Arquivo da tag: evolução

Ruschel, Follmann e jornalista têm boa evolução; Neto é quem mais preocupa

(Foto: Leonardo Lourenço)
(Foto: Leonardo Lourenço)

Os dois médicos brasileiros que estão em Medellín com os sobreviventes do voo da Lamia concederam nova entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira para atualizar o estado de saúde dos quatro pacientes brasileiros, todos internados no Hospital San Vicente, em Rionegro, referência na Colômbia.

Ao lado do diretor do hospital colombiano, Ferney Rodríguez, o médico intensivista Edson Stakonski e o ortopedista Marcos André Sonagli, que representam a Chape na Colômbia, explicaram o estado de saúde dos jogadores Alan Ruschel, Neto, Jackson Follmann e do jornalista Rafael Henzel.

– Neto é quem mais preocupa. Está sedado, entubado, continua em situação muito crítica, com respiração mecânica e algumas questões pendentes, em cuidado intensivo, com relaxamento muscular, vamos ver como evolui nas próximas 12 a 24 horas – disse Stakonski.

Os três médicos ressaltaram que a evolução de Neto é mais lenta, mas não houve regressão em seu estado clínico.

Todos eles correm risco de ter infecção, pneumonia. Um dos maiores receios em UTI é infecção. Por isso precisamos ter cautela
Edson Stakonski, médico intensivista

– Todos eles correm risco de ter infecção, pneumonia. Um dos maiores receios em UTI é infecção. Por isso precisamos ter cautela – disse Stakonski.

– Só de três deles terem a possibilidade de saírem do leito, já é um grande sinal. Três estão quase se sentando, é uma grande evolução – emendou o médico, sobre Ruschel, Follmann e Henzel.

– Tirá-los da cama é uma evolução bastante importante. Ajuda na fisioterapia e recuperação – disse Sonagli.

Segundo os médicos, Ruschel, Follmann e Henzel estão conscientes e animados, conversando muito com as famílias.

– Follmann está bem, estável, evolui bem. Vai fazer revisão das feridas operatórias ainda hoje – disse Rodríguez.

– Hoje ou amanhã vamos fazer uma limpeza das feridas do Jackson. Não há previsão de aumentar a amputação. Pra cicatrizar melhor e ter um bom prognóstico futuro – completou Sonagli.

– Alan Ruschel está estável, esperamos que ele se mexa um pouco mais, a cirurgia na coluna evolui de forma boa – disse Rodríguez.

Sobre o jornalista Rafael Henzel, os médicos relataram que ele está consciente e, por enquanto, não será feita uma cirurgia nas fraturas da costela.

Stakonski contou que conversou com os dois membros bolivianos da tripulação que sobreviveram ao acidente. Ambos reforçaram que não houve qualquer comunicação de emergência do piloto para os passageiros, apenas a recomendação de praxe para que colocassem o cinto de segurança, preparando-se para o pouso.

Os médicos voltaram a dizer que qualquer teoria sobre o motivo de eles terem sobrevivido é mera especulação e que não se sabe ainda a posição de cada um no avião.

Globoesporte.com

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Cirurgia de Alzheimer feita na Paraíba freia evolução do mal e recupera memória

AlzheimerPela primeira vez, na Paraíba, foi realizada a ‘estimulação cerebral profunda’ em paciente com mal de Alzheimer. A cirurgia é capaz de frear a evolução da doença e recuperar as funções da memória quando o problema está em estágio inicial. A intervenção aconteceu no dia 11 de dezembro, no Hospital Napoleão Laureano, em um paciente de 77 anos. Estima-se, no Brasil, 1 milhão e 200 mil pessoas com Alzheimer.

De acordo com o neurocirurgião Rodrigo Marmo, que realizou a cirurgia, a melhora da função da memória é comprovada e tem se mostrado em ressonâncias realizadas nos pacientes um ano depois da operação. “Há um aumento do volume do hipocampo, que é a parte do cérebro que controla a memória”, observou. Os médicos também se baseiam num exame chamado PET-Scan, que mede o metabolismo cerebral. Ele se modifica após a cirurgia no paciente com Alzheimer, e áreas da memória que estavam com pouco metabolismo se tornam mais ‘quentes’, segundo o especialista.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Antes do paciente se submeter à cirurgia, a família até pensou em ir para o Canadá, mas o médico explicou que ela poderia ser feita aqui e, após todos os exames necessários, realizou o procedimento. O idoso estava perdendo a memória e a medicação que tomava há um ano e meio fazia pouco efeito.

