Arquivo da tag: falha

Perícia vai dizer se houve falha em trio que atropelou fiel em romaria

A Polícia Civil deve iniciar nesta terça-feira (1º) a investigação para apurar o acidente que terminou com a morte de Shirlanne Valentim dos Santos, de 19 anos, atropelada por um minitrio elétrico na madrugada desse domingo (29) durante uma romaria católica em Mamanguape, Litoral Norte paraibano, a 60 quilômetros de João Pessoa.

Ao Portal Correio, a delegada Simone Quirino, que irá investigar o acidente, informou que ainda não abriu investigação porque não teve acesso ao registro do caso, o que deve ocorrer nesta terça (1º). Porém, a delegada afirmou que irá solicitar uma perícia no veículo e intimar o motorista, além de pessoas envolvidas na organização do evento, para depoimento.

“Eu soube que houve uma falha mecânica que provocou defeito freios e perda do controle do veículo, mas é necessário que a perícia confirme essa hipótese. Iremos ouvir as pessoas envolvidas e testemunhas para concluir o caso”, disse a delegada.

O acidente aconteceu no momento em que fiéis estavam promovendo a romaria e um minitrio elétrico teria apresentado falha no sistema de freios. Sem controle, o veículo acabou atropelando Shirlanne, que ainda foi socorrida, mas não resistiu e morreu em um hospital de Mamanguape.

 

portalcorreio

 

 

Falha em inscrição no Sisu afetou até 600 mil participantes, diz MEC

O Ministério da Educação (MEC) diz que uma falha em sua base de dados afetou até 600 mil pessoas que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 e que estão aptas a disputar vagas em universidades públicas oferecidas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre de 2017.

O Sisu seleciona, até quinta-feira (1º), alunos para mais de 51 mil vagas em cursos superiores. As inscrições começaram nesta manhã (veja calendário completo abaixo).

Estudantes afetados pela falha recebiam a mensagem “dados inválidos” quando tentavam acessar o Sisu. O MEC diz que quem teve dificuldade deve alterar a senha no site www.enem.inep.gov.br/participante para solucionar o problema.

Origem do problema

Segundo o MEC, foi identificada nesta manhã uma falha de “sincronização entre as bases de dados do MEC e do INEP”. A pasta diz que o entrave já foi resolvido.

Ainda de acordo com a pasta, o número de potenciais candidatos afetados é de até 600 mil, e eles já estão recebendo informações por e-mail ou SMS sobre a necessidade de troca de senha.

“Além disso, foi inserida no sistema de inscrição uma mensagem específica para eles, redirecionando esses participantes a acessarem o site do INEP para realizar a atualização necessária”, informou o MEC em nota. A pasta nega relação entre este problema e o verificado na primeira edição do Sisu neste ano.

Calendário do Sisu 2017.2

  • Inscrições: 29 de maio a 1º de junho
  • Chamada regular: 5 de junho
  • Lista de espera: 5 de junho a 19 de junho
  • Matrícula da chamada regular: 9 de junho a 13 de junho
  • Convocação dos candidatos da lista de espera: a partir de 26 de junho

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Renato Chaves falha, e Fla abre vantagem sobre Flu na final

O Flamengo largou na frente na disputa pelo título do Campeonato Carioca. Graças a uma falha bisonha do zagueiro Renato Chaves, o Rubro-Negro venceu o Fluminense, por 1 a 0, na noite deste domingo, no Maracanã. O time da Gávea foi superior no primeiro tempo e segurou o ímpeto do Tricolor das Laranjeiras na segunda etapa. No geral, o jogo foi bom e com muitas chances.

Fluminense x Flamengo
Fluminense x Flamengo

Foto: Reginaldo Pimenta / Raw Image / LANCE!

No próximo domingo, o Flamengo joga pelo empate para conquistar o Estadual. O Fluminense, por outro lado, precisa vencer por dois gols de diferença para levar o troféu sem depender da disputa por pênaltis.

