Arquivo da tag: Flamengo

Jorge Jesus testa positivo para coronavírus; treinador do Flamengo fará contraprova

O Flamengo informou nesta segunda-feira que o técnico Jorge Jesus testou positivo para o novo coronavírus. Segundo o clube, em um primeiro exame, “o resultado foi um positivo fraco ou inconclusivo”. A contraprova será feita.

Flamengo x Portuguesa-RJ - Jorge Jesus — Foto: THIAGO RIBEIRO/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Flamengo x Portuguesa-RJ – Jorge Jesus — Foto: THIAGO RIBEIRO/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Todos os jogadores e funcionários do departamento de futebol do Flamengo fizeram os exames na última sexta-feira. Apenas o exame do treinador, de 65 anos, portanto considerado em um grupo de maior risco, não deu negativo.

Havia um temor no clube de alguém dar positivo porque o vice presidente de Embaixadas e Consulados do Rubro-Negro, Mauricio Gomes de Mattos, teve a infecção confirmada e está internado em Brasília. Zico, que também teve contato com o dirigente, fez exames e teve o resultado negativo.

Confira o comunicado do Flamengo:

O Clube de Regatas do Flamengo informa que os testes para detectar a presença do Covid-19 em atletas, comissão técnica e funcionários do departamento de futebol foram concluídos na tarde desta segunda-feira (16). O Clube informa que o treinador Jorge Jesus realizou um primeiro teste para o Covid-19 e o resultado foi um positivo fraco ou inconclusivo. A contraprova do resultado está sendo realizada.

O Mister está sob os cuidados do departamento médico do Flamengo e apresenta quadro estável de saúde. A diretoria reitera o compromisso durante a pandemia do Coronavírus e anunciou a suspensão dos treinos da equipe profissional e das categorias de base ao menos por uma semana.

Atletas, integrantes do departamento de futebol e comissão técnica testaram negativo para o Covid-19. Vale ressaltar que o departamento de futebol seguirá as orientações do Ministério da Saúde durante a pandemia do Coronavírus.

GE

 

Em noite de artilheiro de Everton Ribeiro, Flamengo vence Júnior Barranquilla

O Flamengo fez o seu papel fora de casa no primeiro passo da defesa do título da Libertadores. Mesmo em noite sem inspiração e passando muita pressão, a equipe de Jorge Jesus venceu por 2 a 1 o Atlético Júnior, na noite desta quarta-feira, no estádio Metropolitano de Barranquilla, na Colômbia. Everton Ribeiro marcou os gols do triunfo pelo Grupo A, enquanto Téo Gutiérrez descontou no fim.

Com o resultado, o Flamengo é o segundo colocado da chave, atrás do Independiente Del Valle, que, também fora de casa, fez 3 a 0 sobre o Barcelona de Guayaquil. Na próxima quarta-feira, o Rubro-Negro recebe o Barcelona, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã, enquanto o Júnior Barranquilla vai ao Equador visitar o Del Valle no mesmo dia e horário.

O Flamengo não se intimidou para o estádio Metropolitano com bom público e se mandou para cima do Júnior desde os minutos iniciais. Com cinco minutos, Everton Ribeiro recebeu passe na medida de Arrascaeta para abrir o placar já na terceira finalização rubro-negra. A melhor qualidade técnica dos brasileiros ditou o ritmo da etapa inicial, mas na reta final os colombianos fizeram valer a maior força física para equilibrar as ações. Téo Gutiérrez abusou das pancadas para atrapalhar a saída de bola do Flamengo e desperdiçou chance clara na frente de Diego Alves.Everton Ribeiro, Felipe Luiz, Flamengo x Junior Barranquila (Foto: REUTERS/Luisa Gonzalez)

Na volta do intervalo, o Flamengo se viu acuado pelo Júnior. Com marcação forte e intensidade no campo ofensivo, os colombianos empurraram o time de Jorge Jesus para trás, mas pecavam na falta de qualidade técnica para criar as jogadas. Invariavelmente, os donos da casa apelavam para cruzamentos na área e paravam em um impecável Gustavo Henrique. Naturalmente, a equipe de Barranquilla dava espaço. Gabriel desperdiçou três oportunidades, até que encontrou Michael nas costas da zaga para rolar e Ribeiro tirar do goleiro com classe. Vitória garantida. Téo Gutiérrez ainda descontou no fim, mas não havia tempo para mais nada.

