Arquivo da tag: garante

Flu abre o placar, sofre empate, mas segura Fla e se garante na final

O Fluminense está na final da Taça Rio! Com a vantagem do empate por ter tido a melhor campanha na fase de grupos, o time tricolor abriu o placar, sofreu um gol no fim, mas segurou o ímpeto rubro-negro e garantiu a vaga na decisão. Gum, ainda no primeiro tempo, balançou a rede para a equipe de Abel Braga, enquanto Everton Ribeiro, perto do fim do duelo, deixou tudo igual: 1 a 1.

Fluminense 1 x 1 Flamengo: as imagens no clássico
Fluminense 1 x 1 Flamengo: as imagens no clássico

Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C. / LANCE!

Agora, o time das Laranjeiras vai encarar o Botafogo – que venceu o Vasco na outra semifinal – no domingo, no Maracanã, em jogo que, mais que o título, vale a vantagem para a semifinal do Campeonato Carioca.

PASSADO 
Como esperado, neste primeiro encontro entre Dourado e a torcida do Flu, outrora do mesmo lado, não foi nada amistoso e pôde-se ouvir de tudo vindo da arquibancada. Pelo lado rubro-negro, houve resposta.

TRUNCADO 
Com o gramado castigado pela chuva (e jogo no dia anterior), o primeiro tempo foi equilibrado, mas, praticamente, entre as intermediárias. Chances claras, uma para cada lado: Dourado parou em grande defesa de Júlio César e Ayrton Lucas quase contou com o desvio da zaga, mas a bola foi para fora.

GOL E HOMENAGEM
Nos acréscimos, após cobrança de escanteio, Gum, de cabeça, abriu o placar e homenageou Noah, filho que está por vir.

O QUE É ISSO?
O panorama não mudou muito no segundo tempo. Até piorou. Em certo momento, o jogo virou um “pega pra capar”, com chegadas mais fortes e nenhum futebol arte.

MUDANÇA
A entrada de Vinícius Jr. na vaga de Renê – Everton Ribeiro foi para a lateral -, no intervalo, fez com que o lado esquerdo do Flamengo ficasse mais perigoso, mas logo o Fluminense conseguiu e neutralizar o adversário.

QUASE 
O Fla quase empatou com Jonas, de cabeça, em lance que Júlio César salvou. Já o Flu, poderia ter ampliado, mas Gilberto, depois de contra-ataque, mandou para longe.

ANULOU 
Gum chegou a marcar novamente, mas a arbitragem assinalou posição irregular do zagueiro.

INCENDIOU 
Quase no fim, Everton Ribeiro aproveitou rebote e marcou um bonito gol, incendiando time e torcida. Depois disso, o Flamengo foi para o tudo ou nada, mas o Flu segurou o adversário e saiu com a vaga.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 1 FLAMENGO

Data-Hora: 22/03/2018 – às 20h (de Brasília)
Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Maurício Machado Coelho Junior (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)
Público/renda: 16.923 pagantes / R$ 548.310,00
Cartões amarelos: Pedro e Júlio César (FLU); Éverton Ribeiro, Jonas e Réver (FLA)
Cartões vermelhos: 
Gols: Gum (46’/1ºT – 1×0) e Everton (40’/2ºT – 1×1)

FLUMINENSE: Júlio César; Renato Chaves, Gum e Ibañez; Gilberto, Jádson, Richard (Douglas, 27’/2ºT), Ayrton Lucas e Sornoza; Marcos Júnior (Pablo Dyego, 12’/2ºT) e Pedro (Marlon, 39’/2ºT). Técnico: Abel Braga.

FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei, Réver, Juan e Renê (Vinicius Júnior, intervalo); Jonas, Diego e Lucas Paquetá; Everton Ribeiro (Cuéllar, 22’/2ºT), Everton e Henrique Dourado (Felipe Vizeu, 32’/2ºT). Técnico: Paulo César Carpegiani.

Lance

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Guerrero marca 2 gols, elimina Bota e garante final Fla-Flu

Flamengo conquistou a segunda vaga na final do Campeonato Carioca de 2017, aos derrotar o Botafogo por 2 a 1 na tarde deste domingo, no Maracanã. O peruano Paolo Guerrero marcou os dois gols do Rubro-Negro, e Sassá diminuiu, todos no segundo tempo.

