Arquivo da tag: excesso

eSports apresenta perigos para a saúde para quem joga em excesso

Os eSports vieram para ficar e estão a cada dia mais ganhando novos adeptos. Sejam eles jogadores ou admiradores. Isso tem levantado diversas questões pertinentes a respeito dessa nova prática esportiva.

Na verdade, essa discussão não é nova. Desde a década de 1990 especialistas apontam a necessidade de falarmos sobre a exposição demasiada de crianças e de adolescentes à televisão e aos ecrãs.

Com o crescente avanço e popularidade da indústria de jogos digitais, essa preocupação apenas aumentou. Torneios e jogos acontecem um pouco por todo o planeta. Expressões como Bet on CSGO e The International são comuns para os torcedores (sim, existem também torcedores de eSports). Hoje, em um momento em que esses jogos se tornaram modalidade esportiva, é natural que os receios também cresçam.

Afinal, os perigos são mesmo reais. Em meio a torneios milionários e competições internacionais, os jogadores de videogame profissionais são expostos a diversos perigos.

Visão e audição são dois sentidos prejudicados

Um famoso jogador, inclusive, Evgenii ‘Blizzy’ Ri, questionou-se: “Como é possível alguém lesionar-se a jogar videojogos?”. E a resposta dada por seu médico foi taxativa: visão e audição são dois sentidos facilmente prejudicados pela jogatina constante.

Evgenii ‘Blizzy’ Ri é membro de uma das mais fortes equipes de Dota 2 do mundo. Ele participará com seus companheiros na The International, uma das competições que melhor paga nesse mercado.

Seu médico, no entanto, proibiu-o de jogar por aproximadamente seis meses. Essa medida visa desacelerar a perda da visão de Blizzy, além de permitir que ela se recupere 100%.

O problema é que Blizzy e sua equipe podem ficar milionários se ganharem esse torneio. E Blizzy aponta: “Preciso jogar”.

E ele acrescenta: “Antes, não me preocupava com isso. Mas agora tenho a impressão de que (…) não consigo ver muito bem. O meu médico pediu-me para ficar longe do computador durante seis meses, mas não consigo. Preciso jogar”

Apesar de ter sido aconselhado a usar óculos, Blizzy diz que não se adaptou muito bem a isso. E afirma que a falta de visão não atrapalha durante o jogo, já que ele senta muito perto da tela.

Problema no túnel do carpo também é comum

Problema no túnel do carpo é outra grave complicação que atinge os jogadores de eSports. De acordo com os próprios players, em Xangai, onde ocorre The International, muitos reclamam de dores nos braços, nos pulsos e nos cotovelos.

Esse problema causa dormência e formigamento nos dedos, dificuldade de movimento e pode, inclusive, exigir tratamento cirúrgico. Isso ocorre porque os movimentos feitos pelos atletas é repetitivo e nunca varia.

Além disso, o resto do corpo também é atingido. Esses jogadores estão desde a infância treinando para serem profissionais. Jogam mais de 10 horas por dia fora das competições, o que se eleva quando estão em torneios.

As costas são a parte do corpo mais prejudicada. A tensão, afinal, é enorme. Muitos jogam com a vida na mão, pois veem nesses torneios oportunidades únicas de saírem da pobreza ou pelo menos de enriquecerem.

Competições como a The International revelam a necessidade de pensarmos sobre a saúde de quem pratica eSports. Normalmente são adolescentes, jovens e até crianças, que estragam sua saúde física e mental apenas por dinheiro.

 

 

Excesso de café aumenta chance de pressão alta em pessoas predispostas

O consumo habitual de mais de três xícaras de café de 50 ml por dia aumenta em até quatro vezes a chance de pessoas geneticamente predispostas apresentarem pressão arterial alta. A descoberta faz parte de um estudo desenvolvido na Universidade de São Paulo (USP) e publicado na revista Clinical Nutrition.

Estudo anterior mostra, por outro lado, que o consumo moderado de café (de uma a três xícaras por dia) tem efeito benéfico sobre alguns fatores de risco cardiovascular – particularmente a pressão arterial.