O Flamengo partiu para cima do Fluminense nos primeiros minutos e chegou com perigo em duas finalizações. A boa movimentação de Éverton dificultava a marcação tricolor, e Guerrero fazia o pivô de maneira inteligente. Acuado, o time de Abel tentava sair no contra-ataque, mas tinha muitas dificuldades.

O Flu demorou a entrar no jogo, mas mostrou que estava vivo em falta sofrida por Richarlison. O atacante quase invadiu a área do Flamengo e animou a os tricolores. Por alguns momentos, o jogo ficou num intenso lá e cá, com as torcidas indo à loucura. Berrío levantou o Maracanã com suas arrancadas em altíssima velocidade, mas faltava eficácia.

De maneira inesperada e bisonha, Renato Chaves deu um presente para Éverton abrir o placar aos 33 minutos. Pará lançou para frente, aparentemente num lance sem perigo. Contudo, o zagueiro se atrapalhou, perdeu o tempo da bola e furou. O camisa 22 do Flamengo aproveitou, ajeitou o corpo e chutou colocado, sem defesa para Cavalieri.

As equipes continuaram criando oportunidades. Na mais clara delas, o Flu quase empatou. Léo foi lançado por Wellington Silva e cruzou para a área, rasteiro, mas Rafael Vaz cortou perfeitamente.

SEGUNDO TEMPO

O Fluminense iniciou o segundo tempo pressionando, em busca do empate. O time de Abel Braga criou boas chances pelas pontas, mas o Flamengo estava atento na defesa. A galera tricolor quase explodiu de alegria quando Richarlison acertou o travessão em chute desviado em Rafael Vaz.

Com o Flu avançado, o Rubro-Negro tinha espaço para tentar contra-ataques. Num deles, Guerrero quase ampliou. O peruano deu bom chute cruzado da entrada da área, mas Cavalieri se esticou e espalmou.

O jogo ficou um pouco morno com o passar do tempo, mas, ainda assim, aberto. Nos minutos finais, a emoção voltou. O Fla teve boas chances para aumentar a vantagem, mas faltou pontaria. O Flu também pressionou, mas o jogo terminou mesmo 1 a 0.

FICHA TÉCNICA:

FLUMINENSE 0 X 1 FLAMENGO

Data/hora : 30/4/2017, às 16h
Local : Maracanã (RJ)
Árbitro : João Batista de Arruda (RJ)
Auxiliares : Rodrigo Figueiredo (RJ) e Wagner de Almeida Santos (RJ)
Cartões amarelos : Henrique, Léo e Sornoza (FLU), Márcio Araújo, Trauco e Mancuello (FLA)
Público e renda : 34.926 pagantes / 40.898 presentes / R$ 1.660.605,00

Gol : Éverton, 33’/1°T (0-1)

FLUMINENSE : Diego Cavalierri, Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo; Orejuela, Wendel (Douglas, 27’/2°T) e Sornoza; Wellington Silva (Marcos Junior, 28’/2°T) Richarlison (Pedro, 36’/2°T) e Henrique Dourado. Técnico : Abel Braga.

FLAMENGO : Muralha, Pará, Réver, Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Arão e Rômulo (Mancuello, 17’/1°T); Berrío (Matheus Sávio, 41’/2°T), Éverton e Guerrero (Leandro Damião, 33’/2°T). Técnico : Zé Ricardo.

LanceNet

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Maicon assume falha e se declara “principal culpado” por empate do SP

mirasolO empate por 2 a 2 com o Mirassol não sairá da garganta do São Paulo tão cedo, principalmente depois que o time do Morumbi chegou a abrir dois gols de vantagem com o estreante Lucas Pratto e Rodrigo Caio. O zagueiro Maicon assumiu a responsabilidade pelo resultado.

“Eu tenho uma parcela muita grande de culpa nisso. Foi um momento meu de displicência. Acabei complicando com o gol deles e isso deixou o time deles mais forte. Então eu me vejo como o principal culpado”, disse o jogador ao Premiere na saída de campo.

