Arquivo da tag: Funcionários

Salários dos funcionários públicos do Estado serão pagos nesta segunda e terça-feira

O pagamento dos salários de junho dos servidores estaduais será realizado nesta segunda (29) e terça-feira (30). No primeiro dia, recebem os aposentados e pensionistas e no segundo dia, os servidores da ativa.

“Apesar de o Estado contabilizar uma perda superior a R$ 220 milhões em sua receita, devido à pandemia do coronavírus, o Governo tem realizado todos os esforços para garantir o pagamento do funcionalismo público dentro do mês trabalhado”, ressaltou o secretário da Fazenda, Marialvo Laureano.

Calendário:

29/06- aposentados e pensionistas

30/06- servidores da ativa

Secom PB

 

 

Belém: dupla armada rende funcionários e assalta mercadinho

Na tarde desta terça-feira (9), uma dupla armada surpreendeu funcionários e assaltou um mercadinho na cidade de Belém-PB, estabelecimento integrante da Rede Boa Compra.

Imagens do circuito de monitoramento por câmeras mostram os marginais se aproximando, sendo que um estava usando capacete e outro usando boné, para evitar a identificação.

Ao entrar, renderam duas funcionários e ordenaram que lhe passassem o dinheiro existente no caixa. O crime durou pouco tempo e os assaltantes fugiram numa motocicleta dom destino ignorado. A quantia em dinheiro subtraída foi foi divulgada.

Os investigadores já estão de posse das imagens para ajudar na elucidação do crime. Diligências na região estão sendo feitas por diversas viaturas da Polícia Militar.

Qualquer informação deve ser encaminhada à PM através do telefone 190.

 

 

portal25horas

 

 

Funcionários e mais de 30 idosos testam positivo para Covid-19 em abrigo na cidade de Remígio

Cinco funcionários e 31 idosos de instituição de longa permanência localizada na cidade de Remígio, no Brejo da Paraíba,testaram positivo para o novo coronavírus (Covid-19). A informação foi confirmada pela prefeitura do município.

Tanto os pacientes quanto os funcionários foram testados nesta sexta-feira (5), após dois idosos da mesma instituição terem sido diagnosticados com a doença na última quarta-feira (3). Já são 38 pessoas diagnosticadas na mesma instituição, que abriga atualmente 57 idosos.

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde, nenhuma das pessoas contaminadas apresentou sintomas graves da doença, mesmo nos casos dos portadores de comorbidades como hipertensão e diabetes.

Os pacientes e funcionários do abrigo estão sendo acompanhados por uma unidade básica de saúde da família.

Além de separar os pacientes diagnosticados dos demais, os responsáveis pelo abrigo já haviam suspendido a visitação muito antes dos diagnósticos. A Prefeitura de Remígio garante que a instituição passará por uma desinfecção.

 

PB Agora

 

 

Prefeitura e 2ª Gerência de Saúde realizam testagem para coronavírus em idosos e funcionários do Abrigo Bom Pastor em Belém

A Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, e em parceria com a 2ª Gerência Regional de Saúde do Estado da Paraíba, realizou na quarta-feira (20) testagem para o novo Coronavírus em todos os idosos e funcionários do Abrigo Bom Pastor. Os 76 testes rápidos para Covid-19 realizados na instituição deram negativo.

“Para oxigenar nossas esperanças de vencer esta batalha, realizamos junto com a 2ª Gerência de Saúde, os testes em todos os idosos e funcionários do Abrigo Bom Pastor: todos os testes Covid-19 negativos. Belém contra o coronavírus!”, destacou a prefeita Renata.

Na semana passada, a gestão municipal também distribuiu Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e materiais de higienização para o Abrigo Bom Pastor e para o Presídio, reforçando as ações de prevenção ao coronavírus.

“Queremos parabenizar a gestão da prefeita Renata pela ação e preocupação em nos ajudar no cuidado aos nossos idosos, e na prevenção e combate à Covid-19. Em nome dos nossos idosos, nosso muito obrigado”, agradeceu a direção do Abrigo Bom Pastor na página da instituição no Facebook.

Assessoria

 

Diretor confirma que 9 funcionários do Hospital Regional de Guarabira testaram positivo para Covid-19

Profissionais que trabalham na linha de frente no combate à Covid-19 têm sido uma das preocupações na pandemia que o planeta vive por esses meses de 2020. Muitos já perderam suas vidas e milhares foram infectados e afastados de suas atividades.

Embora não esteja atualmente atendendo casos de Covid-19, os profissionais do Hospital Regional de Guarabira ficam expostos, mesmo utilizando os equipamentos de proteção individual e tendo todos os cuidados de higiene.

De acordo com o diretor da unidade hospitalar em Guarabira, Liheldson Barbosa, são nove profissionais que trabalham no HR e que foram diagnosticados com a Covid-19 e afastados de suas funções, mantidos em isolamento domiciliar, cumprindo quarentena e sendo medicados.

Entre os infectados estão médico, enfermeiro, auxiliar de enfermagem até pessoal de apoio. As declarações do diretor foram dadas durante entrevista à Rádio Constelação FM.

