Arquivo da tag: fraldas

Corte do Farmácia Popular vai afetar 1,1 milhão de pessoas com suspensão de acesso a remédios e fraldas

farmaciaCerca de 1,1 milhão de pessoas poderão ficar sem medicamentos com descontos de até 90%, que deixarão de ser vendidos pelo programa Farmácia Popular, do governo federal, segundo a Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma). São opções para os tratamentos de glaucoma, mal de Parkinson, osteoporose, rinite, colesterol e incontinência urinária. Isso porque a União enviou ao Congresso Nacional o Orçamento de 2016, com um corte de R$ 578 milhões no programa. A lista dos que deixarão de ser vendidos — a partir de janeiro — é composta por 11 itens, incluindo fraldas geriátricas.

No caso dos anticoncepcionais, as quatro opções disponíveis hoje deixarão de ser vendidas com desconto na rede privada (convênios com grandes redes), mas terão similares na rede própria federal. Portanto, na prática, das 11 opções, apenas sete não serão mais ofertadas de forma alguma.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Outros 14 remédios (listados ao lado com “sim”) — para hipertensão, diabetes e asma, cuja oferta é gratuita —, serão mantidos nas redes própria e privada do Saúde Não Tem Preço (braço do Farmácia Popular).

Segundo a Interfarma, cerca de três milhões de pessoas são beneficiadas mensalmente pelo Farmácia Popular. Do total, 1,8 milhão ainda poderão encontrar os remédios nas unidades do governo, apesar de o convênio com as farmácias privadas chegar ao fim. Mas 1,1 milhão ficarão a ver navios.

— O acesso fica comprometido porque o número de municípios servidos pelas farmácias públicas é bem menor. E estas não cobrem toda a lista de remédios disponíveis nas privadas — disse Antônio Britto, presidente-executivo da Interfarma.

Os medicamentos com desconto estão disponíveis, hoje, em 35.400 farmácias privadas de 4.400 cidades. Esse convênio, porém, deverá acabar em dezembro. A rede pública tem 528 unidades em 420 municípios. Os cortes precisam ser aprovados pelo Congresso.

Extra

Alimentos e fraldas arrecadados durante Crescer beneficiam famílias carentes

 

Doação_alimentos_CrescerO acesso ao Clube Campestre, local onde será realizado o 16º Crescer – O Encontro da Família Católica, o maior encontro católico da Paraíba, é gratuito, mas os organizadores do encontro pedem aos participantes que façam doações de alimentos não perecíveis ou fraldas descartáveis. As doações podem ser entregues em um posto de arrecadação montado na entrada do ginásio durante os três dias de realização do encontro, que acontece entre os dias 10 e 12 de fevereiro, domingo, segunda e terça-feira de Carnaval, em Campina Grande.

Os alimentos e fraldas doados pelos participantes do Crescer são distribuídos com famílias carentes, assistidas pelas ações sociais promovidas pela comunidade São Pio X, a exemplos do “Faça por mim” e AMO (Apoio às Mães Órfãs). Somente de alimentos, na edição do encontro do ano passado, foram arrecadados aproximadamente 1,1 mil quilos de alimentos não perecíveis. Os alimentos e fraldas arrecadados durante as edições anteriores do Crescer têm sido muito importantes para a manutenção destes projetos, explicou o coordenador geral do encontro, Gustavo Lucena.

O “Faça por mim” funciona há oito anos, distribuindo mensalmente cestas básicas e realizando encontros de capacitação e motivacionais, que são acompanhados por assistentes sociais voluntárias da Comunidade de São Pio X. Com o slogan “O cuidado de Deus com o seu Povo”, a ação social “Faça por Mim” promove iniciativas de assistência social objetivando cuidar do povo de Deus. Cadastrado no Conselho Municipal de Assistência Social, o “Faça por Mim” tem sua prestação de contas e de atividades assistenciais anualmente apresentadas e aprovadas pelo conselho.

 

O Grupo AMO, que realizou o primeiro encontro durante o Crescer no ano de 2010, coordenado pela missionária da Comunidade São Pio X, Valentina Izabel, para reunir mães que perderam filhos. O grupo realiza reuniões quinzenais e atividades como o Dia da Acolhida, momentos de partilha e de comunhão com a vida das outras mães, e o Dia da Esperança, que é uma ação planejada de assistência e acolhida às crianças menos favorecidas, doando brinquedos, fraldas descartáveis e enxovais para recém-nascidos no Isea (Instituto de Saúde Elpídio de Almeida).

 

O tema do Crescer deste ano é “Fé na família” e está relacionado ao Ano da Fé, proclamado pelo Papa Bento XVI e que teve início em 11 de outubro do ano passado. O encontro terá também as presenças do arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto, que celebrará a Santa Missa do domingo, Dom João Carlos Petrini, presidente da Comissão

Episcopal para a Família e à Vida da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e bispo de Camaçari-BA, Dom Manoel Delson, bispo diocesano de Campina Grande, e Dom Bernardino Machió, bispo de Caruaru-PE.

 

Entre os pregadores, confirmaram presenças Vicente Machado, da RCC (Renovação Carismática Católica) de Goiânia-GO, Jorge Gomes, da Comunidade Católica Kairós de Taquaritinga do Norte-PE, Fellipe Felizardo, da RCC de João Pessoa e padre Carlinhos, da Paróquia Sagrada Família de Campina Grande, além de Romero Frazão e Gustavo Lucena, ambos da comunidade São Pio X, que organiza o encontro.

 

 

 

Assessoria de imprensa para o Focando a Notícia