Já aos 30 minutos do segundo tempo, o zagueiro tentou um drible em Rafhael Lucas, que tinha acabado de entrar no lugar de Zé Roberto, e não teve sucesso. O atacante do Mirassol ficou cara a cara com Sidão e conseguiu, com tranquilidade, fazer o primeiro gol da equipe visitante. Xuxa selou o empate aos 46.

“Dentro de casa, com 2 a 0, dava para a gente controlar o jogo. Mas acabamos dando um vacilo que faz parte do futebol. A gente estava numa sequência boa de vitórias. Lógico que um empate dentro de casa é sempre ruim, mas é levantar a cabeça e seguir em frente”, disse o meio-campista Cícero.

Outros jogadores não demoraram para detectar os erros que permitiram o empate. “Tivemos um pouco de desatenção no fim do jogo, achamos que estava ganho e permitimos o empate. Agora, é levantar a cabeça”, disse o meia Lucas Fernandes, que entrou no segundo tempo no lugar de Cueva.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Defesa falha e SP toma 4 gols do Audax em 1ª derrota do técnico Ceni

Na mesma Arena Barueri em que marcou seu 100º gol como goleiro em 2011, Rogério Ceni sofreu sua primeira derrota como treinador. Neste domingo, o Audax bateu o São Paulo por 4 a 2 e marcou negativamente o primeiro compromisso oficial do técnico tricolor no calendário brasileiro. Até então, o treinador havia disputado apenas a Flórida Cup, torneio amistoso nos Estados Unidos no qual empatou duas vezes e conquistou título contra o Corinthians nos pênaltis.

O Audax abriu dois gols de vantagem nos primeiros 10 minutos do primeiro tempo, com Marquinho e Pedro Carmona. O Tricolor foi às redes duas vezes com Chavez e empatou ainda antes do intervalo, aproveitando bronca de Fernando Diniz que parece ter desestabilizado o time de Osasco. No entanto, Felipe Rodrigues tocou de cabeça aos 9 da etapa complementar para garantir a vitória aos mandantes, e Pedro Carmona voltou a balançar a rede em cobrança de pênalti aos 29 para fechar a conta.

Marcello Zambrana/AGIF

Ceni promoveu duas mudanças em relação à equipe titular e campeã nos jogos da Florida Cup. O goleiro escolhido foi Sidão, com Denis no banco. Já na zaga, Douglas ganhou uma chance e Breno ficou como opção, com Rodrigo Caio adiantado como volante.

Apagão

Campeão paulista em 2016 diante do mesmo Audax de Fernando Diniz, o Santos de Dorival Júnior deixou o manual para quem quisesse superar o time de Osasco: posicionamento compacto e recuado. O São Paulo de Rogério Ceni fez o contrário no começo do jogo, uma vez que o técnico apostou inicialmente em uma defesa fechada com Maicon e Douglas – dois zagueiros de menor movimentação – e em um setor ofensivo veloz. Consequentemente, as linhas tricolores ficaram muito espaçadas e convidaram o adversário para a festa.

Lambança em portunhol

A bola não parecia tão ameaçadora quando espirrou na área do São Paulo aos cinco minutos. Porém, Maicon ficou para trás, Buffarini e Douglas bateram cabeça e ela sobrou redondinha pela direita para Marquinho, que só dominou e fuzilou a meta de Sidão para abrir o placar. Sua comemoração homenageou o garoto Tiago Linck, jovem embaixador do clube que nasceu sem os membros.

Quatro minutos depois, o golaço: os mesmos nomes do lance anterior voltaram a falhar enquanto assistiam a troca de passes do Audax, com direito a toque de calcanhar de Ytalo, culminando no chute rasteiro e no gol de Pedro Carmona.

