Arquivo da tag: Gaeco

Moro desembarca na Paraíba para manifestar apoio ao trabalho do Gaeco

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, desembarcou em solo paraibano na manhã desta segunda-feira (17). O auxiliar do Governo Bolsonaro chegou no Avião da Força Aérea Brasileira, no Aeroporto Castro Pinto, por volta das 08h30 acompanhado de cerca de 15 seguranças.

A presença do ministro acontece em uma sinalização de apoio ao trabalho do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba (MPPB).

Moro foi direto para a sede do Ministério Público onde se reuniu como Procurador Geral Francisco Seráphico Ferraz da Nóbrega Filho.

Uma entrevista coletiva foi marcada para as 11h. A vinda do ministro acontece um dia antes do julgamento pelo Superior Tribunal de Justiça, do recurso do Ministério Público contra decisão que resultou na soltura do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), em dezembro de 2019.

 

PB Agora

 

 

GAECO, PF e CGU realizam a sexta fase da Operação Xeque-Mate em Cabedelo

A Polícia Federal na Paraíba, em conjunto com o GAECO/MP/PB e a Controladoria-Geral da União – CGU/PB, deflagrou, na manhã desta quarta-feira (4), a sexta fase da Operação Xeque-Mate.

A Operação teve como objetivo angariar elementos de prova relacionados à possível mercantilização dos mandatos de quatro vereadores do município de Cabedelo/PB, com recursos oriundos do superfaturamento do contrato de lixo da citada Prefeitura.

A Operação cumpre oito mandados de busca e apreensão nas residências dos vereadores investigados. Os quatro vereadores, por determinação judicial, foram afastados dos cargos eletivos.

As medidas foram determinadas pela 1ª Vara da Comarca de Cabedelo/PB.

A operação contou com a participação de 20 (vinte) Policiais Federais e 4 (quatro) auditores da CGU.

CRIMES INVESTIGADOS

Os investigados poderão responder pelos crimes de formação de organização criminosa, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e fraude licitatória, previstos,  respectivamente, nos Artigos 2º da lei 12.850/2013, 1º da lei 9.613/98, 333 do Código penal e 90 da Lei 8.666/93, cuja penas, somadas, poderão chegar a mais de 30 anos de reclusão.

Será concedida entrevista coletiva às 10h, em conjunto com GAECO/PB e CGU/PB, na nova sede da Polícia Federal, localizada na cidade de João Pessoa/PB.

 

clickpb

 

 

Gaeco apura fraude em licitação do DER-PB e desvio de R$ 175 mil

O Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (21), a quinta fase da Operação Papel Timbrado. O objetivo é combater crimes de fraude à licitação e desvio de recursos públicos em João Pessoa, Santa Luzia, Sertão paraibano, e Recife, Pernambuco.

As investigações apontaram que empresários investigados, em conluio com o então chefe da Divisão de Conservação e Melhoramento (DCM) do DER-PB e integrantes da Comissão Permanente de Licitação, fraudaram, em 2013, o procedimento licitatório referente à construção do aterro de acesso à ponte sobre o Rio Estivas (PB-041), contribuindo para desvio e apropriação de recursos direcionados à obra. O prejuízo aos cofres públicos é estimado em R$ 145 mil.

Seis mandados de busca e apreensão são cumpridos na sede do Departamento de Estradas e Rodagens da Paraíba (DER-PB) em João Pessoa; nas casas, também na Capital, de três alvos das investigações, entre eles um servidor e um ex-servidor do órgão; na sede da empresa Consultoria e Construções Santa Luzia LTDA., em Santa Luzia; e na residência do então engenheiro da empresa Monte Belle LTDA., em Recife, beneficiada na licitação fraudulenta.

A quinta fase da Operação Papel Timbrado conta com apoio da Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Deccor), da Promotoria de Santa Luzia/PB e do Gaeco de Pernambuco.

 

portalcorreio