Arquivo da tag: execução

Polícia de Pernambuco investiga se morte de advogado paraibano teria sido execução

Após o advogado paraibano e defensor público aposentado Levi Borges ser morto a tiros durante uma ação criminosa na última quinta-feira (9), em um condomínio na Praia do Paiva, município de Cabo de Santo Agostinho, em Pernambuco, a polícia de Pernambuco investiga se foi assalto seguido de morte ou execução planejada.

De acordo com as informações, os policiais investigam as imagens das câmeras de segurança do pedágio e da rodovia privada Rota dos Coqueiros para identificar o carro onde estavam os suspeitos, além da câmera do condomínio que flagrou toda a ação.

A mala do carro do defensor público tem manchas de sangue na lataria do veículo.

Na hora do crime, o advogado ia visitar a filha, a juíza Andréa Rose Borges Cartaxo, que mora no condomínio e estava acompanhado da esposa, também juíza Mariza Borges de Lima.

O caso agora está sob responsabilidade da 13ª Delegacia de Polícia de Homicídios, e a investigação será comandada pelo delegado Cláudio Neto.

PB Agora

 

 

Delegado ouve testemunhas do caso do estudante da UFPB encontrado morto e investiga possível execução

O delegado Carlos Othon declarou em entrevista ao ClickPB, nesta segunda-feira (2), que está ouvindo testemunhas e declarantes no caso da morte do estudante da UFPB, Clayton Tomaz, conhecido como Alph. Ele foi encontrado morto com um tiro, no dia 17 de fevereiro deste ano, em uma estrada de Gramame, em João Pessoa.

De acordo com o delegado titular da Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (Homicídios) da Capital, os vigilantes da Universidade Federal da Paraíba, citados como suspeitos de envolvimento na morte de Alph, ainda serão ouvidos em depoimento.

Questionado sobre qual é linha de investigação no caso do estudante, Carlos Othon informou ao ClickPB que “tudo indica execução. Mas que é muito cedo para definir” o motivo da morte do rapaz.

O corpo de Clayton Tomaz de Souza, de 31 anos, foi identificado no dia 17 pelo pai dele. Ele era estudante de Filosofia, na UFPB, e havia desaparecido no dia 6 de fevereiro.

O cadáver foi achado às margens de uma estrada em Gramame, na Capital, em estado de decomposição e com marcas de tiros. A equipe do Instituto de Polícia Científica (IPC) recolheu o corpo para perícia.

 

clickpb

 

 

Estudante assassinado deixou vídeo alertando para risco de execução por “guardinhas”

O estudante Clayton Tomaz de Souza, de 32 anos, cujo corpo foi identificado hoje pelos pais depois de ficar desaparecido desde o dia 6 deste mês, havia gravado um vídeo no dia 27 de janeiro do ano passado alertando que corria o risco de ser assassinado. Mais do que isso, ele disse, na gravação, que os responsáveis poderiam ser “os guardinhas da UFPB”. O caso está sob a responsabilidade do delegado Paulo Josafá. O vídeo está disponível no perfil de Clayton, cujo apelido era Alph, no Twitter.

“Sabe quando tem aquelas moscas em volta da b****? Eu me sinto a b****. Estou brincando assim, mas o fato é que a minha vida está em risco, hein, galera? Qualquer hora esses cabras dão cabo de mim. Fica aí o recado. Se eu aparecer morto, foram eles. Não tem outros: foram os guardinhas da U…”. O vídeo termina sem que a frase tenha sido completada.

Um amigo de Clayton confirmou que ele estava sendo ameaçado.

Clayton era natural de Arcoverde, interior de Pernambuco, estudava Filosofia e lutava jiu-jitsu. Na última vez que foi visto, saiu de casa, no bairro do Castelo Branco, em João Pessoa, apenas com a roupa do corpo.

