Arquivo da tag: Fabiano Gomes

Em depoimento, Leto afasta vínculo com radialista Fabiano Gomes

Continuar a colaborar com a justiça. É essa a decisão do ex-prefeito de Cabedelo, Leto Viana, ao término do depoimento na audiência da Operação Xeque-mate que acontecia desde às 8h30 desta terça-feira (09) e terminou por volta das 15h30.

“Não estou aqui para me defender, mas para colaborar com a Justiça. Estou à disposição para o que precisarem de mim”, disse Leto, em última declaração durante o depoimento.

O ex-gestor chegou ao local com um colete a prova de balas e permaneceu com ele até o fim da audiência.

VÍNCULO COM FABIANO GOMES

Ainda durante o depoimento, Leto negou qualquer vínculo como radialista Fabiano Gomes, que também foi um dos alvos da Operação Xeque Mate.

Segundo o ex-prefeito, Fabiano era consultor do empresário Roberto Santiago antes mesmo dele assumir a gestão de Cabedelo. O comunicador seria o responsável pelas estratégias de marketing para barrar a construção do Pátio Shopping Intermares. Ainda segundo o ex-prefeito, o elo financeiro de Fabiano seria apenas com Roberto Santiago.

As declarações convergem com o depoimento prestado pelo ex-prefeito Luceninha à Polícia Federal. Na oportunidade, Luceninha negou ter sofrido pressão por parte de Fabiano para renunciar ao cargo de prefeito e disse que o procurou apenas para pedir ajuda para a redação de sua carta-renúncia.

ESPOSA DE LETO NÃO QUIS FALAR

A esposa dele, a vereadora afastada Jaqueline França também depôs nesta terça-feira (09). Diferentemente do marido, Jaqueline preferiu permanecer calada.

“Uso meu direito de ficar calada”, respondeu a parlamentar a todas as indagações recebidas na audiência.

PB Agora

 

 

Tribunal de Justiça da Paraíba manda soltar radialista Fabiano Gomes

O Pleno do Tribunal de Justiça (TJPB) decidiu, por 10 votos a 2, nesta quarta-feira (26), acatar agravo interno e conceder liberdade ao radialista Fabiano Gomes, preso no dia 22 de agosto após descumprir medidas restritivas no âmbito da Operação Xeque-Mate. Segundo as investigações, o radialista participou de um esquema responsável pela renúncia do então prefeito de Cabedelo, Luceninha, que teria recebido a quantia de R$ 5 milhões para deixar o cargo.

O advogado Gustavo Botto, um dos responsáveis pela defesa de Fabiano, disse ao Portal Correio que o Pleno do TJPB entendeu que Fabiano deveria ter sido intimado para justificar a sua ausência perante à Justiça mensalmente, como uma das medidas restritivas.

O radialista deverá ganhar liberdade ainda nesta quarta, após os advogados apresentarem o alvará de soltura junto à direção do PB1.

Entenda o caso

Deflagrada em abril deste ano, a Operação Xeque-Mate foi motivada, segundo a Polícia Federal, por uma denúncia de que o prefeito Leto Viana teria forçado vereadores a assinarem cartas-renúncia. Caso algum deles votassem contra as intenções da gestão, o documento seria protocolado. Por se arriscarem a assinar as cartas, os vereadores recebiam dinheiro e outros benefícios. Entre as decisões da Câmara alinhadas à vontade do prefeito, estaria o veto à construção de um shopping center na cidade.

Outra negociação investigada aponta que o ex-prefeito de Cabedelo, Luceninha, teria recebido R$ 5 milhões para renunciar ao mandato. As investigações dizem que foi esse esquema que contou com a participação de Fabiano Gomes. Conforme divulgado pela PF, o radialista teria sido uma das pessoas responsáveis por repassar quantias financeiras ao ex-gestor. Na época, Fabiano Gomes disse em nota à impressa que estava “colaborando com as investigações e à disposição dos órgãos competentes”.

Além dessas “trocas de favores” entre empresários, Prefeitura e vereadores, a Operação Xeque-Mate apura que ao menos R$ 30 milhões teriam sido desviados dos cofres públicos de Cabedelo, a partir do loteamento de cargos fantasmas, doações de terrenos com avaliações fraudadas e utilização de laranjas para ocultação patrimonial.

Gestores presos e afastados

A primeira fase da Operação Xeque-Mate aconteceu no dia 3 de abril, após a Justiça decretar o afastamento cautelar do cargo de 85 servidores públicos. O prefeito, Leto Viana; o presidente da Câmara Municipal, Lúcio José; e os vereadores Jacqueline Monteiro (esposa de Leto), Tércio Dornelas, Júnior Datele e Antônio do Vale foram presos. Apesar de não ter sido detido, o vice de Leto Viana, Flávio de Oliveira, também foi afastado da gestão.

