Arquivo da tag: fuga

Servidor da Cadeia de Solânea é preso por facilitação de fuga

A prisão foi resultado de uma ação integrada da Polícia Civil com o SISPEN, onde no início desta manhã (08) Adjair Pinheiro do Nascimento, prestador de serviços do SISPEN, exonerado recentemente após evidências no envolvimento na fuga do estelionatário Allan Junior Fernandes, da Cadeia Pública de Solânea, fato ocorrido em Maio/19.

As investigações foram desenvolvidas pela Polícia Civil, através da Delegacia de Solânea (21 DSPC), que representou pelo mandado de prisão cumprido na data de hoje, expedido pela Comarca local.  Paralelamente o SISPEN instaurou processo administrativo que resultou no cancelamento do contrato de prestação de serviços.

A investigação concluiu que houve a facilitação da entrada de aparelhos celulares e também da fuga de preso sob o recebimento de vantagem indevida.

Além do servidor preso, que responderá pelos crimes de corrupção passiva e facilitação dolosa de fuga, o diretor da época, Fernando Diogo, responderá pelo crime de prevaricação.

 

Polícia Civil

 

 

Polícia Militar confirma fuga de presos da cadeia pública de Ingá, no Agreste da PB

Tês presos que estavam na cadeia pública de Ingá, no Agreste paraibano, fugiram do local na manhã desta quarta-feira (17). A fuga foi confirmada pela Polícia Militar, na cidade Ingá. Um dos presos foi recapturado ainda no centro da cidade.

De acordo com a Polícia Militar, a fuga ocorreu por volta de 10h30 (horário local). Os militares não sabem como os presos conseguiram sair da cadeia. Um deles foi capturando instantes após a fuga ainda a área urbana. Até 12h15 os outros dois não haviam sido recapturados.

G1 entrou em contato com a cadeia pública de Ingá, mas os agentes disseram que não tinham autorização para falar sobre a fuga. Os nomes dos presos que fugiram não forma divulgados.

A Polícia Militar ainda não sabe se os outros dois presos estão no município de Ingá, ou se fugiram da cidade, e também não sabem se os fugitivos contaram com o apoio de outras pessoas fora da cadeia.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Paraíba reforça policiamento na divisa com o RN após fuga em massa de Penitenciária

O comando da Polícia Militar enviou as tropas especiais para apoiar as ações nas divisas (Foto: Walla Santos)

Na manhã desta quinta-feira (25) a Polícia Militar deflagrou uma operação de reforço nas 36 cidades que fazem divisa com o Estado do Rio Grande do Norte. A intenção da operação é impedir a entrada na Paraíba dos presos que fugiram durante a madrugada da Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal.

Penitenciária de Parnamirim registra fuga em massa na madrugada desta quinta-feira

A PM paraibana já montou vários pontos de bloqueio nas cidades e intensificou as abordagens em veículos que vêm do estado vizinho, já que, segundo a direção do presídio, pelo menos dois veículos deram apoio resgatando os presos. O Serviço de Inteligência também está atuando para colher informações sobre a presença de pessoas suspeitas nos municípios.

O comando da Polícia Militar enviou as tropas especiais para apoiar as ações nas divisas, inclusive com o Grupamento Especializado de Operações em Área de Caatinga (GEOsAC) pronto para realizar buscas em áreas de vegetação que possam ser usadas como rota de fuga. O mesmo esquema de segurança foi adotado todas as vezes em que foram registradas fugas ou rebeliões nos presídios dos estados vizinhos.

ClickPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Penitenciária de Parnamirim registra fuga em massa na madrugada desta quinta-feira

Penitenciária Estadual de Parnamirim, no Rio Grande do Norte (Foto: Reprodução)

A direção da Penitenciária Estadual de Parnamirim confirmou na manhã desta quinta-feira (25) a fuga de detentos através de um buraco escavado sob o muro. Ainda não se sabe a quantidade de presos que conseguiu escapar. Oito foram recapturados nas imediações da unidade.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 4h e reforça a segurança ao redor do presídio. Segundo Adailton Pessoa, diretor da PEP, somente após a recontagem será possível afirmar o número de detentos que conseguiu escapar.

A PM informou que, pelo menos dois veículos deram apoio resgatando os presos. Os fugitivos também trocaram de roupa para dificultar a identificação. No estado, o sistema penitenciário adotou camisa branca e bermuda azul como uniforme padrão dos presos.

No dia 7 de janeiro, 14 presos escaparam da unidade. Segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) os detentos escaparam usando um túnel.

Fuga em massa

Apesar de a direção da Penitenciária Estadual de Parnamirim ainda não confirmar a quantidade exata de fugitivos, policiais militares estimam que mais de 50 detentos teriam escapado.