Os desfalques eram de peso. Rafinha, Rodrigo Caio, Willian Arão e Bruno Henrique são intocáveis no time titular do Flamengo. Mas os substitutos não deixaram a desejar em Barranquilla. Jorge Jesus apostou em João Lucas e o jovem cumpriu seu papel. Apesar de um cartão amarelo precoce, o lateral foi seguro na defesa e ainda se arriscou em alguns lances no ataque no primeiro tempo. Vitinho também foi bem, iniciando a jogada do primeiro gol, mas o grande destaque foi Thiago Maia. O volante foi perfeito no desarme e ainda ajudou muito na saída de bola no maltratado gramado do estádio Metropolitano.João Lucas cruza para Gabigol, mas Mera faz o corte, aos 19′ do 1º tempo

Gabigol não foi às redes pela primeira vez na temporada, mas nem por isso deixou de ser protagonista em Barranquilla. Em campo, desperdiçou boas chances e iniciou a jogada do segundo gol de Everton Ribeiro. Fora de campo, porém, foi o centro das atenções desde o aquecimento. Antes do jogo começar, levou um torcedor colombiano às lágrimas por presenteá-lo com uma camisa. Ao apito final, viu um outro torcedor do Júnior invadir o campo para abraçá-lo e também retribuiu com sua camisa e um par de chuteiras. Mais lágrimas dos rivais.Torcedor do Junior Barranquilla invade campo e ganha chuteiras de Gabigol.

Torcedor do Junior Barranquilla invade campo e ganha chuteiras de Gabigol

Globo Esporte

 

 

Flamengo vence o Del Valle e fatura a Recopa Sul-Americana

O Flamengo conquistou mais um título para sua coleção na noite desta quarta-feira, no Maracanã. Diante do Independiente del Valle, na segunda partida da final da Recopa Sul-Americana, a esquadra de Jorge Jesus, mesmo com um a menos desde a metade do primeiro tempo, venceu por 3 a 0 e levantou a taça inédita em sua história.

Gabigol foi o grande destaque do jogo pela movimentação, um gol e a assistência para o segundo. Gerson, no segundo tempo, marcou os outros dois gols da final.

Com renda e público recordes em 2020, o Flamengo deu ao Brasil o 11º título da Recopa e consolidou o país como maior vencedor da competição.

A sequência de jogos do Flamengo continuará neste sábado com a estreia na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, diante da Cabofriense, no Maracanã. Na próxima semana, o Rubro Negro estreia na fase de grupos da Libertadores na Colômbia, diante do Junior Barranquilla.

O Jogo

O Independiente del Valle surpreendeu ao entrar em campo disposto a jogar de igual para igual com o Flamengo no Maracanã. O técnico Miguel Angel Ramírez escalou sua equipe com três atacantes e foi de peito aberto para buscar o título. Sem Bruno Henrique, Jorge Jesus adotou um 4-4-2 com Gabigol e Pedro na frente.

Os equatorianos, muito bem organizados em campo, tentaram segurar o ataque do Fla com uma defesa alta e forçando o impedimento dos atacantes rubro-negros. Mas apesar da organização e do bom toque de bola, faltava qualidade ao Independiente e o Flamengo foi impondo seu jogo.

Aos 17, Gerson recebeu livre na área e, pressionado pelo goleiro Pino, tocou para Gabigol, que tentou a conclusão mas acertou o zagueiro Segovia com o arqueiro batido no lance.

No minuto seguinte, sob pressão do Flamengo na saida de bola, a defesa equatoriana deu um presente ao Rubro-Negro. O mesmo Segovia que salvou o lance anterior, tentou atrasar de cabeça para o goleiro e acertou o travessão. A bola voltou para Gabigol, que dessa vez não perdoou e colocou o Flamengo em vantagem.

O jogo estava à feição da equipe de Jorge Jesus quando aos 21 minutos, Willian Arão tentou tirar a bola de Caicedo e acabou acertando o peito do jogador do Independiente. Com a ajuda do VAR, o árbitro argentino Fernando Rapallini mostrou o cartão vermelho para o volante brasileiro.

