Arquivo da tag: Exército

Delegado diz que ‘tudo indica’ que Exército fuzilou carro de família por engano no Rio

O delegado Leonardo Salgado, da Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro, disse neste domingo (7) que “tudo indica” que os militares do Exército que mataram Evaldo dos Santos Rosa em uma ação durante a tarde em Guadalupe, Zona Oeste do Rio, atiraram ao confundirem o carro com o de assaltantes.

O automóvel de uma família foi atingido por mais de 80 disparos, segundo perícia realizada pela Polícia Civil. As cinco pessoas que estavam no carro iam para um chá de bebê: Evaldo, a esposa, o filho de 7 anos, o sogro de Evaldo (padastro da esposa) e outra mulher.

Evaldo dos Santos Rosa, de 51 anos, morreu na hora. O sogro dele, Sérgio, foi baleado nos glúteos. Seu quadro era estável. A esposa, o filho de 7 anos e a amiga não se feriram. Um pedestre que passava no local também ficou ferido ao tentar ajudar. Ainda não há informações sobre seu estado de saúde.

A Polícia Civil realizou a perícia no local porque os militares tiveram dificuldade em realizá-la, segundo o delegado, devido à revolta dos moradores que testemunharam o crime. Os envolvidos foram ouvidos em uma delegacia militar.

“Foram diversos, diversos disparos de arma de fogo efetuados, e tudo indica que os militares realmente confundiram o veículo com um veículo de bandidos. Mas neste veículo estava uma família. Não foi encontrada nenhuma arma [no carro]. Tudo que foi apurado era que realmente era uma família normal, de bem, que acabou sendo vítima dos militares”, afirmou o delegado em entrevista à TV Globo.

A família estava em um carro branco que, segundo testemunhas, foi confundido com um veículo da mesma cor que passou momentos antes.

Investigação militar

Os militares envolvidos no caso foram ouvidos, segundo a Polícia Civil, pelo próprio Exército – que entendeu que a investigação deveria ser militar. A Polícia Civil, no entanto, vê indícios para prisão em flagrante.

“Fica muito difícil tomar uma decisão diferente desta [prender], não vejo uma legítima defesa pela quantidade de tiros que foi. Os indícios apontam para uma prisão em flagrante”, afirmou o Salgado.

Comando militar fala em ‘injusta agressão’ de ‘assaltantes’

Logo após a morte de Evaldo dos Santos Rosa, o Comando Militar do Leste (CML) negou que tenha atirado contra uma família e disse que respondeu a uma “injusta agressão” de “assaltantes”. À noite, em outra nota, informou que o caso estava sendo investigado pela Polícia Judiciária Militar com a supervisão do Ministério Público Militar.

‘Continuaram atirando’

Uma amiga da família, que estava dentro do carro, contestou a versão do Exército e disse que os militares não fizeram nenhuma sinalização antes de abrir fogo contra o veículo.

“Eu não vi onde foi o tiro, mas eu acho que foi nas costas. Só que a gente pensou que ele tinha desmaiado no volante […] A gente saiu do carro, eu corri com a criança e ela também. A gente saiu do carro e mesmo assim eles continuaram atirando “, afirmou por telefone à TV Globo a amiga da família.

O que diz o Comando Militar do Leste

“A fim de realizar uma apuração preliminar da dinâmica dos fatos ocorridos, foi determinado pelo Comandante Militar do Leste que sejam coletados os depoimentos de todos os militares envolvidos, bem como ouvidas todas as testemunhas civis, o que está em andamento, nesse momento, na Delegacia de Polícia Judiciária Militar ativada na Vila Militar. O Ministério Público Militar já foi informado e está supervisionando a condução dessas oitivas”.

G1 

 

 

Exército vai investigar origem de arsenal apreendido pela polícia em Lucena

O Exército Brasileiro instaurou um procedimento administrativo para investigar a origem dos explosivos, das munições e das armas apreendidas com criminosos e apresentadas nessa terça-feira (7) pelo Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil da Paraíba. O arsenal, que inclui um fuzil americano com capacidade de destruir até uma aeronave, foi encontrado com quatro homens presos após assaltar um carro forte, na última segunda-feira, na região metropolitana de João Pessoa.