A principal autora do estudo, Andreia Machado Miranda, pós-doutoranda no Departamento de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública da USP (FSP-USP), explica que essa conclusão chama atenção para a importância da relação entre o consumo de café e a prevenção da pressão alta. “Como a maior parte da população não tem ideia se é predisposta ou não para desenvolver a pressão alta, o ideal é que se faça um consumo moderado de café. Até onde nós sabemos, pelos nossos estudos e por outros já publicados, esse consumo moderado é benéfico para a saúde do coração”, apontou.

A escolha do café para avaliar essa associação se deu por ser uma das bebidas mais consumidas entre os brasileiros. A pesquisa aponta que ele pode ser protetor para a saúde do coração se usado de forma moderada, mas também pode ser vilão para pessoas predispostas a hipertensão e em doses exageradas. Segundo Andreia, isso ocorre porque o café é uma mistura de mais de 2 mil compostos químicos.

Cafeína

“A hipótese do nosso estudo é que mais de três xícaras podem aumentar as chances [de pressão alta] pela presença da cafeína. A cafeína está associada com a resistência vascular, ou seja, a dificuldade com a passagem do fluxo nos vasos, e também provoca vasoconstrição, que é a contração a nível dos vasos sanguíneos, o que dificulta a passagem do fluxo e tudo isso faz com que haja um aumento da pressão arterial”, explicou.

Os polifenóis, por sua vez, seriam os responsáveis pelas ações benéficas. “São compostos de origem vegetal que não são sintetizados pelo organismo, então precisam ser obtidos pela dieta. Eles têm elevado poder antioxidante, tem uma ação antitrombótica, que significa que impedem a formação de trombos nos vasos, e promovem uma melhoria da vasodilatação, ao contrário do efeito da cafeína”, elencou a pesquisadora.

Dados

A pesquisa é baseada em dados de 533 pessoas entrevistadas no Inquérito de Saúde do Município de São Paulo (ISA), de 2008. O levantamento estadual obteve dados sociodemográficos e de estilo de vida, como idade, sexo, raça, renda familiar per capita, atividade física e tabagismo por meio de um questionário aplicado a mais de 3 mil participantes. Além disso, foram colhidas informações sobre consumo alimentar e feita coleta de sangue para análises bioquímicas e extração de DNA para genotipagem. Em visita domiciliar, foram medidos o peso, a altura e a pressão arterial dos voluntários. Para a pesquisa desenvolvida por Andreia, foi utilizada uma mostra representativa de adultos e idosos.

“Com todos esses dados, fizemos o estudo de associação entre pressão arterial, genética e influência do café. Foi aí que concluímos que indivíduos que tinham uma pontuação mais elevada no score, ou seja, que eram geneticamente predispostos [a pressão alta], e que consumiam mais de três xícaras de café por dia, tinham uma chance quatro vezes maior de ter pressão alta em relação a quem não tinha predisposição”, explicou a pesquisadora.

Pesquisa

A pesquisa, que tem apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), vai avaliar agora o efeito do consumo de café em pacientes com doença cardiovascular – particularmente a síndrome coronariana aguda, causada por obstrução na artéria coronária, que irriga o coração. Os pesquisadores vão avaliar, durante quatro anos, os dados de acompanhamento de 1.085 pacientes que sofreram infarto agudo do miocárdio ou angina instável e foram atendidos pelo Hospital Universitário da USP.

 

Agência Brasil

 

 

Excesso de exercícios leva a alterações negativas em órgãos vitais

A prática de exercícios físicos intensos sem o tempo de recuperação adequado provoca alterações negativas em estruturas vitais do organismo, como coração, fígado e sistema nervoso central, revela pesquisa desenvolvida na Universidade de São Paulo (USP), em Ribeirão Preto.

Antes, já era sabido que esse tipo de treinamento intenso sem intervalos necessários levava à síndrome do overtraining, desencadeando sintomas como depressão, insônia, irritabilidade, queda na imunidade, perda de apetite e de peso.

O trabalho mostra que os prejuízos vão além da queda do rendimento.