Para recompor a equipe, Jorge Jesus chamou Thiago Maia e tirou o atacante Pedro de campo.

Com a desvantagem numérica, o Flamengo mudou sua postura em campo e se fechou na defesa. Com o posicionamento atrás da linha da bola, a equipe carioca fechava os espaços do Independiente e buscava os contra-ataques.

O jogo ficou mais concentrado entre as duas intermediárias no restante da etapa inicial, com cada equipe chegando com perigo apenas uma vez.

O Flamengo obrigou o goleiro Pinos a trabalhar aos 33. Everton Ribeiro lançou Gabigol, que partiu em velocidade, se livrou da marcação e chutou cruzado, mas Pinos fez grande defesa e mandou para fora.

Já o del Valle conseguiu assustar aos 37, quando Sanchéz bate prensado com Filipe Luís e a bola vai pela linha de fundo, mas passou perto.

O segundo tempo começa com o Independiente tentanto pressionar o Flamengo em seu campo. A equipe carioca, entretanto, fazia uma partida impecável defensivamente. Muito focados, os comandados do Míster ocupavam todos os espaços e dificultavam as ações ofensivas dos equatorianos.

Aos 9, porém, Caicedo surpreendeu com um belo toque e deixou Faravelli de frente para Diego Alves. O goleiro rubro-negro salvou o gol com uma defesa com o pé no chute cruzado do meia do del Valle.

No momento de maior ímpeto do Independiente, brilhou mais uma vez a estrela de Gabigol. O artilheiro fez grande jogada pelo lado esquerdo ao cortar um adversário e se mandar em direção à área. A bola sobrou para Gerson, que dominou e chutou cruzado para o fundo da rede: 2 a 0.

A essa altura, perdendo por dois, o técnico Miguel Angel Ramírez foi para o tudo ou nada e colocou mais dois atacantes em campo, sacando um zagueiro e um lateral, além de um meia na vaga de um volante.

Mas de nada adiantou e o Flamengo seguiu muito bem na partida, até que aos 40 minutos, Cabeza fez falta em Léo Pereira e foi expulso. Com a igualdade numérica, o Flamengo voltou a dominar e teve tempo de marcar o terceiro.

Aos 43, em novo contra-ataque, Michael roubou a bola e tocou para Gabigol. O nove lançou Vitinho, que dominou, atraiu a marcação e rolou para Gerson tocar com categoria e fechar a conta do jogo.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO-BRA 3 x 0 INDEPENDIENTE DEL VALLE-EQU

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 26 de fevereiro de 2020, quarta-feira
Horário: 21:30 (de Brasília)
Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)
Assistentes: Diego Bonfa (ARG) e Gabriel Chade (ARG)
VAR: Mauro Vigliano (ARG)
Renda: R$ 5.396.997,50
Público: 69.986 (64.504 pagantes)

Cartões amarelos: Gerson, Gustavo Henrique (Fla); Franco (Independiente)
Cartões vermelhos: Willian Arão (Fla); Cabeza (Independiente)
Gols:
FLAMENGO: Gabigol, aos 18min do 1º tempo; Gerson, aos 16 e aos 43 min do 2º tempo

FLAMENGO: Diego Alves; Rafinha, Gustavo Henrique, Léo Pereira e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson e Everton Ribeiro (Michael); Gabigol, Arrascaeta (Vitinho) e Pedro (Thiago Maia)
Técnico: Jorge Jesus

INDEPENDIENTE DEL VALLE: Pinos; Preciado, Schunke, Segovia (Cabeza) e Caicedo (Fernando Guerrero); Franco, Faravelli (Nieto) e Pellerano; Sanchez, Murillo e Torres
Técnico: Miguel Angel Ramírez

 

Gazeta Esportiva

 

 

Flamengo domina o Athletico-PR, faz 3 a 0 e conquista a Supercopa do Brasil

Se Jorge Jesus esperava dificuldade do time brasileiro que mais complicou o Flamengo em 2019, o talento dos jogadores de ataque rubro-negros fez com que o cenário fosse mais fácil na decisão da Supercopa do Brasil, realizada na manhã de hoje (16). O Fla venceu o Athletico Paranaense por 3 a 0 e conquistou mais um título com o técnico português. Houve gritos de “olé” no Mané Garrincha (DF) nos minutos finais.