O objetivo dos militares é descobrir a origem e os possíveis responsáveis pelo extravio dos explosivos, que só podem ser usados por empresas cadastradas. Ao final das investigações, os militares irão acionar a Justiça.

Na manhã desta quarta-feira (8), o 15º Batalhão de Infantaria Motorizada, ( 15º BIMtz), instalado no bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa, encaminhou à sede do GOE dois oficiais para iniciarem os trabalhos de análise nos explosivos. O tenente Sidney Teixeira e o sargento Geisel Carvalho são integrantes da seção de Fiscalização e de Serviços Controlados do 15º BIMtz. Eles explicaram que o material apreendido pela polícia passará por uma análise de rastreamento, com o objetivo de descobrir de qual local eles foram retirados.

De acordo com o tenente Sidney Teixeira, que é o chefe da Seção de Fiscalização e de Serviços Controlados do 15º BIMtz, o uso dos explosivos é monitorado pelo Exército e apenas empresas cadastradas e acompanhadas pelos militares são autorizadas a utilizar o material.  Ele alertou que uso indevido de explosivos é crime com pena de prisão.  Além de investigar os explosivos, os militares também farão uma análise nas munições e armas apreendidas.

“Iremos fazer um rastreamento para descobrir a origem desse material. Toda munição possui uma numeração que indica lote e data de fabricação. Vamos entrar em contato com as fábricas para determinar a origem”, afirmou o tenente Teixeira.

As apreensões ocorreram na segunda-feira (6), após quatro homens assaltarem um carro forte, na estrada que dá acesso ao município de Cruz do Espírito Santo (PB). O grupo usou explosivos para destruir um carro forte, mas não conseguiu levar o dinheiro que havia no veículo, graças a um dispositivo que protege as cédulas. Em seguida, os assaltantes roubaram um veículo e fugiram para uma granja. Como o carro possuía um rastreador, a polícia conseguiu localizar os criminosos e houve confronto. Após troca de tiros e negociação, os homens se renderam e seguem presos em penitenciária de João Pessoa.

Com os criminosos, foram encontrados pistolas, fuzis, artefatos explosivos e coletes balísticos e cerca de 1.800 munições  intactas, além daquelas que foram deflagradas durante a troca de tiros com a polícia. Todos os armamentos são de fabricação estrangeira e de uso restrito das Forças Armadas. O que mais chamou a atenção dos agentes de segurança foi um fuzil de calibre 50, de fabricação americana, com alto poder de destruição. Ele tem capacidade de alcançar um alvo a 4.500 metros de distância e pode destruir a fuselagem de uma aeronave. O equipamento é considerado uma arma de guerra pelos militares. “Nós iremos também analisar esse armamento, que, em hipótese alguma, pode ser usado em área urbana. É uma arma de guerra”, afirmou o tenente.

A delegada do GOE, Karina Alencar, disse que os presos fazem parte de uma quadrilha que já vem sendo investigada por polícias de vários estados e Polícia Federal, por prática de roubos a carro-forte.  Os presos  foram identificados como Livaci Muniz da Silva ( mais conhecido como Galeguinho), de 34 anos; Romário Gomes Silveira, de 29 anos; Antonio Arcênio de Andrade Neto, de 28 anos; e Vanilson Pereira de Macedo, de 32 anos.

A delegada afirmou que ainda serão feitas novas diligências para concluir o inquérito, cujo prazo para ser encerrado é de 10 dias. Ela acrescentou que todo o material apreendido será colocado à disposição da Justiça após o término das investigações.

 

Secom

Exército encerra treinamento em Guarabira e agradece apoio do 4º BPM

O 15º BIMtz (Batalhão de Infantaria Motorizado), sediado em João Pessoa, encerrou na tarde desta quinta-feira (29), em Guarabira, o Treinamento de Garantia da Lei e da Ordem que foi realizado na cidade e que teve início no dia 27.

Na solenidade de encerramento, o comandante do 15º BIMtz, coronel Valença, agradeceu ao Comando do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar), representado pelo subcomandante, major Guimarães, a quem ele agradeceu pelo apoio.

