Arquivo da tag: grávida

Corpo de grávida de seis meses que estava desaparecida é encontrado enterrado, na Paraíba

A mulher grávida de seis meses, que estava desaparecida desde a última sexta-feira (14), foi encontrada morta na zona rural do município de Alhandra, no Litoral Sul da Paraíba, nesta quarta-feira (19). Segundo informações da Polícia Civil, o corpo de Janaína Felinto, de 29 anos, estava enterrado em um local raso e foi encontrado por um familiar que fazia buscas pela jovem.

Não foi possível identificar o que causou a morte de Janaína. O corpo dela foi encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de João Pessoa.

A irmã de Janaína, Aline Felinto, contou que viu a irmã pela última vez na quinta-feira (13), mas o irmão a deixou em casa, entre 19h30 e 19h45, quando saiu para trabalhar na sexta-feira. “Ela ficou sozinha em casa entre 19h30 e 19h45, foi a última vez que ela foi vista. Quando ele estava indo para o trabalho, ele encontrou com minha mãe no caminho. Quando ela chegou em casa, ela (Janaína) já não estava mais lá”, relata Aline.

Conforme a delegada Iumara Bezerra, que investiga o caso, pessoas próximas a Janaína estão sendo ouvidas para que uma linha de investigação seja criada sobre o desaparecimento dela. O caso continuará sendo investigado pela equipe do Núcleo de Homicídios da cidade.

Mulher está desaparecida desde a última sexta-feira (14), em Mata Redonda, na Paraíba — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

Mulher está desaparecida desde a última sexta-feira (14), em Mata Redonda, na Paraíba — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

 

G1

 

 

Mulher grávida é agredida por marido durante discussão em João Pessoa

Uma mulher grávida de cinco meses foi agredida pelo marido durante uma discussão, neste sábado (1°), no bairro Mandacaru, em João Pessoa, na Paraíba. De acordo com a Polícia Militar,  o homem flagrou a esposa em uma casa com várias mulheres.

A mulher foi agredida na cabeça com vários socos. Após as agressões o suspeito fugiu.

A vítima foi socorrida para o Hospital de Trauma de João Pessoa. De acordo com a unidade de saúde, ela recebeu alta após receber atendimento.

O homem segue desaparecido.

 

clickpb

 

 

Adolescente grávida é baleada em suposta tentativa de assalto

Uma adolescente de 17 anos foi baleada na noite dessa quinta-feira (30) durante uma suposta tentativa de assalto, no bairro Mangabeira, em João Pessoa. Ela está grávida de seis meses. O bebê não foi atingido pelo tiro.

A adolescente foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. Conforme boletim médico divulgado na manhã desta sexta (31), o quadro clínico dela é regular.

Segundo a Polícia Militar, a vítima pediu um carro de transporte por aplicativo no bairro dos Bancários e, ao chegar em Mangabeira, foi surpreendida por um homem em uma moto preta.

Conforme apuração da TV Correio, o homem teria anunciado um assalto. A vítima teria tomado um susto e, por conta dessa reação, o suspeito atirou. Ele fugiu após o crime e, até esta manhã, não havia sido localizado.

A Polícia Civil vai investigar o caso.

 

(Foto: Reprodução/TV Correio)

portalcorreio

 

 

Acidente na cidade de Mari deixa grávida ferida; motorista não prestou socorro

Mais um acidente na PB 073, no perímetro urbano, da cidade de Mari, Zona da Mata da PB, foi registrado no início da noite desta segunda-feira (9) envolvendo uma motocicleta e um carro.

Segundo informações de populares, um veículo modelo Parati com uma carroça colidiu em uma motocicleta pilotada por um homem e com uma mulher grávida na carona.

As vítimas foram identificadas como sendo Girlene Barbosa Pessoa e Denilson da Silva Soares, ambos residente no Assentamento Tiradentes.

A mulher foi socorrida por uma equipe do Samu e o marido por uma equipe do Corpo de Bombeiros, de Sapé. O veículo causador do acidente não prestou socorro às vítimas.