Foto: Marcello Dias / Futura Press

O adversário do Fla na final será o Fluminense, que no sábado venceu o Vasco por 3 a 0, na outra semifinal. A decisão será em dois jogos, a serem disputados em dois domingos seguidos, nos dias 30 de abril e 7 de maio.

Antes da final, o Flamengo volta a campo na próxima quarta-feira, quando visita o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada, pela quarta rodada do grupo 4 da Libertadores. O Flamengo lidera com 6 pontos, dois a mais que os paranaenses.

Já o Bota tem compromisso pela Copa do Brasil, também na quarta, no Engenhão. O adversário será o Sport, na primeira partida das oitavas de final.

Foto: Marcello Dias / Futura Press

O JOGO – Flamengo e Botafogo fizeram um primeiro tempo sem emoções ofensivas e com poucos lances de área. Mesmo com a vantagem do empate, foi o Rubro-Negro que assumiu a iniciativa de propor o jogo e foi mais incisivo nos 45 minutos iniciais, mas o domínio territorial não se traduziu em poderio ofensivo. Muito pelo contrário, sem contar com seu principal armador, já que Diego passou por cirurgia no joelho, o Flamengo sofreu com a falta de organização no meio de campo, e Guerrero ficou isolado na frente.

Ao contrário do adversário, que teve a semana livre para treinar, o Botafogo veio de desgastante viagem ao Equador, onde encarou o Barcelona de Guayaquil no meio da semana, pela Libertadores. Assim, Jair Ventura, embora tenha optado por escalar seus titulares, posicionou sua equipe atrás da bola e abdicou da posse de bola em busca de um lance salvador.

Só o Flamengo chegou com perigo no primeiro tempo, em três ocasiões. Aos 17, Everton fez boa jogada pela ponta esquerda e cruzou na área. William Arão ajeitou para Guerrero dominar no peito e chutar rasteiro, mas Gatito estava atento e fez boa defesa.

Foto: Wallace Teixeira / Futura Press

Aos 32, novo cruzamento da esquerda de Everton, que Gabriel tocou de cabeça para Rômulo e este tentou por cobertura, também de cabeça, mas a bola saiu à esquerda da meta Alvinegra.

Aos 40, a torcida se levantou, mas não valia mais nada. Guerrero, da intermediária, enfiou para Everton na área. Ele rolou para Gabriel completamente livre na entrada da pequena área, mas em impedimento, e o meia-atacante tocou para a rede.

O Flamengo voltou para a segunda etapa tentando imprimir mais velocidade, enquanto o Bota já dava sinais de cansaço. Não demorou e saiu o primeiro gol. Como foi rotina na partida, Everton foi acionado na esquerda e levantou na área. Víctor Luís cortou de cabeça mas a bola caiu no pé de Guerrero, que, de primeira, mandou um balaço que parou no fundo da rede de Gatito, aos 4 minutos.

O Fla continuava melhor e seguiu atacando. Aos 7, novo cruzamento de Everton da esquerda, e a bola foi na cabeça de Gabriel, na altura da marca do pênalti. O meia-atacante, porém, concluiu mal e mandou longe do gol.

Foto: Wallace Teixeira / Futura Press

Com a desvantagem no placar, Jair Ventura mudar o esquema de jogo e ir para o tudo ou nada. Aos 11 minutos, fez duas substituições de uma vez, tirando o volante Dudu Cearense e o atacante Roger, para colocar dois avantes, Sassá e Guilherme.

Aos 13, Guerrero fez boa jogada pela esquerda e rolou para o meio para a entrada de Trauco. O lateral peruano armou o chute e soltou a bomba, obrigando Gatito a espalmar a bola para evitar o segundo.

Mesmo com as substituições, o Botafogo não mostrava sinais de reação, e a situação ficou pior aos 19. Everton chutou dentro da área e a bola bateu no braço de Fernandes. Pênalti que Guerrero cobrou com força, no meio do gol, para praticamente liquidar a fatura.