Antes da solenidade de encerramento, que aconteceu na praça central da cidade, foram oferecidos atendimentos médicos para adultos, que tinham sido realizados também no dia anterior e atividades para as crianças, além de apresentação da banda de música e desfile da tropa do 15º BIMtz, formada por 219 militares.

Durante o treinamento, que visa ao aperfeiçoamento da tropa, foram realizadas atividades que contaram com as presenças de policiais militares do 4º BPM, como patrulhamento a pé, montagem de postos de bloqueio e controle de vias urbanas e postos de segurança estáticos, assim como operações de controle de distúrbios e desocupação de pontos sensíveis.

Assessoria 4º BPM

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Tropa do Exército vai realizar treinamentos neste mês de junho em Guarabira

Entre os dias 27 e 29 deste mês, aproximadamente 180 militares do 15º BIMtz (Batalhão de Infantaria Motorizado), localizado no bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa, estarão realizando um treinamento em Guarabira.

Nesta quarta-feira (31), o major César Mariano e o capitão Rocha estiveram na cidade e, junto com o comandante do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar), major Gilberto, estiveram fazendo o levantamento de algumas áreas que serão utilizadas para acampamento para a tropa.

Os exercícios serão intensificados nos bairros Nordeste e Mutirão, mas de acordo com o capitão Rocha, que atualmente é comandante da 1ª Companhia de Fuzileiros do 15º BIMTz e coordena o treinamento, eles serão realizados em todos os demais bairros de Guarabira.

A cidade foi escolhida, segundo o oficial do Exército, por integrar a área do Batalhão, inclusive já tendo sediado a instrução em anos anteriores. As atividades dos quais os militares do Exército estarão participando incluem a realização de patrulhas nos bairros e blitz em algumas estradas, mas a rotina da população não será alterada, informou o coordenador do treinamento.

A Polícia Militar, conforme a garantia dada pelo major Gilberto, vai fornecer o apoio necessário nos locais de instrução dos militares, que ficarão alojados no prédio do IFPB (Instituto Federal da Paraíba).

Os exercícios têm como objetivo a garantia da lei e da ordem para que a tropa esteja preparada em caso de necessidade de utilização das ações, conforme explicou o capitão Rocha.

A tropa estará chegando a Guarabira no dia 26 e retorna para a capital do Estado no dia 30. Durante o período em que estiverem na cidade, os militares do Exército também ministrarão palestras nas escolas com informações para os jovens que tiverem interesse de ingressar nas Forças Armadas.

Assessoria 4º BPM

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Trio usa roupas do Exército e rouba R$ 20 mil de posto de combustíveis

roupaTrês homens roubaram cerca de R$ 20 mil de um posto de combustíveis em Lagoa Seca, no Agreste paraibano, na noite de domingo (5). Segundo a Polícia Militar, os criminosos chegaram ao local com máscaras no rosto e vestidos com fardas do Exército Brasileiro.

Ainda conforme a PM, um dos funcionários do estabelecimento, que estava trabalhando no momento do crime, informou à polícia que os suspeitos portavam armas de vários calibres e agiram de forma rápida.

Os criminosos renderam o funcionário e foram até o cofre do posto, de onde levaram uma quantia de aproximadamente R$ 20 mil. A Polícia Militar ainda fez rondas nas proximidadades do estabelecimento, mas não encontrou nenhum suspeito. Até as 8h desta segunda-feira (6) ninguém havia sido preso.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Exército Brasileiro vai combater o aedes aegypti em 21 municípios paraibanos

exercitoEm decorrência da chegada do período de chuvas em grande parte do país e das ameaças de retorno da proliferação do mosquito Aedes Aegypti com a proximidade do verão, terá início dia 1º de dezembro, em todo o Brasil, a campanha nacional de combate ao transmissor do vírus que causa doenças como dengue, chikungunya, zika e microcefalia.

Através da “Campanha de Combate ao Aedes Aegypti”, o Governo Federal pretende mitigar os impactos causados pela proliferação do mosquito. Para tanto, mobilizará os Ministérios da Saúde e da Defesa, entre outros, além das Forças Armadas, governos estaduais, empresas estatais e prefeituras, para engajamento nas ações de conscientização da sociedade.