Fonte: ExpressoPB

 

 

Grávida de seis meses é esfaqueada, na PB; suspeito é o ex-namorado

Uma mulher grávida de seis meses foi esfaqueada na madrugada desta quinta-feira (31), no bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa. De acordo com relato dela à polícia, o suspeito é o ex-namorado dela.

A mulher, de 24 anos, foi ferida por volta das 2h. Os golpes de faca atingiram a perna, o pescoço e as costas da vítima. Ela foi socorrida para a UPA de Cruz das Armas e, em seguida, encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, onde deu entrada por volta das 3h.

Ela relatou à polícia que o ex-namorado teria a esfaqueado e fugido em uma moto logo depois. De acordo com informações do Hospital de Trauma, o bebê está bem e não houve complicações na gravidez. O estado de saúde da mulher é considerado estável. Até as 7h50 não havia informações sobre a prisão do suspeito e qual seria a motivação das facadas.

G1

 

Suspeito de divulgar fotos íntimas e ameaçar a ex-mulher grávida é preso, em João Pessoa

Um homem de 24 anos foi preso em flagrante nesta terça-feira (1º), no bairro do Grotão, zona sul de João Pessoa, suspeito de ameaçar de morte a ex-companheira, grávida de três meses, e de compartilhar fotos íntimas da mesma.

De acordo com a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, o suspeito não aceitava o fim do relacionamento e queria reatá-lo. A vítima denunciou o suspeito que além de ter confessado as ameaças, assumiu que perseguiu a ex-companheira, que destruiu a câmera de segurança do trabalho da vítima e que furou os pneus da motocicleta dela.

Além das ameaças, o suspeito deve responder também por ter compartilhado foto de calcinha da vítima em redes sociais, com o intuito de humilhá-la. O homem ficará na carceragem da Delegacia da Mulher até audiência de custódia, que deve acontecer nesta quarta-feira (2).

G1

 

Paraíba tem primeira transmissão de HIV de grávida para filho após três anos sem caso do tipo

Uma criança foi infectada por HIV após transmissão vertical, que é a transmissão de mãe gestante para filho. Além disso, 16 mulheres gestantes foram diagnosticadas com o vírus, conforme relatado no boletim epidemiológico da Gerência Operacional das IST/HIV/Aids/Hepatites Virais da Secretaria de Estado da Saúde (SES), divulgado nesta segunda-feira (22). Desde 2016, não havia esse tipo de transmissão do HIV de mãe para filho, o que chamou a atenção dos profissionais da Saúde do Estado.

“Este é um fato relevante já que, desde 2016, não havia casos de transmissão vertical. É importante ressaltar que, apesar do incremento de testes rápidos distribuídos para as unidades de saúde da família, serviços de referência, maternidades e o uso do Protocolo de Prevenção da transmissão vertical, ainda ocorrem casos no estado. A nossa sugestão é uma maior qualificação da assistência, durante o pré-natal, e mais atenção no período de puerpério/amamentação, pois a transmissão pode ocorrer nesse período”, disse a gerente operacional de HIV/Aids, da SES, Ivoneide Lucena.

A SES desenvolve várias estratégias para enfrentamento do HIV/Aids. Entre elas, capacitação para teste rápido nos municípios e serviços de saúde; serviços de referência para testagem e assistência às pessoas com HIV/Aids (Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e Serviços de Assistência Especializada (SAE); ampliação de serviços para oferta da Profilaxia Pós-exposição; criação do Comitê Estadual de investigação de casos de transmissão vertical do HIV, apoio aos projetos de ONG´s que promovem ações de prevenção junto às populações vulneráveis e oferta de cursos à distância para professores e alunos da rede estadual, objetivando a qualificação e oportunizando a discussão em sala de aula com temáticas como sexualidade, respeito às diferenças, prevenção às ISTs e discussão de gênero.