A família preferiu não identificar o paciente, mas a esposa dele afirmou que, ao saber da possibilidade da cirurgia, todos ficaram entusiasmados. “Tínhamos a opção de investir na cirurgia, cujos benefícios ainda não podemos ver, ou ficávamos na administração normal da medicação sem saber o destino. Optamos por lutar pela cirurgia. Fomos à Justiça e conseguimos que fosse realizada”, comemorou.

Resultados. O paciente paraibano foi operado na manhã da sexta-feira e recebeu alta no domingo, sem intercorrência neurológica. A melhora é progressiva, mas só após 30 dias é possível perceber alguma evolução. “Acho que o grande desafio foi o fato de ter sido uma primeira cirurgia desse porte no Brasil”, destacou o neurocirurgião Rodrigo Marmo.

Lucilene Meireles

Evolução do cérebro pode explicar por que as mulheres traem

Ilustração/Lumi Mae
Ilustração/Lumi Mae

A mulher nunca esteve tão propensa a ter vários parceiros e a trai-los. A culpa destes comportamentos é a evolução de seu cérebro que está mudando com a vida moderna e lhe tornando insaciável. A independência econômica feminina também estimula a rotatividade nos relacionamentos e a ‘pulada de cerca’, já que lhe daria mais segurança para bancar as consequências de um possível rompimento. Essas são as conclusões de estudos recentes da neurociência e da psiquiatria abordados no Congresso Internacional do Cérebro, Comportamento e Emoções, que aconteceu na semana passada em Porto Alegre (RS).

Do ponto de vista biológico, o comportamento adúltero tem relação direta com o sistema de recompensa do cérebro, associado à liberação da dopamina, substância química responsável pela sensação de prazer. O sistema é ativado quando fazemos sexo e comemos alimentos saborosos. Isto é, ao fazermos essas atividades, ele nos fornece uma recompensa levando-nos, portanto, a repeti-las para nos sentirmos bem.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O sistema funciona da mesma maneira em homens e mulheres, mas pesquisas recentes descobriram que seus efeitos são diferentes entre os sexos.

Viciadas em prazer

Enquanto nos homens ele atinge um teto, fazendo com que gerações de marmanjos se satisfaçam com sexo, futebol e cerveja, nas mulheres ‘o céu é o limite’, ou seja, quanto mais acesso ela tiver a situações de prazer, mais ela vai querer, segundo o estudo.

“O sistema de recompensa é o que faz a gente querer interagir com a novidade. A sociedade de hoje, que pulveriza estímulos, ativa mais esse sistema e, nas mulheres que são mais suscetíveis, o sistema embasa a sua mudança cultural”, afirma o psiquiatra Diogo Lara, professor de psiquiatria da PUC-RS, especialista em neurobiologia.

Essa plasticidade cerebral foi detectada em um pool de pesquisas feitas com ratos machos e fêmeas, nos últimos cinco anos, que tiveram o sistema de recompensa analisado enquanto recebiam drogas psicoativas por algum tempo. Os machos ‘drogados’ reagiam ao estímulo com pouca variação de comportamento, enquanto que a fêmea evoluía mais rapidamente para o vício.

Estudos do sistema de recompensa feitos em humanos constataram a mesma característica das ratas no cérebro feminino, concluindo que as mulheres estão se tornando cada vez mais ‘escravas’ do prazer.

“A mulher de hoje responde mais fortemente a estímulos quando esses são repetidos, seja qual for a novidade, ela quer mais, fica insaciável. Hoje elas comem mais, fumam mais, compram mais, usam mais drogas. Ai entra também o sexo, o interesse maior em ter mais parceiros, em trair. A rotatividade na vida da mulher está muito maior do que em relação às suas avós, enquanto que entre os homens não se vê uma mudança tão grande. Isso não quer dizer que ela vai trair, mas que está mais propensa a trair”, diz Lara.

Porém, o que ainda faz as mulheres serem aparentemente mais fieis do que os homens? Dois hormônios que atuam de forma mais intensa nas mulheres: a oxitocina e a vasopressina, conhecidos como os hormônios do amor. Eles são ativados por outro sistema cerebral também encontrado nos homens, contudo mais proeminente nelas. Por isso elas têm uma tendência maior a querer relacionamentos sérios.