O Exército Brasileiro atuará na campanha da mesma forma como trabalhou no início desse ano, buscando localizar e impedir os focos de proliferação do mosquito, e levando informações nas comunidades e escolas visitadas pelas equipes de militares.

No Estado da Paraíba serão atendidos vinte e um municípios indicados pelo Ministério da Defesa, incluindo a Capital, cidades da Região Metropolitana e do interior, em ações desenvolvidas pelo 15º Batalhão de Infantaria Motorizada, 16º Regimento de Cavalaria Mecanizada, 31º Batalhão de Infantaria Motorizada e Companhia de Comando do 1º Grupamento de Engenharia.

A “Campanha de Combate ao Aedes Aegypti” no âmbito do Exército Brasileiro será constituída por palestras de conscientização do público interno e seus familiares para a adoção de medidas preventivas que impeçam a procriação de mosquitos e destruam pontos de acúmulo de água. Serão realizadas, também, ações de eliminação de focos e possíveis criadouros nas áreas de responsabilidade dos quartéis, além de práticas educativas em escolas situadas em locais de grande incidência do mosquito, todas as sextas-feiras, de 2 de dezembro de 2016 à 28 de abril de 2017.

Para marcar o “Dia Nacional da Campanha de Combate ao Aedes Aegypti”, em 2 de dezembro de 2016, o 1º Grupamento de Engenharia realizará uma solenidade militar em sua sede, localizada na Avenida Epitácio Pessoa, nº 2.205, Bairro dos Estados, às 7:30 horas, com a presença de alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental General Rodrigo Otávio (EMEF).

Ocorrerão, também, ações de limpeza e conscientização do público interno, com objetivo de garantir que não existam focos e criadouros de mosquito nas instalações do quartel, nem em suas residências particulares. A intenção é que todos os militares passem a ser instrumento de divulgação de informações entre os familiares com o intuito de mostrar a gravidade do problema e o grau de cada um nas ações de combate ao mosquito. Todas as atividades serão possíveis tendo em vista a capacitação dos militares realizada pela Secretaria de Saúde do Município, ocorrida no período de 21 a 28 de novembro de 2016.

MaisPB com 1º Grupamento de Engenharia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Homens do Exército da Paraíba são enviados para o Rio Grande do Norte

exercitoForam enviados para o Rio Grande do Norte, na manhã desta quarta-feira (2), 137 militares que trabalham na Paraíba. Eles fazem parte do 15° Batalhão de Infantaria Motorizado do Exército Brasileiro que fica no bairro de Cruz das Armas, em João pessoa. O envio acontece após o presidente em exercício Michel Temer autorizar o envio de tropas para conter os ataques de criminosos no estado.

A saída do militares ocorreu pontualmente às 6h. De acordo com o comandante do 15° BIMtz, Maurício Valença, foram escolhidos os homens com mais experiência em áreas de conflitos. Alguns deles participaram de missões no Haiti e também na ocupação do Complexo da Maré, no Rio de Janeiro, que aconteceu em 2015.

“Dentro do que é previsto para garantir a lei e a ordem, nós vamos manter a ordem pública e a incolumidade das pessoas e do patrimônio. Isso é previsto pela constituição quando há uma solicitação de um governo como o caso do Rio Grande do Norte”, explicou o coronel Maurício Valença.

O governo potiguar registrou ataques em pelo menos 31 cidades nos últimos dias.Ainda não tem a confirmação em quais municípios os militares da Paraíba vão atuar. “O planejamento está sendo realizado. Hoje [quarta-feira] é dia de concentração. A a partir disso vamos começar os reconhecimentos e vamos trabalhar até controlar a situação”, disse o comandante. Militares de Pernambuco também vão ser enviados.

Ataques
Desde sexta-feira (29), já foram registrados 90 ataques no Rio Grande do Norte. De acordo com coronel Dancleiton Pereira, comandante geral da Polícia Militar, já são 85 presos suspeitos de envolvimento nos ataques criminosos. A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Após ataque a aeroporto, governo do RN pede reforço do Exército

rio-grande-do-norteO governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, pediu apoio das tropas do Exército para “garantir a segurança da população”. Desde a útlima sexta-feira (29) vários ataques a ônibus e prédios públicos vêm ocorrendo em várias cidades do estado. Até as 13h deste domingo pelo menos 48 ataques foram registrados em 20 cidades potiguares.

