Arquivo da tag: facadas

Mulher é morta a facadas em Pilar, na PB; principal suspeito é ex-companheiro

Uma mulher de 42 anos foi morta a facadas na noite de domingo (3), na zona rural do município de Pilar, na Mata Paraibana. De acordo com a Polícia Militar, o principal suspeito é o ex-companheiro da vítima, que já havia a agredido outras vezes, conforme explicou a família.

Segundo a polícia, o crime aconteceu no fim da noite, por volta das 23h, no sítio Chã de Areia, quando o ex-companheiro deu um golpe de faca no do peito da mulher e fugiu. Conforme o relato de familiares da vítima à polícia, o suspeito já tinha um histórico de agredir a mulher com frequência.

A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O corpo foi encaminhado para o Núcleo de Medicina Legal de Itabaiana, onde deve passar pelo exame cadavérico. O suspeito não foi localizado.

G1

 

Idoso é preso suspeito de matar vizinha a facadas em Cajazeiras, no Sertão da Paraíba

Uma mulher de 42 anos foi morta a facadas na noite de terça-feira (24) em Cajazeiras, no Sertão da Paraíba. De acordo com a Polícia Militar, o principal suspeito é o vizinho da vítima, Antônio Salvador da Silva, de 82 anos. Ele foi preso em flagrante e encaminhado para a Cadeia Pública de Cajazeiras.

Segundo a polícia, o crime aconteceu quando Izonete Sales da Silva estava bebendo com amigas na calçada da casa dela. A vítima teria tentado fugir, mas o suspeito desferiu vários golpes de faca nas costas dela.

Conforme a PM, a mulher morreu a poucos metros de casa. Segundo relatos das testemunhas e do filho do idoso à polícia, a vítima e o suspeito tinham uma rixa. A Polícia Civil investiga o caso.

G1

 

Suspeita de matar marido a facadas vai para presídio feminino, em Campina Grande

A mulher de 32 anos presa suspeita de matar o marido a facadas na frente dos filhos foi detida no Presídio Regional Feminino, no Complexo do Serrotão, em Campina Grande, nesta quinta-feira (12). A detenção aconteceu por meio de uma determinação do juiz Horácio Ferreira, que revogou a prisão domiciliar a que ela foi submetida em janeiro deste ano.

Conforme o juiz, a mulher descumpriu condições da prisão domiciliar. De acordo com ele, ela não estava cumprindo com as obrigações de mãe, principal critério que a fez receber o benefício e ameaçou a família do ex-companheiro.

O crime aconteceu no dia 19 de janeiro, no bairro das Três Irmãs, em Campina Grande. De acordo com relato da suspeita à polícia, a motivação do crime teria sido a troca de mensagens do então companheiro com outra mulher.

Em um áudio enviado pela suspeita a uma amiga, ela pede que a amiga pegue os filhos na casa dela, porque seguiria para o presídio ainda no domingo. Ela diz que, em seguida, mataria o marido.

Ao chegar no local em que o crime aconteceu, a polícia encontrou Joselito dos Santos Montenegro, de 40 anos, com cerca de cinco ferimentos de faca. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas a vítima já estava morta quando a equipe chegou para socorrê-la.

Suspeita de matar marido a facadas estava em prisão domiciliar

De acordo com a assessoria de comunicação do Fórum Afonso Campus, a determinação da prisão domiciliar foi expedida no dia 20 de janeiro deste ano com base na justificativa de que a mulher tem filhos com menos de 12 anos.

A prisão domiciliar é cedida desde 2018, conforme orientação do Supremo Tribunal Federal (STF), para presas sem condenação, gestantes ou que forem mães de filhos com até 12 anos.

Em audiência de custódia, mulher confessa que matou marido, em Campina Grande

Em audiência de custódia, mulher confessa que matou marido, em Campina Grande

 

G1

 

 

Idosa é morta a facadas dentro de casa em Campina Grande

Um homem invadiu uma casa no bairro do Rocha Cavalcante, na Zona Sul de Campina Grande, e matou a facadas uma idosa de 84 anos. O crime aconteceu por volta das 11h30 desta quarta-feira (11).

Segundo as primeiras informações da Polícia Militar, a vítima estava sozinha, preparando o almoço, quando o criminoso invadiu a casa e atacou a mulher com quatro golpes de faca, que atingiram a região do tórax e o pescoço. Ela não resistiu e morreu no local.

O bandido fugiu levando uma arma de fogo que pertencia ao filho da vítima, que é sargento do Corpo de Bombeiros. A polícia segue investigando o caso.

*Com informações da TV Correio

 

 

Mulher é morta a facadas e marido é suspeito do crime

Uma mulher foi morta a facadas no começo da manhã deste sábado (1º), em um sítio da Zona Rural de Monteiro, no Cariri da Paraíba.

A polícia teria informado que o suspeito do crime é o marido da mulher, que ainda não foi localizado.

O homem pode ser preso a qualquer momento pela polícia, já que é procurado desde que o homicídio foi confirmado.

 

portalcorreio

 

 

Suspeita de matar marido a facadas vai para prisão domiciliar

Uma mulher de 31 anos suspeita de matar o marido a facadas no bairro Três Irmãs, em Campina Grande, passou por audiência de custódia na tarde desta segunda-feira (20) e vai cumprir prisão domiciliar. As informações são da TV Correio.A prisão domiciliar foi determinada porque ela tem filhos menores de 12 anos.

