Arquivo da tag: ex-deputado

Morre em João Pessoa o ex-deputado estadual Nivaldo Manoel

O pai da vereadora de João Pessoa, Eliza Virginia (Progressistas), ex-deputado estadual Nivaldo Manoel, faleceu nesta terça-feira (16).

A própria vereadora confirmou a informação através de publicação em suas redes sociais.

Nivaldo estava em tratamento de um câncer na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Napoleão Laureano.

Confira a publicação:

pbagora

 

 

Ex-deputado Ricardo Marcelo é internado em JP com suspeita de coronavírus

Mais um político paraibano foi atingido pela pandemia do coronavírus. Depois dos ex-deputados Wilson e Lúcia Braga, e mais recentemente Dinaldo Wanderely, agora quem encarar a batalha é o ex-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Ricardo Marcelo.

O parlamentar foi internado nesta quinta-feira (28),em um hospital particular de João Pessoa com a Covid-19, doença provocada pelo novo Coronavírus, mas, diferentemente dos outros colegas, não apresenta sintomas tão graves.

A esposa do político, Crisneilde Rodrigues, contou à imprensa que ele apresentou os primeiros sintomas, semelhantes aos de uma sinusite, entre os dias 15 e 16 deste mês, mas o quadro se agravou, tendo sido necessária a internação no último domingo (24).

O ex-deputado já passa bem, conforme a esposa, não apresentando nenhum sintoma da doença.

A expectativa é que ele receba alta até o fim desta semana.

Com Blog do Ninja

 

 

Covid-19 mata o ex-deputado e ex-prefeito de Patos Dinaldo Wanderley

A cidade de Patos amanheceu neste domingo (24) com uma triste notícia.  faleceu por volta das 6h10min , no Hospital Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa, o ex-prefeito de Patos Dinaldo Wanderley, de 69 anos. Dinaldo estava internado há vários dias com suspeita de coronavírus.

O ex-prefeito de Patos Dinaldo Wanderley voltou a ser intubado na noite desta sexta-feira (22), no Hospital Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa. Dinaldo tinha apresentado uma melhora na última quarta-feira (20) e receberia alta da UTI, porém voltou a ficar cansado.

Além de prefeito de Patos por dois mandatos (de 1997 a 2004), ele também foi deputado estadual. Antes de ser político, era um bem sucedido comerciante e foi jogador de futebol quando jovem, atuando pelo Nacional de Patos.

 

pbagora

 

 

Tião Gomes registra Votos de Pesar na ALPB pelo falecimento do ex-deputado e ex-secretário Pedro Adelson

O deputado estadual Tião Gomes, externou sua consternação pelo falecimento do ex-deputado estadual e ex-secretário de Estado, Pedro Adelson, ocorrido nesta quinta-feira (21) em João Pessoa, Paraíba. Durante sessão remota da Assembleia Legislativa, o parlamentar protocolou Votos de Pesar.

Pedro Adelson era natural do município de Alagoinhas, no Brejo paraibano. Ele era advogado, ex-procurador aposentado, ex-deputado estadual, por vários mandatos e também ocupou várias secretarias no Governo da Paraíba.

Para o deputado Tião Gomes, o Brejo paraibano perdeu um grande político e jurista que nunca se esqueceu da região e que sempre honrou a classe política.

“Pedro Adelson pertencia a uma gleba de políticos que tinha na oratória a diferença de um patrimônio de poucos, quando subia na tribuna, todos paravam para escutar e admirar. Época de ouro, onde ele se destacava junto com Simão Almeida, Gilvan Freire, Arnóbio Viana, dentre outros. Homem de posição firme e conhecedor profundo dos problemas estaduais e nacionais. O Brejo paraibano está de luto pela partida de um grande representante da região”, afirmou Tião Gomes.

 

portaldolitoralpb

 

 

Ex-deputado convoca militância para rejeitar rompimento com o governo da Paraíba

O ex-deputado federal Luiz Couto e agora secretário da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido do governo do Estado resolveu romper o silêncio e criticou a atitude do presidente estadual do PT da Paraíba, Jackson Macedo, que segundo ele, convocou de forma equivocada os diretorianos, contrariando o que é importante para PT, que é o processo democrático e o diálogo com todas as forças.

Para Couto, a hora não é de dividir, mas sim, somar e que o PT não pode se isolar, mas sim unir forças para que o partido possa trabalhar na perspectiva de que a Paraíba continue assegurando para o seu povo a sua dignidade e qualidade de vida que merece.

A manifestação de Couto se deu através de um vídeo gravado e publicado na internet , no qual ele diz da sua preocupação com o fato da possibilidade do PT sair da aliança com o governo do Estado.

“O PT não é dono de ninguém. Ele é uma obra construída por toda ação dos seus dirigentes, mas principalmente pela sua militância. Por isso, convido a todos para que no dia 7, nós votemos pela rejeição dessa proposta de rompimento do PT com o governo João Azevedo”, disse.

Couto lembrou ainda que o Partido dos Trabalhadores foi responsável pela promoção e votação que teve João Azevedo e onde esteve presente ainda o PPS, que agora é o Cidadania. Por isso, disse que é preciso estar antenado e refutar a pecha de que o governador é bolsonarista.

