Arquivo da tag: frio

Eventos de gala no frio: veja como ser fashion e manter-se aquecida

Eventos que exigem um dress code mais formal sempre geram mais preocupação no inverno, afinal, nem sempre é fácil combinar aquele vestido de gala maravilhoso, com outra peça que mantenha você aquecida. Mas, como se manter confortável nos dias mais frios, com charme e sofisticação?

Então, pensando nisso, fizemos uma lista com peças que não poderão faltar no seu look, caso você tenha um casamento, formatura ou qualquer evento que exija esse tipo de roupa. Quer descobrir? Então, vamos!

Peças indispensáveis no look de inverno

Já que aquele delicioso e quentinho moleton não é permitido em festas regadas a elegância, algumas peças estão aí para não deixar você passar frio nessas ocasiões.

Algumas delas, inclusive, são conhecidas como coringas e utilizadas no dia a dia.  No entanto, com a combinação certa de cores, tecidos e algumas jóias, você ficará incrível. Veja só:

1 – Casacos

Os casacos são peças comuns, que podem ser usadas até em um dress code mais casual no trampo. Porém, alguns tecidos combinam perfeitamente com vestidos de gala e saias longas.

Boas alternativas são os casacos de veludo, caso no dia a temperatura esteja bem baixa. O sobretudo também não deixa de ser uma boa opção, afinal, não é por que o Brasil é um país tropical que não pode-se ter peças que marcam o visual dos outros países.

2 – Blazer

O blazer é aquela peça que marcar por trazer mais formalidade, de um jeito delicado, a qualquer combinação. Ele também é extremamente permitido em um look de gala e, ainda, conta com a facilidade de ser levinho para carregá-lo, caso você se esquente, se acabando na pista de dança.

Outra coisa. Se a temperatura do dia está agradável e você optou por um vestido mais curto, mas sabe que a festa irá durar até altas horas, não se preocupe!  O blazer também cai super bem com esses tipos de peça e fazem você esbanjar charme e sensualidade.

3 – Estolas

As estolas são peças que podemos chamar verdadeiramente de puro luxo! Inclusive, estão no topo da lista de looks de gala refinadíssimos!  Porém, para não errar na combinação, é necessário que esteja bem frio. Afinal, lembre-se: é praticamente impossível passar despercebida com essa peça e, em alguns casos, menos é sempre mais.

4- Echarpes

Se a ideia é fazer um look mais simples, mas, ainda assim, cheio de sofisticação, as echarpes são peças fundamentais. Geralmente, são produzidos com tecidos finos e nobres e dão ao look um visual muito mais chique.

No entanto, algumas dicas são essenciais para você não errar na combinação. Prestar atenção na forma como você era usá-la e harmonizar as cores do look para não deixá-lo “com muita informação” também é muito importante.

5 – Capas

Alguns vestidos já contam com uma peça super especial para o inverno: a capa! Elas são bastante elegantes e podem ser finas ou mais grossas e em muitos casos, acompanham a cor e o tecido do vestido.

Com elas, elegância não irá faltar no seu visual. Porém, caso o evento que você irá é um casamento, tente optar por outra peça, pois a capa pode atrapalhar na hora da dança.

6 – Meia calça

E quem pensa que no inverno são apenas os vestidos longos que são permitidos, está muito enganado. Se no dia, a temperatura estiver mais quente, vale arriscar em modelos mais curtos e, claro, com a boa e velha meia calça.

O bacana da peça é que pode ser encontrada em diversas tonalidades e espessuras, oferecendo mais opções na hora de compor o look. Em muitos casos, ela ainda é uma grande aliada para dar aquele ar mais sensual, dependendo da ocasião.

E claro, além de todas as opções citadas acimas, uma excelente alternativas são os vestidos de gala com mangas. Diversos cortes, modelos e cores são permitidos, basta usar a criatividade.

 

Conteúdo Gear Seo

 

 

Como o pelo dos cães protege do frio e do calor

Os pelos dos cachorros podem ser longos, curtinhos, lisos ou encaracolados. Também podem ter as mais diferentes tonalidades, mas não são mero detalhe estético. Essa é uma camada muito importante que protege tanto do frio quanto do calor.

