gás no Arlinda Marques — Foto: Walter Paparazzo/ G1

Corpo de Bombeiros disse que não é possível identificar a origem do vazamento de gás no Arlinda Marques — Foto: Walter Paparazzo/ G1

 

G1

 

 

Bolsonaro recebe alta após passar a noite em hospital de Brasília

O presidente Jair Bolsonaro recebeu alta hospitalar na manhã desta terça-feira (24), informou por meio de nota a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.

De acordo com a nota, o presidente passou por uma reavaliação médica e teve alta com orientação de repouso na residência oficial do Palácio da Alvorada.

Bolsonaro foi levado para o Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, na noite desta segunda-feira (23), depois de bater a cabeça ao sofrer uma queda no banheiro, segundo informou o ministro da Cidadania, Osmar Terra.

De acordo com o Palácio do Planalto, o presidente foi submetido a um exame de tomografia computadorizada do crânio, que não detectou alterações. Ele passou a noite em observação.

Durante o dia, na segunda-feira, Bolsonaro recebeu no Palácio da Alvorada o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Ele também assinou o indulto de Natal, pelo qual concedeu perdão da pena para policiais e militares condenados por crimes culposos (praticados no exercício da função, sem intenção de matar) e para detentos com problemas graves de saúde, como câncer, doenças raras ou Aids, ou que se tornaram deficientes físicos após os crimes.

Bolsonaro concede indulto a policiais condenados por crimes culposos

Bolsonaro concede indulto a policiais condenados por crimes culposos

Nota

Leia abaixo a íntegra de nota divulgada na manhã desta terça-feira pela Secretaria de Comunicação da Presidência:

NOTA

O presidente Jair Bolsonaro passou a noite no Hospital das Forças Armadas, sem intercorrências no período.

Foi reavaliado pela equipe médica , tendo recebido alta hospitalar com orientação de repouso no Palácio da Alvorada.

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República

G1

 

Morador de rua morre em hospital de Campina Grande após ser espancado e queimado, na PB

Um morador de rua morreu na quarta-feira (11) no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde estava internado desde o dia 4 de dezembro deste ano, após ser espancado e queimado vivo na cidade de Itaporanga, no Sertão paraibano. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito do crime foi preso ainda no dia do crime.

Conforme o Hospital de Trauma de Campina Grande, Fabio Pedro da Silva deu entrada na unidade de saúde no dia 4 de dezembro, com ferimentos causados por espancamentos e queimaduras. A vítima estava internada na Unidade de Tratamento Intensivo, mas não resistiu e morreu na quarta-feira (11).

G1 não conseguiu contato com o delegado responsável pelo caso, mas a Polícia Civil de Itaporanga informou que o suspeito do crime permanece preso à disposição da Justiça. O corpo de Fábio Pedro da Silva foi encaminhado ao Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande.

G1

 

Mulher morre em hospital após sofrer queimaduras durante explosão de gás de botijão, na PB

Uma mulher morreu na noite desta segunda-feira (28) no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde estava internada desde a última terça-feira (26), após sofrer queimaduras causadas por uma explosão de gás que estava vazando do botijão na casa onde ela morava, em Igaracy, no Sertão paraibano.

O caso aconteceu no sítio Catinga Grande, Zona Rural de Igaracy. Segundo boletim de ocorrência registrado pelo irmão da vítima na Central de Polícia Civil de Campina Grande, Helene Vicente da Silva, de 46 anos, estava na casa quando o botijão de gás que estava vazando explodiu. O sobrinho da vítima também estava no local durante o acidente e morreu no dia 28 de novembro.

A vítima chegou a ser levada para o Hospital de Piancó, ainda no Sertão da Paraíba, mas precisou ser transferido para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Nesta segunda-feira (9), a unidade de saúde informou que ela não resistiu e morreu.

G1

 

Jovem atingido por fios rompidos por ônibus morre em hospital de João Pessoa

Morreu na madrugada desta sexta-feira (6), no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, o jovem de 20 anos que foi atingido por cabo da rede de telecomunicações rompidos por um ônibus. Brendo Willian do Nascimento Caetano estava na UTI da unidade de saúde, internado em estado grave desde o último domingo (1º), quando o acidente aconteceu.

Outras duas pessoas ficaram feridas no acidente, que aconteceu na Rua Pará, no Alto das Populares, em Santa Rita, Região Metropolitana de João Pessoa. Permanece internado o homem de 56 anos que bateu a cabeça na calçada após ser atingido pelos cabos. O estado de saúde dele é considerado regular, conforme a assessoria de imprensa do Hospital de Trauma.

A terceira vítima, um jovem de 25 anos, foi atropelada depois de cair na rua. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o hospital, onde foi atendido e recebeu alta na segunda-feira (2).

Após o acidente, a mãe de Brendo, Cristiana Nascimento contou, em entrevista à TV Cabo Branco, como teria acontecido o acidente.

“Ele [Brendo] estava na calçada com os amigos, como sempre costumam ficar, quando o ônibus passou e atingiu os fios, que estavam baixos. Os cabos romperam e atingiram as vítimas, que foram jogadas na rua. Inicialmente a gente achou que eles tinham sido eletrocutados, mas depois vimos que não”, explica Cristiana.

A mãe da vítima também contou que os postes haviam sido trocados no domingo, e que os fios estavam baixos porque os postes antigos ainda estavam no local. A Energisa, concessionária de abastecimento de energia elétrica, informou que monitora o local do acidente desde o domingo.

G1