A assessoria da Presidência da República informou que o presidente em exercício Michel Temer está acompanhando o caso e que o Exército está em condições de atuar no estado. O envio das tropas, porém, depende de um pedido formal do governador, o que ainda não havia sido formalizado na tarde deste domingo (31).

Na mensagem divulgada em redes sociais, Robinson diz: “Solicitei apoio das tropas do Exército para se somarem às nossas destemidas polícias no trabalho para garantir a segurança da população do Rio Grande do Norte. Desde ontem tenho mantido contato com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, com o ministro da Defesa, Raul Jungman e com a direção nacional da Polícia Federal. Aqui, todas as forças de segurança permanecem em total atenção para retomarmos a normalidade. Estou no aguardo da liberação das tropas pela presidência da República”, postou o governador em redes sociais.

Na manhã deste domingo, Robinson Faria manteve a agenda política. Ele participou de uma convenção do partido dele, o PSD, na cidade de São Miguel, distante 444 quilômetros de Natal. No início da tarde, ele retornou à capital potiguar para participar de reunião do Gabinete de Gestão Integrada (GGI). Segundo a assessoria de imprensa do Governo, ele volta a acompanhar de perto a ação da polícia.

A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), 50 suspeitos de envolvimento nos ataques, sendo 37 adultos e 13 adolescentes, foram detidos até as 10h45 deste domingo(31).

Ônibus incendiado em Assu (Foto: Francisco Coelho/Focoelho.com)Ônibus incendiado em Assu (Foto: Francisco Coelho/Focoelho.com)

De sexta-feira até a manhã deste domingo foram registrados ataques nas cidades de Natal, Parnamirim, Macaíba, Monte Alegre, São José de Mipibu, Caicó, Currais Novos, Caiçara do Norte, Santa Cruz, Mossoró, Jardim de Piranhas, São Gonçalo do Amarante, Florânia, São Paulo do Potengi, Touros, Tangará, Assu, Maxaranguape, Goianinha e São José do Campestre.

Até às 14h deste domngo (31), pelo menos 37 veículos, incluindo ônibus e carros, foram incendiados ou depredados. Prédios públicos como delegacias, postos policiais e ainda uma sede do TRE também foram alvos de criminosos.

Na manhã deste sábado (30) o governador Robinson Faria voltou a afirmar que o governo não vai se intimidar e não vai recuar. “Eu dei liberdade para que as polícias civil e militar possam agir livremente para defender a população. Nós vamos continuar a instalação de bloqueadores de celulares e vamos instalar em todas as unidades prisionais do estado. Ou temos coragem de fazer esse enfrentamento agora ou jamais iremos vencer essa guerra da segurança pública”, disse.

Um carro da PM foi alvo de criminosos em Goianinha (Foto: Divulgação/Polícia Militar do RN)Um carro da PM foi alvo de criminosos em
Goianinha (Foto: Divulgação/Polícia Militar do RN)

Ataques
Os ataques começaram na tarde de sexta-feira (29), quando um micro-ônibus foi incendiado na BR-304, em Macaíba.

Ainda na sexta, cinco ônibus em Natal; um emParnamirim; um ônibus escolar em Macaíba; outro ônibus escolar em Florânia; dois micro-ônibus – sendo um na BR-304 (Macaíba) e outro na BR-101 (Monte Alegre); um ônibus escolar em Santa Cruz; dois carros em São José de Mipibu; uma kombi em Currais Novos; e mais um carro em Caicó foram depredados, queimados ou parcialmente incendiados por criminosos, segundo informações confirmadas pelas forças de segurança do estado. Um ônibus escolar foi incendiado também em Currais Novos e o fogo atingiu uma casa. Outro ônibus escolar foi incendiado no pátio do Centro Administrativo de Mossoró.

Uma delegacia da cidade de Parnamirim e um posto policial desativado em São Gonçalo do Amarante foram os alvos. Nos dois casos homens armados atiraram contra os prédios.