Na época do inverno, é claro que o cachorro peludo parece estar mais protegido das baixas temperaturas. Mas saiba que os cães de pelo mais curto, como o pinscher, o bulldog e o pitbull também estão preparados para enfrentar o clima mais frio.

É tutor de um cãozinho e quer entender um pouco mais sobre como o pelo ajuda a proteger os cães do frio e do calor? Temos algumas informações para você.

Como é a transpiração dos cães

Lembra-se das aulas de biologia do tempo de colégio? Os professores sempre explicavam que o suor humano é uma forma do corpo liberar energia, certo? Então, para que a temperatura interna do corpo não suba muito, para que continuemos fresquinhos, nosso organismo produz o suor.

Só que os animais mamíferos, como os cães e os gatos, não conseguem suar através dos poros da pele. Os cães, por exemplo, transpiram pela boca e pelo coxim, uma região da pata.

É por isso que dizem que quando o bichinho está muito ofegante e com a língua para fora ele precisa urgentemente de água, que ajuda a refrescar e a regular a temperatura.

Importância de manter água à disposição

Por causa desse jeito de transpirar e, consequentemente, de equilibrar a temperatura do corpo, é imprescindível que os tutores mantenham água disponível o tempo todo para os cães.

Recomenda-se que ela esteja sempre fresquinha e que seja trocada, pelo menos, duas vezes por dia.

O pelo é isolante térmico

Se você tem algum amigo ou algum conhecido que seja careca, certamente, já o viu reclamando de como as temperaturas mais baixas são piores para eles. É que sem os cabelos, a pessoa fica mais suscetível aos ventos mais frios e, portanto, sofre mais com o inverno.

No entanto, eles também podem reclamar bastante de como no verão a incidência do sol é forte, o que faz com que sintam mais calor do que os outros. Ou seja, a ausência dos cabelos, que são isolantes térmicos, os deixa mais vulneráveis tanto no frio quanto no verão.

A grosso modo, podemos entender que os cabelos humanos funcionam de forma similar aos pelos dos cães. E, neste sentido, as raças que têm pelos mais curtos, como o pinscher, o bulldog e mesmo o pitbull acabam sofrendo mais e não é só no inverno não, no verão também.

Mas não se engane, mesmo os cães de pelo curto estão preparados para enfrentar as oscilações térmicas. Alguns veterinários recomendam, no entanto, um cuidado especial com os cães de pelagem mais escassa.

Como proteger os cães de pelo curto do frio

Se você é tutor de um cãozinho de pelo curto, saiba que é necessário oferecer um ambiente confortável para ele não sentir tanto as quedas de temperatura. Se você costuma deixá-lo fora da casa, é recomendável colocá-lo para dentro.

Cobertores

Uma das soluções mais eficientes é acolchoar a caminha do seu cãozinho com alguns cobertores. Pode ser uma manta velha que você não usa mais, ou mesmo aquelas cobertas feitas exclusivamente para eles.

Como eles podem se mexer durante a noite ou mesmo levantar para beber água, é legal cobri-los também com um lençol ou algo do gênero.

Roupinhas

Outra solução muito prática são as roupinhas. É claro que há alguns cães que não se adaptam à vestimenta e até ficam mais irritadiços quando os tutores tentam por roupinhas. Se for o caso do seu bichinho, prefira aquecê-los apenas com as mantas.

Mas se o seu bichinho for mais tranquilo, coloque sim uma roupinha de flanela ou um moletonzinho. Essa solução é legal porque permite que eles se movimentem com liberdade, sem que o tutor tenha que espalhar diversas cobertas pela casa.

Camas térmicas

Não é nenhuma novidade que o mercado pet tem diversificado a oferta de produtos. Uma das últimas inovações é a cama térmica, que permite que o tutor controle a temperatura do local onde o cão dorme.

Essa caminha pode servir de tapete para outra cama (a que ele realmente dorme) ou o animalzinho pode dormir diretamente nela.

Mesmo que o pelo seja importante isolante térmico, tanto no frio quanto no inverno, não deixe de protegê-lo contra as baixas temperaturas.

