Arquivo da tag: fogo

Mulher se apresenta à polícia e confessa que ateou fogo no marido em CG; vítima morreu

Thayse de Assis Montenegro (foto), de 25 anos, compareceu à Delegacia de Homicídios de Campina Grande nesta tarde de sexta-feira, após a confirmação da morte do seu esposo, o vigilante Tércio Andrade, de 25 anos, que faleceu após o passar quase 15 dias internado na UTI.

Ela confessou que ateou fogo no corpo do companheiro, mas disse em depoimento que sua intenção não era matar.

De acordo com a delegada Nercilia Dantas, ela contou que queria apenas fazer uma “brincadeira” com o companheiro.

Apesar de confessar, ela foi ouvida e liberada, já que de acordo com a Lei, como se ultrapassou o período de flagrante, Thayse só pode ser detida agora por força de um mandado de prisão.

Tércio teve mais de 80% do corpo queimado e acabou não resistindo.

Eles eram casados e moravam no bairro Malvinas. ⠀

Márcio Rangel

 

 

Fogo na Serra Preta é controlado após 7 dias, na PB; incêndio pode ter sido criminoso, diz Bombeiros

Após sete dias, o incêndio de grandes proporções que atingiu a Serra Preta, em Mãe D’Água, no Sertão da Paraíba, foi controlado, conforme informou na manhã desta segunda-feira (30) o comandante Regional do Corpo de Bombeiros, Saulo Laurentino. De acordo com o coronel, as chamas, que começaram no dia 22 de setembro, foram controladas no último domingo (29), mas o fogo ainda não foi extinto. A suspeita dos bombeiros é de que o incêndio seja criminoso.

Segundo o comandante, há suspeita de que o incêndio seja criminoso porque vários moradores da região denunciaram a presença de um homem circulando em uma motocicleta próximo aos principais focos do incêndio.

“As equipes do combate receberam informações de que moradores viram uma pessoa de motocicleta, às margens das estradas, ateando fogo propositalmente em várias propriedades rurais da região. E quando a gente analisou toda a área, as características apontam que o fogo realmente pode ter sido criminoso”, explicou Saulo Laurentino.

Bombeiros trabalham no local para tentar extinguir fogo totalmente, na Serra Prera, Sertão da PB — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Bombeiros trabalham no local para tentar extinguir fogo totalmente, na Serra Prera, Sertão da PB — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Na manhã do último sábado (28), os bombeiros conseguiram controlar os principais focos do incêndio. Mas, segundo o comandante, ainda durante a tarde do sábado, as chamas se descontrolaram novamente devido ao calor e ao clima seco da região.

“Agora o fogo está controlado, mas não extinto na totalidade. No sábado, a gente conseguiu controlar a maioria dos focos do incêndio, mas no mesmo dia houve descontrole das chamas novamente. Foi neste domingo [29] que conseguimos de fato controlar o fogo, para esse trabalho a gente recebe apoio de militares de Campina Grande e João Pessoa”.

Principais focos do incêndio foram controlados, mas fogo não foi totalmente extinto — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Principais focos do incêndio foram controlados, mas fogo não foi totalmente extinto — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Uso de drones para mapeamento da área

Ainda conforme o comandante Regional do Corpo de Bombeiros, nesta segunda-feira, cerca de 25 militares atuam no combate ao incêndio. Além disso, as equipes vão receber apoio de drones para realizar o mapeamento da área atingida pelo fogo. “Esses drones auxiliam os bombeiros no trabalho de mapeamento da região, e também vai nos ajudar a dimensionar a área queimada”, destacou.

Cerca de 25 militares fazem força tarefa para extinguir o fogo na Serra Preta, no Sertão da PB — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Cerca de 25 militares fazem força tarefa para extinguir o fogo na Serra Preta, no Sertão da PB — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Incêndio começou no dia 22 de setembro

O incêndio de grandes proporções atinge a Serra Preta desde o dia 22 de setembro. De acordo com o coronel Saulo Laurentino, o fogo chegou a ser controlado entre a quarta (25) e a quinta-feira (26), mas, como o local é de difícil acesso, as chamas teriam se alastrado na manhã da sexta-feira (27), reduzidas no período da tarde, mas continuaram totalmente descontroladas na região.

