Arquivo da tag: fundamentais

Equipes multidisciplinares para o tratamento contra o câncer de mama são fundamentais

Os tratamentos são mais focados, são menos agressivos aos tecidos e com resultados mais expressivos

De acordo com a pesquisa publicada por médicos do Hospital Sírio-Libanês no International Journal of Radiation Oncology, os protocolos cirúrgicos atuais são menos invasivos poupando mais a região operada priorizando a estética e mantendo tecido mamário.

Segundo o cirurgião plástico, Dr. Marco Cassol, a radioterapia é uma das áreas da medicina que mais teve modificações nos tratamentos e protocolos nos últimos tempos. “Hoje os tratamentos são mais focados, são menos agressivos aos tecidos e com resultados mais expressivos”. Informa

O estudo questiona o quanto a mastectomia deve efetivamente remover e o quanto de pele remanescente é ideal prevalecer de acordo com os protocolos oncológicos. Além disso, a pesquisa defende a importância de ter médicos diferentes para a retirada do tumor e da reconstrução. “Equipes multidisciplinares para o tratamento contra o câncer de mama, são fundamentais, sendo um radiologista responsável pelo tratamento radioterápico, oncologista responsável pela retirada do nódulo, setorectomia, quadrantectomia ou mastectomia e um cirurgião plástico responsável pela reconstrução da mama com prótese ou sem prótese ou dependendo do tipo de cirurgia necessário”. Concluí Dr. Cassol

Dr. Marco Cassol, cirurgião plástico. Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica (ASPS) e da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS) com mais de 20 anos de experiência. É formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Especialista em plástica facial.

Site: www.marcocassol.com.br

Redes Sociais:

Instagram: @clinicamarcocassol

https://www.instagram.com/clinicamarcocassol/

Facebook: @clinicamarcocasssol

https://www.facebook.com/clinicamarcocassol/

 

 

 

5 cuidados fundamentais após tirar um dente

A extração de um dente é um procedimento simples onde o cuidado após é fundamental para que tudo termine bem. Listamos agora cinco dicas do pós-operatório:

Descanse

Evite ambientes quentes, seja o calor do sol ou fogão, por alguns dias já que a alta temperatura estimula a circulação sanguínea podendo causar sangramento no dente retirado.

Esfrie

Uma compressa com gelo ou bolsa térmica gelada é muito importante para uma recuperação rápida e consistente. O frio ajuda na contração dos vasos sanguíneos.

Limpeza sempre

Opte por uma escova de dente com cerdas maciais e use pouco creme dentar. O enxague deve ser feito de forma leve nos quatro primeiros dias.

Foto: Livre

Comer

Nas primeiras 24 horas evite comidas quentes e escolha opções líquidas ou pastosas. Isso evita novos sangramentos na região do procedimento. Água, suco e sorvete liberados.

Proibidos

Bebidas alcóolicas e cigarro estão vetados para garantir um processo de cicatrização positivo.

Fonte: FF

Veja dez dicas fundamentais para ser aprovado no Enem

Faltando pouco menos de uma semana para a realização do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), é natural que os alunos sintam-se nervosos em relação a prova. Para ajudar nesse momento de ansiedade, o R7 conversou com especialistas e separou algumas dicas que podem ajudar os candidatos antes e na hora do exame.

O primeiro dia de prova acontece no próximo sábado (3). Isso significa que restam três dias de preparação para os candidatos. Neste momento, a recomendação dos especialistas costuma ser a mesma: não saia da sua rotina nem tente correr atrás do tempo perdido, virando noites estudando.

Ronaldo Carrilho, professor de Física do curso pré-vestibular do Anglo, recomenda aos seus alunos que tentem resolver a prova dos dois últimos anos nesta reta final.

– Dessa forma, o candidato vai se familiarizando com as características da prova do Enem, além de identificar os pontos da matéria que estão mais fortalecidos e os que estão mais frágeis.

Descanse bem nos dias anteriores a prova, mas sem alterar demais a rotina. O psiquiatra Daniel Guzinski, especialista em vestibulandos, explica que a reta final de qualquer exame que gere um sentimento de competição “mexe com a cabeça de qualquer pessoa”.

– Acredito que o aluno deva manter sua rotina diária. O simples momento da prova já torna as coisas especiais, não é necessário mudar a rotina. Isso aumenta a ansiedade, deixa a angústia acima do normal.

A prática de exercícios físicos ajuda no relaxamento. Então, caso o aluno esteja acostumado a fazer atividades físicas, pode aproveitar para esquecer um pouco o nervosismo da prova. Mas Guzinski lembra: os exercícios devem ser leves.

– Não estamos falando de correr uma maratona, mas de uma sessão de alongamento, uma corrida de intensidade leve ajudam no processo de diminuição da ansiedade.

O aluno não pode esquecer de conferir onde fará a prova. É importante que candidato faça isso antes do dia do exame, para que não se perca tentando encontrar o lugar certo. Se for possível, tente visitar o local dias antes da realização do Enem.