“João e os demais governadores estão apenas trabalhando para que o Nordeste possa crescer porque se depender do governo federal, nada virá e nesse sentindo não tem nada disso ou que ele não esteja cumprindo aquilo que disse que cumpriria no plano de trabalho colocado para a sociedade e que agora está implementando”, explicou.

Ele lembrou ainda que é preciso cuidar para que o PT continue com a Secretaria da Agricultura Familiar, que agora está organizada e desenvolvendo diversas ações.

“Vamos fazer com que a Paraíba se torne o celeiro das sementes “Crioulas da Paixão”, que possamos investir cada vez mais na certificação dos produtos da agricultura familiar. Não é hora de romper. É hora de se unir. Vamos derrotar essa proposta de rompimento”, enfatizou o ex-deputado.

 

paraibaonline

 

 

Ex-deputado é acusado de atirar em candidato a vereador na Paraíba

bado-venancioO candidato a vereador na cidade de Cuité, no Curimataú paraibano, Abdã Pessoa, acusou,  neste sábado (1º),  o ex-deputado Bado Venâncio de atentar contra sua vida efetuando disparos de arma de em sua direção.

Em boletim de ocorrência, registrado na delegacia de Cuité, o candidato contou que estava na casa de uma irmã quando recebeu um telefonema de primo, Wagner Furtado, dando conta de que estava sendo perseguido por motos e o veículo de Bado.

Ainda segundo o depoimento do político, ele saiu em sue carro para ajudar o parente e ao chegar ao local, foi abordado pelo ex-parlamentar que já desceu do veículo com uma arma em punho e desferiu um tiro.

Confira trecho do boletim de ocorrência

cuite

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Ex-deputado estadual volta a trabalhar com ambulantes em João Pessoa

toinho do sopãoO ex-deputado Toinho do Sopão voltou a trabalhar com ambulantes no Centro de João Pessoa. Recordista de votos em 2010 com mais de 55 mil votos, ele não conseguiu não passou de 6850  votos em 2014.

Em contato com o Portal MaisPB, na tarde desta quarta-feira (20), Toinho disse que não vai procurar ajuda de eleitos e revelou que se tivesse voltado para a Assembleia Legislativa não teria votado na eleição de Adriano Galdino (PSB). “Com o meu voto, Ricardo Marcelo teria sido eleito”.

O ex-deputado alegou falta de condições financeiras para retornar a distribuição de sopa no Centro da Capital, afirmando que o projeto é tão caro que “ninguém quis lhe imitar”. “Nem Ricardo Coutinho conseguiu”, afirmou, recordando que o Governo do Estado iniciou projeto semelhante.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Toinho disse que profissionalmente voltou a alugar um espaço para que ambulantes possam guardar as mercadorias cobrando uma taxa pelo aluguel.

Écliton Monteiro – MaisPB

Morre em Brasília ex-deputado federal paraibano, Edme Tavares

Edme-TavaresO ex-deputado federal, Edme Tavares, morreu aos 78 anos na madrugada deste sábado (16), em Brasília, Distrito Federal, vítima de insuficiência respiratória. Edme Tavares, considerado um dos maiores benfeitores de Cajazeiras e de toda a região sertaneja, desde o inicio do ano lutava contra um câncer de pulmão e o agravamento da doença o levou a ser internado no hospital de Brasília, sob os cuidados de uma equipe de especialistas do hospital Sírio Libanês, na Capital Federal da República, onde faleceu.

 Natural de Cajazeiras, filho do comerciante e contador Antônio Aquino de Albuquerque e de Honorina Tavares, Edme Tavares era advogado, formado em Direito pela Faculdade de Direito do Rio de Janeiro. Ainda muito jovem, ingressou na seara política a convite do então governador João Agripino, oportunidade em que ocupou a chefia de gabinete no período de 1966 a 1970.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

 Deputado estadual por três mandatos consecutivos, no período de 1970 a 1982, e deputado federal por duas legislaturas, no período de 1983 a 1990, Edme Tavares participou da Assembléia Nacional Constituinte como presidente da Comissão de Ordem Social, sendo um dos responsáveis pela elaboração da Constituição Federal de 1988.

 Edme Tavares também ocupou diversos cargos públicos no poder executivo, tendo sido Secretário de Estado nos governos João Agripino, Tarcísio Burity, José Maranhão e Cássio Cunha Lima. O ex-deputado ainda foi assessor da Presidência da República no governo do então presidente Fernando Henrique Cardoso, no período de 1995 a 2002.

Ao longo de sua carreira de parlamentar, Edme Tavares, legítimo representante da população cajazeirense e de municípios da região, revelou-se um estudioso dos problemas sociais e econômicos do alto sertão paraibano e um batalhador incansável no sentido de identificar alternativas para atenuação desses problemas, com ações marcantes nas áreas de educação, social, trabalho e desenvolvimento social.