Profilaxia Pós-Exposição – PEP

A PEP é uma forma de prevenção de urgência à infecção pelo HIV que consiste no uso de medicamentos que precisam ser tomados por 28 dias, que deve ser iniciada o mais rápido possível, preferencialmente, nas primeiras duas horas após a exposição e no máximo, em até 72 horas para reduzir o risco de adquirir a infecção. Deve ser utilizada após qualquer situação em que exista risco de contágio: violência sexual, relação sexual desprotegida e acidente ocupacional.

Profilaxia Pré-Exposição – PrEP

A PrEP consiste na tomada diária de um comprimido que impede que o vírus causador da Aids infecte o organismo, antes de a pessoa ter contato com o vírus. Ela é indicada para pessoas que têm maior chance de entrar em contato com o HIV.

“Ainda há muito a ser feito na promoção, prevenção e na atenção, além do apoio e das ações de promoção vinculadas à luta contra o preconceito, o estigma e a discriminação, como ações estratégicas para o enfrentamento da epidemia de HIV/Aids”, concluiu Ivoneide.

 

clickpb

 

 

Policiais do 4º BPM prendem mulher grávida com droga em Guarabira

Uma mulher grávida de 25 anos de idade foi presa por policiais da Rotam do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) nesta terça-feira (20), na cidade de Guarabira, com substâncias entorpecentes semelhantes à maconha e cocaína que ela trasportava dentro de uma sacola plástica. Ela estava na garupa de uma moto e, apesar de negar o envolvimento do condutor, os dois foram levados à delegacia.

A abordagem foi feita pelos policiais porque a mulher apresentou um comportamento suspeito e a área é conhecida pelo tráfico de drogas. De acordo com o comandante da guarnição da Rotam, sargento Laelson, na sacola havia aproximadamente 400g de uma substância semelhante à maconha e 70g similar à cocaína.

Na delegacia, para onde a mulher e o mototaxista foram levados, ela foi autuada em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Assessoria 4º BPM

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Grávida perde bebê após acidente em moto com quatro crianças, na PB

(Foto: Reprodução/TV Paraíba)

Uma mulher que estava grávida de sete meses e sofreu um acidente de moto perdeu o bebê e está em coma induzido, no Hospital Regional de Sousa, no Sertão da Paraíba. A mulher trafegava de moto, levando mais quatro crianças na garupa do veículo, quando o acidente ocorreu na noite do sábado (25), na zona rural de Sousa.

A perda da gestação foi confirmada na manhã desta segunda-feira (27), pelo Hospital Regional de Sousa. Na moto também estavam quatro crianças de 1, 4, 11 e 12 anos. A criança de 1 ano foi transferida para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande e está internada em estado grave. O menino sofre fratura na perna e traumatismo craniano.

Segundo o pai das crianças, a mulher costumava sair de moto com os filhos e sempre era alertada. “O acidente poderia ter sido evitado, se ela não tivesse saído na moto com os quatro meninos. Todo mundo alertava a ela”, disse José Rodolfo Medeiros, que é gari.

As outras três crianças tiveram ferimentos leves e já receberam alta médica, ainda no Hospital Regional de Sousa. A Polícia Militar tomou conhecimento do caso, mas não sabe como o acidente ocorreu. Segundo o pai das crianças, a moto teria sido atingida por um carro descontrolado.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Grávida de oito meses é raptada, agredida e tem os olhos e a boca colados, em Campina Grande

Na tarde desta terça-feira (11), uma mulher grávida de oito meses deu entrada mo Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, com marcas de agressão e os olhos e a boca colados.

De acordo com informações policiais, a mulher teria sido raptada por três homens e levada para um matagal, onde foi agredida com chutes e teve os olhos e a boca colados.

A polícia realizou buscas mas não conseguiu localizar os supeitos. A mulher também não soube informar as características dos homens.

O caso aconteceu no bairro Belo Monte.

A mulher passou por procedimentos cirúrgicos. Ainda não se sabe o estado de saúde do bebê.

PB Agora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br