 

Conteúdo Gear Seo

 

 

Frio continua e parte da PB pode marcar até 16ºC; veja previsão da Aesa

Poderá chover nesta terça-feira (15) em cidades do Agreste, Brejo e Litoral da Paraíba. A previsão é da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), que indicou céu parcialmente nublado com chuvas esparsas nessas regiões.

Já para a região do Semiárido, que contempla Alto Sertão, Sertão e Cariri-Curimataú, a previsão é de céu parcialmente nublado a claro, com máxima de 34º C e mínima de 22º C no Sertão.

Confira a temperatura para as demais regiões da Paraíba nesta terça-feira:

Litoral – máxima de 30º C e mínima de 22º C
Brejo – máxima de 25º C e mínima de 17º C
Agreste – máxima de 26º C e mínima de 16º C
Cariri-Curimataú – máxima de 29º C e mínima de 16º C
Alto Sertão – máxima de 34º C e mínima de 20º C

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Divulgado calendário da Rota Cultural Caminhos do Frio 2017

Em Assembléia realizada pelo Fórum de Turismo do Brejo na tarde de quarta-feira (03), na cidade de Areia, foi divulgado o calendário para a realização da Rota Cultural Caminhos do Frio que tem inicio dia 03 de Julho a 03 de Setembro.

Composto por 9 municípios, Bananeiras, Pilões, Solânea, Areia, Alagoa Grande, Remigio, Matinhas, Serraria e Alagoa Nova o evento une cultura e arte para a população oferecendo oficinas, shows e apresentações culturais.

Para o Secretário de Cultura e Turismo de Bananeiras Eduardo Guimarães, o evento Caminhos do Frio já está consolidado no calendário de eventos da região e a cada dia atrai mais os olhares para a região do Brejo paraibano fortalecendo os municípios, o turismo e a cultura local.

O projeto que teve início em 2005 na cidade de Bananeiras vem se consolidando a cada ano com a inserção de novos municípios fortalecendo a Rota Cultural.

Bananeiras recebe a  semana da Rota Cultural Caminhos do Frio entre os dias 07 a 13 de agosto com atrações populares, festival gastronômico, turismo de aventura e cultural.

Ascom- PMB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Solânea é o município mais frio da Paraíba; veja lista

@FocandoaNotícia
@FocandoaNotícia

Devido à sua proximidade com a Linha do Equador a Paraíba possui um clima quente, com temperaturas elevadas durante todo o ano, e variado conforme o relevo local. Na região litorânea, o clima é classificado como tropical úmido, com temperaturas médias em torno de 24 °C e duas estações, uma seca no verão e outra chuvosa no outono/inverno, e precipitações médias de 1 700 mm por ano. Mais para o interior, após o Planalto da Borborema, o clima é semiárido, caracterizado pelas chuvas escassas e irregulares, com baixa pluviosidade.

Esta é uma lista com 204 dos 223 municípios do estado da Paraíba por temperatura média anual.

Posição     Município                            Temp (ºC)