O cadáver foi encontrado no dia 8, com um tiro na cabeça, mas apenas nesta segunda-feira os pais do jovem fizeram sua identificação. Ele foi encontrado em uma mata em Gramame

O Diretório Central dos Estudantes da UFPB emitiu uma nota de pesar pela morte de Clayton. Confira:

O DCE UFPB lamenta a morte do estudante de filosofia Alph Tomaz, ex coordenador geral de nossa entidade na gestão “Pra Frente” nos anos de 2016/2017. Sendo também presidente do Centro Acadêmico de Filosofia por três anos. Alph foi conselheiro estudantil do CONSUNI (Conselho Superior Universitário) por dois anos, e membro estudantil na comissão da revisão estatutária da UFPB (ESTATUINTE) pelo CCHLA.

As diferenças políticas nesse momento são insignificantes, pelo tamanho da perda do Movimento Estudantil da UFPB no dia de hoje, desejamos conforto aos familiares e amigos/as.

Quando um/a estudante morre todos/as nós sofremos, pois é a interrupção de sonhos e metas comuns a todos/as nós estudantes que fazemos parte da UFPB.

 

parlamentopb

 

 

Polícia suspeita que morte de pai de santo tenha sido execução; foram 10 tiros

Tratado a priori como latrocínio, a morte do pai de santo região de Gramame, em João Pessoa, neste domingo (15), levou uma guinada após a perícia identificar indícios de execução. Em contato com o Portal Paraíba.com.br, o delegado Paulo Josafá, contou que não há evidências para latrocínio, mas nenhuma linha de investigação será descartada.

O crime pode ter sido motivado por intolerância religiosa, já que foi constatado que um altar de santo na entrada da casa foi destruído, porém, o autor do crime não mexeu no terreiro.

Outro fator que aponta para a possibilidade de execução é que o pai de santo foi morto com 10 tiros. Além disso, toda a comunidade sabia que tanto ele, quanto seu companheiro estavam desempregados e viviam de doações. A casa também era humilde e não tinha muro.

 

Marília Domingues / Flávio Fernandes

 

 

Atraso de repasses federais prejudica execução de obras no município de Borborema-PB

O atraso na conclusão de obras de reforma e ampliação de duas UBSs no Município de Borborema, no Brejo Paraibano, ocorre por atraso nos repasses do Governo Federal.

De acordo com informações repassadas pela Gestão Pública Municipal, a ordem de serviço para a obra de reforma e ampliação da Unidade Básica de Saúde do Sítio Manitú, na Zona Rural do Município, ocorreu em 22 de maio de 2018.

Do valor total de R$ 144.600,00 (cento e quarenta e quatro e quatro mil e seiscentos reais), a empresa responsável pela obra, Construtora Eddficar Eireli-ME, recebeu apenas R$ 28.920,00 (vinte e oito mil e novecentos e vinte reais), entregando a primeira medição com 20% da obra. Após esse pagamento a empresa parou os serviços e aguarda novo repasse. Segundo informações disponíveis no Sismob, o valor restante é de R$ 115.680,00 (cento e quinze mil seiscentos e oitenta reais).

O atraso na conclusão da obra de ampliação da UBS/PSF I, na Cidade, também se dá pela falta de repasse do Governo Federal da segunda parcela, no valor de R$ 124.320,00 (cento e vinte e quatro mil e trezentos e vinte reais). Até o momento foi pago apenas R$ 31.080,00 (trinta e um mil e oitenta reais).

A prefeitura informa que as medições, das duas UBSs, foram apresentadas e pagas e consequentemente prestadas contas e aprovadas, no entanto, falta a liberação de novos repasses do Ministério da Saúde. Informa ainda que tem tomado todas as medidas necessárias para o andamento e conclusão das importantes obras, mas que pelo fato dos recursos serem federais, é necessário aguardar a efetivação dos repasses para continuação das obras.

 

portalmidia

 

 

Raniery Paulino cobra execução das obras do binário em Solânea

ranieryO deputado Raniery Paulino (PMDB) cobrou, por meio de um requerimento, a execução das obras do binário de Solânea, que vem sendo prometido pelo governo do estado desde 2012, mas que ainda não saiu do papel.

