Arquivo da tag: facção

Polícia Civil prende adolescente integrante de facção criminosa em Araruna

A Polícia Civil da cidade de Araruna investigou e apreendeu um adolescente de 17 anos por ato infracional de Tráfico de entorpecente e porte ilegal de arma de fogo na tarde dessa quarta-feira (13). O adolescente confirmou que faz parte da facção criminosa denominada OKD, inclusive, que realizou dois assaltos recentes nas cidades de Passa e Fica e próximo a cidade de Guarabira, tomando nessas ações duas motocicletas.

Os investigadores da polícia civil de Araruna já localizaram uma das motos e investigam o paradeiro da outra.

Foi apreendido ainda em posse do adolescente comprovantes de depósitos bancários fruto da venda de drogas em nome de integrantes da facção OKD.

FN com Polícia Civil

 

Líder da facção criminosa PCC é preso usando identidade falsa na Paraíba, diz PM

Divulgação/Polícia Militar
Suspeito estava em carro clonado quando foi preso

Um homem de 32 anos foi preso, na noite dessa quarta-feira (3), em Campina Grande, suspeito de ser um dos líderes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), que foi fundada em São Paulo, mas já tem ramificações em todo o país.

 

Segundo a Polícia Militar, Naudvânio Ferreira da Silva é um dos criminosos mais procurados da Região Nordeste e tem envolvimento com casos de homicídios, roubos, tráfico de drogas, falsificação de documentos, porte ilegal de arma e vários outros crimes na Paraíba, Pernambuco e em outros estados.

De acordo com o subcomandante do 2º Batalhão, major Damasceno Bernardo, a prisão do suspeito aconteceu durante uma abordagem no Distrito Mecânico de Campina Grande. “Ele passou em um veículo pela viatura da Força Tática que fazia rondas no local e os policiais desconfiaram da atitude dele ao perceber a presença da PM. Foi feita então uma abordagem e constaram que ele estava apresentando documento pessoal falso e o veículo era clonado”, disse.

O suspeito foi levado para a Central de Polícia Civil e teve a identificação verdadeira descoberta. Ele estava com dois mandados de prisão em aberto por nove crimes, decretados pelas justiças da Paraíba e de Pernambuco. O preso é natural de Campina Grande e era um dos líderes na cidade da facção criminosa que é comandada de dentro dos presídios do Sudeste do país. Ele ficará à disposição da Justiça.

Portal Coorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Presidiários do RN mandam ‘alô’ para facção de João Pessoa: ‘estão com a gente nessa luta’

presidiariosEm um vídeo que circula pelas redes sociais nesta quarta-feira (18), presidiários do Rio Grande do Norte pertencentes à facção identificada como Sindicato do Crime enviam mensagem de agradecimento a outros grupos criminosos que atuam no Brasil, incluindo a paraibana Okaida.

“Mandar um alô para nossos parceiros, que estão com a gente nessa luta”, diz um dos presos nas imagens, que estão com baixa qualidade, antes de declarar guerra contra o PCC.

paraiba.com.br

 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Dupla é detida enquanto se preparava para assassinar líder de facção criminosa na PB

Crime ocorreu em Belém
Crime ocorreu em Belém

Duas pessoas foram detidas na noite dessa quarta-feira (12) suspeitas de planejar uma chacina na cidade de Belém (Agreste do estado, a 123 km de capital paraibana). De acordo com informações da Polícia Militar, a dupla é de João Pessoa e teria ido até Belém para assassinar integrantes de uma facção criminosa rival.

Um adolescente de 17 anos está entre os detidos. O outro suspeito é um jovem de 22 anos, que já cumpriu pena por homicídio no Rio Grande do Norte. Os dois foram abordados por uma viatura da PM quando se preparavam para o confronto com os rivais. Com eles, foram apreendidos uma pistola, um revólver e várias munições.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo investigações da polícia, a dupla planejava matar o líder de uma facção criminosa de Belém. Outras oito pessoas são suspeitas de participar da disputa entre os grupos e estão sendo procuradas pela polícia.

 

Portal Correio

Polícia identifica nova facção criminosa na Paraíba; integrantes do ‘PCB’ são de uma só família

Reprodução/PortalCorreio
Reprodução/PortalCorreio

Uma nova facção criminosa foi identificada pela Polícia Civil da cidade de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, localizada a 468 quilômetros de João Pessoa. Integrantes de uma mesma família seriam responsáveis pelo ‘PCB’ – Primeiro Comando dos Baianos.

O grupo dos Baianos, como é conhecida a família, seria responsável pela expansão e comercialização do tráfico de drogas no bairro do Asa. Os integrantes do ‘PCB’ picham os muros das residem da localidade, como forma de expressar o domínio entre os moradores.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O delegado da Polícia Civil, Gilson Teles, por meio de um trabalho integrado ao Serviço de Inteligência, monitora as ações da facção, com o intuito de combatê-la.