Foto: Wallace Teixeira / Futura Press

Com a boa vantagem construída, Zé Ricardo fez duas substituições. Everton e Rômulo, que vêm de lesões, foram poupados para as entradas de Renê e Berrío. Trauco foi deslocado para o meio de campo e Gabriel passou a atuar mais centralizado.

O Rubro-Negro continuou mais incisivo e Guerrero perdeu gol incrível aos 38. Pará avançou pela direita e enfiou na frente para Berrío. O colmbiano tocou de primeira para o meio e achou Guerrero livre na marca do pênalti, mas o peruano demorou a concluir e Fernandes apareceu no úmtimo segundo para colocar o pé na frente da bola e afastar o perigo.

O Botafogo respondeu com Sassá, que recebeu na área, driblou Muralha, mas perdeu o ângulo e acabou chutando para fora, naquela que foi a melhor chance do Alvinegro na partida.

No minuto seguinte, o mesmo Sassá foi derrubado na área por Réver, e o árbitro assinalou a penalidade máxima. O mesmo Sassá cobrou no canto esquerdo e diminuiu para o Bota.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 2 X 1 BOTAFOGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 23 de abril de 2017 (Domingo)

Horário: 16h(de Brasília)

Renda: R$ 974.080,00

Público: 17.140 pagantes (20.853 presentes)

Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ)

Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Thiago Neto Corrêa Farinha (RJ)

Cartões amarelos: Guerrero, Everton, Mancuello (Fla); Camilo, Joel Carli (Bota)

Gols:

FLAMENGO: Guerrero, aos 4, e aos 20 min do 2º tempo

BOTAFOGO: Sassá, aos 42 min do 2º tempo

FLAMENGO: Alex Muralha, Pará, Rever, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Rômulo (Berrío), Willian Arão e Gabriel (Mancuello); Everton (Renê) e Paolo Guerrero

Técnico: Zé Ricardo

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Fernandes, Emerson Silva, Joel Carli e Víctor Luís; Dudu Cearense (Guilherme), Rodrigo Lindoso (Gilson), João Paulo e Camilo; Rodrigo Pimpão e Roger (Sassá)

Técnico: Jair Ventura

Gazeta Esportiva

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Vasco vence e garante classificação dupla no Estadual

(Foto: Bernardo Gleizer/Nova Iguaçu) Foto: LANCE!
(Foto: Bernardo Gleizer/Nova Iguaçu)
Foto: LANCE!

O Vasco está duplamente classificado. A zebra laranja não passeou em Moça Bonita, e o Cruz-Maltino derrotou o Nova Iguaçu, por 2 a 0, neste domingo, pela sexta rodada da Taça Rio, garantindo a vaga nas semifinais do segundo turno e, de quebra, a presença nas semis do Carioca-2017.

O Gigante da Colina não fez uma partida brilhante, mas passou muitos sustos e conseguiu o resultado que precisava para terminar com 12 pontos no Grupo C e com 21 na classificação geral. Ou seja, o adversário em uma semifinal do turno será o Botafogo. Independentemente do que acontecer na Taça Rio, o Vasco também já sabe que vai enfrentar o Flamengo na semifinal do Estadual.

O Nova Iguaçu, apesar da derrota, terminou a participação no Carioca de forma honrosa, já que ficou em quinto na classificação geral.

O sucesso vascaíno em Bangu começou a ser construído graças ao zagueiro Rafael Marques, que jogou com a camisa com número certo (ninguém pegou a dele enganado desta vez, não é Jomar?). O defensor, na reta final do primeiro tempo, aproveitou a jogada de escanteio e – como uma flecha, em um espaço aberto por uma falha defensiva do time da Baixada – apareceu para tocar de cabeça.

E se Luis Fabiano ainda persegue o primeiro gol com a camisa Cruz-Maltina, quem virou arma fundamental no time de Milton Mendes é Yago Pikachu. A fase artilheira do meia (esquece essa de lateral) continua. Foi dele o segundo gol do Vasco, após tabela com Nenê e conclusão de carrinho, já no segundo tempo.

Por falar em Fabuloso, apesar das dificuldades físicas (não adianta mandar bola esticada para ele), o atacante chegou a assustar o Nova Iguaçu com uma cabeçada na etapa final.