Na etapa complementar, Bruno não subiu tanto quanto Felipe Rodrigues e viu os adversários comemorarem o terceiro tento, que já lhes devolvia a vantagem. Vinte minutos depois, Buffarini se complicou ainda mais ao cometer pênalti sobre Gabriel Leite, que havia acabado de entrar no lugar de Ytalo. Sidão não voltou a repetir o bom desempenho mostrado nos penais da Florida Cup: bola de um lado, goleiro do outro, e o quarto gol do Audax na rede.

Que bronca

O São Paulo encontrou menos dificuldades a partir do momento em que o time tricolor inteiro começou a subir para o ataque, diminuindo os espaços e buracos entre suas linhas. Foi assim que Cueva encontrou Chavez bem posicionado entre os zagueiros do Audax, que bobearam na linha de impedimento e deixaram o argentino livre para testar o goleiro Felipe Alves aos 29.

Antes que a bola voltasse a rolar no círculo central, as duas equipes aproveitaram a parada de hidratação para se reorganizarem junto aos seus treinadores. Diferente de Rogério Ceni, Fernando Diniz se exaltou e brigou bastante com seus defensores, em especial André Castro e Betinho.

Reprodução

O problema é que a bronca parece ter desestabilizado a zaga mandante, já que Chavez fez o que quis para passar pela marcação e só chutou cruzado para empatar aos 36. Constantemente exaltado, Fernando Diniz ainda foi expulso pela arbitragem no segundo tempo.

Ficou só na lembrança

“Voltar aqui a Barueri, estádio com bons jogos, boas histórias… Muito gostoso”, disse Ceni ao Premiere antes do apito inicial. No dia 27 de março de 2011, o então goleiro marcou em cobrança de falta o seu 100º gol sobre o Corinthians nesta mesma Arena Barueri. Por pouco, Cueva não repetiu os passos do comandante com boa cobrança de falta que explodiu no travessão – e os poucos torcedores nas arquibancadas “pediram” que a cobrança fosse executada por Rogério. Mas as lembranças desse domingo não devem entrar para o rol de favoritas de Rogério…

Como foi Sidão?

Sidão teve os direitos econômicos adquiridos pelo São Paulo junto ao… Próprio Audax. O goleiro disputou o último Campeonato Brasileiro emprestado ao Botafogo, mas esteve no elenco de Fernando Diniz que se sagrou vice-campeão paulista em 2016, eliminando o próprio Tricolor pelo caminho. Titular neste domingo com vantagem sobre Denis, o camisa 12 esteve tão desorientado nos dois primeiros gols adversários quanto o restante da zaga. Uma vez passado o susto inicial, fez boas defesas em chutes de longa distância e não voltou a comprometer.

Ytalo deixou saudade?

Contratado pelo São Paulo junto ao Audax em maio de 2016 como “reforço para a Libertadores”, o atacante Ytalo refez seu caminho e voltou a defender o time de Osasco. Neste domingo, o camisa 9 se limitou a participar das triangulações ofensivas de sua equipe, sem testar as luvas de Sidão. Mas o toque de calcanhar para o primeiro gol de Pedro Carmona foi muito bonito e deve trazer calafrios aos são-paulinos.

Dono da camisa 9

Apesar de ser o jogador do elenco que mais fez gols em 2016 (dez em 25 jogos), Chavéz era pressionado. Logo quando assumiu o comando do time, Rogério Ceni pediu a contratação de um centroavante. O clube negociou com Calleri, Colmán e sondou Nilmar. Agora, sonha com Lucas Pratto. Por outro lado, Gilberto ganhou chance nos testes de pré-temporada. Chavéz, por sua vez, recebeu propostas da China. Mas no primeiro jogo do estadual, o argentino deu conta do recado e marcou dois gols.

Boicote a Vampeta

A torcida são-paulina prometeu e cumpriu. Em represália ao presidente do Audax, o ex-jogador corintiano Vampeta, os tricolores não foram à Arena Barueri prestigiar a estreia de Rogério Ceni. Os torcedores ficaram revoltados com o fato de Vampeta querer lucrar com o jogo e colocar o ingresso mais barato a R$ 100. Com isso apenas 2.219 pessoas compareceram ao estádio. O gramado seco e com alguns buracos também chamou a atenção. A declaração do próprio ex-goleiro ao dizer que “o Morumbi sempre será o melhor palco para qualquer tipo de apresentação” reforça a ideia da torcida de considerar o jogo de domingo que vem (12) no Morumbi como a verdadeira estreia do ídolo.

