Arquivo da tag: expressiva

Jornalistas pernambucanos decretam estado de greve em expressiva assembléia

 

Reunidos numa expressiva Assembléia Geral Ordinária (AGO) que lotou o auditório do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Gráficas Editoriais, Jornais, Revistas, Envelopes, Cartonagem, Serigrafia e Formulários Contínuos do Estado de Pernambuco (Sindicato dos Gráficos), jornalistas de jornais e emissoras de rádio e TV deflagraram Estado de Greve. Exatos 83,3% dos presentes votaram pela decretação e pela adoção de mecanismos de presão mais contundentes e públicos para pressionar as empresas a negociarem. “Aceitar a postura das empresas sem reagir é abrir mão do respeito próprio. É preciso se fazer respeitar a categoria”, disse a presidenta do Sinjope, Cláudia Elloi.
O resultado só não foi excelente porque enquanto 100 de 120 profissionais aprovaram o indicativo da Diretoria do Sinjope, houve uma abstenção (0,84%) e 19 (15,83%) votos contrários. No entanto, para a presidenta Cláudia Eloi o importante foi a quantidade de profisxsionais presentes e o resultado expressivo que respalda o posicionamento da Diretoria. “Esses números eu não esqueço”, destacou. Diretores também avaliaram ter ficado evidente a pressão patronal na medida em que transportaram profissionais, mas nem assim se conseguiu desmobilizar a categoria.
Números Positivos Outros números que não devem ser esquecidos foram citados na AGO para confrontar o falacioso discurso das empresas de que estariam vivendo uma “crise”, inclusive com fechamento de jornais do sistema Asociados, e de que essa seria a perspectiva pelos próximos dois anos. Diretor da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Osnaldo Moraes destacou que os jornais dos Associados na Paraíba (Diario da Borborema e O Norte) e no Rio Grande do Norte (Diario de Natal/O Poti) fecharam por questões de gestão. Além disso duas referências das empresas para autopromoção, o jornal Meio&Mensagem e o Ibope registraram crescimento de faturamento no primeiro semestre na casa dos 10%. Afora esses indicativos, as empresas de comunicação já amealharam os lucros das eleições.
Como se não bastasse tudo isso, o Dieese informa que a maioria das categorias conseguiram ganho real nas negociações, com reajustes que variam de 8 a 10%. Algo que já havia sido destacado pelo mediador das negociações na Procuradoria Regional do Trabalho da 6ª Região (PRT6), procurador Fábio Farias. Considerando, ainda, o crescimento excepcional do Estado, não tem como as empresas de comunicação alegarem que apenas elas não têm competência para capitalizar ganhos nos cenários estadual, regional e nacional. Tudo referenda um grande “não” à proposta de fechar a Campanha Salarial 2012 com o mero repasse do menor índice de apuração da inflação, os 5,4% do INPC.
Salário 10, abuso zero! Na última rodada de negociação a Diretoria do Sinjope propôs um pacote básico que inclui Piso Salarial de R$ 1.650,00 para a jornada normal de cinnco horas/dia (já celebrado com a Companhia Editora de Pernambuco-Cepe); reajuste salarial de 10%; auxílio-refeição para dias ou empresas em que não houver oferta de refeições; respeito ao limite legal da jornada de Jornalista, de sete horas/dia; e ainda considerou a possibilidade de manter a compensação de jornada (“banco de horas”), condicionada à não diluição das jornadas de sábado nos demais dias da semana, algo que já ocorre nas emnpresas do sistema AssociadosPE.
Com a decisão da AGO desta quarta-feira, Jornalistas se equiparam em situação aos gráficos, que já deflagraram estado de greve e iniciaram movimentações para paralisar empresas escolhidas estrategicamente. Com essa ação, avançam na celebração de Acordos Coletivos de Trabalho (ACTs) com reajustes acima de 8%. Mais um fato que coloca por terra os discursos das empresas.
Denúncia Pública Gráficos e Jornalistas estão unidos na Intercom – Intersindical da Comunicação, que também agrega publicitários e radialistas. Como a postura intransigente é a mesma para todos, segundo afirmaram os mesmos representantes patronais, a perspectiva é de união maior para enfrentar os abusos. Diretores do Sinjope retornam à mesa de negociações da PRT6 na próxima segunda-feira, 29/10, às 11 horas. Encerrada a AGO, foram iniciados os preparativos para as ações programadas para denúncia pública das empresas caso não haja um posicionamento digno para celebração de acordo.
Dalmo Oliveira