Essa foi uma das chances que o Vasco poderia ter aproveitado para fazer um placar ainda mais elástico. O Nova Iguaçu deu espaços porque chegou à última rodada com chances de classificação, e isso proporcionou, por exemplo, espaços para os meio-campistas vascaínos na etapa final. Douglas, que fez boa partida, também lamentou oportunidade perdida. Para o volante, destaque vascaíno na temporada, o jogo também foi de discussão com Nenê, ainda no primeiro tempo.

Mas o que não gerou discussão mesmo foi o merecimento da classificação vascaína. A moral cresce na busca pela Taça Rio e pela conquista estadual.

NOVA IGUAÇU 0 X 2 VASCO
Local: Estádio de Moça Bonita, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 2/4/2017, às 16h
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
Assistentes: Carlos Henrique Alves de Lima e Gabriel Conti Viana
Cartões amarelos: Iuri, Caio Cezar, Patrick, Renan Silva (NIG); Rafael Marques, Jean (VAS)
Gols: Rafael Marques, 38’/1ºT (0-1); Yago Pikachu, 31’/2T (0-2)

NOVA IGUAÇU: Jefferson, Vinicius Matheus, Raphael Azevedo, Murilo Henrique e Menezes; Iuri (Renan Silva, 13’/2ºT), Caio Cezar, Paulo Henrique e Wescley (Patrick, 33’/2ºT); Marlon (Alex Souza, 33’/2ºT) e Adriano. Técnico: Edson Souza.

VASCO: Martín Silva, Gilberto, Rodrigo, Rafael Marques e Henrique; Jean (Wagner, 42’/2ºT), Douglas, Yago Pikachu (Manga, 34’/2ºT), Kelvin (Julio dos Santos, 24’/2ºT) e Nenê; Luis Fabiano. Técnico: Milton Mendes

Terra

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Solânea terá uma Câmara participativa, garante presidente Jucian

presidente-jucianApós a sessão solene de abertura dos trabalhos legislativos na semana passada, a Câmara de Solânea realizou na última terça-feira (14) a primeira sessão ordinária do ano, quando os vereadores iniciaram efetivamente suas atividades na atual legislatura.

Mais uma vez prestigiada por populares e com a presença de todos os parlamentares, a Câmara foi cenário de vários debates. Os vereadores destacaram a importância de levar a Casa Antônio Melo às comunidades solanenses, como forma de imprimir maior legitimidade às suas ações.

O presidente da Casa, Jucian Jad, garantiu que levará a Câmara até a população. “Seja através das sessões itinerantes ou de audiências públicas, nós vamos levar nossos debates ao seio das comunidades, com a intenção de conhecer os seus problemas e discutir as soluções possíveis”, assegurou Jucian.

camara solaneaEle também destacou a importância da presença popular: “É sempre importante que as pessoas possam prestigiar nossas atividades. Sabemos que muitos não podem se dirigir até a sede do Legislativo e, por isso, faremos todo esforço possível para ter uma Câmara participativa, atuante e presente nas comunidades”, enfatizou.

Já na próxima semana deverão ser definidas as comissões permanentes da Câmara para o ano legislativo que se inicia, cujas sessões ordinárias acontecerão a partir de agora todas as terças-feiras a partir das 19:30 horas.

Aqueles que não puderem se dirigir até a Casa Antônio Melo de Azevedo, poderão acompanhar as sessões em tempo real pelo site www.focandoanotícia.com.br

Assista a última sessão:

Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Chape é declarada campeã e garante ao menos US$ 4,8 mi em premiações

A Conmebol definiu nesta segunda-feira, em reunião virtual, por teleconferência, que a Chapecoense é a campeã da edição de 2016 da Copa Sul-Americana. A decisão já estava tomada desde a última quinta-feira, como revelado pelo GloboEsporte.com, e foi oficializada em reunião virtual do Conselho da entidade – que tem representantes dos 10 países sul-americanos.

A decisão foi comunicada pela Conmebol em seu site oficial. A nota publicada pela confederação diz que a Chapecoense “receberá todas as honras e prerrogativas de campeão da Copa Sul-Americana de 2016”. O texto reconhece o Atlético Nacional como vice-campeão da competição.