Crime foi planejado

A suspeita contou à polícia que planejou o assassinato depois de encontrar mensagens do marido para outra mulher em redes sociais. Para ela, evidência de traição. Ela chegou a enviar um áudio para uma amiga informando que iria cometer o crime.

“Vou matar ele hoje. Pra ele aprender a não tirar onda com a minha cara, a não me trair”, diz um trecho da mensagem. “Eu vou pedir uma coisa a você, a minha mãe e a minhas irmãs. Vão me visitar [na presídio]”, completa a suspeita.

Segundo o delegado Francisco de Assis, três filhos da suspeita, sendo um deles da vítima, estavam na casa no momento do crime. As crianças agora estão sob cuidados de avós.

Vizinhos da família acionaram a polícia e tentaram espancar a mulher. A violência foi impedida com a chegada da viatura da Polícia Militar. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também foi chamado, mas o homem já estava morto. A suspeita foi levada para a Central de Polícia Civil; e a faca utilizada no crime, apreendida.

 

portalcorreio

 

 

Mulher mata marido a facadas por causa de suposta traição

Uma mulher de 31 anos foi presa, nesse domingo (19), suspeita de matar a facadas o marido, de 40 anos, em Campina Grande. O crime aconteceu no bairro Três Irmãs.

A suspeita contou à polícia que planejou o assassinato depois de encontrar mensagens do marido para outra mulher em redes sociais. Para ela, evidência de traição. Ela chegou a enviar um áudio para uma amiga informando que iria cometer o crime.

“Vou matar ele hoje. Pra ele aprender a não tirar onda com a minha cara, a não me trair”, diz um trecho da mensagem. “Eu vou pedir uma coisa a você, a minha mãe e a minhas irmãs. Vão me visitar [na presídio]”, completa a suspeita.

Vizinhos da família acionaram a polícia e tentaram espancar a mulher. A violência foi impedida com a chegada da viatura da Polícia Militar. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também foi chamado, mas o homem já estava morto.

A suspeita foi levada para a Central de Polícia Civil; e, a faca utilizada no crime, apreendida.

 

portalcorreio

 

 

Corpo de agricultor é encontrado com marcas de facadas em Esperança, na PB

O corpo de um agricultor de 70 anos foi encontrado com marcas de facadas na tarde da segunda-feira (13), em Esperança, no Agreste da Paraíba. Segundo informações da delegada de homicídios Socorro Silva, a vítima foi morta no Sítio Malhada da Serra, onde trabalhava.

Cícero Pedro Laurentino foi encontrado por volta das 17h e a suspeita é que ele tenha sido assassinado no início da tarde. No corpo dele, foram encontradas perfurações nas regiões do pescoço, virilha e abdômen.

A Polícia Civil ainda não sabe o que teria motivado o crime. Mas as investigações apontam que o agricultor se desentendeu com um familiar.

O corpo da vítima foi encaminhado para Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande. Até as 14h10 desta terça-feira, ninguém havia sido detido.

 Foto: TV Paraíba/Reprodução

G1

 

Homem é morto a facadas pelo irmão após discussão por uma xícara de café, diz polícia, na PB

Um homem foi morto a facadas na manhã desta sexta-feira (18), em Campina Grande. De acordo com o comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Francimar Vieira, o suspeito do crime é o irmão da vítima, que teria esfaqueado o irmão após uma discussão entre eles por causa de uma xícara de café. O suspeito, que também ficou ferido, foi socorrido e levado para o Hospital de Emergência e Trauma da cidade.

O caso aconteceu por volta das 9h, no bairro Monte Castelo. Conforme o comandante da PM, a vítima, que é vendedor ambulante, teria chegado na casa do irmão para pegar uma garrafas que iria vender na cidade. Ao entrar no local, a vítima teria entrado em uma discussão com o irmão por causa de uma xícara de café.

“Tudo hoje é cercado de intolerância. Infelizmente, o irmão matou o outro por causa de uma besteira, uma xícara de café. Eles entraram em luta corporal, a vítima foi atingida com três facadas na região do pescoço e morreu ainda no local. O suspeito do crime foi levado para o hospital, mas já recebeu alta e está sendo levado para a Central de Polícia Civil”, informou Francimar Vieira.

O corpo da vítima foi encaminhado ao Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande. Conforme a polícia, o suspeito, identificado como Davi, já tem passagem pela polícia. Até as 11h desta sexta-feira, o homem já havia recebido alta médica e havia sido conduzido à Central de Polícia para esclarecimentos do caso.

G1

 

Homem é preso suspeito de matar ex-sogro a facadas em Princesa Isabel, Sertão da Paraíba

Um homem de 32 anos invadiu a casa da ex-companheira e matou o pai dela a facadas. O crime aconteceu por volta das 22h do domingo (8), em Princesa Isabel, no Sertão da Paraíba.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito teria ido à casa da ex-companheira e a agredido. Ele também a ameaçou e disse que voltaria. Minutos depois, ele retornou ao local armado com uma faca e começou a ferir os familiares da mulher.

Ainda de acordo com a polícia, o homem também esfaqueou o ex-cunhado. Pai e filho foram encaminhados para o Hospital Regional da cidade, mas o ex-sogro não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade hospitalar, que não informou o estado de saúde da outra vítima. Outras três pessoas que estavam no local também foram agredidas.

O suspeito foi encaminhado para a Cadeia Pública de Princesa Isabel, onde permanecerá até a audiência de custódia.

G1