Conforme Saulo Laurentino, a terra no local é bastante íngreme. “O fogo é no pico da serra. O combate é desgastante, porque as viaturas só conseguem chegar até um certo ponto, então precisamos levar todo o material de combate caminhando até o local, é cerca de uma hora caminhando só pra chegar lá em cima”, salientou.

Fogo estava totalmente descontrolado, segundo bombeiros, em Mãe D'Água, na Paraíba — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Fogo estava totalmente descontrolado, segundo bombeiros, em Mãe D’Água, na Paraíba — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

 

G1

 

 

Áudios de WhatsApp revelam conversas entre suspeitos do Dia do Fogo

O site da revista Globo Rural teve acesso a duas mensagens de áudios que circulam no Sudoeste do Pará, atribuídas ao ex-prefeito de Novo Progresso, Neri Prazeres. Nestes áudios, Prazeres alerta pelo WhatsApp uma pessoa identificada como Ricardo (que seria o empresário e pecuarista Ricardo De Nadai) sobre as consequências do avanço do desmatamento na região.

As mensagens teriam sido gravadas em 8 de agosto passado, dois dias antes do Dia do Fogo. No dia 10 de agosto, um grupo formado por grileiros, garimpeiros, comerciantes e fazendeiros, convocado pelo WhatsApp, teria provocado várias queimadas pelas florestas de Novo Progresso e Altamira. O crime, que vem sendo chamado de Dia do Fogo, está sendo investigado pelas Polícias Federal e Civil.

No áudio, Prazeres diz que o desmatamento vai ser o maior da história. “Bom dia Ricardo! Eu tô bastante preocupado com o que está vindo por aí. Olha. O desmatamento aí na região, naquela região de São Félix do Xingu ali, divisa…próximo a Progresso e no Progresso, vai ser maior…diz que tá tendo o maior desmatamento da história.”

Ricardo De Nadai, dono da Agropecuária Sertão, é uma das pessoas que está sendo ouvidas pela Polícia sobre o Dia do Fogo. De Nadai seria o criador do Grupo Sertão, que teria mobilizado 70 pessoas para participar dos incêndios.

Neri Prazeres é uma das lideranças de maior peso dentro do agronegócio no Sudoeste do Pará. Ocupa atualmente o cargo de diretor executivo do Consórcio Tapajós, cujo objetivo principal é trabalhar pela regularização fundiária dos municípios da região, principalmente Novo Progresso e Itaituba.

Assassinato

Pesa contra o ex-prefeito de Novo Progresso graves acusações. Em um vídeo, o ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Sintraf), Aluísio Sampaio, também conhecido como Alenquer, dias antes de ser assassinado a tiros em Castelo dos Sonhos, acusou Neri de estar planejando a sua morte. Alenquer foi morto no dia 11 outubro de 2018, em Altamira. De acordo com a polícia, a vítima foi morta com vários tiros na cabeça próximo à BR-163. A Polícia Civil informou que uma pessoa foi presa em flagrante pelo crime.

Aluísio era ligado ao movimento de posseiros. Em 2017, o ativista já tinha recebido ameaças de morte, devido à disputa com grileiros da região. De acordo com o Movimento Rural dos Trabalhadores Sem Terra (MST), apesar de Aluísio ser considerado uma liderança dentro do movimento rural, ele nunca foi vinculado à entidade.

Dias depois um dos suspeitos de envolvimento na morte do líder sindicalista, foi assassinado durante troca de tiros com policiais militares, em Castelo dos Sonhos, distrito de Altamira, sudeste do estado.Na época, Neri Prazeres negou o crime e divulgou nota dizendo que “este camarada chamado de Alenquer é uma figura conhecida na região por grilagem.