FICHA TÉCNICA
AUDAX 4 X 2 SÃO PAULO

Data e hora: 05 de fevereiro de 2017, domingo, às 17h00 (de Brasília)
Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse e Daniel Paulo Ziolli
Público e renda: 2.219 pessoas; R$ 102.288,00
Cartões amarelos: Pedro Carmona, André Castro (Audax); Rodrigo Caio (São Paulo)
Gols: Marquinho, aos cinco minutos, Pedro Carmona, aos nove do primeiro tempo e aos 29 do segundo, e Felipe Rodrigues, aos nove do segundo (Audax); Chavez, aos 29 e aos 36 do primeiro tempo (São Paulo)

AUDAX: Felipe Alves; Felipe Rodrigues, André Castro (Magal), Betinho e Marquinho; Danielzinho, Léo Artur e Pedro Carmona; Hugo, Denilson (Matheus Vargas) e Ytalo (Gabriel Leite)
Técnico: Fernando Diniz

SÃO PAULO: Sidão; Bruno, Maicon, Douglas (João Schimidt) e Buffarini; Rodrigo Caio, Thiago Mendes, Cueva, Wellington Nem (Cícero) e Luiz Araújo; Chavez (Gilberto)
Técnico: Rogério Ceni

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Em Guarabira: Após apresentar falha mecânica, ônibus derruba parede de residência e por pouco não atinge moradora

casaUm ônibos escolar atingiu uma residência no município de Guarabira após, segundo o motorista, apresentar falhas mecâncias e, no momento do devido problema, o veículo teria ficado impossibilitado de qualquer tipo de controle segundo o depoimento dado pelo condutor do veículo.

“Desci do ônibus para fazer observações rotineiras e, ao descer do veículo após ter acionado o freio de mão, ele teria saído desgovernado e, sem a mínima possibilidade de evitar o insidente, ele atigiu a casa. Felizmente foram apenas danos materiais e ninguém ficou ferido.” – relatou o condutor do ônibos.

No momento do incidente uma mulher estava no interior da residência, mas não foi atingida. Devido o nervosismo, a mulher foi socorrida para o Hospital Regional de Guarabira por causa de uma tensão emocional apenas pelo susto, mas não sofreu nenhum ferimento.

portalindependente

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Corinthians falha em decisão por Libertadores e só empata com Atlético-PR

Bastava vencer o Atlético-PR em Itaquera para não apenas entrar no G-6, mas assumir inclusive a quinta posição. Mas, na noite deste sábado, o irregular Corinthians de 2016 não passou de um empate sem gols contra a equipe paranaense, segunda melhor defesa do Campeonato Brasileiro. No jogo em que teve volume, mas novamente ameaçou pouco, acabou difícil para os corintianos irem à Copa Libertadores.

Com 55 pontos, o Corinthians não dependerá apenas de suas forças na última rodada da Série A, no dia 4 de dezembro, quando visita o Cruzeiro. O Botafogo e o Atlético-PR, ambos com 56 pontos, têm a faca e o queijo na mão, respectivamente contra Grêmio (fora) e Flamengo (casa). A chance de ir à Libertadores com o sétimo lugar praticamente se foi com a provável conquista gremista na Copa do Brasil.

No jogo 100 de Romero, Corinthians sofre sem poder de fogo

Reinaldo Canato /UOL

É uma constante dos corintianos no Brasileirão. Muito volume, troca de passes e poucas oportunidades e pouco poder de conclusão. Neste sábado, o panorama se repetiu com 17 finalizações e nenhum gol. Rodriguinho se esforçou, Camacho apareceu, Marlone conseguiu bons lances, mas faltou um definidor. Romero, em seu jogo 100 com a camisa do clube, mais uma vez se mostrou desconfortável como camisa 9.

