Arquivo da tag: Hamilton

Fórmula I: Hamilton volta a largar na pole na Malásia; Massa é apenas o 13º

Formula1Lewis Hamilton e Sebastian Vettel sobraram no treino classificatório para o Grande Prêmio da Malásia, neste sábado, em Sepang. O britânico e o alemão conseguiram colocar mais de meio segundo de vantagem sobre todos os demais, inclusive seus próprios companheiros de equipe, para disputar a pole position na casa dos centésimos. Melhor para o piloto da Mercedes, que vai largar na frente pela segunda vez na temporada 2014 da Fórmula 1.

O treino foi atrasado em cerca de 50 minutos por conta das chuvas torrenciais que caíram sobre Sepang. Ainda no Q1 (primeira etapa do treino), a sessão foi paralisada depois que sueco Ericsson, da Caterham, bateu forte no muro. Durante o Q2, outro incidente, desta vez com a suspensão do carro de Fernando Alonso, voltou a interromper o treino, que acabou mais de 1h depois do previsto.

Melhor carro desse início de temporada, a Mercedes voltou a andar mais rápido que os demais. Assim como já havia sido na Austrália, Hamilton cravou a pole, com 1min59s431. Mostrando que não depende apenas de um bom carro, mas que é um excepcional piloto, Sebastian Vettel, com a Red Bull, andou muito perto, mas falhou na hora H.

Antes de iniciar a última volta, Vettel desacelerou para deixar Fernando Alonso abrir uma distância maior à sua frente, mas perdeu tempo demais e não conseguiu abrir a volta antes do cronômetro zerar. Assim, perdeu a chance de mais uma tentativa, completando o treino com a melhor volta em 1min59s486.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Os demais vieram longe. A segunda fila terá Nico Rosberg, vencedor na Austrália com a Mercedes, que cravou 2min00s050 na sua volta mais rápida, largando ao lado de Fernando Alonso, da Ferrari, com 2min00s175. Também longe deles, a mais de um segundo do pole, aparece o australiano Daniel Riccardo no outro carro da Red Bull.

Felipe Massa acabou prejudicado pelo erro de estratégia da Williams, que resolveu testar o pneu intermediário no Q2, sem sucesso, e deixou o brasileiro fora dos 10 primeiros, na 13.ª colocação. Seu companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas, também foi mal e sai no 15.º lugar do grid. A largada está prevista para as 5h deste domingo, pelo horário de Brasília.

Confira o grid de largada do GP da Malásia:

1º – Lewis Hamilton (ING/Mercedes), 1min59s431

2º – Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 1min59s486

3º – Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 2min00s050

4º – Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 2min00s175

5º – Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), 2min00s541

6º – Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 2min01s218

7º – Nico Hülkenberg (ALE/Force India), 2min01s712

8º – Kevin Magnussen (DIN/McLaren), 2min02s213

9º – Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso), 2min03s078

10º – Jenson Button (ING/McLaren), 2min04s053

…..

11º – Danill Kvyat (RUS/Toro Rosso), 2min02s351

12º – Esteban Gutierrez (MEX/Sauber), 2min02s369

13º – Felipe Massa (BRA/Williams), 2min02s460

14º – Sergio Perez (MEX/Force India), 2min02s511

15º – Valtteri Bottas (FIN/Williams), 2min02s756

16º – Romain Grosjean (FRA/Lotus), 2min02s885

…..

17º – Pastor Maldonado (VEN/Lotus), 2min02s074

18º – Adrian Sutil (ALE/Sauber), 2min02s131

19º – Jules Bianchi (FRA/Marussia), 2min02s702

20º – Kamui Kobayashi (JAP/Caterham), 2min03s595

21º – Max Chilton (ING/Marussia), 2min04s388

22º – Marcus Ericsson (SUE/Caterham), 2min04s407

Estadão

Soberano, Hamilton é pole na China; Massa não faz a ‘quina’ sobre Alonso

corridaO circuito de Xangai é mesmo especial para a Mercedes. Se em 2012 a escuderia alemã venceu pela primeira vez em sua volta à Fórmula 1, com Nico Rosberg, neste ano, foi a vez de ver sua nova estrela, Lewis Hamilton, brilhar. O campeão mundial de 2008 dominou o treino classificatório deste sábado e conquistou sua primeira pole position na casa nova. Mais veloz nas três partes da atividade, o britânico cravou o tempo de 1m34s484 na superpole. Ele dividirá a primeira fila com Kimi Raikkonen, da Lotus (1m34s761).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Felipe Massa não conseguiu fazer a “quina” sobre Fernando Alonso. Neste fim de semana, o brasileiro tinha a chance de ser o primeiro companheiro de equipe a superar o espanhol por cinco vezes consecutivas em classificações. Massa largará em quinto, duas posições atrás do parceiro da Ferrari. Entre eles, ficou o outro carro da Mercedes, de Nico Rosberg.