Agora, Jesus coleciona os troféus do Brasileiro, da Libertadores e o deste domingo pela equipe carioca. Bruno Henrique abriu o placar e Gabigol ampliou, ainda no primeiro tempo. Na etapa final, Arrascaeta fechou a conta.

 

Uol

 

 

Paraibano que escapou da tragédia no Ninho, é destaque do Flamengo no Carioca 2020

Ítalo morou no CT até cinco dias antes da tragédia que matou 10 jovens da base. Agora jogador vai ter sua primeira chance no time principal e pode ter a oportunidade de estrear no Carioca

O lateral-esquerdo Ítalo viveu uma temporada incrível com o time sub-20 do Flamengo. Foi campeão e também chegou a treinar com a Seleção na Granja Comary. A maior oportunidade para 2020 será disputar o Campeonato Carioca pelo time principal.

Ítalo com o troféu da Supercopa do Brasil Sub-20 em 2019 — Foto: Arquivo Pessoal

Ítalo com o troféu da Supercopa do Brasil Sub-20 em 2019 — Foto: Arquivo Pessoal

O paraibano é cria do Flamengo e faz parte do clube desde o sub-13. Integrante da equipe sub-20, ele está prestes a viver uma nova fase, quando se apresentar nesta terça-feira visando os treinamentos para a estreia na Taça Guanabara. O primeiro jogo em 2020 está marcado para o dia 18 de janeiro, pelo Campeonato Carioca, contra o segundo classificado na seletiva do Estadual (Nova Iguaçu, Friburguense, America-RJ, Macaé, Portuguesa-RJ ou Americano).

Dentro de campo, Ítalo teve um 2019 especial com o Flamengo. Conquistou o título do Campeonato Carioca, Torneio Otávio Pinto Guimarães (OPG), Brasileiro e a Supercopa do Brasil, tudo no sub-20.

Ítalo com o ídolo Dani Alves durante substituição a Filipe Luís em treino da Seleção — Foto: Arquivo Pessoal

Ítalo com o ídolo Dani Alves durante substituição a Filipe Luís em treino da Seleção — Foto: Arquivo Pessoal

Além disso, chegou a substituir Filipe Luís em julho durante treino da seleção brasileira na Granja Comary, às vésperas da Copa América no Brasil. O lateral do time principal se lesionou e ficou de fora de algumas atividades. E Ítalo também aproveitou para pegar algumas dicas com o ídolo Dani Alves.

– Eu já tinha uma enorme admiração pelo futebol dele (de Daniel Alves). Chegando no vestiário, foi uma das primeiras pessoas que procurei para observar e saber como era. Vi que era um cara incrível, um cara fantástico. Tentei observar ao máximo dos treinos nestes poucos dias que tive convivência e vi que era um cara fora do normal – disse na época ao GloboEsporte.com.

No começo de 2019, Ítalo era o morador mais antigo do Ninho do Urubu — Foto: Arquivo Pessoal

No começo de 2019, Ítalo era o morador mais antigo do Ninho do Urubu — Foto: Arquivo Pessoal

Mas o jogador teve perdas também. Durante cinco anos, Ítalo morou no CT do Ninho do Urubu e revelou os bastidores por lá. Cinco dias antes de acontecer a tragédia que vitimou 10 jogadores, entre 14 e 16 anos, em fevereiro, ele deixou a “casa” para passar as férias na sua cidade natal, João Pessoa.

– Eu conhecia todos, conversava com todo mundo. Se não me engano, só não cheguei a conhecer um, que era um dos mais novos que tinha chegado. Rykelmo era o mais próximo. A gente chamava ele de Bolívia. Tinha cara de boliviano e acabou pegando – comentou em entrevista logo após o ocorrido.

Uma nova história vai começar a ser escrita por Ítalo. É um momento único que o paraibano, de 19 anos, espera aproveitar ao máximo.