O professor Adelino Sanchez Ramos da Silva, da Escola de Educação Física e Esporte, disse que a síndrome de overtraioning era explicada, até então, pelo fato de que lesões no tecido musculoesquelético causadas pelo exercício excessivo induziriam à liberação na corrente sanguínea de substâncias pró-inflamatórias (proteínas produzidas por células de defesa e conhecidas como citocinas), que desencadeariam os efeitos sistêmicos.

A pesquisa, coordenada por ele, comprovou essa hipótese, formulada há 20 anos, e mostrou que há outras alterações negativas em órgãos vitais.

“O diferencial dos nossos estudos, que vêm sendo desenvolvidos há 10 anos, é que, além dessas alterações, nós verificamos, em estudos com camundongos, que o desequilíbrio entre o excesso de exercício físico e o período destinado à recuperação está associado a uma inflamação em músculos esqueléticos, sangue, hipotálamo, coração e fígado”, explicou Silva.

Subida e descida

Foram feitos testes com camundongos, submetidos a diferentes práticas de overtraining, como corrida no plano, na subida e na descida, durante oito semanas.

Todos os protocolos de exercícios em excesso provocaram prejuízo na sinalização da insulina no tecido musculoesquelético, ou seja, as células musculares ficaram com mais dificuldade de captar a glicose que circula no sangue.

“Essa dificuldade foi compensada tanto pelo coração quanto pelo fígado, que aumentaram os estoques de glicogênio”, disse Silva.

Ele acrescentou que o coração apresentou sinais de fibrose e também sinais moleculares de hipertrofia patológica. O fígado teve aumento da gordura que ocorre, por exemplo, em doenças como diabetes e obesidade.

A inflamação no hipotálamo foi associada à diminuição do apetite e do peso corporal dos camundongos.

“É importante frisar que, após duas semanas de recuperação total, em que os animais não foram submetidos a nenhuma sessão de treinamento, as alterações inflamatórias no músculo esquelético, no soro e no hipotálamo retornaram aos valores normais, no entanto, o desempenho dos animais continuou diminuído”, afirmou.

Segundo o pesquisador, esse resultado sugere que outros mecanismos, além da citocinas pró-inflamatórias, estejam envolvidos na diminuição do desempenho em resposta ao desequilíbrio entre o excesso de exercício físico e o período destinado à recuperação.

“Os próximos passos da nossa pesquisa serão avaliar animais que apresentam deficiência dessa citocinas, que são conhecidos como animais nocaute, para que possamos averiguar qual o real papel dessas citocinas”, afirmou.

Educação física

Silva destacou que o exercício físico – feito de forma regular e moderada e sob orientação de um profissional de educação física – é uma estratégia “não farmacológica extremamente eficiente para a prevenção e tratamento de diversas patologias”.

“Os nossos resultados servem como alerta para os indivíduos que treinam em excesso e não respeitam um período adequado de recuperação.

Esse período varia muito em relação a sessões de treinamento e ao nível inicial de condicionamento do praticante.

De forma geral, nós podemos dizer que um período entre 24 horas e 48 horas é suficiente para a recuperação”, finalizou.

 

Agência Brasil

 

 

PRF intensificará fiscalização sobre embriaguez e excesso de velocidade

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia nesta sexta-feira (9) a Operação Carnaval de 2018. Será intensificada a fiscalização relativa a condução irregular de motocicletas, ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e embriaguez ao volante.

A Operação Carnaval será encerrada na “Quarta-feira de Cinzas”. Na Paraíba, A PRF vai ter as escalas de serviços reforçadas por equipes de agentes que trabalham na área administrativa lotadas em outros Estados, que vão apoiar na fiscalização, intensificada principalmente nos trechos das rodovias federais BR-101 e BR-230, sobretudo os que dão acesso para os litorais Norte e Sul da Região Metropolitana de João Pessoa.

A embriaguez ao volante é uma das maiores preocupações da PRF durante a festa do Carnaval. Esse período é considerado o mais crítico do ano, tendo em vista a possibilidade do aumento de ocorrências de acidentes provocadas por pessoas que insistem em dirigir sob efeito de bebida alcoólica.