Além disso, o clube colombiano receberá o prêmio “Centenário da Conmebol ao Fair Play” e a quantia de US$ 1 milhão (cerca de R$ 3,4 milhões) pela atitude de ter pedido o título para a Chapecoense.

A Chape, que na semana passada perdeu jogadores, comissão técnica e dirigentes na tragédia da Colômbia, agora tem vaga garantida na Recopa Sul-Americana de 2017 (que disputará contra o Atlético Nacional de Medellín em data a ser definida) e na fase de grupos da Taça Libertadores do ano que vem.

A decisão da Conmebol reforça as finanças da Chape. Pelo título da Sul-Americana, o clube catarinense vai receber premiação de US$ 2 milhões (R$ 6,86 milhões). Pela vaga na Recopa, mais US$ 1 milhão (R$ 3,43 milhões). A participação na Libertadores renderá ainda mais US$ 600 mil (pouco mais de R$ 2 milhões) por jogo como mandante. Como fará ao menos três partidas na fase de grupos, o time catarinense já garantiu US$ 1,8 milhão (R$ 6,17 milhões).

Chapecoense Sul-Americana (Foto: Giba Pace Thomaz/Chapecoense)Chapecoense é declarada campeã da Copa Sul-Americana de 2016 (Foto: Giba Pace Thomaz/Chapecoense)
Globoesporte.com

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Ano letivo 2017: governador garante que nenhum aluno, veterano ou novato, ficará sem vaga na rede estadual

ricardoO governador Ricardo Coutinho, do PSB, garantiu que a rede estadual de ensino na Paraíba disponibilizará vagas para todos os estudantes que queiram estudar e, para isso, antecipou o período de matrículas dos veteranos, que foi iniciado dia 24 de outubro e se estenderá até o dia 11 de novembro. Já a matricula dos novatos começa no dia 16 de novembro e vai até o dia 30.

A antecipação, conforme o governador, atende a logística de aquisição de materiais. O objetivo é que o Estado se programe para comprar o material didático e pedgíocio fornecido para os estudos dos discentes e os entregue já no início do ano letivo.

“É importante dizer. Nenhum estudante que queira estudar ficará fora da rede estadual de ensino por falta de vaga. Absolutamente nenhum. Todos terão vagas. Não há negociação, não há crise econômica, não há nada que faça com que alguém que precisa ou que queira estudar fique fora da rede estadual de ensino. A nossa determinação é essa e é por isso que nós estamos antecipando as matriculas”, disse.

O governador lembrou ainda que as matrículas também podem ser feitas via internet.

PB Agora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Assembleia aprova projeto que garante informações sobre reprovação de crédito em lojas

jutayA Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, nesta terça-feira (25), projeto de Lei de autoria do deputado estadual Jutay Meneses (PRB) que obriga as Instituições Comerciais, Industriais e Financeiras do Estado da Paraíba a fornecerem, por escrito, sempre que solicitado pelo consumidor, o motivo do indeferimento do crédito ou de negativa de aceitação de título de crédito.

“Esse projeto busca uma diminuição dos transtornos sofridos pelo consumidor, especialmente, em razão da negativa de um crédito. Infelizmente, o consumidor fica à mercê das empresas prestadoras de serviços numa relação de consumo desrespeitosa ao cliente”, afirmou o deputado.

De acordo com o projeto, fica a loja obrigada a fornecer a declaração contendo o produto e o valor que teve o financiamento negado, de acordo com a declaração fornecida pela financiadora, que também deverá ser entregue ao consumidor.

A declaração que será entregue ao consumidor deve ser em papel timbrado, datado e assinado, de forma a se identificar o estabelecimento autor da recusa e o cadastro de proteção ao crédito consultado, quando for o caso. “As instituições são responsáveis por manter as informações em sigilo podendo ser recuperado em uma consulta futura, quando forem solicitadas, em um prazo de cinco anos”, explicou o deputado Jutay.

O projeto também prevê penalidades para as instituições comerciais que não cumpram o que determina a matéria aprovada na Assembleia Legislativa. “A multa vai de 50 a 500 Unidades Fiscais do Estado da Paraíba, em uma primeira autuação. Em uma segunda vez, as instituições podem ser penalizadas em 500 até 1000 Unidades Fiscais do Estado”, revelou Jutay.

