Arquivo da tag: fiel

Golpe: Pastor usa documentos de fiel que vira funcionária fantasma no Paraná

pastorUm assessor do deputado estadual Pastor Edson Praczyk (PRB) pediu os documentos de uma fiel que passava por uma crise financeira com o pretexto de abençoar a mulher. Depois de entregar a documentação, ela passou a ser funcionária fantasma do gabinete do parlamentar. Esta é uma nova denúncia do Ministério Público do Paraná (MP-PR) contra o deputado, revelada pelo Paraná TV nesta quinta-feira (28).

O MP-PR investiga a contratação de mulheres de pastores evangélicos como servidoras comissionadas no gabinete de Praczyk. Segundo os promotores, as mulheres eram funcionárias fantasmas, ou seja, recebiam sem trabalhar.

De acordo com a nova denúncia, o assessor levou ao deputado os documentos da fiel e, então, Praczyk teria feito a contratação da mulher como funcionária do gabinete dele, sem que ela soubesse.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Ao longo de cinco anos, a funcionária fantasma foi nomeada e exonerada, sendo nomeada por três vezes. O dinheiro do salário dela caía nas contas do então assessor do deputado. No total, com essa manobra, o parlamentar e o assessor ficaram com R$ 35 mil desviados do dinheiro público.

Ataque
Na quarta (27), ao se defender no Plenário da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), em Curitiba, Praczyk negou as suspeitas, além de agredir verbalmente jornalistas. A primeira denúncia veio à tona na terça-feira (26).

O Sindicato de Jornalistas Profissionais do Paraná repudiou as declarações de Praczyk, que atacou profissionais da categoria que cumpriam o dever de questionar as irregularidades apontadas pelo MP-PR. O sindicato informou que vai estudar medidas a serem tomadas contra o parlamentar, que ocupa a presidência do Conselho de Ética da Casa.

No dia anterior, o deputado estadual se negou a responder os questionamentos feitos por um repórter.

Denúncia
Conforme a primeira denúncia, o deputado estadual é suspeito de receber os valores em nome das mulheres contratadas por ele na Alep. O caso investigado aconteceu entre os anos de 2001 e 2003, quando ele cumpria o primeiro mandato na Casa.

Para manter a fraude, conforme a promotoria, o deputado usava uma funcionária da Assembleia, que trabalha com ele até hoje, embora esteja lotada em outro gabinete. Ela possuía autorização e procurações para movimentar as contas bancárias de todos os servidores do gabinete do deputado, incluindo os fantasmas.

Dentre os poderes que a funcionária detinha estava a solicitação de extratos, conferência de saldos e juros, alteração de senhas, retirada de cartões de débito, requisição e assinatura de cheques, além e de depósito e saque de qualquer quantia.

Defesa
O deputado negou que haja controle dos salários de servidores por qualquer funcionário. “Foi um caso isolado, de que uma funcionária, enquanto amiga, fez uma solicitação para que ela auxiliasse na solicitação de cartões de crédito da sua conta bancária”, justificou.

Praczyk também disse que a colaboradora apontada pelo MP-PR como ser a responsável em administrar as contas das fantasmas não é funcionária fantasma. Entretanto, a Ministério Público não diz que esta mulher é fantasma, mas sim que ela administrava por meio de procuração as contas das demais funcionárias fantasmas do pastor.

Ainda na defesa feita por ele na quarta-feira, o parlamentar citou apenas de uma procuração, sendo que a denúncia do MP-PR inclui nove.

Durante o pronunciamento feito na Casa, os professores que acompanhavam a sessão se manifestaram, e o deputado olhando para a plateia disse: “Lembrem-se que eu votei por vocês antes de falar, por favor”. Os professores da rede pública estadual estão em greve há mais de um mês e têm um impasse com o governo: a categoria pede reajuste de 8,17%, enquanto o Governo do Paraná oferece aumento de 3,45%.

Conselho de Ética
O presidente da Alep, Ademar Traiano (PSDB), afirmou na quarta-feira que espera que o deputado Pastor Edson Praczyk peça para sair do cargo de presidente do Conselho de Ética da Casa. “Nós vamos conversar com o parlamentar, e eu espero que a iniciativa, quem sabe até de uma própria demissão, possa ocorrer”, afirmou Traiano.

No Plenário, Praczyk afirmou que, caso seja solicitado, deixará o Conselho de Ética. Ele ainda negou que tenha cometido quaisquer irregularidades. “Por acaso, alguma delas deixou de trabalhar? Todas trabalhavam e recebiam normalmente pelo que faziam”, disse o deputado.