Em abril, a PF ainda prendeu uma prima de Leto, Leila Viana, que atuava na Secretaria de Finanças do Município; Inaldo Figueiredo, da comissão que analisava imóveis que poderiam ser comprados pela prefeitura; Marcos Antônio Silva dos Santos; Gleuryston Vasconcelos Bezerra Filho; e Adeildo Bezerra Duarte.

A Polícia Federal informou que investigações comprovaram a participação das principais autoridades públicas do município em esquema que teria os ajudado a conquistar patrimônios muito acima do condizente com suas rendas. “Somente na aquisição de imóveis nos últimos cinco anos, verificou-se que um agente político envolvido no esquema movimentou mais de R$ 10 milhões à margem do sistema financeiro oficial”, divulgou a PF.

Também foram detectados funcionários fantasmas da prefeitura e da Câmara Municipal que recebiam salários de até R$ 20 mil e entregavam a maior parte para as autoridades locais, ficando de fato com valores residuais. As investigações ainda constataram doações fraudulentas de imóveis do patrimônio público municipal, bem localizados e de alto valor, para empresários locais sem que houvesse critérios objetivos para a escolha do beneficiado.

portalcorreio

“Porque fico no Correio”: Em carta, Fabiano Gomes explica razões para continuar no Sistema Correio

????????????????????????????????????

Poucas pessoas tiveram a chance de conhecer o Sistema Correio – por dentro e por fora – como eu.

E lhes garanto: quem conhece se apaixona!

Quem não quer ser fisgado pelos Cavalcanti Ribeiro, dê meia volta e jamais se aproxime. pois se o fizer, estará irremediavelmente conquistado.

Sou, confessamente, apaixonado por esta casa que me deu tudo: tamanho, confiança, régua e compasso.

Pensei – realmente pensei, tolamente – que poderia curar esta paixão.

Mas, no íntimo, sabia que não resistiria a dez minutos de conversa com minha madrinha Beatriz.

Ela parece ter o dom nato de administrar conflitos.

A vida lhe deu, de berço, este PHD que tantos tentam conquistar nas academias da vida.

E sua trajetória fala por ela: desde que assumiu o comando geral desta casa, a Paraíba testemunha a ascensão do Sistema Correio ao topo dos conglomerados de comunicação da Paraíba.

Na conversa que tivemos esta manhã fomos – ambos – às lágrimas.

Não teve barganha. Não teve incremento de um mísero centavo ao que já me é pago, regiamente, por esta empresa.

Teve, isto sim, a amplitude da confiança que já nutrimos. O estreitamento dos laços afetivos que nos unem.

Uma afeição que se estende ao senador Roberto Cavalcanti, de quem mereci um dos gestos mais fraternos que se pode ter numa vida que, desde cedo, fiquei órfão de pai vivo: o zelo, o cuidado, a proteção.

Jamais esquecerei que ele largou tudo, todos os compromissos e responsabilidades, para me prestar socorro – me levando até o Sírio Libanês, em São Paulo, para que eu tivesse acesso ao melhor tratamento disponível neste País. E do meu lado não se apartou um só instante até meu restabelecimento.

Gestos como esse não se pagam – até porque o mundo monetário não tem moeda suficiente para quitar a doação e a abnegação; o carinho e o cuidado.

Só se agradece.

E se tem uma frase que quero morrer grifada em letras maiúsculas no meu coração é que gratidão se paga com gratidão.

Ao empresário João Gregório, meu mais profundo e sincero obrigado pela oferta generosa. E pela confiança que mais uma vez manifestou em mim, ao me estender a superintendência executiva de suas empresas – um cargo que sequer existia e que foi concebido para me acomodar confortável e prestigiosamente dentro da Arapuan.

João, digo de público que é uma honra e um conforto ter sua confiança desde os meus 16 anos, quando me abriu as portas de uma emissora de rádio em Cajazeiras, forjando ali o homem e o comunicador que sou hoje.

Mas tudo na vida tem seu tempo. E meu tempo no Sistema Correio ainda não terminou.

A paixão por esta casa, e pelos moradores que nela habitam, quebranta meu coração.

Nem sai e já estou de volta para assumir neste 2017 que está batendo na nossa porta outras importantes missões dentro do Sistema Correio, acumulando com a direção de radiojornalismo a diretoria geral de marketing e direção das plataformas das redes sociais.

Fecho 2016 me sentindo um homem feliz – como só é possível ser quando se é tão querido pelos que se quer tanto bem.

Feliz 2017. Paz, saúde e bem.

blogdogordinho

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Fabiano gomes troca direção de Rádio Correio por Superintendência do Sistema Arapuan

fabiano-gomesO radialista e apresentador Fabiano Gomes será o superintendente do Sistema Arapuan de Comunicação, cargo que acaba de ser criado para expansão e fortalecimento do conglomerado de emissoras de rádio e televisão.  Durante reunião no fim da tarde desta sexta-feira (30), ele aceitou convite e proposta do presidente do Grupo, João Gregório. O comunicador também irá apresentar programas na TV Arapuan e na Rede Arapuan de Rádios.