Assessoria 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Agevisa ressalta lei que garante mamografia pelo SUS

mamografiaTodas as mulheres com idade a partir dos 40 anos têm direito à mamografia e ao exame citopatológico do colo uterino pagos pelo Sistema Único de Saúde em todo o território nacional. A informação foi ressaltada pela diretora-geral da Agência Estadual de Vigilância Sanitária da Paraíba (Agevisa/PB), Glaciane Mendes, durante o programa “Momento Agevisa”, que vai ao ar todas as quintas-feiras, entre as 6h e 7h da manhã, dentro da programação do Jornal Estadual da Rádio Tabajara (AM 1.110 e FM 105.5). Esse direito, segundo ela, está assegurado pela Lei Federal nº 11.664, de 29 de abril de 2008.

Durante todo este mês de outubro a Agevisa/PB está dedicando o programa à prestação de informações sobre o câncer de mama e outros tipos de problemas afins que comprometem a segurança da saúde feminina e também de uma parcela da população masculina. A ação faz parte da Campanha “Outubro Rosa”, iniciada pelo Governo do Estado no dia 3 de outubro.

Glaciane Mendes observou que a Lei 11.664/2008, em seu artigo 2º, determina que o Sistema Único de Saúde, por meio dos seus serviços, sejam eles próprios, conveniados ou contratados, assegure a assistência integral à saúde da mulher, incluindo amplo trabalho informativo e educativo sobre a prevenção, a detecção, o tratamento e controle (ou seguimento pós-tratamento) dos cânceres do colo uterino e de mama.

O exame mamográfico, conforme ressaltou, é garantido a todas as mulheres a partir dos 40 anos de idade. Já o exame citopatológico do colo uterino é assegurado a todas as mulheres que já tenham iniciado sua vida sexual, independentemente da idade.

“A Lei nº 11.664/2008 assegura também o encaminhamento a serviços de maior complexidade das mulheres cujos exames citopatológicos ou mamográficos ou cuja observação clínica indicarem a necessidade de complementação diagnóstica, tratamento e acompanhamento pós-tratamento que não puderem ser realizados na unidade que prestou o atendimento inicial”, acrescentou da diretora.

Importância da informação

“Dada à gravidade da questão relacionada ao câncer de mama (que responde por 25% dos novos casos de câncer a cada ano) e ao câncer do colo de útero (que é o terceiro tumor mais frequente na população feminina e a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer), é importante que as pessoas sejam devidamente informadas, não somente sobre a importância da prevenção, mas também sobre onde buscar apoio institucional e tratamento, e, ainda, sobre os instrumentos legais que asseguram o direito de acesso ao atendimento especializado, tanto médico quanto laboratorial”, ressaltou Glaciane Mendes.

Na Paraíba, segundo ela, a preocupação do Governo com o problema não se limita à Campanha “Outubro Rosa”, mas tem caráter permanente, dada a consciência de que a prevenção é o melhor remédio, pois evita que um número cada vez maior de mulheres seja atingido por doenças graves que podem levar à morte se descobertas já em estado médio ou avançado, mas que podem ser perfeitamente evitadas.

Para diminuir o risco de desenvolver câncer de mama, Glaciane Mendes disse ser importante controlar o peso corporal e evitar a obesidade (por meio da alimentação saudável e da prática regular de exercícios físicos) e evitar o consumo de bebidas alcoólicas. Ela lembrou que a amamentação também é considerada um elemento protetor.

Quanto ao câncer de colo do útero, ela observou que a prevenção primária (uso da camisinha) é importante para diminuir o risco de contágio pelo papilomavírus humano (HPV), cuja transmissão da infecção ocorre por via sexual, e disse que os principais fatores de risco estão ligados ao início precoce da atividade sexual, a múltiplos parceiros e ao uso prolongado de pílulas anticoncepcionais.