GE

 

Promessa do Flamengo, paraibano sonha se firmar após cirurgias no joelho: “Sei do meu potencial”

Thiago Santos surgiu como uma promessa do Flamengo em 2015. Mas o atacante enfrentou uma barra pesada com duas cirurgias no joelho esquerdo, que impediram a sua afirmação no clube carioca, quando começava a despontar. Com contrato até o fim de 2020 no Rubro-Negro, tudo o que o jogador quer é uma chance na próxima temporada.

Thiago Santos - na foto com o filho Thomaz - espera ter muitos minutos de jogo em 2020  — Foto: Lucas Barros/GloboEsporte.com

Thiago Santos – na foto com o filho Thomaz – espera ter muitos minutos de jogo em 2020 — Foto: Lucas Barros/GloboEsporte.com

A estreia do paraibano natural da cidade Mari pelo time principal do Flamengo foi em 2015. Ele entrou em campo aos 21 minutos do segundo tempo na derrota para o Grêmio, fora de casa, por 2 a 0, pelo Campeonato Brasileiro.

– Espero uma oportunidade no Flamengo ou em outro time. A gente, que é jogador de futebol, quer sempre jogar, independentemente de em qual clube for. Quero jogar em 2020, mostrar meu trabalho, sei do tamanho do meu potencial. Seja para qual clube eu for, no Flamengo ou em outro, tenho que estar preparado para mostrar meu futebol – comentou Thiago Santos.

Jogador no início do ano nos treinamentos com o Flamengo — Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Jogador no início do ano nos treinamentos com o Flamengo — Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

A cirurgia mais recente do atacante foi em abril deste ano. Após começar 2019 em alta no Flamengo, ele foi emprestado para a Chapecoense em busca de adquirir mais minutos jogados. Na primeira semana no Verdão do Oeste, Thiago Santos teve uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e sequer estreou.

Atacante foi apresentado na Chapecoense, mas não chegou a jogar — Foto: Márcio Cunha/ACF

Atacante foi apresentado na Chapecoense, mas não chegou a jogar — Foto: Márcio Cunha/ACF

A outra ocasião em que o jogador operou o joelho aconteceu em 2017, quando sofreu uma ruptura no mesmo ligamento. Thiago Santos se machucou em uma pelada de fim de ano e, depois da recuperação no Flamengo, foi emprestado ao Mumbai City, da Índia. Pelo time indiano foram 13 jogos e cinco gols marcados na temporada 2018/19.

– Foi bastante complicado passar pelas duas cirurgias. Principalmente a segunda. Estava bem (no começo desta temporada), joguei a Flórida Cup e no segundo jogo fui muito bem. Logo em seguida também joguei alguns jogos do Carioca e depois me transferi para a Chapecoense. Esperava um ano produtivo, estava bem confiante que ia fazer um excelente ano. Estava bem física e mentalmente. Mas já passou e agora é bola para frente. Tem muita coisa para acontecer.

Thiago Santos comemora gol marcado contra o Bangu no Campeonato Carioca em 2016 — Foto: Gilvan de Souza / Flamengo.com.br

Thiago Santos comemora gol marcado contra o Bangu no Campeonato Carioca em 2016 — Foto: Gilvan de Souza / Flamengo.com.br

Para a próxima temporada, o desejo de Thiago Santos aos 24 anos é ficar bem distante do departamento médico. O maior sonho é ser feliz em campo. Espera pela primeira vez ter uma afirmação no profissional.

– Estou preparado e fazendo alguns trabalhos nas férias. Que 2020 seja um ano abençoado e tudo diferente. Que as lesões possam ficar longe de mim – concluiu.

GE

 

Jesus promete Flamengo com postura ofensiva contra o Liverpool

O Flamengo não vai entrar recuado contra o Liverpool na final do Mundial de Clubes da Fifa. Pelo menos foi o que deu a entender o técnico Jorge Jesus. Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (20), o técnico rubro-negro elogiou o adversário de amanhã (21), mas deixou claro que não vai fazer como outros clubes brasileiros em finais contra europeus.