O clima ruim na RBR em razão da polêmica do GP da Malásia, onde Sebastian Vettel ultrapassou Mark Webber contra as ordens dos boxes, parece ter se refletido negativamente nas pistas neste sábado. Ciente que não podia brigar pela pole, o alemão adotou estratégia diferente visando a corrida. No Q3, ainda escapou da pista, não marcou tempo e larga em nono. Menos sorte teve o australiano, que foi eliminado no Q2, após parar na pista em razão de uma pane seca. Para piorar, após o treino, Webber foi desclassificado, porque seu carro não continha a quantidade mínima de combustível para o fornecimento da amostra obrigatória à FIA. Com isso, terá que largar em último.

A TV Globo transmite o GP da China ao vivo a partir das 4h deste domingo (horário de Brasília). O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real, com vídeos.

Lewis Hamilton, da Mercedes, no treino classificatório para o GP da China (Foto: Getty Images)Lewis Hamilton, da Mercedes, no treino classificatório para o GP da China (Foto: Getty Images)

Se antes da temporada Hamilton foi criticado por muitos por trocar a McLaren pela Mercedes, em apenas três etapas o britânico mostra que sua aposta não foi equivocada. Enquanto o britânico já possui um pódio (Malásia) e uma pole (China), os pilotos de sua ex-equipe sofre com um carro que deixa a desejar neste início de ano. Neste sábado, Jenson Button conseguiu apenas o oitavo lugar no grid. Já o mexicano Sergio Pérez ficou no Q2 e começará a prova em 12º. A surpresa fica por conta do australiano Daniel Ricciardo, que avançou ao Q3 e larga em sétimo com a STR. Romain Grosjean (Lotus), em sexto, e Nico Hulkenberg (Sauber), em décimo, completam os dez primeiros.

Header_Q1 Fórmula 1 (Foto: Infografia / Globoesporte.com)

O treino começou morno. Os pilotos só foram para a pista oito minutos após o início, a maioria com pneus macios. O objetivo das equipes era poupar compostos médios para a corrida. A Mercedes dominou o Q1, com Lewis Hamilton e Nico Rosberg. Na sequência apareceram os carros da Ferrari e da RBR. Felipe Massa ficou com o terceiro tempo. Os eliminados foram: Valtteri Bottas (Williams), Esteban Gutiérrez (Sauber) e as duplas da Marussia, Jules Bianchi e Max Chilton, e da Caterham, Charles Pic e Giedo van der Garde.

Header_Q2 Fórmula 1 (Foto: Infografia / Globoesporte.com)

O Q2 foi marcado pelo abandono de Mark Webber, ao parar sem gasolina na curva 14 do circuito chinês. Segundo a RBR, o carro do australiano teve problemas de pressão no sistema de combustível. Com isso, Webber foi eliminado da superpole e terá que largar em 14º. Com ele, caíram fora Paul di Resta (Force India), Sergio Pérez (McLaren), Adrian Sutil (Force India), Pastor Maldonado (Williams) e Jean-Eric Vergne (STR). Hamilton seguiu dando as cartas, seguido por Alonso, Vettel e Massa. A surpresa da sessão ficou por conta de Daniel Ricciardo (STR), que avançou ao Q3 pela segunda vez na carreira (a última havia sido no GP do Bahrein de 2012). Ao ser informado da façanha do piloto do pequeno time italiano, Jenson Button da McLaren não escondeu a surpresa ao conversar com a equipe pelo rádio: “Uau!”.

Mark Webber, da RBR, no treino classificatório para o GP da China (Foto: AFP)Mark Webber teve pane seca e precisou voltar para os boxes de carona (Foto: AFP)
Header_Q3 (Foto: Infoesporte)

A previsão de intenso desgaste dos pneus na corrida influenciou também a disputa da superpole. Nos primeiros minutos, apenas Vettel foi para a pista. O alemão fez uma volta de instalação, não marcou tempo e retornou ao pit lane. Fora isso, nenhuma movimentação até os instantes finais, quando todos pilotos deixaram os boxes em busca de voltas rápidas. Kimi Raikkonen foi o primeiro a aparecer no topo da classificação, mas logo foi superado por Lewis Hamilton, ambos com pneus macios. Alonso anotou o terceiro tempo e ficou no aguardo para ver se era superado por Massa. O brasileiro foi mais rápido que o espanhol nos dois primeiros setores, mas perdeu três décimos no último trecho da pista e acabou ficando apenas com o quinto lugar no grid. Ciente que a RBR não tinha ritmo para lutar pela pole, Vettel optou pelos pneus médios pensando na corrida, já que os pilotos precisam largar com os mesmos compostos que terminam o Q3. Porém, o alemão quase danificou seus pneus, ao perder o ponto de freada na curva 14 e sair da pista. Após a escapada, o atual campeão retornou aos boxes sem marcar tempo.