Sábado
Já na madrugada do sábado (30), 4 ônibus escolares, dois tratores e uma retroescavadeira que estavam estacionados no pátio da prefeitura foram incendiados. A sede do TRE em Parnamirim foi alvo de vários disparos de arma de fogo durante a madrugada. Criminosos também tentaram incendiar um trailler da PM localizados nas Rocas, em Natal.

Na manhã de sábado o posto policial de Maracajaú, em Maxaranguape, foi alvo de criminosos e um ônibus da linha 57 foi depredado em Mãe Luíza, na Zona Leste de Natal. Uma Dobló da Prefeitura de Natal foi incendiada por volta das 13h também em Mãe Luíza. Por volta das 14h, um homem ateou fogo em três ônibus que estavam estacionados no terminal de Brasília Teimosa, em Natal. Ainda no sábado, um carro foi incendiado no bairro Redenção, em Mossoró, e um carro da Polícia Militar também foi incendiado em Goianinha.

Foto mostra fumaça dos ônibus incendiados em Brasília Teimosa (Foto: Carla França)Foto mostra fumaça dos ônibus incendiados em Brasília Teimosa (Foto: Carla França)

Na noite de sábado, bandidos fizeram uma barricada com pneus na entrada do acesso ao Aeroporto Aluízio Alves, na BR-406, em São Gonçalo do Amarante, por volta das 19h. Alguns carros que passavam pelo local foram apedrejados. A Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal foram acionadas e desbloquearam a via.

Também na noite de sábado, bandidos atearam fogo no pátio da Delegacia Geral de Polícia (Degepol), em Natal. Pelo menos dez carros que estavam no local foram atingidos. A 15ª Delegacia de Polícia, localizada na Vila de Ponta Negra, também foi alvo de ataque no sábado. Criminosos tentaram incendiar um carro que estava na frente da delegacia e dispararam vários tiros contra o prédio. Na agência da Caixa Econômica Federal da Avenida Tomaz Landim, na Zona Norte, criminosos efetuaram vários disparos e jogaram um explosivo, mas o artefato falhou.

No município de Touros, no litoral Norte do estado, dois ônibus da prefeitura foram incendiados. Em Tangará, na região do Trairí, um ônibus escolar também foi incendiado. No município de Assu, na região Oeste, um microônibus foi incendiado. Em São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Natal, um micro-ônibus também foi incendiado. Em São José do Campestre um ônibus escolar foi incendiado.

Em São Paulo do Potengi, município do Agreste potiguar, criminosos incendiaram um ônibus e ainda atiraram contra a Câmara Municipal e atearam fogo em cadeiras e móveis do prédio. O fogo foi rapidamente controlado.

Domingo
Bandidos invadiram por volta das 5h deste domingo a Escola Penitenciária Desembargador Ítalo Pinheiro, localizada na Zona Leste de Natal, e atearam fogo no auditório. O local é usado para treinamento e cursos de agentes penitenciários.

Na manhã deste domingo um carro foi incendiado no bairro das Quintas, na Zona Oeste de Natal. Segundo moradores da região, o carro estava abandonado no local há um ano e adolescentes atearam fogo no veículo.

Ônibus particular foi incendiado no pátio de um posto de combustíveis em São José do Campestre (Foto: Jackson Félix/O Paralelo)Ônibus particular foi incendiado no pátio de um posto de combustíveis em São José do Campestre (Foto: Jackson Félix/O Paralelo)

 

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Com 316 casos suspeitos de microcefalia, governo da PB pedirá socorro ao exército

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Os casos suspeitos de microcefalia aumentam a cada semana na Paraíba. Nesta segunda-feira (07), após uma reunião realizada entre o governador Ricardo Coutinho (PSB) e secretários de Estado, foi confirmado que já são 316 notificações da doença. Por causa do aumento constante dos números, o Governo da Paraíba vai solicitar ajuda do Exército. Os casos, no entanto, ainda são tratados como suspeitos, segundo a secretária de Saúde Roberta Abath.