Clique aqui e ouça o primeiro áudio. Abaixo a transcrição:

– Bom dia, Ricardo! Deixa eu te falar, cara. Eu tô bastante preocupado com o que está vindo por aí. Olha. O desmatamento aí na região, naquela região de São Félix do Xingu ali, divisa…próximo a Progresso e no Progresso, vai ter maior…diz que tá tendo o maior desmatamento da história. Sabe? Isso vai dar uma repercussão! Só pra você ter uma ideia, eu tô precisando comprar uns “óleo queimado” pra aqui no sítio que eu tenho aqui, tão tirando umas madeira pra fazer um curral. Aqui em Itaituba já tem uma semana que eu tô tentando juntar 40 litros de óleo queimado, não tem porque tudo vai pro Progresso pras derrubada, cara. E eu tô vendo a partir desses dias, que isso vai dar uma repercussão tão negativa! Eu tô preocupado. Eu tô preocupado que, sinceramente, nós vamos acabar tendo um boicote, alguma coisa com nossos grãos, com nossa produção. Tô preocupado, sinceramente. Aqui no consórcio nós discutimos isso. Todo mundo. Inclusive os investidores de Mato Grosso tão muito preocupados com isso, produtores de grãos, com o desmatamento desordenado que está tendo esse ano, cara!

Clique aqui e ouça o segundo áudio. Abaixo a transcrição.

Sabe o que é preocupante? Que eu acho que…que nem, por exemplo, as pessoas ficam fascinadas pelo que o Bolsonaro fala. Sabe? Assim. Eu vejo assim. É. Fala o que a gente que ouvir. Só que você pode pensar, mas não pode ficar falando. Ele fala, as pessoas, as pessoas acham interessante, aplaudem. Ele fala pra plateia. Aquilo que ele falou pra Alemanha, aquilo lá, bicho, vai ser um tiro no pé. Que era pra eles…não precisava do dinheiro deles, aqueles rolo, lá, né? Agora, já tem assim uma grande força de sanção contra o Brasil, de sanção econômica contra os produtos brasileiros por causa de desmatamento, sabe? E eu tô vendo, esse ano, aí, na região de São Félix do Xingu, Novo Progresso, Altamira, até na Floresta do Jamanxim, lá pro lado do Castelo, mas, rapaz, um mundo velho sendo desmatado. Isso vai dar uma repercussão tão desgraçada pra cima de nóis! Eu tive com o Pagot e eles tão extremamente preocupado porque já tem ameaça de países, de não comprar grãos do Brasil enquanto não, enquanto não diminuir desmatamento. E não é o que tá acontecendo. Então, tá todo mundo, assim, preocupado. Ele tava me dizendo que, cara, a preocupação…até a Ferrogrão já tamo, assim, repensando, porque a repercussão vai ser muito desgraçada desse povo aí, dos países, aí, compradores de grãos. Cara! Aí é complicado, ó!

Procurado por diversas vezes ao longo desta segunda-feira (9/9), o Consórcio Tapajós não atendeu às ligações da reportagem.

 

revistagloborural

 

 

Adolescente infrator acusado de tentar matar homem e atear fogo na casa dele é apreendido em Cuitegi

Um adolescente infrator de 17 anos de idade foi apreendido por policiais militares e civis na tarde desta quarta-feira (10), na cidade de Cuitegi. Contra ele havia um mandado de busca e apreensão expedido pela Comarca de Guarabira pelo ato infracional semelhante à lesão corporal grave.

Ele é acusado de, junto com outro, espancar um homem a pauladas até quase a morte e ainda tocar fogo na residência dele. Devido à gravidade das agressões, a vítima passou várias semanas internada no Hospital de Trauma, mas conseguiu sobreviver.

O adolescente infrator foi apreendido por policiais da guarnição do Comando do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) e do GTE (Grupo Tático Especial) da 8ª Delegacia Seccional de Polícia Civil, com o apoio do Destacamento local, comandado pelo sargento Djevaldo.

Ele foi localizado na sua residência e conduzido pelos policiais para a Delegacia de Polícia Civil.