O diretor revelou que os pacientes com sintomas gripais que procuram o HR estão sendo encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento – UPA – que foi classificada pela Secretaria de Estado da Saúde para atendimentos exclusivos para a Covid-19.

Os atendimentos pediátricos foram transferidos para o Hospital Regional. Uma estrutura foi montada para atender a esse demanda ampliada, determinada pela SES.

Barbosa ainda registrou que o Hospital Regional atendeu 50% a mais de pacientes classificados como ‘azul’, que deveriam ser atendidos nas unidades básicas de saúde. Ele atribuiu o aumento desse tipo de paciente à grande preocupação das pessoas em face da pandemia da Covid-19.

 

portal25horas

 

 

Mais da metade dos casos de Covid-19 em Guarabira, PB, são de funcionários da mesma empresa

Mais da metade dos casos confirmados da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, na cidade de Guarabira, na região do Brejo paraibano, foram provenientes da empresa gêneros alimentícios Guaraves. Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde de Guarabira, 17 dos 28 casos confirmados na cidade, cerca de 60% do total até a manhã desta quarta-feira (6), eram de pessoas que trabalham na empresa.

O diretor-executivo da Guaraves, Veronildo Coutinho, explicou que um plano de prevenção e combate ao vírus foi implementado pela empresa ainda no mês de março, quando o coronavírus ainda não havia atingido níveis elevados de contaminação comunitária. Ele rejeitou as informações que colocam a empresa como foco da doença, reforçando que a infecção dos colaboradores provavelmente aconteceu fora do expediente de trabalho.

“Temos 2.300 funcionários, a grande maioria deles moradores de Guarabira. E nesse período foram aplicados muito poucos testes na nossa região, houve um relaxamento na cidade. Nossos servidores só passam oito horas na empresa, que segue os protocolos de prevenção desde o início de março”, explicou.

Ainda de acordo com Veronildo Coutinho, todos os funcionários que apresentaram sintomas, por menores que fossem, foram afastados por recomendações médicas e só retornaram após o fim do período de quarentena, após serem considerados casos recuperados.

“Algumas informações colocavam 50 funcionários nossos como casos confirmados, quando a cidade só tem 28. Estamos sendo alvos de fake news, mesmo tendo adotado todas as precauções há 60 dias. Trabalhamos com exportações, temos a missão nessa guerra de alimentar nossa população, então nosso controle sanitário é extremamente rigoroso”, comentou o diretor executivo da Guaraves.

Além do plano de protocolos de prevenção ao vírus na empresa, a Guaraves instalou túneis de sanitização semelhante aos adotados pelas grandes empresas de gênero alimentício do Brasil. Em paralelo às medidas adotadas internamente, a empresa doou um dos túneis à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Guarabira, que tem promovido atendimento aos pacientes da Covid-19 e distribuiu aproximadamente 10 mil máscaras.

Recomendação de testagem

Após crescimento do número de casos em Guarabira e por se tratar de uma grande empresa de serviço essencial, a promotora Edvane Saraiva, responsável pela promotoria de Guarabira, recomendou que a Guaraves realize a testagem de todos os funcionários, independente de apresentarem sintomas, para que os positivados assintomáticos sejam afastados de suas funções.

“Não vejo como viável qualquer pedido de interdição da empresa, porque é uma empresa que dá emprego a muitas famílias, então a gente querendo evitar um caos pode acabar gerando outro. Vamos acompanhar o processo de testagem”, explicou a promotora.

Veronildo Coutinho, diretor executivo da Guaraves, explicou que todas as recomendações entregues pelo Ministério Público estão sendo cumpridas ou em vias de serem cumpridas, incluindo a testagem em massa dos funcionários.

“Estamos em contato com as autoridades de saúde, buscando uma parceria até para cumprir com as recomendações. Muitas das recomendações já estavam sendo cumpridas por nós há 60 dias”, relatou.

A Secretária de Saúde de Guarabira, Fernanda Macedo, afirmou que foi feito um contato da secretaria com a direção da Guaraves para que parte da carga de testes rápidos recebidos pela prefeitura da cidade seja destinada também para os funcionários da empresa de produção de carne avícola.

“Queremos ajudar nesse processo, vamos enviar testes para que sejam aplicados em funcionários que estejam com sintomas, mas precisamos seguir o protocolo de dias desses sintomas para que não dê um resultado falso positivo. Requisitei essa lista à empresa e estamos aguardando o envio para que comecem a ser aplicados os testes”, explicou a secretária de saúde.

Até a manhã desta quarta-feira, Guarabira tinha 28 casos confirmados da Covid-19, 80 casos descartados, 175 notificados e nenhuma morte pela doença causada pelo coronavírus.

G1

 

Promotora recomenda ao prefeito fechar o comércio de Guarabira e orienta a Guaraves a testar todos os funcionários

A Promotora de Justiça de Guarabira, Dra. Edvan Saraiva, recomendou ao prefeito de Guarabira, Marcus Diogo, a revogação do Decreto nº 77/2020 bem como o fechamento imediato do comercio da cidade.