Durante operação integrada entre as secretarias de administração penitenciária e de segurança pública e defesa social do Estado, na manhã desta terça-feira (17), quatros integrantes do ‘PCB’ foram detidos em cumprimento a mandados de busca e apreensão, segundo o secretário de administração penitenciária, Wallber Virgulino.

Na Paraíba, outras duas facções são apontadas como responsáveis pela criminalidade no Estado: Al-Qaeda e EUA (Estados Unidos). A disputa entre os dois grupos já provocou diversas mortes, principalmente na Capital paraibana.

Nas casas de detenção (presídios), os integrantes dos grupos são isolados em alas diferenciadas, para que seja evitado o confronto entre os detentos rivais.

Grupo domina tráfico no AsaFoto: Grupo domina tráfico no Asa
Créditos: Reprodução/PortalCorreio

 

 

portalcorreio

PM detém três e evita esquartejamento de integrante de facção em Sapé

Companhia de Sapé
Companhia de Sapé

Policiais militares da Companhia de Sapé, Zona da Mata paraibana, conseguiram evitar um esquartejamento na tarde desta quinta-feira (24), de um jovem integrante da facção criminosa ‘Estados Unidos’. Um maior e dois menores de idades foram detidos em flagrante com dois revólveres calibre 38 e um facão.

De acordo com o capitão Ismael Cunha Lima, comandante do policiamento da cidade, policiais estavam fazendo ronda pelo bairro Mutirão quando perceberam três jovens em atitude suspeita.

Os policiais interceptaram suspeitos e ao perceberam aproximação da viatura, eles correram, mas foram pegos com os objetos ilícitos. “Estávamos fazendo uma ronda de rotina conforme determinação do comando geral quando os policiais avistaram o trio em atitude suspeita. Ao serem pegos, eles confirmaram durante depoimento que estavam na cidade há um dia para matar um jovem conhecido como ‘Diego’ e esquartejá-lo”, revelou o capitão.

Ainda segundo o capitão, os detidos informaram que se caso a família do jovem tentasse evitar o crime, seria morta e esquarteja. O trio mora na cidade de João Pessoa e, de acordo com a Polícia Militar, integra a facção ‘Al Qaeda’.

Os acusados foram encaminhados para a Delegacia de Sapé. Participaram da ação o sargento Gilvanisio, os cabos dos Santos, Vieira e Ronilson e os soldados Júlio e Renato.

 

 

Hyldo Pereira

Portalcorreio

Sargento da PM preso acusado integrar facção criminosa é eleito vereador em Bayeux

O sargento da Polícia Militar, Arnóbio Gomes Fernandes (PSL), 45 anos, conhecido como ‘Sgt. Arnóbio’, que foi preso em setembro deste ano durante a Operação Esqueleto, foi eleito vereador na cidade de Bayeux, na região metropolitana de João Pessoa.Arnóbio, que está recolhido na cadeia pública da cidade, obteve 906 votos. Ele ficou em sétima colocação. O parlamentar conseguiu uma liminar que o possibilitou a saída da unidade prisional e exercer a cidadania.

Um forte aparato policial foi mobilizado para fazer o transporte do preso. O sargento era um dos favoritos a assumir uma cadeira no legislativo municipal, conforma apontavam as pesquisas.

O policial está preso acusado de realizar a segurança do sub-chefe da facção criminosa ‘Al Qaeda’, identificado apenas como ‘He-man’.

O sargento já havia sido preso na Operação ‘Águas Limpas’, deflagrada no mês de agosto de 2010. Na época, ele foi acusado de tráfico de armas e formação de grupos de extermínio no Estado.

A ‘Operação Esqueleto’ deflagrada pela Polícia Civil culminou com a prisão 46 pessoas e desarticulou uma organização criminosa responsável por 60% dos homicídios cometidos neste ano na região metropolitana de João Pessoa.

Abelardo Oliveira

Polícia revela que facção cometia 60% dos crimes na Grande João Pessoa e ordenava até esquartejamentos

Gravações telefônicas realizadas com autorização judicial revelaram conversas de presos pela Operação Esqueleto, deflagrada na madrugada desta quarta-feira (19) na Grande João Pessoa, ordenando esquartejamentos, rebeliões em presídios, incêndios e assaltos a ônibus.

A operação foi realizada nas cidades de João Pessoa (capital da Paraíba), Bayeux e Santa Rita, na região metropolitana. Segundo a polícia, o grupo é acusado de promover cerca de 60% dos crimes cometidos na Grande João Pessoa.