Felipe Massa, da Ferrari, no treino classificatório para o GP da China (Foto: EFE)Massa ficou com o quinto lugar no grid, mas admitiu que esperava mais (Foto: EFE)

Confira o grid de largada para o GP da China:

1 – Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – 1m34s484
2 – Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) – 1m34s761 – a  0s277
3 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1m34s788 – a  0s304
4 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – 1m34s861 – a  0s377
5 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – 1m34s933 – a  0s449
6 – Romain Grosjean (FRA/Lotus) – 1m35s364 – a  0s880
7 – Daniel Ricciardo (AUS/STR) -1m35s998 – a  1s514
8 – Jenson Button (ING/McLaren) – 2m05s673 – a  31s189
9 – Sebastian Vettel (ALE/RBR) – sem tempo
10 – Nico Hulkenberg (ALE/Sauber)- sem tempo

Eliminados no Q2:
11 – Paul di Resta (ING/Force India) – 1m36s287
12 – Sergio Perez (MEX/McLaren) – 1m36s314
13 – Adrian Sutil (ALE/Force India) – 1m36s405
14 – Pastor Maldonado (VEN/Williams) – 1m37s139
15 -Jean-Eric Vergne (FRA/STR) – 1m37s199

Eliminados no Q1:                                  
16 – Valtteri Bottas (FIN/Williams) – 1m37s769
17 – Esteban Gutierrez (MEX/Sauber) – 1m37s990
18 – Jules Bianchi (FRA/Marussia) – 1m38s780
19 – Max Chilton (ING/Marussia) – 1m39s537
20 – Charles Pic (FRA/Caterham) – 1m39s614
21 – Giedo van der Garde (HOL/Caterham) – 1m39s660

Punido:
22 – Mark Webber (AUS/RBR) – 1m36s679*
* Desclassificado por não possuir quantidade mínima de combustível para amostra à FIA

 

 

 

G1

Hamilton faz a pole, e Vettel larga em quarto; Alonso é 8º e reza pela chuva

Os olhos de Sebastian Vettel estavam imóveis. A expressão fria do alemão após o treino classificatório se recusava a dar pistas sobre o que se passava em sua cabeça. A insatisfação pelo quarto lugar no grid do GP do Brasil não deve ter sido maior que a sensação de conforto por saber que seu único rival na luta pelo tricampeonato estará longe, quatro posições atrás. O quarto lugar é exatamente o que o piloto da RBR precisa para não depender de mais nada e levantar a taça. A Fernando Alonso, resta fazer a dança da chuva e torcer para que a água leve o caos a Interlagos. A pajelança talvez nem seja necessária, já que a meteorologia promete tempo ruim constante. Quem não está nem aí para nada disso é a dupla da McLaren, que larga lá na frente: Lewis Hamilton confirmou o bom rendimento no fim de semana e cravou a pole (1m12s458), com Jenson Button completando a dobradinha.

Vettel ainda tem um aliado na segunda fila: seu companheiro Mark Webber sai em terceiro. Alonso conta com Felipe Massa em quinto, mas logo após o treino o brasileiro já descartou manobra semelhante à do GP dos Estados Unidos, quando aceitou trocar o câmbio para perder cinco posições e facilitar a vida do espanhol. Antes de Alonso surgir no grid, ainda aparecem Pastor Maldonado, da Williams, e Nico Hulkenberg, da Force India. A oitava posição deixa o bicampeão da Ferrari em situação delicada, rezando para que a chuva mude a lógica da prova.

INFO - Chances de Vettel e alonso serem campeões (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.com)

Última das 20 etapas da temporada 2012, a corrida em Interlagos começa às 14h deste domingo. A TV Globo transmite ao vivo, e o GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os detalhes da prova em Tempo Real.

Bruno Senna fez bonito no Q1, mas caiu no Q2, ficou fora da superpole e vai largar com sua Williams em 12º lugar. Quem decepcionou foi Michael Schumacher. O alemão da Mercedes também não conseguiu se manter entre os dez primeiros e vai sair em 14º na última corrida da carreira.