Fabiano pediu desligamento da Rádio Correio, por onde passou seis anos como diretor de radiojornalismo e foi âncora do Correio Debate (98 FM). Ultimamente, ele acumulava a apresentação do Cidade Alerta (TV Correio).

Antes, Fabiano apresentou o Correio Manhã, quando venceu, durante o período, no Ibope os programas Bom Dia Brasil (TV Globo) e Bom Dia Paraíba (TV Cabo Branco), chegando a atingir 49% de audiência no horário matutino.

Boas vindas

Comunicados pela direção da empresa, os apresentadores da casa, Nilvan Ferreira e Heron Cid, ex-colegas de dupla de Fabiano Gomes em épocas diferentes, comemoraram a contratação.

“Fabiano e eu viemos juntos de Cajazeiras pra cá e fizemos história em dupla. Fico muito feliz de saber que ele estará novamente na empresa”, destacou Nilvan Ferreira, também cajazeirense.

“Esta é uma oportunidade de um grande reencontro. Fiz uma exitosa parceria com Fabiano Gomes por cinco anos. Sou muito grato a ele por tudo que já vivemos juntos no rádio. Para mim, foi um presente de fim de ano”, felicitou Heron Cid.

Novo cargo

Em fase de franca ascensão, o Sistema Arapuan decidiu ampliar os investimentos na área executiva e potencializar seu elenco. Para tanto, o Grupo criou a Superintendência-Executiva, função que terá a missão de relações institucionais e intercâmbio com os mercados.

“A chegada de Fabiano Gomes, um profissional reconhecido pelos talentos na comunicação e na gestão de negócios, vem somar muito ao nosso crescimento. É uma fase de avanço do Sistema Arapuan que o recebe de portas abertas”, enfatizou o fundador e presidente do Grupo, João Gregório.

História e volta

Com apenas 32 anos de idade, Fabiano Gomes – natural de Cajazeiras (Alto Sertão da Paraíba) – é o que se pode chamar de fenômeno da comunicação paraibana. Precoce, ele começou na profissão aos 13 anos de idade e de lá pra cá só se notabilizou pela ousadia de uma carreira ascendente no rádio e na televisão do Estado, onde rapidamente chegou ao topo pela característica polêmica e intrépida.

Radialista desde muito cedo, Fabiano deu os primeiros passos na Rádio Dom Bosco FM, de sua terra natal, e, lá, passou ainda pelas Rádios Cidade FM, Oeste AM e Arapuan FM. A irreverência e coragem rapidamente lhe impulsionaram do Sertão para a Capital.

Em 2008, ele estreou em João Pessoa, no Rádio Verdade, fazendo dupla com o também cajazeirense, Nilvan Ferreira, de onde saiu no ano de 2010 para o Sistema Correio.

“Eu estou voltando à Arapuan, a casa que me lançou para toda a Paraíba no rádio. Foi aqui que também estreei na TV, com o Paraíba Urgente. Aqui aprendi muito e agora volto com muito mais maturidade e disposição de somar com um Grupo forte e que, com muito trabalho e dedicação, vai crescer muito mais”, arrematou Fabiano Gomes.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Fabiano Gomes e Paula Frassinete batem boca no Correio Debate por conta de Lei que transforma vaquejada em esporte

fabianoO radialista Fabiano Gomes e a ambientalista Paula Frassinete bateram boca, nesta sexta-feira (23), nos estúdios da emissora 98 FM, durante o programa Correio Debate, por conta da promulgação da Lei, de autoria do deputado Doda de Tião (PTB), que reconhece a vaquejada como esporte na Paraíba.

Fabiano Gomes, que defende o esporte, questionou se Paula, como defensora dos animais, era vegetariana, pois entende que o abate dos animais para o consumo humano é muito pior que a vaquejada. Paula Frassinete respondeu que era vegetariana em parte e o radialista disparou: “vivemos no país da hipocrisia”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Paula não aceitou a insinuação do radialista e pediu respeito. “Não sou hipócrita. Sou uma pessoa muita séria”, afirmou.

A ambientalista justificou seus hábitos alimentares, lelmbrando homo sapiens é onívoro, tendo assim uma dieta alimentar menos restrita que a dos carnívoros ou herbívoros.

Ela acrescentou que o abate dos animais é completamente diferente da vaquejada, que, para ela, maltrata e mutila os bois. “É uma agressão muito grande, crueldade com os animais, pois mutila rabos, quebra patas, pernas e pescoços”, completou.

Cristiano Teixeira – MaisPB