Solânea 21,2
Areial 21,3
Matureia 21,3
Teixeira 21,5
Araruna 21,6
Esperança 21,6
Imaculada 21,6
Remígio 21,6
Areia 21,7
10º Montadas 21,7
São Sebastião de Lagoa de Roça 21,7
12º Bananeiras 21,8
Pocinhos 21,8
Puxinanã 21,8
15º Cacimba de Dentro 21,9
16º Casserengue 22,0
Lagoa Seca 22,0
Serraria 22,0
19º Alagoa Nova 22,1
Cuité 22,1
Damião 22,1
Manaíra 22,1
23º São José de Princesa 22,2
24º Fagundes 22,3
Nova Floresta 22,3
Olivedos 22,3
Princesa Isabel 22,3
28º Arara 22,4
Cacimbas 22,4
30º Desterro 22,5
Dona Inês 22,5
Livramento 22,5
33º Baraúna 22,6
Matinhas 22,6
Soledade 22,6
Sossego 22,6
37º Ouro Velho 22,7
Zabelê 22,7
39º Alcantil 22,8
Algodão de Jandaíra 22,8
Assunção 22,8
Barra de São Miguel 22,8
Junco do Seridó 22,8
Monteiro 22,8
Prata 22,8
São José dos Cordeiros 22,8
São João do Tigre 22,8
Tenório 22,8
49º Barra de Santa Rosa 22,9
Campina Grande 22,9
Cubati 22,9
Juazeirinho 22,9
Monte Horebe 22,9
Sumé 22,9
São Sebastião do Umbuzeiro 22,9
56º Camalaú 23,0
Caraúbas 23,0
Coxixola 23,0
Gurjão 23,0
Juru 23,0
Serra Branca 23,0
62º Congo 23,1
Pilões 23,1
Santo André 23,1
Taperoá 23,1
66º Borborema 23,2
Massaranduba 23,2
Parari 23,2
Riacho de Santo Antônio 23,2
Santa Cecília 23,2
São João do Cariri 23,2
72º Bernardino Batista 23,3
Queimadas 23,3
Seridó 23,3
75º Cabaceiras 23,4
São Domingos do Cariri 23,4
77º Nova Palmeira 23,5
78º Serra Redonda 23,6
São José de Caiana 23,6
79º Barra de Santana 23,7
Bonito de Santa Fé 23,7
Boqueirão 23,7
Pedra Lavrada 23,7
Umbuzeiro 23,7
84º Natuba 23,8
Salgadinho 23,8
Serra da Raiz 23,8
87º Aroeiras 24,0
Mãe d’Água 24,0
89º Serra Grande 24,1
90º Areia de Baraúnas 24,2
Gado Bravo 24,2
Pedras de Fogo 24,2
93º Alagoinha 24,6
94º Alhandra 24,7
Conceição 24,7
Juripiranga 24,7
Picuí 24,7
98º Alagoa Grande 24,8
Caaporã 24,8
Conde 24,8
Juarez Távora 24,8
Mari 24,8
Passagem 24,8
Riachão do Bacamarte 24,8
Santana de Mangueira 24,8
Sapé 24,8
107º Belém 24,9
Cacimba de Areia 24,9
109º Lagoa de Dentro 25,0
Poço Dantas 25,0
Quixabá 25,0
Riachão 25,0
São José do Bonfim 25,0
114º Duas Estradas 25,1
Ibiara 25,1
Ingá 25,1
Mogeiro 25,1
Nova Olinda 25,1
Pilõezinhos 25,1
Santa Teresinha 25,1
São José dos Ramos 25,1
122º Capim 25,2
Catingueira 25,2
Marcação 25,2
Pitimbu 25,2
Santa Luzia 25,2
Santana dos Garrotes 25,2
Sertãozinho 25,2
129º Cajá/Caldas Brandão 25,3
Gurinhém 25,3
Logradouro 25,3
Mulungu 25,3
Pedra Branca 25,3
Riachão do Poço 25,3
135º Boa Ventura 25,4
Caiçara 25,4
Cuitegi 25,4
Diamante 25,4
Emas 25,4
Itabaiana 25,4
Olho d’Água 25,4
Pilar 25,4
Salgado de São Félix 25,4
Sobrado 25,4
São José do Sabuji 25,4
São Miguel de Taipu 25,4
147º Brejo dos Santos 25,5
Cruz do Espírito Santo 25,5
Cuité de Mamanguape 25,5
Curral de Cima 25,5
Guarabira 25,5
Itapororoca 25,5
Jacaraú 25,5
João Pessoa 25,5
Malta 25,5
Mataraca 25,5
Patos 25,5
Pirpirituba 25,5
159º Bayeux 25,6
Cabedelo 25,6
Santa Rita 25,6
162º Araçagi 25,7
Baía da Traição 25,7
Condado 25,7
Frei Martinho 25,7
Igaracy 25,7
Itaporanga 25,7
Joca Claudino 25,7
Lucena 25,7
Piancó 25,7
São José de Piranhas 25,7
172º Lastro 25,8
Mamanguape 25,8
Santa Cruz 25,8
Várzea 25,8
176º Bom Sucesso 25,9
Rio Tinto 25,9
São Bentinho 25,9
Vista Serrana 25,9
180º Cachoeira dos Índios 26,0
Cajazeirinhas 26,0
Catolé do Rocha 26,0
São José de Espinharas 26,0
Vieirópolis 26,0
185º Cajazeiras 26,1
Lagoa 26,1
São Francisco 26,1
188º Marizópolis 26,2
Triúnfo 26,2
Uiraúna 26,2
191º Coremas 26,3
Jericó 26,3
Poço de José de Moura 26,3
Santa Helena 26,3
São José da Lagoa Tapada 26,3
196º Mato Grosso 26,4
197º Aparecida 26,5
Riacho dos Cavalos 26,5
199º São João do Rio do Peixe 26,6
200º Pombal 26,7
Sousa 26,7
São Domingos de Pombal 26,7
203º Paulista 26,8
São Bento 26,8

