Arquivo da tag: Guardar

Saiba como guardar o seu perfil do Orkut

orkutO Orkut vai acabar, e isso não é novidade: em junho, o Google anunciou que daria fim à rede social que foi a primeira de muitos brasileiros, com seus scraps, depoimentos e gifs incríveis.

Entretanto, nem tudo que ficou por lá e viveu, marcou a nossa história vai para o grande lixo da internet: é possível recuperar e guardar consigo mesmo para a posteridade o seu perfil, os seus álbuns de fotos, os seus recados, depoimentos e todos os tópicos que você criou.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Em menos de duas semanas para o fim do Orkut como a gente o conhece — a rede social sai do ar no dia 30 de setembro —, muita gente ainda não guardou seus dados, nem sabe como fazê-lo. É para isso que estamos aqui, com a ajuda de uma ferramenta do Google chamada Google Takeout (ou retirada, em bom português). Para começar, acesse o link a seguir. 

Selecione apenas o Orkut no Google Takeout. FOTO: Reprodução

Essa é a página do Google Takeout. Você vai precisar se logar com a sua conta Google que usava para acessar o Orkut. (É, a memória talvez seja um problema agora, mas a gente confia que você vai lembrar). A partir dessa tela, você vai clicar em “criar um arquivo”. Vale dizer que o Google Takeout serve para todos os serviços Google que você usa — como o Blogger, o Gmail e o Drive. E é possível fazer backup de todos eles com a ferramenta, mas aqui só faremos do Orkut, ok?

Espere o Google carregar todos os seus scraps, fotos e depoimentos para um arquivo .zip. FOTO: CRÉDITO

Clique em “selecionar tudo” para desselecionar as caixas, e depois em “Orkut” para selecionar o Orkut. Na sequência, clique em “criar um arquivo” e espere o Google carregar tudo o que estava atrelado ao seu perfil. Ele vai gerar um arquivo .zip, que você pode baixar.

Pronto: agora é só baixar, guardar num HD externo, num pendrive ou na nuvem toda a memória do seu Orkut. FOTO: Reprodução

Dentro dele, um tesouro de anos atrás: além das suas fotos (que vem sem legenda, mas divididas nos álbuns), você tem a página do seu perfil. Na pasta “internal”, é possível encontrar outras páginas bacanas: “scraps” te leva para a lista de scraps que você tem (isso se você não era da turma “respondo e apago”); “testmonials” vai mostrar os depoimentos fofos que te deixaram; e dentro da pasta outras muitas pastas contém arquivos HTML das páginas de tópicos que você criou em diferentes comunidades. Dá para gastar horas e horas se divertindo com isso, né?

Ah, um aviso: apesar do fim do Orkut estar marcado para o dia 30 próximo, será possível retirar os dados até 30 de setembro de 2016. Já as comunidades públicas serão preservadas em um “arquivo de comunidades” aberto ao público. Este arquivo, porém, será apenas para visualização e não aceitará novos tópicos, comentários ou enquetes.

A “Luta de classes…” é um exemplo de comunidade engraçadinha do Orkut que vai deixar saudades. FOTO: Reprodução/Orkut
Estadão

Guardar raiva pode diminuir expectativa de vida, diz estudo

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Guardar as emoções pode fazer mal à saúde física e mental. Um estudo feito por especialistas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, descobriu que a atitude pode ainda diminuir a expectativa de vida das pessoas e torna-las um terço mais propensas a morrerem jovens do que as que expressam os sentimentos.

 

Quando os pesquisadores analisaram as causas específicas de morte, descobriram que os riscos aumentaram 47% para as doenças do coração e 70% para o câncer. O estudo avaliou 796 homens e mulheres, com idade média de 44 anos, que se inscreveram para um inquérito de saúde em 1996.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Parte das questões avaliou o quanto os participantes suprimiam as emoções. A pesquisa foi repetida 12 anos depois, período em que 111 pessoas morreram – a maioria de doença cardíaca ou câncer. Quando os pesquisadores analisaram os escores de emoção, eles descobriram que as taxas de mortalidade foram maiores entre aqueles com maior probabilidade de reprimir raiva, em vez de deixar as pessoas saberem o que estavam pensando.

 

Não está claro como emoções reprimidas causam morte prematura. Uma teoria é que as pessoas se voltam para o álcool, cigarros ou junk food para ajudá-las a lidar com os sentimentos ocultos. Outra é porque a tensão perturba o equilíbrio hormonal no corpo, aumentando o risco de doenças relacionadas com o dano celular, como as afecções cardiovasculares e câncer.

 

 

 

Terra