Assessoria 4º BPM

 

 

Idoso tenta apagar fogo em capim e morre queimado pelas chamas, em Alagoa Grande

Um homem de 79 anos morreu queimado no início da tarde da última segunda-feira 25, em Alagoa Grande, no Brejo do estado.
Conforme informações, ao perceberam que o capim estava pegando fogo, os donos de uma casa tentaram localizar o caseiro seu João, como era conhecido, mas já o encontraram sem vida no meio do capim queimado.
Uma equipe do Samu esteve no local onde foi confirmada a morte. O corpo foi levado para a GEMOL da cidade de Guarabira
O proprietário do terreno informou que não é a primeira vez que vândalos colocam fogo no capim.
PB Hoje

 

Ônibus escolar e ambulância da Prefeitura de Barra de Santana pegam fogo, no Cariri da PB

Um ônibus escolar e uma ambulância da cidade de Barra de Santana, no Cariri da Paraíba, pegaram fogo na noite da terça-feira (19). De acordo com a prefeita do município, Cacilda Andrade, há suspeitas de que o incêndio tenha sido criminoso, mas isso só poderá ser constatado após a perícia.

O caso aconteceu por volta das 22h30. Os veículos estavam na garagem da prefeitura quando moradores ouviram uma explosão. A prefeita e uma equipe do Corpo de Bombeiros foram acionados ao local.

“Tinha outros carros na garagem, mas a população conseguiu tirar antes que o fogo se espalhasse no local”, contou Cacilda Andrade.

Ambulância após pegar fogo na noite da terça-feira (19), na garagem de prefeitura do Cariri da PB — Foto: Prefeitura/Divulgação

Ambulância após pegar fogo na noite da terça-feira (19), na garagem de prefeitura do Cariri da PB — Foto: Prefeitura/Divulgação

O fogo foi totalmente controlado pelos bombeiros, mas os dois veículos ficaram destruídos. “A gente agora fica com uma dificuldade grande porque esse ônibus rodava todos os turnos e os outros que a gente tem são de rotas diferentes”, disse.

Ainda segundo a prefeita, o município possui outra ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). “A gente tem essa outra ambulância do Samu, mas perder um transporte importante como esse é lamentável”.

As polícias Militar e Civil também foram acionadas ao local. Até as 8h30 desta quarta-feira (20), a informação da prefeita era de que ela estava indo na Delegacia de Polícia Civil registrar o Boletim de Ocorrência.

Ônibus escolar ficou totalmente destruído após pegar fogo na garagem da Prefeitura de Barra de Santana, na PB — Foto: Prefeitura/Divulgação

Ônibus escolar ficou totalmente destruído após pegar fogo na garagem da Prefeitura de Barra de Santana, na PB — Foto: Prefeitura/Divulgação

 

G1

 

 

Homem é suspeito de atear fogo na casa da ex por não aceitar separação, na PB

Um homem é suspeito de atear fogo na casa da ex-mulher, na madrugada desta terça-feira (11), no município de Areial, no Agreste da Paraíba. De acordo com o delegado do município, Kelsen Vasconcelos, as investigações apontam que o crime ocorreu porque o homem não aceitava a separação do casal. O Corpo de Bombeiros informou que ninguém ficou ferido.

Em outubro, conforme explicou o delegado, a mulher já havia denunciado o ex-companheiro por ameaças e a Justiça deferiu uma medida protetiva para que ele ficasse afastado dela.

Segundo o delegado, nesta segunda-feira (10), foi realizado um show em comemoração à emancipação do município, onde o suspeito encontrou a mulher. “Sabendo que ela iria ficar lá mais tempo, aproveitou para ir na casa onde eles moravam, arrombou uma janela lateral e tocou fogo na casa”, explicou a autoridade policial.

 

O delegado ainda comentou que o prejuízo registrado na casa é de mais de 90%, levando em conta os bens e o imóvel. Apesar disso, o suspeito fugiu e, até as 15h50 (horário local) desta terça-feira (11), não havia sido encontrado.

Conforme o delegado Danillo Orengo, da 12ª Delegacia Seccional, uma equipe de perícia foi encaminhada para o local e a mulher apresentou outra denúncia contra o ex-companheiro.