“A fidelidade tem a ver com o jogo dos dois sistemas. Se eu só tenho atração sexual, sem vínculo afetivo, um sistema está mais ativado do que o outro. Se tenho atração e compromisso, os dois sistemas estão ativados. Em relacionamentos mais duradouros, vai ocorrendo um desequilíbrio dos sistemas e o da atração sexual diminui em detrimento do amor. Depois de um tempo, o que está fazendo falta vai ser ativado, mas nem sempre com a mesma pessoa, dando a vontade da ‘escapada'”, explica Lara.

Com a recompensa ganhando mais espaço na rotina da mulher, a tendência é que sua tomada de decisão saia mais dos antigos padrões, abrindo espaço para a diversidade amorosa.

“A busca de amor e de novidade está ficando equiparada na mulher porque essa busca por recompensa está cada dia mais forte. Isso traz um conflito do tipo: quero só uma pessoa ou mais pessoas?”, conclui o psiquiatra.

Traição se torna risco controlado

Para a psiquiatra Carmita Abdo, autora da pesquisa “Mosaico Brasil”, sobre a infidelidade do brasileiro, a emancipação econômica e sexual da mulher impacta na sua opção por ter mais parceiros. Sem depender financeiramente do cônjuge, ela percebeu que a traição se tornou “um risco controlado”.

“Os estudos mostram que o fato de ter uma independência econômica deixa a mulher em menos conflito numa situação de infidelidade, mas não necessariamente o poder econômico vai fazê-la trair o parceiro”, afirma.

A pesquisa realizada com 8.200 participantes, em 2008, mostrou índices de traição muito maiores entre os homens do que entre mulheres – 65% dos homens entre 18 e 25 anos traem, enquanto 70% entre os com 40 e 50 anos e 75% entre os com 60 a 70 anos. A surpresa ficou do lado feminino, especialmente entre as mais jovens. De acordo com a pesquisa, 48% das mulheres com 18 a 25 anos de idade afirmaram já terem traído pelo menos uma vez na vida e entre as com 60 e 70 anos o índice passou dos 20%.

“Existe uma percepção de uma crescente proporção de mulheres que estão praticando a infidelidade no Brasil nas novas gerações. Ou elas estão praticando, ou estão mais a vontade para falar sobre o assunto”, afirma a fundadora e coordenadora do ProSex (Programa de Estudos em Sexualidade) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Para a psiquiatra, a mudança de comportamento vem alterando a forma como a mulher encara as relações amorosas, procurando por mais diversão antes de ‘se amarrar’.

“As mulheres começam a definir o amor, o relacionamento, o afeto, muito mais pela paixão, pela diversão e pelo sexo, do que pelo padrão do começo do século 20, que era baseado no companheirismo, na doação e na parceria. Essa é uma visão que está perdendo campo, não que não exista mais, mas esta perdendo a unanimidade”, afirma.

 

 

Uol

Papa diz que Big Bang e Teoria da Evolução não contradizem a lei cristã

papa-O Papa Francisco afirmou nesta segunda-feira (27), durante discurso na Pontifícia Academia de Ciências, que a Teoria da Evolução e o Big Bang são reais e criticou a interpretação das pessoas que leem o Gênesis, livro da Bíblia, achando que Deus “tenha agido como um mago, com uma varinha mágica capaz de criar todas as coisas”.

Segundo ele, a criação do mundo “não é obra do caos, mas deriva de um princípio supremo que cria por amor”. “O Big Bang não contradiz a intervenção criadora, mas a exige”, disse o pontífice na inauguração de um busto de bronze em homenagem ao Papa Emérito Bento XVI.

Ele acrescentou dizendo que a “evolução da natureza não é incompatível com a noção de criação, pois exige a criação de seres que evoluem”.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O Papa criticou que quando as pessoas leem o livro do Gênesis, sobre como foi a origem do mundo, pensam que Deus tenha agido como um mago. “Mas não é assim”, explica.

Segundo Francisco, o homem foi criado com uma característica especial – a liberdade – e recebe a incumbência de proteger a criação, mas quando a liberdade se torna autonomia, destrói a criação e homem assume o lugar do criador.