 

Fonte: Wikipédia

novapalmeiraoficial

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Sob chuva e frio, Dilma é recebida em Porto Alegre com rosas e sem festa

José Carlos Daves/Futura Press/Estadão
José Carlos Daves/Futura Press/Estadão

A ex-presidente Dilma Rousseff desembarcou às 19h desta terça-feira (6) na Base Aérea de Canoas, distante 10 quilômetros do Aeroporto Internacional Salgado Filho, e rumou para sua casa na zona sul de Porto Alegre. Uma recepção para receber a ex-presidente, marcada para o Terminal 2 do Aeroporto Internacional Salgado Filho, foi cancelada.

A ex-presidente foi recepcionada por um grupo pequeno de parlamentares, que foi autorizado a ingressar na área militar. Além dos parlamentares, do PT e do PC do B, o prefeito de Canoas, o também petista Jairo Jorge, estava na comitiva.

Do lado de fora, cerca de 80 manifestantes esperavam Dilma debaixo de uma chuva fina. A FAB (Força Aérea Brasileira) montou uma barreira a 300 metros da entrada e impediu a aproximação de jornalistas.

O ex-ministro Miguel Rossetto, que acompanhou a ex-presidente na viagem desde Brasília, disse que a presidente deve descansar por alguns dias antes de iniciar uma agenda de deslocamentos pelo país para acompanhar os atos “de resistência democrática contra o golpe”.

Rossetto disse também que a Dilma deverá participar da campanha municipal e que deverá gravar programas de rádio e TV para candidatos da sua base de apoio. “A presidenta seguirá na sua postura de defesa da democracia brasileira”, afirmou.

Segundo a coordenação da FBP (Frente Brasil Popular), que organizava o ato para recepcionar a ex-presidente, a troca de local teve como objetivo “desmobilizar a militância”.

Um dos coordenadores da FBP, o presidente da CTB (Central dos Trabalhadores do Brasil), ligada ao PC do B, Guiomar Vidor, informou que a equipe da ex-presidente recebeu um comunicado da FAB, ainda na manhã de ontem, determinando a troca do local de desembarque devido a restrições meteorológicas.

“Foi uma desculpa esfarrapada para desmobilizar nosso ato de recepção”, disse Vidor. O tempo se manteve parcialmente nublado durante todo o dia em Porto Alegre, com garoa no final da tarde.

Mas o sistema Metroclima, administrado pela prefeitura, emitiu um alerta sobre o risco de um ciclone extratropical com rajadas de vento entre 70 quilômetros e 90 quilômetros por hora na tarde e na noite de ontem.

O secretário estadual de comunicação do PT, Nasson Santanna, confirmou que a orientação sobre a troca de local do pouso partiu da FAB, mas não informou as razões da mudança. Segundo ele, a recepção à ex-presidente no Terminal 2 do aeroporto havia sido autorizada pelas autoridades aeronáuticas.

“Fomos supreendidos. Tentamos manter pelo menos a Sala VIP, mas nos recusaram porque poderia criar tumulto e confusão no terminal de desembarque”, afirmou.

A superintendência da Infraero no Rio Grande do Sul não quis comentar o episódio.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Banda Restauração se apresenta no Caminhos do Frio em Solânea nesta sexta

bandaA banda Restauração, da cidade de Bananeiras, está na Rota Cultural Caminhos do Frio no município de Solânea-PB, sua apresentação será nesta sexta-feira, 29, no Cine Teatro Municipal, a partir das 19h30.