O peemedebista enviou a solicitação de explicações à Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan). Raniery justifica seu pedido acrescentando que desde 2012 a obra é prometida e que somente no ano passado o governador Ricardo Coutinho (PSB) esteve na cidade assinando a ordem de serviço.

Contudo, até o momento nada foi iniciado no local. O prazo para a conclusão da obra era de 30 dias, mas de acordo com Raniery a população vem reclamando, porque não está visualizando a conclusão do binário.

Segundo o governo, o binário está orçado em R$ 700 mil e vai reestruturar a mobilidade urbana da cidade, já que terá camada asfáltica desde a Rua Santos Dumont, que compreende a entrada do Campus III da UFPB, até a Rua Alaíde Silva, próximo ao Hospital Distrital de Solânea.

Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Polícia investiga se jovem morta em assalto na PB foi caso de execução

vitimaA morte da jovem de 25 anos na noite da quarta-feira (21) na Vila dos Teimosos, no bairro de Bodocongó, em Campina Grande, agreste da Paraíba, foge dos padrões de latrocínio, de acordo com a delegada que investiga o caso, Ellen Maria. Latrocício seria a primeira linha de investigação, mas a Polícia Civil não descarta a possibilidade de ter sido execução.

A mulher foi morta quando chegava em casa com o marido. Em depoimento, o homem disse que o atirador anunciou o assalto, a esposa se assustou soltando uma sacola no chão e o rapaz atirou. “Temos alguns fatos que podem levar a crer que foi execução: o tempo da ação do criminoso e o fato dele ter atirado quando ela já estava caída”, relatou a delegada Ellen Maria.

Imagens
O sistema de monitoramento de câmeras de um condomínio que fica próximo à casa da vítima registrou o momento em que um homem de casaco azul vai em direção à mulher e ao marido dela. A ação dura cerca de 15 segundos.

O atirador chega na rua sem disfarces e, após o crime, volta encapuzado e correndo. Ele usa uma moto para fugir que está em rua paralela.

Histórico
Segundo a delegada, não há confirmação se a mulher tinha envolvimento com crimes. “Nós sabemos que ela já teve um relacionamento com um ex-presidiário e tudo isso vai servir para as investigações”, explicou Ellen Maria.

O celular da vítima foi apreendido e será periciado. A polícia também solicitou o aparelho do marido da mulher, mas que esse teria desaparecido. A partir de agora, ainda de acordo com a polícia, o principal é localizar o atirador e com as informações de possíveis ligações dele com a vítima o caso seja esclarecido.

Filhos da vítima presenciaram o crime (Foto: Henrique Epifanio/TV Paraíba)Filhos da vítima presenciaram o crime (Foto: Henrique Epifanio/TV Paraíba)

 

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Prefeito de Remígio ao lado de vereadores visita obras em execução no município

chioO Prefeito Chió, acompanhado dos vereadores Doda da Bela Vista, Junio do PT, Adinael e Josa Galvão, além de secretários municipais, diretores e engenheiros do município, visitou algumas obras que estão em execução em Remígio. Eles foram até o loteamento Monsenhor José Fidelis, onde na oportunidade, fizeram uma visita ao posto de saúde daquela comunidade. Segundo o prefeito Chió, a obra foi abandonada pela construtora, e que agora será necessário um novo processo licitatório para sua conclusão. Ainda segundo o gestor, a obra será concluída com recursos próprios, e que será entregue a população nos próximos meses.

Em seguida, a comitiva dirigiu-se até a escola que esta sendo construída no bairro de Lagoa do Mato. Durante a visita, Chió anunciou que esteve reunido com o Governador Ricardo Coutinho, e que na próxima semana, será liberada a segunda parcela, no valor de R$: 210 mil reais. Ainda no bairro de Lagoa do Mato, a comitiva visitou as obras do Ginásio Poliesportivo “O Vampirão”, uma obra orçada em mais de R$ 500 mil reais, que já esta sendo coberto.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Para o prefeito Chió, estas obras mostram o compromisso da gestão Cultivando Amor por Esta Terra com o bairro de Lagoa do Mato: “Em dois anos de governo, já construímos uma academia de Saúde, reformamos o posto de saúde e a praça da lagoa, estamos construindo uma escola e um ginásio” – pontuou o gestor.