Visitante frágil, Atlético-PR joga pelo empate e se dá bem

Reinaldo Canato /UOL

Segundo pior visitante da Série A e na briga por Libertadores, o Atlético-PR tem nos jogos em Curitiba claramente seu ponto forte. Neste sábado, a equipe de Paulo Autuori concentrou seus esforços em se defender e lutar por algum contra-ataque, possibilidade bem controlada pelo Corinthians – a primeira finalização a gol veio quase nos acréscimos. Apesar disso, a segunda melhor defesa do Brasileiro se saiu bem e arrancou empate precioso.

O melhor: Rodriguinho

Na volta à equipe, mostrou porque é o melhor do Corinthians no Brasileirão. Com mais liberdade que Camacho, conduziu as ações, organizou todo o jogo e ajudou na criação de oportunidades. E ele é candidato a deixar o clube em dezembro…

O pior: Lucas Fernandes

Arma do Atlético-PR para os contra-ataques, o atacante correu, correu e não conseguiu produzir nada. Uendel, que escapava por seu setor, teve excessiva liberdade. Foi substituído no início do segundo tempo.

Cristian perde chance de ouro para vitória do Corinthians

Aos 20min do segundo tempo, a melhor oportunidade foi desperdiçada pelo experiente volante. Marlone e Rodriguinho puxaram bom contra-ataque e Cristian teve espaço e boas condições de marcar, mas errou o alvo. Pouco depois, acabou substituído por Giovanni Augusto.

Oswaldo discute com torcedor após apito final

O clima esquentou na Arena Corinthians após o fim do jogo. Oswaldo de Oliveira foi xingado por um torcedor, rebateu e acabou discutindo. “Estou tremendo de medo de você”, teria dito o técnico, segundo a Rádio Globo.

De volta de lesão, Guilherme nem entra em campo

Jogador mais decisivo do Corinthians, porém marcado por irregularidades, Guilherme sequer foi acionado por Oswaldo de Oliveira. Ele atuou em condições ruins diante do São Paulo e ficou de fora das duas partidas seguintes. De volta ao banco neste sábado, foi preterido por Lucca, Giovanni Augusto e Gustavo, nesta ordem as três opções do treinador corintiano.

Ex-palmeirense observa corintianos

‘Chiqui’ Arce, ex-lateral direito do Palmeiras e hoje técnico da seleção paraguaia, esteve presente na Arena Corinthians para observar Fabián Balbuena e Angel Romero (foto).

Despedida da Arena em 2016

Reinaldo Canato /UOL

O Corinthians fez neste sábado a sua despedida da Arena Corinthians em 2016. No total, já incluindo a igualdade desta noite, foram 24 vitórias, oito empates e duas derrotas.

Presidente corintiano é internado

Rodrigo Coca/Eleven/Estadão Conteúdo

O presidente corintiano Roberto de Andrade sofreu um mal estar e pressão alta na noite de sexta-feira e precisou ser hospitalizado em São Paulo. Ele ainda deve permanecer internado por mais alguns dias e, desta forma, não pôde estar presente na Arena neste sábado. Além de ser alvo de um processo de impeachment, Roberto de Andrade também enfrenta cobranças por salários atrasados no clube. A intenção da cúpula era colocar todos os pagamentos em dia nesta semana, mas não foi possível. Leia mais

CORINTHIANS 0 X 0 ATLÉTICO-PR

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 26 de novembro de 2016 (sábado)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: Elio Nepomuceno de Andrade Junior(RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
Público/renda: 24.701 pagantes/R$ 1.291.293,00
Cartões amarelos: Camacho, Rodriguinho, Vilson (Corinthians); Lucho González, Thiago Heleno (Atlético-PR)

CORINTHIANS
Walter; Fagner, Vilson, Balbuena e Uendel; Cristian (Giovanni Augusto); Camacho, Marlone, Rodriguinho, Marquinhos Gabriel (Gustavo); Romero (Lucca)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