“Ao cientista, portanto, sobretudo ao cientista cristão, corresponde a atitude de interrogar-se sobre o futuro da humanidade e da Terra; de construir um mundo humano para todas as pessoas e não para um grupo ou uma classe de privilegiados”, concluiu o pontífice.

G1

TelexFree trabalha em ‘mutirão da devolução’ de dinheiro, diz diretor

Carlos Costa, diretor de marketing da TelexFree, costumava aparecer quase semanalmente em vídeos (Reprodução)
Carlos Costa, diretor de marketing da TelexFree, costumava aparecer quase semanalmente em vídeos (Reprodução)

O diretor de marketing da TelexFree, Carlos Costa, divulgou às 22h35 de segunda-feira um vídeo na página da filial brasileira no Facebook. Com o pomposo nome de “Plantão TelexFree” para marcar o tom urgente da “notícia”, Costa prometeu “elucidar”, ponto a ponto, todos os questionamentos feitos pelo programa Fantástico, da Rede Globo, na noite de domingo, que apresentou o histórico da empresa, acusada de formação de pirâmide financeira no Brasil e nos Estados Unidos.

Em 19 minutos e 17 segundos, Costa tentou mostrar a TelexFree não é uma pirâmide financeira e que o trabalho em equipe é que permite o sucesso na venda de pacotes dos serviços de VoIP (voz sobre Protocolo de Internet). Segundo ele, a empresa não tem qualquer tipo de reclamação. Ela vende pacotes no atacado, e não há vítimas porque a empresa não opera produtos financeiros: a relação com o divulgador é de compra e venda. “Não somos poupança ou aplicação. O divulgador compra no atacado para revender”, diz Costa. “Somos mal interpretados.”

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

‘Mutirão’ – O programa da Rede Globo entrou na sede da empresa em Vitória, no Espírito Santo, e encontrou uma equipe trabalhando normalmente – o que seria um descumprimento à decisão judicial. Mas, segundo Costa, o que foi mostrado era um “mutirão da devolução” (o que ele reafirmou duas vezes no vídeo), única maneira de devolver o dinheiro aos chamados divulgadores. “Prometi e estamos cumprindo à risca. A empresa não está descumprindo a sentença, ok?!”

Em dois momentos da gravação, Costa apresenta dados de auditoria da Receita Federal do Brasil para mostrar que 96% do faturamento da TelexFree vem dos serviços de VoIP, ao contrário das investigações que mostraram que apenas 1% vem da venda do seu principal produto. No final do 37º Plantão, Costa é categórico: “A empresa vai voltar mais forte ainda.”

Seu último vídeo data de 6 de maio, quando ele foi obrigado a comparecer a uma reunião com perícias de uma consultoria que avalia a viabilidade econômica da empresa. Antes das investigações esquentarem nos EUA, Costa costumava postar vídeos do “Plantão TelexFree” quase semanalmente. As críticas dos divulgares à empresa estão cada vez mais duras e as pessoas pedem o dinheiro de volta.

Costa é um dos poucos líderes da empresa que não foi condenado ao crime de pirâmide financeira nos Estados Unidos, onde as investigações já estão em estágio mais avançado que no Brasil. No dia 9 de maio, o fundador da empresa, James Merrill, foi preso nos Estados Unidos e teve seu pedido de pagamento de fiança e liberdade rejeitado pela Justiça do país na última sexta-feira. Um novo julgamento sobre sua liberdade provisória será feito nesta terça-feira. Enquanto isso, seu sócio na empresa, Carlos Wanzeler, está foragido e a polícia americana acredita já esteja no Brasil, para onde fugiu em meados de abril, antes de ter sua prisão decretada.

Outros seis integrantes da TelexFree nos EUA estão sendo investigados por sua participação na empresa que é acusada de praticar crimes financeiros, em um esquema insustentável de pirâmide financeira que levantou 1 bilhão de dólares no mundo. Carlos Costa só se livrou das acusações porque vendeu sua participação de 30% na empresa americana anos atrás, mas continuou como líder da filial brasileira.