 

Secome-PMR

Pastor sugere a execução de gays por um ‘Natal livre de Aids’

pastor-aidsA declaração de um pastor evangélico norte-americano do estado do Arizona durante uma pregação para fieis gerou enorme polêmica. De acordo com o religioso, “o mundo pode se livrar da AIDS até o Natal se todos os gays forem executados”. O sermão de Steven Anderson foi feito no último dia 30 de novembro.

Argumentando que membros da comunidade LGBT são “portadores de diversas doenças por causa do julgamento de Deus”, o religioso defendeu que homossexuais e bissexuais integram a mesma categoria de pecadores e, segundo a Bíblia, todos são considerados sodomitas. As informações são do Huffington Post.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Se um homem se deitar com outro homem, como se fosse com mulher, ambos terão praticado abominação; certamente serão mortos, o seu sangue será sobre eles”, disse o pastor citando Levítico 18:22.

“E isso, meu amigo, é a cura para Aids. Está ali mesmo na Bíblia o tempo todo, e eles gastam bilhões de dólares em pesquisa e testes. É curável – ali mesmo. Porque se você executasse os homossexuais como Deus recomenda, você não teria a Aids correndo solta”, destacou.

Outras polêmicas

Esta não é a primeira vez que o pastor Anderson – que, segundo o seu website, não possui nenhuma formação acadêmica mas tem 140 capítulos inteiros da Bíblia decorados na cabeça – chama atenção pelo fundamentalismo. No início do ano, o pastor condenou o divórcio e disse que quem se casa mais de uma vez está cometendo adultério.

O religioso também defende a tese de que mulheres não podem se manifestar nas igrejas. “Elas precisam ficar em silêncio”.

Anderson é acusado de ser fundamentalista e disseminador de ódio entre os fieis.

Pragmatismo Político

Governo do Estado assina convênio com a Caixa para execução do Pronaf e termos de cooperação com municípios

ricardo--O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), firmou convênio com a Caixa Econômica Federal e a Emater para execução do crédito rural do Programa Nacional de Agricultura Familiar (Ponaf). A assinatura ocorreu nesta quarta-feira (11), na sede da Emater, na estrada de Cabedelo, durante a Jornada de Inclusão Produtiva de João Pessoa, que incluiu feira da agricultura familiar, artesanato, oficinas, além de demonstrações sobre emissão de Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAPs).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Também foram assinados termos de cooperação técnica para garantir a ampliação das ações da Emater Paraíba nos municípios de Santa Rita, Mari e termos aditivos com os municípios do Conde, Baia da Traição, Pedras de Fogo, Lucena, Sapé, Marcação e Sobrado. Para garantir uma melhor assistência aos agricultores e ajudar na elaboração de projetos técnicos de financiamentos, foram entregues 136 computadores, um caminhão e uma Pick-up adquiridos pelo programa Pronaf Mais Alimento. E ainda foi assinada proposta de crédito rural Pronaf Mais Alimento para a aquisição de um trator e equipamentos agrícolas.

O governador Ricardo Coutinho ressaltou que a Caixa Econômica Federal passa a ser parceira do Governo do Estado também no crédito rural do Pronaf. Nesta área já atuam os bancos do Brasil e do Nordeste. Ele destacou o papel fundamental da Emater no Estado, classificando a empresa como um braço da extensão técnica aos milhares de agricultores paraibanos.

Segundo o governador, “as jornadas de inclusão produtivas estão fazendo com que a agricultura familiar possa entrar definitivamente na agenda econômica, social e política do Estado, e isto só se faz com qualificação, treinamento e investimentos”. E considerou essencial o trabalho realizado pelos extensionistas da Emater para o desenvolvimento da agricultura familiar.

Ricardo Coutinho enfatizou que as ações da Sedap têm contribuído com a pauta que agrega valor às atividades produtivas nos assentamentos rurais e em todas as comunidades de agricultores. Há investimentos em apicultura, em piscicultura, ovinocaprinocultura, avicultura, fruticultura irrigada e outras tantas atividades produtivas de cooperativas e associações de produtores rurais.