G1

Guerrero manda mensagem de Natal à Fiel e garante: fica no clube em 2013

Chelsea? Juventus? Não. É Corinthians! Muitos foram os clubes citados como possíveis destinos de Paolo Guerrero desde que o atacante peruano foi decisivo na conquista do bicampeonato mundial de clubes do Timão. No entanto, o próprio jogador trata de tranquilizar a Fiel e garante que ficará no clube, com o qual tem contrato até julho de 2015. Em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM, em Lima, no Peru, onde passa férias, ele aproveitou ainda para desejar um feliz Natal e bom 2013 aos torcedores.[bb]

– Vou ficar, tenho contrato. Estou muito feliz jogando no Timão. Um forte abraço para toda a nação corintiana. Feliz Natal e um Ano Novo melhor do que esse para todo torcedor corintiano, que está comemorando até agora o título Mundial – afirmou, durante passeio por Lima, no último domingo, para entregar presentes a crianças.

Sem ter festejado o título com a torcida do Timão, pois ainda não voltou ao Brasil depois da conquista, Guerrero admite que ainda não tem a dimensão do tamanho de seu feito. Mas faz questão de elogiar a torcida do Corinthians.[bb]

– É incrível. É louca como eu. Por isso, gosto muito (risos) – ressaltou.

Mesmo sem ir ao Brasil, Guerrero teve uma pequena mostra do que se tornou com seu desempenho no Mundial ao chegar no Peru. Milhares de fãs o aguardavam no aeroporto Jorge Chavez e o tumulto foi inevitável. Depois, no Jockey Club de Lima e também nas ruas distribuindo presentes, o jogador novamente arrastou multidões.

Paolo Guerrero especial (Foto: Marcelo Hazan / Globoesporte.com)Paolo Guerrero é uma celebridade no Peru (Foto: Marcelo Hazan / Globoesporte.com)

Carismático, com a imagem usada em publicidades, e identificado com os torcedores, ele começa a desfrutar de algo parecido com o que Neymar, do Santos, já conhece no Brasil. A diferença é que a carência por ídolos no Peru é maior e a tradição do país no futebol é muito menor. Neste contexto, Guerrero é praticamente uma unanimidade.

– Parecia que o Peru tinha ganhado algo – diz a mãe do atacante, Petronila Gonzales, que o acompanhou na chegada da Alemanha ao Peru e se surpreendeu com a multidão.

No Corinthians, Guerrero fez oito gols em 17 partidas. São pouco mais de cinco meses de clube. Parece pouco, mas já foram suficientes para ele marcar para sempre seu nome na história.[bb]

Globoesporte.com

Igreja Universal é condenada por agressões contra fiel com epilepsia

A Igreja Universal do Reino de Deus foi condenada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) a pagar R$ 10 mil, a título de indenização, a uma fiel. Na ação, Alcione Saturnino dos Santos relatou ter sofrido, em 2001, num templo da igreja localizado em Sumaré, na região de Campinas, interior paulista, agressões físicas de pastores sob alegação de que ela se encontrava “possuída pelo demônio”, após um ataque epilético. A decisão é do juiz Luís Francisco Aguilar, da 2{+a} Câmara de Direito Privado do TJ-SP.

O acórdão foi finalizado no último dia 14. A Justiça já havia condenado a Igreja Universal em primeira instância, mas a ré recorreu, alegando cerceamento de defesa, por conta da falta de provas. Entretanto, o recurso, segundo o TJ-SP, foi apresentado fora do prazo legal.

Na ocasião das agressões, o inquérito policial havia sido arquivado, sem apontar culpados. “Ainda que comprovado que o ataque partiu de ato voluntário de empregados ou terceiros, a requerida responde pelos danos causados, independentemente de culpa, observados os termos do Código de Defesa do Consumidor, aplicável à época dos fatos (20/02/2001 fls. 14), considerando que, como visto, é incontroversa a presença do autor no culto religioso”, diz um trecho do acórdão.

Agência O Globo

Entre os deputado federais da base, paraibano é considerado o mais fiel a presidente Dilma

Um levantamento feito pela consultoria Arko Advice na Câmara Federal mostrou que o deputado paraibano Luís Couto (PT) é o mais fiel a presidenta Dilma Rousseff, mesmo partido, nas votações de matérias.

Segundo levantamento, o deputado paraibano atua com muita discrição e não dá qualquer trabalho ao Governo da presidenta Dilma, sendo fiel desde o início do mandato da petista.

O levantamento mostra ainda que de 114 votações na Câmara, o deputado Luís Couto votou favorável ao Governo em 96% das vezes.

Ao comentar a notícia, Couto disse que vem agindo em conformidade com a população, que tem apoiado as ações do governo. Considerando a pesquisa do Instituto Sensus divulgada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT), na última sexta (3), o deputado tem razão. A aprovação é de 56,6%, número superior aos 49,2% registrados do levantamento feito há um ano. Além disso, 75,7% avaliam como positivo o desempenho pessoal da presidente.