Procurado pela reportagem do Bananeiras Online, o vocalista da banda Restauração, Sérgio Danilo, falou acerca do evento e disse que “os preparativos estão todos prontos, estamos com boas expectativas e queremos convidar a população de Solânea e das cidades circunvizinhas para que se façam presentes nesta noite,” convidou.

O evento também contará com a participação das igrejas evangélicas da cidade, Betel Brasileiro, Presbiteriana do Brasil e Primeira Igreja Batista. Durante a programação, as igrejas apresentarão recital de cordel, peça teatral, grupo de dança e louvores. Será uma noite de muita exaltação e adoração ao Deus Todo Poderoso.

Bananeiras Online

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Skate tem programação especial no Caminhos do Frio em Bananeiras

Rooselvelt Alves realizando frontside noseslide. (Foto: Rafael Valério)
Rooselvelt Alves realizando frontside noseslide. (Foto: Rafael Valério)

A 11ª edição da Rota Cultural Caminhos do Frio vai desembarcar na cidade de Bananeiras no mês de agosto e contará com a participação de vário skatistas durante o evento Bananeiras Skate Session.

Organizado por Roosevelt Alves, Andeverton Vitorino e Fabio Costa, o skate vai ganhar um espaço especial no evento cultural. O Bananeiras Skate Session será realizado no ginásio poliesportivo “O Ramalhão”, no dia 13 de agosto. Esse grande encontro de skatistas e amantes do esporte tem como objetivo maior promover a integração social e oferecer um dia de esporte e lazer dentro da programação 2016.

O evento terá uma programação diversificada entre, vivência e competição, uma forma de atrair quem deseja aprender a andar de skate e aqueles mais experientes que vão disputar a competição aberta. No período da manhã a partir das 8h às 10h acontecerá a vivência, uma aula direcionada para quem deseja aprender os primeiros passos no skate, será trabalhado, história do skate, equilíbrio e velocidade.

As inscrições para competições poderão ser realizadas no local a partir das 10h, quando a pista será liberada para os treinos livres. A categoria será Open e qualquer skatista pode participar, basta fazer o credenciamento. A premiação será em dinheiro para os cinco primeiros colocados, do 6º ao 10º será em troféus e brindes.

O skate em Bananeiras – A cidade entrou no cenário regional no ano de 2001, quando recebeu a Turnê de skate com grandes nomes do skate nordestino lotando o ginásio de esportes “O Ramalhão” e mostrando o potencial que o skate tinha na cidade, através do skatista local Roosevelt Alves e o skatista profissional de Campina Grande, Jason Alexander, realizaram nos anos seguintes vários eventos que fortaleceram o skate de Bananeiras, tornando-se referência na região do Brejo paraibano, revelando talentos e realizando grandes competições a exemplo do Circuito Paraibano de Skate.

“A inserção do Bananeiras Skate Session na programação da 11ª edição da Rota Cultural Caminhos do Frio é muito importante para o esporte, será uma oportunidade de agregar o público dos esportes radicais e uma forma de atrativo através do turísmo de esportes, é comprovado que a cidade tem uma grande vocação e tradição na cultura do skate”, pontua Jason Alexander, Skatista Profissional.

Roosevelt Alves comemora esse espaço na programação e acredita que depois desse evento o skate vai ter mais visibilidade na cidade, “queremos reunir nossos amigos, ter um dia de muito skate com diversão, voltar aos velhos tempos e conquistar mais locais para o skate em Bananeiras”, disse.

 Assessoria

 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Prefeitos do Brejo participam de Sessão Especial na AL sobre a Rota Cultural Caminhos do Frio

prefeitosA Assembleia Legislativa do Estado realizou Sessão Especial com o objetivo de debater o Programa Rota Cultural Caminhos do Frio. A sessão aconteceu na tarde desta segunda-feira (4) no plenário Deputado José Mariz e foi presidida pelo deputado estadual Raniery Paulino.

A sessão também contou com a participação do deputado Tião Gomes; os prefeito de Solânea, Beto Brasil; de Bananeiras, Douglas Lucena; e o de Serraria, Severino Brizola. Além disso, também prestigiaram o evento os vice-prefeito de Matinhas, Felipe Moura; e o presidente do Fórum de Turismo do Brejo, Sergesson Silvestre.