Dirigir sob influência de álcool é uma infração de natureza gravíssima e, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a penalidade de multa é no valor de R$ 2.934,70 e, em caso de reincidência, a multa passa para R$ 5.869,40. O infrator além de receber sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação, ainda terá o seu direito de dirigir suspenso por 12 meses.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Feriado tem uma morte no trânsito e 171 multados por excesso de velocidade na PB

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta sexta-feira (13) o resultado das últimas 48 horas da “Operação 12 de Outubro” de 2017, que aconteceu nas rodovias federais que cortam o estado da Paraíba. Ao todo, foram 7 ocorrências de acidentes, com 8 vítimas, sendo 7 feridas leves e 1 morta.

O acidente fatal aconteceu às 10h10 da quinta-feira (12), no km 504, da rodovia BR-230, município de Cajazeiras, Sertão paraibano. O acidente que envolveu um veículo não identificado e uma motocicleta provocou a morte de uma mulher de 37 anos, que estava como passageira da moto. O condutor da moto sofreu apenas escoriações leves.

A PRF também fiscalizou 578 veículos, lavrou 539 Autos de Infração de Trânsito, 171 veículos com excesso de velocidade foram detectados pelo radar e 279 testes de alcoolemia foram realizados com o resultado de 14 pessoas reprovadas e autuadas e uma conduzida para Delegacia de Polícia.

Ainda, outras duas pessoas foram conduzidas para Delegacia de Polícia. Uma por cometer crime de trânsito e outra com mandado de prisão em aberto.

A Operação 12 de Outubro da PRF, segue até às 23h59 do domingo (15) e será proibido o trânsito em trechos de pistas simples, os transportes de cargas de Combinações de Veículos de Carga (CVC), de Combinação de Transportes de Veículos (CTV), Combinações de Veículos e Cargas Paletizadas (CTVP), bem como outros veículos também portadores de Autorização Especial de Trânsito. A restrições será entre às 16h às 22h no domingo.

Algumas recomendações para uma viagem segura:

– Lembrar que antes de pegar a estrada é recomendável verificar as condições de segurança do veículo e se os documentos estão dentro da validade.

– Nos automóveis, checar os níveis de água e fluídos, as condições dos pneus, suspensão, freios, farois, lanternas, limpadores de parabrisas entre todos os outros itens do sistema de iluminação;

– Nas motocicletas e outros veículos de duas rodas motorizados além de verificar os níveis de óleo e combustível, checar as condições dos pneus, raios (se tiver), corrente, retrovisores e o sistema de iluminação;

– Bom lembrar que tanto o motorista, quanto o motociclista não deve esquecer dos documentos pessoal e do veículo. Os Motociclistas e os demais condutores de veículos de duas rodas, assim como os caronas, além de uso de roupas adequadas, são obrigados a usar o capacete com viseira ou óculos de proteção específicos.

Quando estiver dirigindo:

– Lembrar que os faróis acesos são obrigatórios em rodovias também durante o dia;

– Mantenha uma distância segura do veículo que segue a sua frente;

– Observe e respeite a sinalização e os limites de velocidade;

– Em pista dupla dê preferências aos veículos que trafegam na faixa da esquerda;

– Só faça ultrapassagem em locais permitidos;

– Não faça uso de bebida alcoólica ou substâncias consideradas tóxicas se for dirigir.

A PRF dispõe do telefone 191 para informações, comunicação de acidentes e denúncias. A ligação é gratuita e atende 24 horas em todo País.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Site calcula excesso no ICMS de contas de luz e diz quanto você pode receber de volta

Arquivo/Agência Brasil
Imagem Ilustrativa

A Proteste Associação de Consumidores lançou uma plataforma que permite calcular cobranças indevidas do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) na conta de luz. Para saber se foi vítima de abuso, o consumidor deve informar o gasto mensal, estado e concessionária de energia elétrica.

A Associação quer que as empresas reembolsem os consumidores lesados. Através do simulador da Proteste, o consumidor pode estimar o que foi pago a mais em ICMS na sua conta de luz, nos últimos cinco anos para, então, decidir ir buscar o ressarcimento.