O superintendente da Caixa Econômica Federal na Paraíba, Elan Miranda, afirmou que o convênio firmado com o Estado, por meio da Emater, insere a Caixa no apoio ao fomento da agricultura familiar, levando financiamento às pessoas do campo por meio dos projetos analisados pela Emater. “Agora todos os técnicos da empresa estarão habilitados pela Caixa para elaborarem e aprovarem projetos do agricultor familiar para acesso aos financiamentos de sua produção, o que gera mais trabalho e renda”, observou.

O secretário executivo da Agricultura Familiar, José Gonçalves, avaliou que as jornadas de inclusão produtiva cumprem o papel fundamental para que o Governo do Estado melhor trabalhe as políticas públicas junto aos movimentos e às organizações sociais que incluem os trabalhadores rurais produtores de alimentos para o povo.

O presidente da Emater Paraíba, Geovanni Medeiros, disse que foram três meses percorrendo todo o estado, com a realização de mais de 200 jornadas em favor da agricultura familiar, das populações do campo, da produção de alimentos saudáveis e da inclusão produtiva e social. “Como fruto dessas ações realizadas de forma parceira, só para se ter uma ideia, conseguimos com o PNAE ampliar de 177 famílias agriculturas/beneficiadas para 1.736 famílias agricultoras, elevando o programa para um número 15 vezes maior de famílias participantes”, afirmou.

Ainda segundo o presidente da Emater Paraíba, no campo da seguridade agrícola, somados os três anos, foram 361 mil famílias beneficiárias e inscritas por meio da Emater Paraíba, em programas como Garantia Safra e Bolsa Estiagem, ou seja, ações e programas que possibilitaram que cerca de R$ 301 milhões circulassem na economia paraibana.

Geovanni também destacou a ação conjunta entre a Sedap e suas vinculadas que proporcionaram tornar a Paraíba livre da febre aftosa e, a Emater teve papel importante nesse processo, pois estava presente nos 223 municípios realizando atividades de vacinação orientada em caráter pedagógico com o objetivo de capacitar vacinadores e multiplicadores, além do cadastramento dos criadores, “uma ação de inteligência do Governo do Estado, que acreditamos ter contribuído para êxito das campanhas de vacinação, o que concedeu a Paraíba status livre de aftosa em nível internacional”, disse.

Segundo Geovanni, nos últimos três anos, a Emater Paraíba elaborou e contratou, mesmo num cenário de seca, 11.845 projetos, injetando na economia do Estado cerca de R$ 104 milhões, ainda faltando os números da terceira jornada que está se encerrando. “É sem dúvida, um volume muito expressivo, circulando nos municípios, sobretudo na zona rural”, disse.

Apoio – O prefeito de Baía da Traíção, Manoel Messias, que é indígena potiguar, declarou que as parcerias com a Emater e outras empresas do Governo do Estado têm ajudado a fazer com pequenos municípios como o seu produzam mais alimentos e com mais qualidade.

O agricultor Carlos Robério, do município de Fagundes, declarou que a assistência da Emater tem feito um excelente trabalho para os agricultores familiares de sua região e que sua meta agora é vender seus produtos também para o programa de alimentação escolar. Robério produz por semana cerca de 500 quilos de queijo e manteiga da terra.

Terezinha Ferreira, de Rio Tinto, atua na feira da Emater com a produção e venda de tapioca e afirmou que a orientação dos técnicos da Emater estão fazendo com que ela e os demais agricultores consigam aumentar a renda familiar.

Jornada – Durante a Jornada de Inclusão Produtiva, o projeto Cooperar realizou atendimentos de demandas para projetos produtivos; a Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas (Empasa) expôs peixes em aquários; a Secretaria de Estado da Mulher e Diversidade Humana atendeu por meio do ônibus das Políticas Públicas de Acolhimento a Mulher Rural.

Diversos auxiliares do Governo do Estado participaram da solenidade na sede da Emater Paraíba.

Secom PB