Header_Q1 (Foto: Infoesporte)

Quinze minutos antes do início do treino, uma chuva fina molhou a pista em Interlagos. Quando os carros começaram a andar, as nuvens deram uma trégua, mas ainda havia spray à vontade. Os pilotos que costumam andar na frente ficaram sossegados nos boxes e deixaram para os menos cotados a missão de espalhar a água e secar o asfalto. Vergne, Koba, Petrov, Ricciardo, Pérez, Kovalainen, Glock, Pic, De La Rosa, foi essa turma que abriu os trabalhos em São Paulo. O último, inclusive, se chocou com Grosjean, em incidente que ficou sob investigação. Passados dez minutos, com o chão secando, aí sim os medalhões apareceram.

Bruno Senna chegou a puxar a fila por alguns minutos, com 1m15s333, mas foi superado por Hamilton, com 1m15s075. Vettel (quinto) e Alonso (10º) correram para o gasto e pularam para o Q2. O mesmo não se pode dizer de Grosjean, Petrov, Kovalainen, Glock, Pic, Karthikeyan e De La Rosa, os sete eliminados.

Header_Q2 (Foto: Infoesporte)

Mal começou o Q2, e os pilotos da Ferrari pularam na pista. Mesmo sem gastar um jogo de pneus macios, Alonso e Massa logo fizeram os melhores tempos. Mas os maiores rivais ainda estavam nos boxes. Quando foram para a disputa, passaram batidos pela equipe italiana. Vettel voou como de hábito e fez 1m13s209, seguido por Hamilton (1m13s398), polarizando a disputa pela pole. Em seguida vieram Button, Webber, Raikkonen, Maldonado, Hulkenberg e Rosberg.

Alonso se segurou em nono, mas Massa chegou a cair para 12º. Àquela altura, o sol já brilhava em Interlagos. Enquanto Vettel recolhia seu carro para os boxes, Felipe tinha uma volta derradeira para evitar a eliminação. Na bacia das almas, voltou para 10º com 1m14s048 e passou raspando. Bruno não teve a mesma sorte e ficou em 12º, fora da superpole, ao lado de Di Resta, Pérez, Schumacher, Kobayashi, Ricciardo e Vergne.

Header_Q3 (Foto: Infoesporte)

Com dez minutos para definir o grid, Hamilton foi o primeiro a fazer a volta ideal, com as melhores parciais e um impressionante 1m12s850. As Ferraris mordiam o calcanhar do alemão, mas por pouco tempo. Logo cederam espaço para Button e Webber. Na primeira tentativa de Vettel, a sorte de Alonso apareceu: o alemão cometeu um erro no início da segunda parcial e fez apenas o sexto melhor tempo. Mas a disputa ainda não tinha acabado.

Hamilton voltou à pista e confirmou a boa performance, agora com 1m12s458 para cravar à pole. Ao seu lado, o companheiro Jenson Button, com 1m12s513. As RBRs vieram em seguida, mas Vettel conseguiu apenas o quarto tempo, atrás de Webber. Massa ficou com a quinta posição na largada, à frente de Maldonado e Hulkenberg. Só então apareceu Alonso. O espanhol da Ferrari não conseguiu fazer sua parte e ficou apenas com a oitava posição no grid, tornando a missão ainda mais complicada para a corrida no domingo.

Confira o grid de largada após o treino deste sábado em Interlagos:

1 – Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – 1m12s458
2 – Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – 1m12s513
3 – Mark Webber (AUS/RBR-Renault) – 1m12s581
4 – Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) – 1m12s760
5 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – 1m12s987
6 – Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) – 1m13s174
7 – Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) – 1m13s206
8 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1m13s253
9 – Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) – 1m13s298
10 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – 1m13s489

Eliminados no Q2:
11 – Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) – 1m14s121
12 – Bruno Senna (BRA/Williams-Renault) – 1m14s219
13 – Sergio Perez (MEX/Sauber-Ferrari) – 1m14s234
14 – Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – 1m14s334
15 – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) – 1m14s380
16 – Daniel Ricciardo (AUS/STR-Ferrari) – 1m14s574
17 – Jean-Eric Vergne (FRA/STR-Ferrari) – 1m14s619

Eliminados no Q1:
18 – Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) – 1m16s967
19 – Vitaly Petrov (RUS/Caterham-Renault) – 1m17s073
20 – Heikki Kovalainen (FIN/Caterham-Renault) – 1m17s086
21 – Timo Glock (ALE/Marussia-Cosworth) – 1m17s508
22 – Charles Pic (FRA/Marussia-Cosworth) – 1m18s104
23 – Narain Karthikeyan (IND/HRT-Cosworth) – 1m19s576
24 – Pedro de la Rosa (ESP/HRT-Cosworth) – 1m19s699

Globoesporte.com

Hamilton é punido, cai para último, e Maldonado é o novo pole na Espanha

Lewis Hamilton foi punido pelos comissários do GP da Espanha e perdeu a pole position que havia conquistado, neste sábado, por não retornar aos boxes após completar o treino classificatório. O britânico largará no fim do grid na prova de  domingo. Com isso, todos os pilotos sobem uma posição no grid e a pole  fica com  Pastor Maldonado, da Williams. É a primeira pole da carreira do venezuelano e da equipe desde Nico Hulkenberg, no GP do Brasil de 2010.