De acordo com os cálculos obtidos por meio do Simulador da PROTESTE, um cliente da Companhia Elétrica Light (RJ), por exemplo, no período de janeiro de 2013 a dezembro de 2016 poderia obter uma restituição de R$ 2.576,72. O consumo médio de energia da residência foi de 525 KWh por mês, com isso ele recuperaria aproximadamente 43% do ICMS pago.

A Proteste considera abusiva a cobrança do ICMS na conta de luz e incentiva que os consumidores façam valer os seus direitos e busquem reaver os valores indevidamente cobrados. Caso o consumidor queira saber como conseguir o ressarcimento apontado pelo simulador.

Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Excesso de álcool lidera atendimentos do Samu durante Folia de Rua e Carnaval Tradição

samuExcesso de álcool liderou os atendimentos realizados pelo Serviço de Atendimento Móvel (Samu) durante o Folia de Rua e o Carnaval Tradição com 19 casos. Ao todo, o serviço contabilizou 63 atendimentos, sendo 57% em homens e 43% em mulheres. Mal-estar e ferimento corte contuso completam as lista de ocorrências mais registradas, com sete e cinco chamados, respectivamente.

“Nas Muriçocas e Virgens desse ano, colocamos ambulâncias espalhadas pelo corredor do Via Folia, além de uma Unidade de Suporte Básico de Vida (USB) no Posto 99, uma Unidade de Suporte Avançado de Vida (USA) e UBS no Pão de Açúcar e uma USA no cruzamento da Avenida Epitácio Pessoa com a Miguel Sátiro”, explicou a coordenadora geral do Samu, Érika Rivenna.

O esquema contribuiu para desafogar as Unidades de Pronto Atendimento (Upas), que receberiam boa parte dos casos, explicou Érika Rivenna. “Desse total, 60 atendimentos foram realizados e liberados no local, o que é muito bom. No geral, o balanço foi positivo, já que não registramos casos de ferimento por arma de fogo e armas brancas”, concluiu.

Número de atendimentos por evento:

Bloco dos Atletas e Banho de Cheiro – 1 atendimento

Bloco Virgens de Tambaú – 31 atendimentos

Bloco Muriçocas do Miramar – 28 atendimentos

Desfiles do Carnaval Tradição – 3 atendimentos

Secom-JP

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

PRF flagra mais de 700 motoristas com excesso de velocidade

prf-radaresA Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou diversas irregularidades durante o final de semana nas rodovias federais que cortam a Paraíba. Da última sexta até o domingo, mais de 700 condutores foram flagrados trafegando com excesso de velocidade. Ultrapassagem proibida, motociclistas sem fazer uso do capacete, falta do uso do cinto de segurança e condutores dirigindo sob efeito de álcool também foram algumas das infrações observadas.

Motocicletas, veículos de passeio e autocargas cometeram a infração de transitar em velocidade superior à máxima permitida, e que dependendo do excesso cometido, pode caracterizar infração gravíssima, computando 7 pontos na CNH. As irregularidades foram observadas principalmente nas BRs 230, 101 e 104, onde o fluxo de veículos é mais intenso e as maiores velocidades foram flagradas: 167, 171 e 178 Km/h.

A PRF alerta que condutores que trafegam pelas rodovias federais precisam ficar atentos, pois além dos radares fixos instalados, diversos radares fotográficos portáteis estão em operação diariamente em todo estado, inclusive trabalhando de forma sequenciada. Ou seja, um mesmo condutor pode ser flagrado diversas vezes em uma mesma viagem durante seu trajeto.

Segundo a PRF as velocidades altas (acima do limite permitido) e as inadequadas (dirigir rápido demais para as condições do momento) são sempre maléficas. Em alta velocidade, os efeitos dos erros dos condutores são ampliados e o tempo de parada (tempo de reação + tempo de frenagem) implica em uma maior distância percorrida.

Veja flagrantes

Veja os valores e pontuação na CNH:

Se o excesso foi de 20% acima da máxima permitida, a infração é média, computa 4 pontos na CNH e o valor é R$ 130,16.

Caso o excesso fique na faixa de 20 a 50 % acima da máxima permitida, a infração é grave, computa 5 pontos na CNH e o valor é R$ 195,23.