PB Agora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Monsenhor garante que prova inocência em qualquer apuração

monsenhor-jaelsonO Monsenhor Jaelson de Andrade divulgou no começo da noite dessa segunda-feira (17) nota de esclarecimento (leia adiante) para rebater acusações de que teria se envolvido sexualmente com menores e praticado atos sexuais até dentro da igreja na qual trabalhava. Ele critica o vazamento de informações “sigilosas” sobre investigação de pedofilia e orgias na Igreja Católica na Paraíba e garante que provará sua inocência em qualquer apuração, além de processar na Justiça quem lhe tenha ofendido a honra.

As denúncias contra o religioso foram feitas em depoimentos tomados pelo Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB) no curso de investigação sobre supostas pedofilia, agravada por pretensos assédios e exploração sexual de adolescentes. Padres e monsenhores, entre os quais Jaelson e o ex-arcebispo Dom Aldo Pagotto, são apontados como responsáveis pelas práticas e eventuais crimes investigados.

A nota do Monsenhor Jaelson

Buscando a verdade e esclarecendo os fatos inicialmente, informamos que não existem acusação nem julgamento, afinal sequer fui ouvido. Cabe ao Ministério Público do Trabalho, no caso em comento, o dever de proteger os direitos da personalidade do indivíduo, não podendo permitir que a mídia se utilize de informações sigilosas e unilaterais em detrimentos de direitos basilares do ser humano.

A divulgação de informação inverídica e incompleta de uma investigação, que sequer eu e os demais citados tivemos acesso bem como não pudemos exercer o nosso sagrado direito de defesa, ressaltando, inclusive, que a forma da informação veiculada erroneamente acaba criando um juízo de valor, levando uma desvirtuação do caso, o que traz prejuízos ao Ofendido que necessariamente deverão ao seu tempo serem reparados.

No caso vertente é absurda a afirmação que eu tenha relação com os fatos narrados e irei comprovar minha inocência em qualquer eventual apuração, valendo ressaltar que irei como qualquer cidadão ao Poder Judiciário para resguardar a honra bem como tomar as medidas cabíveis na esfera cível e criminal.

Monsenhor Jaelson Alves de Andrade

Jornal da Paraíba

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Presidente do TSE garante sigilo do voto e segurança das eleições deste domingo

gilmar-mendesO presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, garantiu a segurança e o sigilo dos votos dos eleitores que irão às urnas neste domingo (2) para escolher os vereadores e prefeitos para os próximos quatro anos. Em pronunciamento feito em cadeia nacional de rádio de televisão, Mendes disse que o TSE trabalha “incansavelmente” para garantir o caráter secreto dos votos.

“Da nossa parte, quero dizer que a Justiça Eleitoral tem trabalhado incansavelmente para garantir a segurança das eleições e o sigilo do voto. Tenha certeza: ninguém vai saber em quem você votou e ninguém vai mudar o voto que você digitou na urna.”

No pronunciamento à nação, veiculado às 20h30, Mendes também condenou a prática de compra de votos e lembrou que trocar votos por favores ou dinheiro é crime e que o eleitor tem uma “grande responsabilidade” nas mãos.

“Ainda há quem veja o voto como uma troca de favores. Muitas vezes, troca-se voto por dinheiro, empregos ou mesmo por falsas promessas. A compra e a venda de votos impedem o avanço do sistema democrático; quem delas participa comete crime eleitoral e contribui para o atraso da sociedade.”

O presidente do TSE destacou avanços que o país teve na área eleitoral, como a identificação por biometria e as urnas eletrônicas, em um sistema de votação que chamou de “ágil, seguro e confiável”. Disse ainda que é parte do processo eleitoral acompanhar o desempenho dos candidatos após a eleição. “O voto é apenas uma parte desse processo. Nosso papel também é o de fiscalizar aquele que foram eleitos, a fim de que cumpram os compromissos assumidos.”

Números da eleição

Neste domingo, 144.088.912 de eleitores irão às urnas em 5.568 municípios brasileiros. De acordo com o TSE, o pleito deste ano tem 16.567 mil candidatos a prefeito e 436.376 candidatos a vereador em todo o país.

Apenas 92 municípios têm mais de 200 mil habitantes e, por isso, poderão ter segundo turno. Entre os eleitores, 68.767.634 são homens e 75.226.056 são mulheres.

Agência Brasil