É recomendável que o candidato chegue ao local do exame uma hora antes da prova, ou seja, às 12h. No dia, portanto, o candidato também não deve deixar de calcular o tempo que levará para chegar ao lugar considerando o trânsito ou possíveis atrasos no transporte público.

No dia da prova, o aluno deve prestar atenção à alimentação. A prova é longa (tem duração de quatro horas e meia no sábado e de cinco horas e meia no domingo), então é muito importante não sair de casa sem se alimentar corretamente.

O candidato deve ainda lembrar de levar comida e água para a hora da prova, para não correr o risco de ficar com fome bem durante o exame.

De acordo com Guzinski, os “alimentos que contenham carboidratos são os melhores, pois fornecem energia para o organismo”.

Fique atento: os portões se fecharão pontualmente às 13h, no horário de Brasília.

Não deixe o nervosismo tomar conta de você na hora da prova. Guzinski lembra que é normal ocorrer um aumento da ansiedade, e que esse nervosismo pode ser até saudável, pois aumenta a atenção e deixa o candidato mais “ligado”.

– O problema é quando essa ansiedade aumenta e torna-se prejudicial.

É fundamental reconhecer os sinais de ansiedade: sudorese, tremores, aperto no peito, sensação de perda do controle, batimentos cardíacos aumentados.

O médico recomenda aos alunos que, na hora do exame, se preocupem apenas com ele.

– Na hora da prova não é o momento de pensar no que vai acontecer caso as coisas não ocorram da forma esperada.

O professor Francisco Platão Savioli, que ensina redação no curso Anglo, recomenda aos alunos que deixem ao menos uma hora para realização da dissertação. Mas lembra que quanto mais tempo o candidato conseguir reservar, melhor.

E Platão dá outro conselho: “toda redação começa com um treino de leitura”. O aluno deve ler com  muita atenção ao texto da prova e refletir para entender o que a proposta de redação está pedindo.

– Muitas vezes, na pressa, o estudante olha o tema por cima, não reflete e faz a redação.

Ele alerta ainda para a “redação Kamikaze”, que são aqueles textos em que os alunos resolvem fazer poemas ou gracinhas. Plantão lembra que é preciso cumprir as instruções que a prova pede e fazer uma dissertação.

Ao se deparar com uma questão muito difícil e que não está obtendo resultados ao tentar resolve-la, o aluno deve deixá-la para depois.

Isso porque o Enem é uma prova longa e o candidato ainda terá que transcrever suas opções para o formulário de resposta. Então, o candidato não deve levar muito tempo em uma única questão.

O professor Ronaldo Carrilho diz que depois de ter resolvido as questões mais fáceis, o candidato deve tentar resolver as questões mais difíceis que forma deixadas para um segundo momento.

– Isso porque a prova do Enem é corrigida segundo a TRI (Teoria da Resposta ao Item), que, resumidamente, atritui pesos diferentes às questões, segundo seus graus de dificuldades. Portanto, candidatos ou candidatas que tiverem o mesmo número de pontos podem ter notas diferentes pelo fato de acertarem menos ou mais questões com maior grau de dificuldade.

Ronaldo Carrilho lembra que os candidatos devem dimensionar corretamente o tempo para as questões muito difíceis. E dá uma dica importante nas questões mais longas de exatas (nas quais a leitura de um texto mais extenso se faz necessário): “proceder à leitura da pergunta antes da leitura do texto”.

– Dessa forma, no texto, o candidato poderá identificar as informações relevantes de forma mais rápida e mais precisa.

Outra dica de Platão (na foto) para a prova é que o aluno acompanhe as notícias. Não só para realização da redação ela é fundamental, mas também para resolver as questões de atualidades. O professor recomenda que os alunos assistam ao noticiário ou façam a leitura de jornais.

– Mas a chamada leitura ativa. Os alunos devem examinar as notícias, imaginar os comentários que fariam sobre ela. Tentando pensar nas implicações que aquela notícia tem.

R7

ALPB discute alternativas ao reconhecimento dos direitos fundamentais dos homossexuais

 A Assembleia Legislativa da Paraíba se úne ao propósito de discutir e apresentar alternativas ao reconhecimento dos direitos fundamentais dos homossexuais. Os gays, lésbicas, travestis e transexuais representam mais de 10% da população mundial.

No Brasil são mais de 17 milhões de seres humanos discriminados, violentados, assassinados. Nesta segunda-feira (13), a Casa vai realizar, às 14h30, uma sessão especial em homenagem ao Dia Internacional da Consciência Homossexual, comemorada anualmente no dia 28 de junho. A propositura é do deputado Frei Anastácio (PT).

Solicitação:DeputadoFrei Anastácio
Dia:13/07/2012(segunda-feira)
Hora: 14h30
Local: Plenário“Deputado José Mariz”
Pauta: Dia Internacional da Consciência Homossexual
Redação com Asssessoria