“São épocas diferentes, com treinadores diferentes e, portanto, cada um tem a sua ideia. Aquilo que o Flamengo tem passado ao longo dos últimos seis meses que estamos no Brasil tem sido uma ideia de um jogo olhando sempre para o gol, para a frente e para o espetáculo. Nós, europeus, como treinadores, somos formados não só para ganhar. Só ganhar não adianta, as tuas equipes têm que ganhar e proporcionar o espetáculo. Foi isso que tentamos fazer no Flamengo. Tivemos a sorte de ter jogadores que podem proporcionar essa ideia. Sem os jogadores, você fica só com a ideia. Portanto, o que vamos fazer amanhã é olhar para o jogo como olhamos nos últimos seis meses, tanto na Libertadores, quanto no Campeonato Brasileiro.”

Apesar do favoritismo do time inglês, Jorge Jesus confia em sua equipe e acredita que a postura tática é que fará toda a diferença na partida deste sábado.

“São duas equipes taticamente muito evoluídas. Quem ganhar não vai ser pela questão física. Quem ganhar vai ser por estar melhor taticamente, tem uma ideia de jogo melhor, conseguiu ser mais criativa taticamente, para além da criatividade individual que ambas as equipes têm. Tanto os atacantes do Liverpool quanto os atacantes do Flamengo são muito criativos, em qualquer momento podem decidir. Mas também há a criatividade tática e, portanto, amanhã, a equipe que tiver mais criatividade tática e for mais disciplinada taticamente será a vencedora do jogo.”

O Flamengo deve entrar em campo com todos os titulares. Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís;  William Arão, Gerson e Everton Ribeiro; Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol. Flamengo e Liverpool se enfrentam neste sábado no Estádio Khalifa International, em Doha (Catar), às 14h30 (horário de Brasília).

 

agenciabrasil

 

 

Flamengo realiza seletiva na Paraíba em busca de novos talentos

Revelando talentos ano a ano, o departamento das categorias de base do Flamengo tem buscado captar jovens em todo o país. Nos dias 20 e 21 de dezembro, um observador do clube vai até o Estádio Romerão, em Campina Grande, no interior da Paraíba, para realizar seletivas com atletas com idades entre 9 e 18 anos. A expectativa do time carioca é observar mais de 300 candidatos. Os aprovados na seletivas vão passar por um período de avaliação no Ninho do Urubu, no Rio de Janeiro, e podem ser contratados junto ao Rubro-Negro.

A peneira está sendo organizada em parceria com a Queimadense, time do estado. Os interessados podem fazer sua inscrição por telefone, através do número (83) 99954-4689. O observador responsável será Silvio Eduardo, que coordena seletivas do Flamengo em toda a região do Nordeste.

“A gente nunca sabe quantos serão selecionados, mas as expectativas são boas. Estamos indo para uma região onde tem muitos garotos bons, mas que não têm oportunidade”, afirmou o observador rubro-negro.

Diante da expectativa de mais de 300 participantes na seletiva, os testes poderão ser divididos em dois turnos. No horário da manhã, entre 8h e 12h, vão a campo os garotos de menor faixa etária. Já à tarde, a partir das 13h, vão os mais velhos. Todos os atletas devem levar sua documentação e material de jogo.

A novidade é que, além dos testes físicos e técnicos, o Flamengo agora também vai avaliar os jovens pelo seu perfil extracampo. Um critério que tem sido muito mais observado nos últimos anos.

“Todo bom jogador interessa ao Flamengo. Porém, ele tem que ter uma peculiaridade física, um bom biotipo. São vários fatores que contam. O extracampo também conta muito. A gente faz um relatório com todas informações. A mentalidade do Flamengo hoje é esta: ter bons jogadores que possam servir ao clube e que futuramente possam ser negociados”, disse Silvio Eduardo.

Globo Esporte

 

 

Flamengo pode ganhar título inédito ainda em 2019

Dois títulos em menos de 24 horas: o maior do Brasil e o maior da América do Sul. Mais de R$ 100 milhões em premiações. Todo este ano espetacular pode render ao Flamengo um “título” inédito no futebol nacional: ser o primeiro time brasileiro a atingir o faturamento de R$ 1 bilhão ao ano e entrar para a história.

flamengo-novo-titulo-2019


Um fim de semana emocionante. Depois de uma final de Libertadores eletrizante contra o River Plate, da Argentina, o gigante carioca se consagra Campeão Brasileiro de 2019 em menos de 24 horas.