“Casos suspeitos porque a microcefalia necessita também de uma confirmação feita através de exame de imagem para saber se tem a alteração conjunta em nível cerebral e dentro desses casos suspeitos nós temos a confirmação de dois casos que não são de nascidos, são duas gestantes do município de Juazeirinho, onde foi constatado caso de microcefalia e associação com o zika vírus dentro do líquido amniótico”, observou.

Embora o número seja crescente (na semana passada foram confirmados 248 casos), não foi anunciado no encontro nenhum tipo de investimento. O governador prometeu reforço físico com a contratação de 200 agentes, que serão disponibilizados aos municípios com maior incidência de notificações.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

“Vamos fazer isto como parte do esforço de coordenação e de investimentos para combater os focos e ao mesmo tempo controlar a situação, que é delicada e difícil. Nós queremos ainda dar o exemplo a partir do próprio governo. Eu vou cobrar de cada secretário postura, quero que o governo responda às questões que estão colocadas e quero chamar os municípios para que de uma forma integrada ao lado da Secretaria de Saúde a gente possa dar uma resposta”, disse.

Ricardo Coutinho adiantou que conta com decisões urgentes do Congresso Nacional em termos de equalização do orçamento da União para a saúde. “Da parte do Estado nós estamos tirando de onde não temos para fornecermos através dos municípios e de forma direta à população algo que possa contribuir nessa luta, porém a principal questão chama-se mobilização social. Não há outra forma. Dentro de casa só você pode e precisa prevenir o foco do mosquito. Tome conta de sua casa que das ruas, tenho certeza absoluta, que as secretarias de saúde, municipais e estadual haverão de fazer a sua parte”, garantiu.

O governador anunciou ainda que o Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba também participará de ações do Plano Estadual de combate ao Aedes aegypti, como também o Estado solicitará a colaboração do Exército brasileiro.

Ricardo Coutinho destacou as principais ações do Plano Estadual de combate ao Aedes aegypti que será lançado até a próxima sexta-feira. “Teremos uma reunião amanhã com a presidente Dilma e com o governo federal porque é fundamental compatibilizar as coisas. Efetivamente esse vai ser um esforço muito grande de conscientizar a sociedade”, pontuou.

O secretário de Estado da Educação, Aléssio Trindade, revelou que os 300 mil alunos e os 20 mil professores da rede estadual de Educação poderão ser agentes multiplicadores em cada município na batalha pela prevenção e no combate ao mosquito Aedes aegypti. O presidente da Cagepa, Marcos Vinícius, afirmou que todos os servidores da empresa estão empenhados e conscientes da importância que é combater o mosquito. O comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Jair Carneiro, também assegurou que o efetivo está pronto para auxiliar nas ações preventivas. O secretário de Estado da Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevedo, concorda com a opinião do governador de que é fundamental a conscientização de todos os paraibanos em casa, no trabalho, na escola, para combater o mosquito.

 

correiodaparaiba

Cabo e soldado do Exército são presos após praticar assaltos na Zona Oeste da Capital

Material apreendido pela Polícia Militar
Material apreendido pela Polícia Militar

Um soldado e um cabo do Exército foram presos na noite dessa terça-feira (3) suspeitos de praticar assaltos no bairro de Cruz das Armas, Zona Oeste de João Pessoa. Um operário de 34 anos também foi preso por integrar o grupo. Com o trio, foram apreendidas duas armas de fogo, uma touca ninja, celulares roubados, cocaína e maconha.

De acordo com a Polícia Militar, a prisão aconteceu após uma estudante relatar à guarnição que realizava rondas no local que havia sido assaltada por três homens. Ela informou que eles estavam em um carro e descreveu o veículo para os policiais.

Os suspeitos foram encontrados próximo ao quartel do 15º Batalhão de Infantaria Motorizado. Segundo o aspirante Isaque Sabino, que comandou a prisão, dois suspeitos se identificaram como sendo integrantes do Exército no momento da abordagem policial. “Revistamos os suspeitos e o carro e encontramos armas, drogas e celulares roubados”, informou. Os três homens foram reconhecidos pela vítima.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O Exército Brasileiro foi informado sobre o ato praticado por dois de seus membros e os suspeitos foram levados para a 12ª Delegacia Distrital, em Manaíra.

 

Portal Correio