No Rio Grande do Norte, a maior fuga já registrada no sistema penitenciário, aconteceu em janeiro deste ano durante as rebeliões de Alcaçuz. Segundo a Sejuc, 56 detentos fugiram na ocasião. Durante os motins, pelo menos 26 detentos foram assassinados durante um confronto envolvendo membros de duas facções rivais.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Suspeitos de explosão a banco em Cuité são presos durante fuga, na PB

Pelo menos cinco homens foram presos em flagrante suspeitos de envolvimento na explosão de um banco em Cuité, no Curimataú paraibano. Eles foram capturados no município de Barra de Santa Rosa, durante a fuga. Segundo a Polícia Militar, também foram apreendidas armas de fogos e veículos. Até as 18h desta quinta-feira (11), a Polícia Militar seguia em busca de outros suspeitos. A operação de busca conta com apoio de um helicóptero.

De acordo com as primeiras informações divulgadas pelo 9º Batalhão da Polícia Militar (9º BPM), os suspeitos foram presos pela manhã. Equipes de pelotões de várias cidades da região estão montando um cerco. O comandante do 9º BPM, Afonso Galvão também está participando das buscas. O G1 tentou entrar em contato com ele, mas as ligações não foram completadas.

Ainda pela manhã a Polícia Militar prendeu quatro do suspeitos e ainda encontraram quatro carros usados na ação, sendo um deles roubado no estado do Rio Grande do Norte, além de uma moto. Também foram apreendidas duas espingardas de grosso calibre, munições, dinamites, toucas, luvas, ferramentas de construção, coletes balísticos, roupas camufladas e celulares. O quinto suspeito foi preso durante a tarde.

Os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil, em Cuité. Segundo a Polícia Civil outros suspeitos de envolvimento no crime já foram identificados. Uma parte do grupo é de Campina Grande, no Agreste paraibano.

Grupo foi preso com veículos, armas, explosivos, munições e ferramentas usadas para ataque (Foto: Luiz Duarte / Polícia Militar)

Grupo foi preso com veículos, armas, explosivos, munições e ferramentas usadas para ataque (Foto: Luiz Duarte / Polícia Militar)

A agência bancária foi atacada na cidade de Cuité por cerca de 10 homens, na madrugada desta quinta-feira. Conforme informações do 9º BPM, o grupo tentou violar o cofre da agência, mas não conseguiu, tentou levar o equipamento, mas não teve sucesso, e então desistiu e fugiu.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, durante o ataque ao banco, os assaltantes fizeram reféns no local e usaram os moradores da cidade como “escudo humano”. Após a ação na agência, os reféns foram liberados. Os bandidos fugiram da cidade em dois carros e algumas motos por volta das 3h. Moradores ouviram vários tiros durante a tentativa de assalto.

Bandidos fazem reféns e atacam agência bancária em Cuité, na Paraíba (Foto: Reprodução / TV Paraíba)

Bandidos fazem reféns e atacam agência bancária em Cuité, na Paraíba (Foto: Reprodução / TV Paraíba)

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Grupo que assaltou carros-fortes na PB abandonou R$ 200 mil na fuga

O grupo que assaltou um comboio de carros-fortes na cidade de Caldas Brandão, no Agreste paraibano, na manhã desta sexta-feira (17), abandonou cerca de R$ 200 mil no momento da fuga. O montante foi deixado dentro de um veículo Hyundai HB20 que ficou no local depois que um dos pneus secou.

Neste mesmo carro, a Polícia Civil encontrou vários grampos que seriam usados para impedir uma perseguição policial. Até a tarde desta sexta-feira, a Polícia Civil ainda não tinha informações precisas do valor total levado pelo grupo, mas suspeita de que foram milhões.

“O comboio era formado por três carros-fortes. Um deles levava apenas seguranças para a escolta e os outros dois estavam carregados de dinheiro. Coincidência, ou não – e isso é que vamos investigar – os suspeitos atacaram apenas os dois carros-fortes que estavam com dinheiro. Do primeiro, eles levaram todo o dinheiro. Já do segundo conseguiram retirar apenas uma parte. Ainda desse dinheiro retirado, outros R$ 200 mil ficaram no carro que eles iriam usar para a fuga”, explicou o delegado da Polícia Civil, Hugo Helder.

Carros-fortes foram explodidos por criminosos em Caldas Brandão (Foto: Antonio Junior/Divulgação)Carros-fortes foram explodidos por criminosos em Caldas Brandão (Foto: Antonio Junior/Divulgação)
 

O grupo fugiu com destino à cidade de Salgado de São Félix, na mesma região e depois cruzou divisa entre Paraíba e Pernambuco. O grupo ainda abandonou um veículo Toyota Corolla em perfeito estado e queimaram um veículo Toyota RAV4.

A Polícia Civil acredita que os criminosos seguiram em fuga usando duas caminhonetes. Ainda pela manhã, os policiais da Paraíba conseguiram perseguir o grupo até a divisa do estado, mas depois perderam contato com outras equipes, segundo o delegado Hugo Helder.

O delegado explicou que parte da ação foi frustrada, pois uma viatura da Polícia Rodoviária Federal   (PRF) passou pelo local durante a ação. “O grupo já estava agindo, quando uma viatura se aproximou, por coincidência e percebeu a movimentação estranha. A princípio, os PRFs se abrigaram, mas os suspeitos provavelmente acharam que era uma ação coordenada e abandonaram o local antes de pegar todo o dinheiro, deixando inclusive o veículo HB20, que baixou um pneu, no local”, explicou.