Mas se o excesso cometido for acima de 50% da máxima permitida, a infração é gravíssima, computa 7 pontos na CNH e o valor é 880,29, além da penalidade da suspensão do direito de dirigir.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Excesso de açúcar pode causar infarto

acucar-em-casaEm uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde, apontou que os brasileiros estão comendo mais açúcar. O número chega a ser bem maior entre os jovens. Cerca de 30% deles consomem doces, refrigerantes e sucos artificiais cinco dias por semana, o que é considerado um consumo excessivo.

O açúcar em excesso pode trazer problemas de hiperglicemia, diabetes e até derrame cerebral e infarto. A Associação Americana do Coração recomenda que nenhuma criança com menos de dois anos coma doces. Os adultos devem consumir apenas 25g de açúcar por dia.

Esses problemas acontecem porque o açúcar não contém nenhum nutriente, por isso é rapidamente digerido pelo organismo e transformado em glicose. Quando consumido em excesso, irá gerar gordura, que naturalmente cairá na circulação e entupirá as artérias, podendo levar ao infarto e derrame cerebral.

Fonte: Minha Vida

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Excesso de açúcar no sangue (mesmo sem ter diabetes) é um problema comum

acucarVocê anda sentindo fome constantemente?

Esse é apenas um sintoma do elevado índice de açúcar no sangue.

Há quem pensa que apenas os diabéticos sofrem com a elevação de açúcar no sangue.

Mas isso não é verdade – qualquer pessoa pode sofrer com os sintomas provocados por alimentos muito doces.

Portanto, refrigerante, bombons, bolos e biscoitos recheados, por exemplo,  devem ser evitados por todos.

Então, para que fique claro: dependendo do que se come, todos em algum momento podem ter elevação do açúcar no sangue.

O verdadeiro problema, porém, é quando os níveis de açúcar no sangue permanecem elevados por um longo período de tempo, pois isso pode causar problemas de saúde mais graves.

Veja o que mais pode causar a elevação do açúcar no sangue:

– Uso de medicamentos químicos

– Alguns problemas de saúde

– Estresse

– Falta de exercícios físicos

Estar com o nível de açúcar elevado não significa necessariamente que você tem diabetes – este é apenas um sintoma dela.

Outros sintomas que indicam a elevação do açúcar no sangue são:

Boca seca

Aumento da sede

Vontade de fazer xixi frequentemente

fome constante

cansaço extremo

pele seca

ganho de peso e excesso de gordura abdominal

dificuldade de concentração

Visão embaçada

infecções recorrentes

problemas de estômago

problemas de nervos

cicatrização lenta de feridas e cortes

Impotência sexual

Para diminuir os sintomas de alto teor de açúcar no sangue, a recomendação é aumentar o consumo de alimentos de baixo índice gliêmico.

Se você não for diabético, apenas isso pode ser o bastante para resolver o problema.

Os alimentos com baixo IG são digeridos e absorvidos lentamente.

Eles produzem aumento gradual do açúcar no sangue.

Os alimentos de baixo IG são muito benéficos para a saúde, pois reduzem os níveis de açúcar e a resistência à insulina.

As dietas de baixo IG também têm benefícios para o controle de peso, porque elas ajudam a controlar o apetite e atrasar a fome.

Aqui está uma relação com alimentos de baixo IG – coma-os com frequência e sentirá a diferença:

ameixa (fresca)

maçã

cereja

pera

melão

kiwi

limão

laranja

cenoura

iogurte natural

kefir

brócolis

quinua

grão-de-bico

brotos

batata-doce

cebola

feijão-branco

lentilha

nozes

castanha-do-pará

farinhas funcionais (coco, banana verde, berinjela, maracujá, linhaça)

E a melancia?

É um caso especial que merece explicação.

A melancia tem um índice glicêmico elevado, mas uma carga glicêmica baixa.

Traduzindo: a glicose proveniente da melancia é absorvida rapidamente, mas o total de glicose é baixo.

Isso significa que, numa dose moderada, a melancia não aumenta a glicemia.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

curapelanatureza

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br