G1

 

Brasil é o país com o maior nº de mortos por arma de fogo

O Brasil é o país com o maior número de mortos por arma de fogo no mundo, totalizando 42 mil casos em 2016, revelou uma pesquisa da Universidade de Washington, nos Estados Unidos.

O estudo, intitulado “Global Mortality From Firearms”, analisa todas as mortes causadas por armas de fogo no mundo (homicídios, suicídios e incidentes) entre os anos de 1990 e 2016, baseando-se nos dados do Estudo Global da Carga de Doenças, programa sobre mortalidade realizado pela mesma universidade.

O Brasil é o país com o maior número de mortos por arma de fogo no mundo, totalizando 42 mil casos em 2016, revelou uma pesquisa da Universidade de Washington, nos Estados Unidos
O Brasil é o país com o maior número de mortos por arma de fogo no mundo, totalizando 42 mil casos em 2016, revelou uma pesquisa da Universidade de Washington, nos Estados Unidos

Foto: Markus Schnessl / iStock

A análise afirma que, nos últimos anos, os mortos por arma de fogo no mundo aumentaram, e mais da metade dos casos (51%) se concentram em seis países: Brasil, Estados Unidos, México, Colômbia, Venezuela e Guatemala.

Calcula-se que que 251 mil pessoas morreram por armas de fogo em 156 países recenseados durante o ano de 2016, contra 209 mil mortes em 1990. O Brasil lidera a classificação de 2016, com 42 mil mortos, seguido pelos Estados Unidos, com mais de 37 mil. Já o México, Colômbia e Venezuela contabilizam entre 10 e 20 mil cada, e a Guatemala conta pouco mais de 5 mil.

No geral, 64% dessas mortes foram causadas por homicídio (sendo que o Brasil contabiliza um quarto desse total), 27% por suicídio e 9% por incidentes.

De acordo com os pesquisadores, a maioria das mortes se deu em países onde não há guerra em território nacional. “Ainda que pelo aumento da população, a taxa de mortes a cada 100 mil habitantes tenha ligeiramente caído, o número absoluto continua muito alto”, explicou Mohsen Naghavi, um dos estudiosos. “As mortes por arma de fogo são um problema de saúde pública”, concluiu.

Ansa

Kombi pega fogo em posto de combustíveis no distrito de Rua Nova

Um veículo Kombi pegou fogo na manhã de hoje (08) no estacionamento de um posto de combustíveis localizado no Distrito de Rua Nova, na entrada da cidade de Belém (PB). O caso aconteceu por volta das 07h, na área do Posto Sagitário.

Segundo informações, o veículo do tipo carro de som prestava serviços a Prefeitura Municipal de Belém. Não se sabe o que teria causado o incêndio.  Apesar do susto,  ninguém ficou ferido.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi chamada para controlar as chamas. Uma perícia será feita para descobrir o motivo do incêndio.

 

portalmidia

Grupo criminoso toca fogo em residência com casal dentro em JP

Segundo informações da vítima, o grupo de homens chegou até o local espalhando líquido inflamável pelo chão e atearam fogo (Foto: Reprodução/Portal T5)

Um grupo de homens tocou fogo em uma residência com os moradores dentro durante a madrugada desta quarta-feira (16) no bairro João Paulo II, em João Pessoa. Um casal estava dentro da casa no momento do incêndio e a mulher ficou ferida.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu controlar o fogo. No entanto, todos os móveis e eletrodomésticos que estavam dentro da casa foram queimados.

Segundo informações da vítima, o grupo de homens chegou até o local espalhando líquido inflamável pelo chão e atearam fogo. Eles teriam gritado contra o casal que estava dentro da casa e fugido logo que o fogo se alastrou.

O homem que estava dentro da casa ainda relatou que havia se mudado para o local há apenas cinco meses e não sabia o que poderia ter motivado o ataque. O morador de 57 anos não ficou ferido.

A mulher, de 47 anos, teve queimaduras nas pernas e foi levada para receber atendimento no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. Ela ainda está internada e seu quadro é considerado estável.

ClickPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br