A emocionante virada ao fim do segundo tempo na tão esperada final da Libertadores da América já seria motivo suficiente para fazer o final de semana entrar para a história do rubro-negro, mas tem mais: pouco menos de 24 horas depois, o time se fez campeão mais uma vez.

Além de vencer o torneio mais almejado da América do Sul e verdadeira obsessão dos torcedores, o Flamengo também se fez campeão nacional, após um tropeço do Palmeiras em casa contra o Grêmio, único time que ainda ameaçava seu título.

Um fim de semana histórico em um ano que ainda promete. Com todas as premiações e um ano bastante recheado em relação às outras fontes de receita, o Flamengo pode se tornar o primeiro time brasileiro a ter um faturamento bilionário. Veja o resumo das premiações abaixo1:

  • Taça Guanabara – R$ 1 milhão
  • Campeonato Carioca – R$ 3,5 milhões
  • Libertadores – R$ 85 milhões
  • Copa do Brasil – R$ 2,4 milhões (até as quartas de final)
  • Brasileiro – R$ 33 milhões
  • Mundial Interclubes2 – R$ 20 milhões (se vencer)*

“Título” inédito: primeiro bilionário do Brasil


Cálculos da Somoggi3 mostram que, chegando à final do campeonato mundial interclubes, o Flamengo pode atingir um patamar de receita próximo a U$ 250 milhões, cifra que se aproxima de R$ 1 bilhão (considerando a cotação atual do dólar acima de R$ 4,00).

Dessa forma, o time se tornaria o primeiro bilionário brasileiro, com receitas superiores a alguns times da Premier League, como, por exemplo, o inglês West Ham, que fatura cerca de U$ 200 milhões.

Contudo, ainda é um valor tímido quando comparado ao de outros grandes times europeus, tais como o principal rival no Mundial Interclubes, Liverpool, que fatura cerca de U$ 600 milhões (aproximadamente R$ 2,5 bilhões).

A soma inédita na realidade brasileira, porém, não pode ser apenas atribuída aos valores recebidos de premiações nas competições. De acordo com balancetes trimestrais4 disponibilizados pelo clube, o valor apurado de receita até o fim do terceiro trimestre de 2019 (set/19) pode ser resumido em:

  • Venda de atletas: R$ 295,0 milhões
  • TV: R$ 161,3 milhões
  • Bilheteria / Sócio-Torcedor: R$ 105,4 milhões
  • Publicidade: R$ 52,0 milhões
  • Social: R$ 29,0 milhões
  • Outras: R$ 12,7 milhões

Obs.: A venda de atletas em 2019 contabiliza os valores recebidos por Paquetá, Uribe, Jean Lucas, Léo Duarte, Trauco e Cuéllar.

Tais valores podem ser visualizados no infográfico interativo abaixo.

O valor somado dessas receitas até o terceiro trimestre de 2019 mostra a cifra de R$ 655,4 mi até setembro/2019. Com os ganhos provenientes das competições e outras receitas do último trimestre do ano, é plenamente possível que o Flamengo atinja a marca histórica de 1 bilhão de reais.

Essa marca, porém, é composta por alguns elementos de receita não recorrente, como a venda de jogadores (responsável por quase R$ 300 milhões do total acumulado) e os ganhos provenientes das premiações das competições, que não é uma receita fixa e garantida.

Valor de mercado dos times em diferentes competições


Com o objetivo de comparar os diferentes investimentos em elenco nas múltiplas competições nas quais o Flamengo participou em 2019, a equipe do Bons Investimentos criou um comparativo, com base nos dados da Transfermarkt5, dos valores de mercado de cada um dos principais adversários do Flamengo em cada campeonato disputado em 2019.

Abaixo, você poder verificar um resumo dos principais valores dos elencos e a seguir são apresentadas as informações completas em um infográfico interativo.

Obs.: Os valores estão em milhões de euros, pois essa é a base reportada pela Transfermarkt.