A informação foi dada pela própria promotora ao radialista Eraldo Luiz em entrevista a Rádio Integração na manhã desta terça-feira (05). Segundo Saraiva, a orientação  ao prefeito foi a de se adequar ao decreto estadual que determina fechamento do comércio nos municípios onde há casos confirmados de coronavírus.

A orientação do Ministério Público é de que o comércio seja fechado por mais 15 dias, enquanto durar o período de pico da disseminação do vírus.

O Ministério Público também encaminhou recomendação a empresa Guaraves para realização de teste em massa de todos os funcionários, independente de quem esteve com sintomas ou não. Ainda segundo a recomendação, o MP orienta dispensar os funcionários idosos e/ou com sintomas

Segundo a promotora não há necessidade de interdição da empresa, as medidas inciais são para testagem, mas também não descartou essa possibilidade, caso se agrave a situação.

Nos últimos dias familiares de funcionários da empresa tem denunciado a contaminação de pessoas no interior da empresa sem que a mesma tome medidas efetivas para proteger quem lá trabalha.

A Prefeitura de Guarabira até o meio da manhã desta terça-feira (05) não havia se pronunciado ainda sobre a recomendação do MP, tão pouco a empresa Guaraves também se pronunciou.

Da Redação 
Do ExpressoPB

 

 

MPT recomenda a bancos medidas para proteger funcionários e clientes

O Ministério Público do Trabalho na Paraíba enviou uma série de recomendações a bancos localizados no Estado para que adotem medidas para proteger funcionários e clientes diante da pandemia do novo coronavírus. Considerando que os serviços bancários são considerados essenciais (Decreto Federal nº 10.282/2020), o MPT recomendou que bancos desenvolvam um Plano de Contenção e/ou Prevenção e listou aproximadamente 40 pontos que devem ser observados.

Entre as medidas recomendadas pelo MPT para evitar a disseminação do vírus, estão o fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPIs) para todos os trabalhadores das agências bancárias (do atendimento e aqueles responsáveis pela limpeza dos ambientes); realizar limpeza dos terminais de autoatendimento, a disponibilização de álcool em gel 70% e kit completo de higiene das mãos em sanitários para clientes e funcionários, além de organizar filas, mantendo distância de, no mínimo, 2 metros entre uma pessoa e outra, como também implantar ações para evitar aglomerações nesses estabelecimentos.

O MPT recomendou, ainda, medidas de acesso e controle da população ao interior das agências, a exemplo da distribuição de fichas descartáveis e de horário exclusivo para pessoas do grupo de alto risco. O documento também recomenda a disponibilização de máscara (protetor salivar) eficiente aos trabalhadores e pausas no trabalho para que possam fazer a lavagem correta das mãos com água e sabão, além de recomendar a higienização constante de superfícies como maçanetas, portas, elevadores, corrimão, etc.

Inicialmente as recomendações foram expedidas para os bancos da região de Campina Grande e, em seguida, uma recomendação foi estendida às agências de todo estado da Paraíba. As recomendações foram expedidas, neste mês, pelos procuradores do Trabalho Andressa Ribeiro Coutinho e Ramon Bezerra dos Santos.

Auxílio emergencial: campanha orienta população a usar aplicativo

Para discutir o problema das aglomerações em agências bancárias da Paraíba, a procuradora do Trabalho Andressa Coutinho se reuniu, na tarde da última sexta-feira (17/04), com procuradores do Ministério Público Federal e gerentes da Caixa Econômica Federal de João Pessoa e Campina Grande. A reunião ocorreu por videoconferência e discutiu estratégias para incentivar a população a usar o aplicativo oferecido pela Caixa Econômica para solicitar o auxílio emergencial do Governo Federal. Para orientar a população a solicitar o auxílio emergencial, uma campanha será lançada nas redes sociais do MPT e de instituições parceiras, reforçando as informações da Caixa.

Trabalhadores que estão em busca do auxílio emergencial devem acessar o serviço pela internet, no endereço: auxilio.caixa.gov.br ou instalar o aplicativo no seu celular. Dessa forma, a população evita se aglomerar, colocando em risco a saúde. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone da Caixa, discando o número 111.

 

Assessoria MPT

 

 

Itaú fecha agência em Campina Grande após suspeita de coronavírus em funcionários

Uma agência do Itaú foi fechada em Campina Grande, nesta quinta-feira (16), por suspeita de coronavírus entre funcionários. O estabelecimento ficará fechado por 14 dias para limpeza geral e os funcionários que apresentaram os sintomas de gripe estão sendo monitorados pela área médica do banco e ficarão de atestado. Os outros trabalhadores da unidade foram dispensados para o isolamento social em casa.

O Sindicato dos Bancários de Campina Grande e Região informou que, desde o início da pandemia causada pelo coronavírus, vem reforçando a necessidade de os bancos adotarem medidas efetivas para impedir o avanço da Covid-19. Com grande circulação de pessoas, as agências bancárias são vetores de propagação do vírus.

A entidade também vem cobrando dos bancos o fornecimento de EPIs (Equipamento de Proteção Individual) aos empregados e a suspensão do atendimento presencial, principal pauta requerida pelo movimento sindical junto às instituições financeiras.

 

clickpb