Conforme a Polícia Civil, em cada carro-forte havia quatro seguranças, totalizando, 12 homens, mas eles fugiram no momento da abordagem e quando os criminosos começaram a atirar. “Mesmo sem ficar feridos, alguns vigilantes foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), pois ficaram nervosos com os tiros e explosões e passaram mal”, disse o delegado Hugo.

As buscas estão sendo realizadas pelas polícias Civil e Militar da Paraíba, com o apoio das forças de segurança do estado de Pernambuco, além da Polícia Rodoviária Federal. Até 16h30 desta sexta-feira, ninguém foi preso.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Cláudio Lima defende integração das ‘inteligências’ para coibir fuga de presos

claudio limaO secretário de Segurança e da Defesa Social da Paraíba, Cláudio Lima declarou que considera preocupante a fuga de presos em estados vizinhos para a Paraíba e defendeu a integração das ‘inteligências’ da segurança. Segundo ele, o Estado tem que estar preparado para agir, caso algum desses criminosos escolham vir para a Paraíba como uma possível rota de fuga.

O secretário, disse ainda estar atento e orientando nossos policiais para ações mais efetivas em estradas e vias de acesso. “Já passamos por outras situações semelhantes e sempre estivemos bem aparelhados para agir em situações de extrema cautela como essa que ocorreu no nosso estado vizinho”, revelou, destacando ainda que recentemente participou de um encontro dos secretários de Segurança no Ceará, onde o tema foi violência armada contra o patrimônio público privado.

“Os bandidos não vão deixar de matar, então os governantes sejam eles, a nível federal, estadual ou municipal tem mesmo que se preparar, pois a coisa não está muito fácil não. Para você ter ideia, no ano passado, do Rio Grande do Norte fugiram 486 presos, a maioria assaltantes de bancos e esse ano já passam de 300 presos. Então nosso Estado está trabalhando com estados vizinhos como PE, CE e RN, onde já foram feitas várias prisões com o trabalho integrado dessas políticas”, afirmou, confirmando a importância da integração das policias no combate ao crime organizado.

PB Agora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Dupla rouba malote com R$ 100 mil e é presa na fuga, mas parte do dinheiro desaparece

(Foto: Whatsapp)
(Foto: Whatsapp)

A polícia prendeu em flagrante na tarde de hoje (11) dois homens que assaltaram um malote com R$ 100 mil de um supermercado no centro da cidade de Cajazeiras, Sertão paraibano, a 468 Km da Capital.

Segundo informações, funcionários do supermercado levavam o malote para depósito bancário quando foram surpreendidos pela dupla.

Os acusados tentaram  fugiram a pé, mas foram perseguidos pela e presos pela PM ainda no centro da cidade.

A polícia só conseguiu recuperar parte do dinheiro  “A gente está vendo ainda porque sempre eles guardam alguma coisa”, adiantou o sargento.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

 

clickpb

Grupo armado explode caixa eletrônico e atira mais de dez vezes durante fuga

Reprodução/Instagram/Emerson Machado
Reprodução/Instagram/Emerson Machado

Mais um terminal bancário foi alvo da ação de criminosos na Paraíba. De acordo com a polícia, cinco pessoas invadiram um terminal bancário do Distrito do Cajá, em Caldas Brandão (Agreste do estado, a 60 km de João Pessoa) e explodiram um caixa eletrônico. A ação aconteceu por volta das 3h.

De acordo com ligações anônimas feitas à Polícia Militar, os assaltantes efetuaram mais de dez tiros ao deixar o terminal bancário. Eles fugiram em um carro e até as 8h não haviam sido localizados. O valor roubado pelo grupo não foi divulgado.

Segundo dados do Sindicato dos Bancários da Paraíba, este é 61º caso de ataque a instituições bancárias registrados neste ano, sendo que 28 foram explosões a caixas eletrônicos.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

portalcorreio

Tentativa de fuga de presos é frustrada na PB e detentos ficam agitados

presidioTrês presos tentaram fugir na tarde deste sábado (20), do Presídio Padrão da Cidade de Santa Rita, na Grande João Pessoa. A fuga foi frustrada pelos agentes penitenciários e por policiais militares.

Segundo o secretário de Administração Penitenciária da Paraíba, Walber Virgolino, os detentos serraram a grade da cela 26 e ainda percorreram alguns metros até o muro que dá acesso a área externa do presídio.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Os agentes perceberam a tentativa de fuga pelo circuito de segurança da unidade e acionaram os policiais que estavam na guarita. Como a fuga foi frustrada, os presos ficaram agitados e começaram a bater nas celas, mas não houve nada danificado”, adiantou Virgolino.

Uma corda feita de tecidos conhecida como ‘Tereza’ foi achada perto do muro. Ainda de acordo com o secretário, o Grupo Penitenciário de Operações Especiais (Gpoe) foi acionado e vai realizar uma operação pente fino nas celas do presídio.

 

 

portalcorreio