Luiz Couto reconheceu os altos índices de popularidade da gestão federal, mas afirmou que a sintonia com o Poder Executivo, nas votações da Câmara, se deve aos vários projetos apresentados com a finalidade de melhorar, ainda mais, a qualidade de vida das pessoas.

O parlamentar citou como exemplo de medidas governamentais que tiveram o seu apoio a distribuição gratuita de medicamentos para hipertensos e diabéticos; diminuição considerável da taxa de juros; preservação do meio ambiente e o combate ao desemprego; o PAC Equipamentos (Programa de Compras Governamentais); investimento de R$ 1,5 trilhão para infraestrutura, que será destinado a construção de portos, aeroportos, ferrovias, petroquímicas e ao PAC Urbano até 2015; Brasil Carinhoso, que faz parte do Brasil Sem Miséria, e reuni ações voltadas para combater a pobreza na primeira infância; e Bolsa-Formação Seguro Desemprego, que tem como integrante o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

“A Dilma conta com a minha fidelidade porque tem o mesmo propósito do ex-presidente Lula que é o de querer acertar, acabar com a pobreza, distribuir renda, colocar o país no centro do mundo e melhorar o dia a dia do povo brasileiro”, ressaltou Luiz Couto, lembrando que como resultado dessas ações, o Brasil é hoje a 6ª economia mundial, à frente do Reino Unido. “Mesmo diante de um horizonte permanente de crises internacionais, o Brasil está no rumo certo, completou.

Fonte: PoliticaPB com Assessoria

Filme sobre Violeta Parra desafia senso comum e tem ‘cópia fiel’ como protagonista

Do pai, Violeta Parra herdou um violão "cheio de sons de passarinhos" (Fotos: divulgação)

São Paulo – Primeira atriz latino-americana a expor no Museu do Louvre, em Paris, responsável pelo resgate da cultura chilena e com composições gravadas no mundo todo, Violeta Parra, é tema do filme que chega às telas brasileiras neste feriado e que pode ser considerado um ode à alegria. Mas a vida real não foi tão generosa com a artista chilena, de triste passagem individual pelo mundo, embora repleta de realizações para a posteridade.

“Violeta foi para o Céu”, de Andrés Wood, o mesmo diretor de “Machuca” (2004), conta sem falsificações a história da mais conhecida cantora chilena. Tal como o cérebro atormentado da personagem principal, o longa-metragem não tem linha reta. Da infância complicada, com pai alcoólatra e de destino errante, Violeta passa à fase adulta como artista itinerante, cantando de povoado em povoado e viajando em boleia de caminhão. Das caminhadas pelo interior do Chile sob sol escaldante, vai à Paris da década de 1960 embalar romances conturbados e uma vida artística guiada pela miséria.

No fim, tem-se uma imagem de uma personalidade única, merecedora de respeito, de sofrimento compreensível. A atriz Francisca Gavilán consegue ir além da impressionante semelhança física, e se destaca no filme cantando as músicas de Violeta. As passagens da vida da artista são permeadas por uma entrevista que vai ajudando a entender melhor a formação do seu caráter. Ao longo dela, Violeta conta da família indígena com orgulho, ignorando o preconceito do apresentador, e a primeira passagem pela Europa. Chamada a uma rápida excursão, ela é informada da morte de um filho, e decide passar “mais um tempo” no Velho Continente – dois anos.

Em Paris, a artista desafia os preconceitos contra os latino-americanos. E sai vencedora

No Chile, coloca o pouco que tem nas costas e, acompanhada do filho, Angel, decide resgatar as cantigas de folclore. Vai de porta em porta ouvindo histórias que mais tarde resultarão em discos, e que ajudarão a cunhar seu estilo, famoso por canções como “Gracias a la Vida” e “Volver a los 17”, mais tarde gravadas por dezenas de artistas de outros países, com destaque para a argentina Mercedes Sosa.

Livre de amarras, Violeta acumula amores ao longo da vida, até uma paixão arrebatadora por um artista francês apresentado pelo filho. A juventude do parceiro não parecia problema, e o casal, sem nós que os atasse a qualquer lugar do mundo, vai passar uma temporada em Paris. De volta ao Chile, porém, a cantora começa a sentir os efeitos da diferença de idade: não tem mais pique para seguir o namorado, Run Run, que quer ganhar mundo, e entra em depressão – daí nasce “RunRun se fue pa’l norte”.

No interior chileno, Violeta começa como artista itinerante, e apresenta o que for aceito pelo público

Uma tenda em Santiago parece restituir-lhe o vigor: a área, cedida por um político, começa a atrair o público e artistas interessados no folclore chileno. No entanto, o tempo passa, Violeta e o público parecem desinteressar-se mutuamente, ocorre um último rompimento com o namorado, e a vida chega ao fatídico desfecho. Um conhecido final que em nada abrevia a tensão do filme.

redebrasilatual