Cenário – Os bens da TelexFree foram bloqueados pela Justiça de Massachussetts no mês passado e o diretor financeiro da empresa, Joseph Craft, foi pego tentando fugir com inúmeros cheques no valor de 38 milhões de dólares destinados aos donos da TelexFree nos EUA, James Merrill e Carlos Wanzeler (Carlos Costa afirma que os cheques estavam sendo levados para perícia nos EUA). Segundo a procuradora Carmen M. Ortiz, que assinou parecer sobre o caso, o escopo da suposta fraude “é de tirar o fôlego”. “Esses réus planejaram um esquema que captou centenas de milhões de dólares de pessoas que trabalham duro no mundo todo.”

A filial brasileira está sob investigação desde o ano passado por prática de pirâmide no Brasil, com os bens bloqueados e impedida de funcionar por uma decisão da Justiça do Acre. Ela foi recentemente condenada pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, órgão da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon/MJ) a pagar uma multa de 5,59 milhões de reais por operar “esquema financeiro piramidal”, que é crime contra a economia popular no Brasil.

Veja

Sem ver evolução no quadro, ‘Dr. F-1’ está pessimista com futuro de Schumi

Diante da escassez de informações oficiais, a imprensa internacional tem sido tomada por especulações envolvendo o estado de saúde do ex-piloto Michael Schumacher. Em meio a uma onda de rumores sem embasamento científico, as análises do Dr. Gary Hartstein, médico-chefe da Fórmula 1 entre 2005 e 2012, são apontadas como as mais sérias e relevantes, principalmente por causa da longa experiência do americano na categoria. O “Dr. F-1”, entretanto, não tem demonstrado otimismo em seus comentários mais recentes. Em seu blog, o médico afirmou que os fãs do alemão devem se preparar para “notícias muito ruins”.

– Eu sempre soube que Michael era adorado. Passei anos em circuitos tomados pela cor vermelha de bonés, bandeiras e camisetas da Ferrari. Ainda estou sensibilizado pela persistência do amor de seus fãs para ele. E, enquanto ficava preocupado sobre o que vai acontecer quando, e se, as notícias muito ruins forem anunciadas, percebi que a falta de atualizações no quadro clínico também pode ser uma chance para começarmos a nos despedir dele. E acho que este é o “benefício” inesperado da estratégia de mídia escolhida pela família de Michael. De alguma forma, acho que os fãs vão ficar bem, porque eles estão tendo tempo para processar tudo isso – afirmou Hartstein.

Gary Hartstein, médico chefe da Fórmula 1 (Foto: Agência Getty Images)Gary Hartstein foi médico-chefe da Fórmula 1 entre 2005 e 2012 (Foto: Agência Getty Images)

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Antes de refletir sobre o lado “positivo” da falta de informações oficiais sobre o estado de Michael, que está internado em coma no Hospital de Grenoble, na França, desde o último dia 29 de dezembro, o “Dr. F-1” criticou a postura adotada pela assessoria do ex-piloto. Desde que o recordista de títulos da categoria sofreu o grave acidente de esqui, os boletins médicos têm se tornado cada vez mais raros. Para Gary, o sigilo em torno do caso estimula o surgimento de informações desconexas e boatos infundados. Apesar da falta de atualizações, o americano comentou sobre a possibilidade, amplamente explorada pela imprensa internacional, de o alemão permanecer em estado vegetativo pelo resto da vida.

Schumacher alemanha 2013 (Foto: Getty Images)
Michael Schumacher está em coma desde o dia 29 de dezembro do ano passado (Foto: Getty Images)

– Os pacientes que estão em estado vegetativo permanente têm expectativa de vida que pode variar de meses a alguns anos. Isso depende das condições físicas (extraordinárias no caso de Michael, é claro), e da qualidade dos cuidados de enfermagem, entre outros fatores imponderáveis. Eles geralmente morrem de infecções respiratórias ou urinárias. Sobrevivências mais longas já foram relatadas, mas são excepcionais – explicou.

O último comunicado oficial da assessoria de Michael Schumacher foi emitido no dia 12 deste mês. De acordo com a porta-voz do ex-piloto, Sabine Kehm, ele apresentou sinais “encorajadores” durante o processo de despertar do coma. O boletim afirmou ainda que a família do alemão está confiante de que Schumi conseguirá acordar e finalmente sair do coma. A porta-voz do heptacampeão aproveitou para agradecer a energia emitida pelos fãs, e reforçou o pedido para que eles respeitem a privacidade da família.

 

Por