 Edme Tavares foi um dos responsáveis pelas principais conquistas da região sertaneja. Graças a sua atuação parlamentar, mais de 40 cidades foram contempladas com ações e serviços dos governos federal e estadual, com destaque para construção de escolas, postos de saúde, hospitais, estradas, dentre outros inúmeros benefícios. A redução no tempo de aposentadoria do trabalhador rural é outra iniciativa parlamentar de Edme Tavares.

 O ex-deputado também teve papel decisivo na conquista da Escola Técnica Federal de Cajazeiras, hoje convertida em IFPB, instituição cujos inegáveis benefícios se fazem sentir desde sua criação e que tendem a se multiplicar a curto e médio prazo com abrangência estendida à realização de cursos superiores nas áreas de Ciência e Tecnologia.

 Edme Tavares de Albuquerque era natural de Cajazeiras, tinha como irmãos Edna, Edneide, Regina, Reginaldo e Ednaldo. Era viúvo da senhora Clotilde Albuquerque e pai de Hellen, Edda, Edme Filho, Helga e Hertha.

 O corpo do ex-deputado estará sendo transladado para Paraíba e velório será realizado neste sábado (16), na Casa de Velórios Morada da Paz, na Avenida João Machado, 1214, em Jaguaribe, em João Pessoa, e o seu sepultamento ocorrerá no domingo, no Cemitério Senhor da Boa Sentença, também na capital paraibana.

MaisPB

Ex-deputado acredita na manutenção da aliança entre Cássio e Ricardo: “Não há motivo para rompimento”

ricardo e cassioO ex-deputado e ex-prefeito de Guarabira, Jáder Pimentel (PSB) ainda acredita na manutenção da aliança do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e o governador Ricardo Coutinho (PSB) para as eleições 2014.
“A aliança que elegeu Ricardo e Cássio, eu tenho impressão, vai permanecer. E por que isso? Porque eu não vejo motivo nenhum para rompimento”, declarou neste final de semana o atual procurador jurídico da cidade de Guarabira em entrevista a imprensa do Brejo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com Pimentel, mesmo que venha acontecer uma racha entre Ricardo e Cássio, ele já adiantou que segue com o grupo do governador. “Eu sou do PSB, partido de Ricardo e da deputada estadual Léa Toscano”, defendeu.

O líder guarabirense destacou o governador fez muitas ações na região metropolitana de Guarabira e esse é o motivo pelo qual não deixará o socialista.

“Em Guarabira, no governo de Ricardo, todos percebem que a saúde, a segurança e a educação nunca estiveram tão bem como agora”, afirmou.

MaisPB

com Portal25horas

Ex-deputado prevê Cássio aliado ao PMDB e disputando o Governo da Paraíba

armandoConhecido por acertar resultados da política paraibana, o ex-deputado federal Armando Abílio previu, nesta quarta-feira (1) o rompimento do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) com o governador Ricardo Coutinho (PSB) para a disputar do Governo do Estado.

Armando Abílio, que foi ficou conhecido como ‘Mãe Dinah’, por justamente acertar a aliança do tucano com o socialista quando a composição parecia impossível, também diz ‘vê’ o ex-governador aliado ao PSDB que tem como pré-candidato o ex-prefeito de Campina Grande Veneziano Vital do Rêgo e é presidido pelo ex-governador José Maranhão.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ainda na sua ‘visão’, Armando Abílio ‘aposta’ que Cássio vai disputar o Palácio da Redenção juntamente com uma gama de partidos como PPS, PEN, OS, PSD e PTB.

Ainda segundo ele, a composição será eficiente e vencerá a eleição no primeiro turno. “Não haverá segundo turno”, visualiza o suplente de deputado federal em postagem no Twitter.

“Mãe Dinah prevê: Cássio é candidato coligado ao PMDB,PPS,PEN,PS,PSDPTN. Não haverá segundo turno”, escreveu o médico.

Previsões acertadas – Armando Abílio é conhecido na política paraibana por acertar previsões em relação as eleições no Estado. Fato ao qual tem recebido o apelido de Mãe Dinah, em comparação a vidente paulista que ganhou notoriedade ao afirmar que previu o empeachment do presidente Collor e o acidente que vitimou os integrantes da Banda Mamonas Assassinas.

Abílio também acertou ao afirmar a aliança do hoje governador Ricardo Coutinho com o senador Cássio Cunha Lima quando a composição entre o socialista e o tucano era considerada impossível nos bastidores da política paraibana.

No períodio que começava as discussões para as eleições 2012, Armando Abílio também previa o sucesso político do hoje vice-prefeito de João Pessoa que se lançava como pré-candidato a gestor pelo PPS, mesmo sem ter nenhuma popularidade na política e também nunca ter sido testado nas urnas. Abílio garantia que Nonato era o único no bloco político que poderia aglutinar legendas para enfrentar o grupo liderando pelo governador Ricardo Coutinho, a candidatura do senador Cídero Lucena e a do ex-governador José Maranhão. Mesmo não tendo encabeçado a chapa, Nonato Bandeira conseguiu a vaga de vice e junto com Luciano Cartaxo conseguiu vencer os outros três grupos considerados fortes.

Roberto Targino – MaisPB