Brasileirão (em milhões de euros)**

  • Flamengo (CAMPEÃO): 125,35
  • Santos (2º): 63,50
  • Palmeiras (3º): 118,45
  • Grêmio (4º): 121,35
  • Athletico-PR (5º): 40,15
  • São Paulo (6º): 86,55
  • Internacional (7º): 64,70
  • Corinthians (8º): 81,85

**Posições atualizados até o dia 25/11/19

Libertadores (em milhões de euros)

  • Flamengo (CAMPEÃO): 125,35
  • River Plate (2º): 154,65
  • Grêmio (semi-finalista): 121,35
  • Boca Júniors (semi-finalista): 120,33

Copa do Brasil (em milhões de euros)

  • Athletico-PR (CAMPEÃO): 40,15
  • Internacional (2º): 64,70
  • Grêmio (semi-finalista): 121,35
  • Cruzeiro (semi-finalista): 50,05
  • Flamengo (parou nas quartas-de-final): 125,35

Campeonato Carioca (em milhões de euros)

  • Flamengo (CAMPEÃO): 125,35
  • Vasco da Gama (vice-campeão): 46,65
  • Fluminense: 58,60
  • Bangu: 0,5

Mundial Interclubes (em milhões de euros)

  • Flamengo (BRA): 125,35
  • Liverpool (ING): 1.070
  • Monterrey (MEX): 84,10
  • Al Hilal Riad (ARS): 45,60
  • Espérance Tunis (TUN): 17,25
  • Al Sadd Sports Club (CAT): 27,88
  • Hienghène (NCL): 0,68

Analisando os valores, percebe-se discrepâncias em relação ao preço de cada elenco nas competições.

No Mundial Interclubes, por exemplo, percebe-se que o Liverpool tem elenco quase 8 vezes mais caro que o segundo elenco mais valorizado, o do Flamengo.

Ainda assim, elenco mais caro não garante a vitória. Exemplo disso é a final da Libertadores, posto que o River Plate, mesmo com elenco de maior precificação, sucumbiu ao gigante carioca.

Muitas pessoas se surpreendem ao saberem que o elenco do River Plate possui maior valor de mercado do que o galático elenco do Flamengo, mas isso se deve à maior presença de jovens promessas no time argentino em comparação ao elenco mais “envelhecido” do Flamengo.

As vendas de Vinícius Junior e Rodrygo para o Real Madrid, por exemplo, mostraram que os gigantes europeus não poupam dinheiro para comprar as jovens estrelas sul-americanas e, por isso, times mais jovens e com grandes promessas acabam tendo seu valor de mercado inflacionado.

“Arrumando a casa”: do endividamento à maior receita da história


O caso do Flamengo realmente chama atenção. Num período pouco maior do que 3 anos, o clube foi capaz de sair de uma situação de imenso déficit à de maior receita da história.

A efetividade dos investimentos do clube foi tamanha que, conforme ilustrado no infográfico abaixo, o time deixou uma situação de mais de R$ 300 milhões de déficit (Receita – Custo) para uma possibilidade imensa de superávit em 2019. Veja essa e outras informações ilustradas no infográfico abaixo.

infográfico

Este infográfico e o respectivo estudo para a sua elaboração foram desenvolvidos pela equipe do site bonsinvestimentos.com.br. A sua reprodução e divulgação em outras mídias é autorizada desde que seja citada a origem.

 

bonsinvestimentos

 

 

Flamengo quebra outro recorde e tem o ataque mais positivo em uma edição desde que Brasileirão passou a ter 20 clubes

O Flamengo de 2019 vem pulverizando marcas no futebol brasileiro. Neste domingo, o time precisou de apenas quatro minutos para conseguir quebrar outro recorde. Com o gol de Arrascaeta, contra o Palmeiras, a equipe chegou a 78 gols no Brasileirão, superou os números do Cruzeiro em 2013 (77) e tem o ataque mais positivo em uma edição na era dos pontos corridos, desde que a competição passou a ter 20 clubes, em 2006.

Ainda no primeiro tempo, em São Paulo, o Flamengo ampliou com Gabigol. No segundo tempo, novamente com o seu artilheiro, o time de Jorge Jesus marcou mais um e soma 80 gols na competição.

Na última quarta-feira, na goleada por 4 a 1 sobre o Ceará, o Flamengo atingiu a melhor campanha da era dos pontos corridos, desde que o Campeonato Brasileiro passou a ser disputado por 20 clubes. Com 84 pontos, o Rubro-Negro superou o Corinthians, que em 2015 atingiu 81 pontos.

GE