Hamilton foi orientado pela McLaren a estacionar poucos metros após marcar a fantástica volta de 1m21s707, meio segundo à frente de Maldonado, no fim da atividade. O carro precisou ser rebocado até os boxes e o caso foi investigado pela FIA.

Segundo o regulamento, os pilotos devem levar seus carros ao parque fechado logo após o fim do treino com o mínimo de 1 litro no tanque para fornecer como amostra à FIA.
O chefe da escuderia McLaren, Martin Whitmarsh, afirmou que o carro possuía 1,3 litros no tanque, mas não explicou a razão para o piloto parar na pista. Os comissários afirmam que o carro não tinha combustível suficiente para retornar aos boxes com a quantia mínima exigida de 1 litro e por isso parou no circuito. O piloto foi excluído do treino classificatório, mas terá permissão para largar no GP da Espanha deste domingo.

carro lewis hamilton rebocado (Foto: Flick oficial do circuito da Catalunha)Lewis Hamilton parou logo após marcar a pole (Foto: Flick oficial do circuito da Catalunha)

– Os comissários receberam um comunicado do diretor de prova dizendo que após o treino, uma quantidade de combustível foi requerida do carro 4, no entanto, o piloto falhou em retornar aos boxes, o que é requerido pelo artigo 6.6.2 da FIA. Os comissários ouviram o chefe da equipe, Sr. Sam Michael, que disse que o carro parou no circuito por razões de força maior. Um membro da equipe colocou uma quantidade insuficiente no tanque do carro, que precisou ser parado no circuito para ser possível fornecer a quantidade requerida de combustível para análise. Como a quantidade de combustível do carro é de controle do competidor, os comissários não aceitaram isso como caso de força maior – explicou os comissários em comunicado.

De acordo com as regras, apenas em circunstâncias de força maior aceita pelos comissários os pilotos são permitidos parar antes de retornar aos boxes. Não é permitido parar deliberadamente por não ter combustível suficiente para completar a volta com a quantidade mínima exigida, o que significaria menos peso durante a volta rápida, resultando em vantagem sobre os adversários.

O GP da Espanha, quinta etapa do mundial de F-1, está marcado para as 9h (horário de Brasília) deste domingo e terá transmissão ao vivo da TV Globo e em Tempo Real pelo GLOBOESPORTE.COM.

pastor maldonado williams gp da espanha (Foto: Agência AFP)Maldonado é o novo pole position (Foto: AFP)

Confira o grid de largada para o GP da Espanha (após punição a Hamilton):

1 – Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) – 1m22s285
2 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1m22s302
3 – Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) – 1m22s424
4 – Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) – 1m22s487
5 – Sergio Perez (MEX/Sauber-Ferrari) – 1m22s533
6 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – 1m23s005
7 – Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) – Sem tempo
8 – Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – Sem tempo
9 – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) – Sem tempo

Eliminados no Q2:
10 – Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – 1m22s944
11 – Mark Webber (AUS/RBR-Renault) – 1m22s977
12 – Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) – 1m23s125
13 – Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) – 1m23s177
14 – Jean-Eric Vergne (FRA/STR-Ferrari) – 1m23s265
15 – Daniel Ricciardo (AUS/STR-Ferrari) – 1m23s442
16 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – 1m23s444

Eliminados no Q1:
17 – Bruno Senna (BRA/Williams-Renault) – 1m24s981
18 – Vitaly Petrov (RUS/Caterham-Renault) – 1m25s277
19 – Heikki Kovalainen (FIN/Caterham-Renault) – 1m25s507
20 – Charles Pic (FRA/Marussia-Cosworth) – 1m26s582
21 – Timo Glock (ALE/Marussia-Cosworth) – 1m27s032
22 – Pedro de la Rosa (ESP/HRT-Cosworth) – 1m27s555
23 – Narain Karthikeyan (IND/HRT-Cosworth) – 1m31s122 (acima dos 107%)

Punido:
24 – Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – 1m21s707 – punido

Globoesporte.com