ATLÉTICO-PR
Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Hernani (Matheus Rossetto), Lucho González (João Pedro), Pablo e Lucas Fernandes (Nikão); André Lima
Técnico: Paulo Autuori

 

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Voz de Zezé falha e público deixa show antes do fim em Pernambuco

O cantor Zezé di Camargo passou por maus momentos na noite do último sábado durante um show ao lado do irmão, Luciano, em Olinda, Pernambuco. A voz de Zezé falhou em alguns momentos da apresentação e muitos fãs acabaram indo embora antes do final do show.

A dupla passou pela cidade pernambucana com o turnê ‘Romântico Demais’, que compila os 25 anos de carreira. Logo no início da apresentação, a voz do cantor já dava sinais de falha e ele não conseguia alcançar as notas mais agudas. Em 2008, Zezé passou por uma cirurgia nas cordas vocais e desde então a potência da sua voz não é mais a mesma.

Resultado de imagem para zeze di camargo correio 24h

Foto: Reprodução

“Ele não tem mais voz. Não sei se foi algum problema hoje, mas nunca vi um show tão ruim. Se ele tiver assim mesmo é melhor se aposentar”, criticou o militar Luciano José Lopes, que preferiu ir embora, em entrevista ao Diário de Pernambuco.

Polêmicas Nos últimos dias, Zezé di Camargo teve o seu nome envolvido em polêmicas. Primeiro, o cantor usou seu perfil em uma rede social para xingar uma fã de lixo. Dias depois, a confusão envolveu sua filha, Wanessa Camargo. Wanessa agrediu a namorada do pai, Graciele. A briga foi confirmada pelo próprio Zezé.

“Gente, só esclarecendo essa história da surra, que as pessoas do mal fazem questão de propagar: Aconteceu, sim! Não uma surra, e sim, uma agressão covarde e inesperada. Estávamos na casa de um amigo juntamente com uns poucos amigos. Foi quando Wanessa chegou de repente. Chegou por trás, sem ninguém ver, totalmente fora de si, embriagada talvez, e agrediu por trás. Imediatamente a segurei e fui ajudado pelo Marcus que, com muita consciência, me ajudou a tirá-la. Teve um puxão de cabelo por trás e como ninguém esperava, ela caiu. Mas não passou disso”, explicou o cantor.

correio24horas

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Paulo Victor falha, Fla cede empate ao Santos e freia recuperação no BR

jogoA torcida do Flamengo lotou o Maracanã neste domingo e ganhou até o reforço da campeã do UFC Ronda Rousey. Mas nem o apoio da norte-americana foi o suficiente para ajudar o Rubro-negro a seguir a recuperação no Campeonato Brasileiro. Os donos da casa abriram dois gols de vantagem, mas as falhas do goleiro Paulo Victor foram determinantes para o placar final de 2 a 2.

Alan Patrick e Emerson Sheik marcaram para o Flamengo, enquanto Ricardo Oliveira e Lucas Lima garantiram a igualdade aos santistas. Depois de mais de 40 dias em recuperação de uma fratura na perna direita, Paulo Victor sentiu o ritmo de jogo. O Rubro-negro soma 20 pontos e está na 11ª colocação. Já o Alvinegro tem 17 pontos e ocupa o 15º lugar.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

FLAMENGO 2 X 2 SANTOS

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Anderson Daronco
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Rodrigo F Henrique Correa
Renda: R$ 2.450.700,00
Público: 51.749 pagantes / 61.421 presentes
Cartões amarelos: Márcio Araújo, Emerson Sheik, Wallace e Guerrero (Flamengo); Zeca e Werley (Santos)
Gols: Alan Patrick, aos 41min do primeiro tempo; Emerson Sheik, aos 43min do primeiro tempo; Ricardo Oliveira, aos 6min do segundo tempo; Lucas Lima, aos 27min do segundo tempo