Para o deputado Raniery Paulino, o programa, que este ano está na sua 11ª edição, se tornou um dos eventos mais importantes da Paraíba, por se tratar  de um programa que valoriza o patrimônio cultural, histórico e as riquezas naturais, com uma vasta agenda realizada pelo Fórum de Desenvolvimento Turístico Sustentável do Brejo Paraibano.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O parlamentar também comentou sobre a necessidade de promover o turismo interno na Paraíba “Muitas vezes nós queremos buscar o turista que está lá no exterior e não faz com o mercado que nós temos aqui interno. Por exemplo, os paraibanos do Cariri não conhecem o Forte de Cabedelo. Quem está no litoral não conhece o Lajedo de Pai 04.04.16 debate rota caminhos do frio © roberto guedes (82)Matheus ou não conhece Brejo das Freiras. Nós temos que nos divulgar internamente e preparar nossos equipamentos para receber o turista lá de longe, mas receber os turistas do próprio estado”, pontuou.

Já o deputado Tião Gomes ressalta que o Caminhos do Frio é um projeto que surgiu e ficou sem seguir o costume aqui da Paraíba de os governos não se interessarem por aquilo que não é produto do seu meio. “O festival do frio é um festival que não é mais de ninguém é nosso, é do Brejo. Nós temos hoje um reconhecimento nacional e o Governo tem feito de tudo para segurar esse projeto que não é barato” comemorou Tião.

04.04.16 debate rota caminhos do frio_douglas lucena_pref. bananeiras © roberto guedes (28)O prefeito de Solânea, Beto Brasil, parabenizou o deputado Raniery Paulino pela iniciativa  e comentou sobre a satisfação da população em receber o projeto. Para o Prefeito de Bananeiras, Douglas Lucena, o Caminhos de Frio é mais um dos eventos que se consolida no Brejo Paraibano, já que envolve nove municípios. O prefeito de Serraria, Severino Brizola, afirma que o projeto levanta uma bandeira de muita de independência e apesar da luta, todo ano ocorre por conta da união dos gestores da região.

A Rota Cultural Caminhos do Frio acontece na região do Brejo paraibano entre os meses de julho e agosto nos municípios de Alagoa Nova, Alagoa Grande, Arara, Araruna, Areia, Bananeiras, Borborema, Campo de Santana, Guarabira, Matinhas, Pilões, Pirpirituba, Serraria e Solânea.

 

Focando a Notícia com Assembleia Legislativa

Aesa registra temperaturas mínima de 18°C e máxima de 20°C em Solânea

Quem for acompanhar as atrações da Rota Cultural Caminhos do Frio esta semana em Solânea, além das apresentações de dança, teatro, cinema e música vai poder aproveitar o clima agradável do Brejo paraibano. É que, segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), as temperaturas da cidade estão variando entre a mínima de 18°C e máxima de 20°C.

Adriano Cavalcante - via facebook
Adriano Cavalcante – via facebook

Diferente do clima do Cariri, onde as noites também são frias nesta época do ano, mas faz calor à tarde, no Brejo, cidades como Solânea, Bananeiras e Areia também apresentam baixas temperaturas durante o dia. “Lembrando que em locais influenciados pelo vento e pela umidade relativa do ar, a sensação térmica pode ter até dois graus de diferença. Então, quem for à Solânea pode pegar 16°C em campo aberto”, explicou a meteorologista Carmem Becker.

A meteorologista da Aesa também explicou que, diferente do senso comum, dias nublados e até mesmo chuvosos não costumam ser os mais frios. “Com o céu aberto e sem nuvens durante o dia, as noites costumam ser ainda mais frias. Desta forma o calor apreendido pelo solo se dissipa mais rápido à noite”, explicou Becker.

A temperatura mais baixa do ano na Paraíba foi registrada no último dia 25. Os termômetros marcaram 14.1°C em Sumé, cidade localizada na região do Cariri, a 260 quilômetros de João Pessoa. Em 2014 a mínima no Estado foi 13,1°C, também em Sumé.

Secom-PB