Em uma das gravações, um detento ordena a um interlocutor encarregado da execução: “Tem que deixar cortado em pedacinhos, igual a uma galinha”. A polícia monitorava os telefonemas que partiam dos presídios da capital paraibana. “Esse grupo é muito violento, inclusive ordenou esquartejamentos de um homem confundido com um estuprador e de duas mulheres. São criminosos que estão dispostos a qualquer situação para cumprir o dever, que é ceifar vidas”, declarou o secretário da Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima.

A polícia ainda descobriu que um prédio no bairro dos Bancários, zona sul de João Pessoa, estava sendo construído com dinheiro do tráfico de drogas.

Ao todo, 335 policiais, sendo 240 civis, 60 militares e 35 rodoviários federais, participaram da ação, que teve origem a partir de uma investigação realizada pelo Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil.

No total, 42 pessoas foram presas. Os detidos foram levados para a Central de Polícia, na Capital.

Operação Esqueleto prendeu 42 pessoasCréditos: Aguinaldo Mota

Sargento da PM preso

Durante o cumprimento de 50 mandados de prisão, o sargento Arnóbio, da Polícia Militar, que também é candidato a vereador no município de Bayeux, foi detido acusado de realizar a segurança do sub-chefe da facção criminosa ‘Al Qaeda’, identificado apenas como ‘He-man’.

O nome do sargento é Arnóbio Gomes Fernandes, 45 anos. Ele é natural de Mari, na região da Mata paraibana, distante 65 quilômetros da capital João Pessoa, e tem apenas curso superior incompleto. No site do Tribunal Superior Eleitoral (DivulgaCand), Sargento Arnóbio declarou possuir uma casa no valor de R$ 200 mil.

O Sargento Arnóbio Gomes Fernandes já havia sido preso na Operação ‘Águas Limpas’, deflagrada no mês de agosto de 2010. Na época, ele foi acusado de tráfico de armas e formação de grupos de extermínio no Estado.

Ramificações em todo Estado

De acordo com o delegado do Grupo de Operações Especiais (GOE), Cristiano Jacques, responsável pela ação, os policiais vasculharam ruas das cidades para desbaratar a facção criminosa ‘Al Qaeda’, responsável por uma onda criminosa na região metropolitana de João Pessoa e na cidade de Patos, no Sertão paraibano, distante 300 quilômetros da Capital.

Facções criminosas

As facções criminosas ‘Al Qaeda’ e ‘Estados Unidos’, segundo a própria PM, dividem o território do crime na capital paraibana e em municípios circunvizinhos. A rixa entre as duas facções já provocou diversos assassinatos entre seus integrantes.

Esquartejamentos

Segundo o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Cláudio Lima, o grupo preso nesta quarta-feira é responsável pelos esquartejamentos de três pessoas.

O primeiro crime foi cometido no dia 29 de maio de 2012, onde o corpo de um homem, não identificado, foi encontrado no bairro dos Funcionários I. Ele teria sido confundido com estuprador, mas as investigações da polícia revelaram que a vítima fazia parte de uma facção criminosa rival.

No segundo caso, os corpos de duas mulheres, também não identificados, foram deixados dentro de três sacos plásticos, na rua Heitor Vilas Lobo, também no bairro Funcionários I. Desta vez, o crime ocorreu no dia 06 de junho de 2012. Na época, a polícia chegou a apreender cinco suspeitos – sendo dois maiores e três adolescentes – no bairro do Cristo Redentor.

portalcorreio

Criminosos da facção ‘Estados Unidos’ executam pai no lugar do filho em Santa Rita

Uma tragédia chocou os moradores da comunidade Livramento, no município de Santa Rita, localizado na região metropolitana de João Pessoa. Bandidos armados invadiram uma casa e assassinaram a tiros um pai no lugar do filho. O crime ocorreu na madrugada desta sexta-feira (20).

Segundo informações da Polícia Militar do 7º BPM, cerca de dez homens integrantes da facção criminosa ‘Estados Unidos’ invadiram a casa a procura de um jovem que participava da gangue da ‘Al Qaeda’.

Como os criminosos não encontraram o alvo, efetuaram tiros de pistola, espingarda calibre 12 e revólver calibre 38, no pescador Severino dos Ramos Francisco, 37 anos, que era pai do adolescente.

Já baleado, o homem ainda tentou fugir pelo telhado da casa, mas devido a gravidade morreu em cima da residência.

Ainda de acordo com a polícia, os criminosos efetuaram disparos em uma criança de 10 anos, mas o revólver bateu ‘catolé’. Como a arma não disparou, o menino foi espancado.

Durante as investigações, o delegado Valderio Lobo informou que a Polícia Civil já identificou seis bandidos. Eles teriam chegado de canoa por um rio.

Foram feitas rondas, mas até as 06h33 ninguém tinha sido preso.

Portalcorreio