Flamengo
Paulo Victor; Pará, César, Wallace e Jorge; Márcio Araujo, Canteros e Alan Patrick (Gabriel); Everton (Almir), Emerson Sheik e Guerrero
Técnico: Cristóvão Borges

Santos
Vanderlei; Victor Ferraz, Werley, Gustavo Henrique e Zeca; Paulo Ricardo (Marquinhos Gabriel), Renato e Lucas Lima; Geuvânio (Thiago Maia), Gabriel (Neto Berola) e Ricardo Oliveira
Técnico: Dorival Júnior

 

Uol

Falha na segurança: Banco Santander é multado em R$ 500 mil por assalto

santander-assalto

No último dia 2 de fevereiro, clientes de uma agência do banco Santander, localizada no centro de Campina Grande, viveram momentos de terror quando três homens invadiram o local, renderam os vigilantes e fizeram dezenas de clientes reféns. Por falhas na segurança que permitiram que esse episódio especificamente ocorresse, o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público da Paraíba (MP-Procon) multou o Santander em R$ 500 mil.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Segundo o diretor regional do MP-Procon, promotor José Leonardo Clementino Pinto, essa multa é exclusivamente por causa do assalto ocorrido em fevereiro e que o Santander já havia sido multado anteriormente pelo MP-Procon em R$ 3,7 milhões em decorrência de outras 53 infrações penais ocorridas em terminais de autoatendimento e agências, entre janeiro de 2011 e abril deste ano, incluindo roubos, explosões e arrombamentos.

O promotor ressaltou que os assaltantes se aproveitaram de uma falha grotesca de segurança e ingressaram as armas na agência através de uma janela lateral, indevidamente aberta e desguarnecida, o que facilitou a ação deles. “Por causa dessa ação criminosa a sociedade campinense foi exposta a um quadro de extrema violência bancária”, diz o promotor.

Ainda de acordo com José Leonardo, documentos e depoimentos obtidos pelo MP-Procon ratificam a total inoperância e falência do sistema de segurança do banco no dia do fato, agravada pelo fato de que o assalto foi praticado no horário de abertura da agência, quando há maior número de clientes.

No depoimento da gerente da agência do Santander, foi confirmado que funcionários e clientes do banco passaram em torno de 40 minutos sob a mira de armas, em um momento em que o banco estava sendo abastecido com mais de R$ 1 milhão em valores. Também foi confirmado que existem janelas laterais que dão para o estacionamento que, mesmo sendo altas e abertas penas por dentro, possibilitariam a utilização delas para entrada de armas, porque elas ficam depois da porta giratória com detector de metais. “O banco sabia da falha de segurança e nada fez para evitar a ação dos criminosos”.

Durante a apuração, o MP-Procon notificou o Santander para apresentar defesa, mas a instituição financeira limitou-se a dizer que a agência possui plano de segurança aprovado pela Polícia Federal e que nenhum consumidor encaminhou reclamação ao banco ou teve prejuízo material.

Além disso, o banco Santander investiu em 2014 apenas 10% do lucro líquido (R$ 5,9 bilhões) em segurança, o que, segundo o promotor, denota ausência de mecanismos mais eficazes para garantir a segurança dos consumidores.

 Responsabilidade

 Conforme explicou o diretor regional do MP-Procon de Campina Grande, o Código de Defesa do Consumidor estabelece que os prestadores de serviços respondem, independentemente da existência de culpa, pela reparação dos danos causados aos consumidores por defeitos relativos à prestação de serviços e que o serviço é defeituoso quando não oferece a segurança que o consumidor espera.

Ele destacou ainda que a atividade desenvolvida pelos bancos naturalmente se constitui em atrativo a marginais e quadrilhas organizadas. “O exercício de atividade inegavelmente perigosa, como a explorada por bancos e instituições financeiras, impõe o dever de segurança, como contrapartida social, levando em consideração a alta lucratividade, tendo a coletividade o direito subjetivo à segurança, garantido constitucionalmente”, argumentou.

Por: Blog do Gordinho