Arquivo da tag: eventos

Prefeito de Guarabira decreta cancelamento de eventos e suspende aulas; confira medidas

O prefeito em exercício de Guarabira, Marcus Diogo (PSDB), reuniu a imprensa na manhã desta terça-feira (17), no auditório da Associação Comercial e empresarial de Guarabira (ACEG) para anunciar as medidas adotadas pela gestão para evitar possível contaminação com a pandemia do novo coronavírus.

Marcus leu um decreto que foi publicado no diário oficial do município, estabelecendo uma série de medidas como o cancelamento de todos os eventos de massa que estavam previstos para serem realizados na cidade, a suspensão das atividades escolares e qualquer outra atividade para evitar aglomeração de pessoas, como orienta portaria do Ministério da Saúde.

Perguntado sobre medida econômica para conter a desaceleração das vendas no comércio local como a antecipação de parcela do 13º salário, como fez o Governo Federal com os aposentados e pensionistas, o prefeito disse que ainda não há estudos nesse sentido, mas adiantou que se houver a necessidade de incremento na economia, o município está financeiramente preparado e que não hesitará em adotar essa providência.

Presente na entrevista coletiva, o secretário de Saúde, Wellingon Oliveira, disse que todas as providências estão sendo tomadas para dotar os postos de saúde das condições necessárias para atender os possíveis pacientes e que os profissionais também estão sendo preparados com equipamentos de proteção como máscaras e outros para garantir a saúde deles e dos pacientes que necessitarem de atendimento.

O decreto não previa a suspensão das atividades escolares, visto que a gestão aguardava um posicionamento do Governo do Estado. Somente depois de o Estado anunciar a suspensão das aulas, o prefeito decidiu também acompanhar a medida e as escolas estarão fechadas a partir desta quarta-feira (18) para evitar aglomeração.

Ainda estavam presentes na entrevista coletiva os secretários de Educação (Raimundo Macedo), Esporte (Humberto Santos) e Administração (Douglas

Leia a íntegra do Decreto

 

portal25horas

 

 

Romero suspende eventos em CG, anuncia plano emergencial, mas mantém São João

O prefeito Romero Rodrigues (PSD) decidiu suspender vários eventos em Campina Grande por conta do Covid-19 o novo coronavírus. As medidas foram anunciadas, nesta manhã, durante entrevista coletiva, no auditório do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Campina Grande – Ipsem.

Durante trinta dias, atividades no Teatro Municipal Severino Cabral, no miniteatro Paulo Pontes, no Centro Cultural Lourdes Ramalho, na Biblioteca municipal e no Centro de Idosos da Secretaria de Assistencial Social estão paralisadas por conta do coronavírus.

O Maior São João do Mundo está mantido. Para o prefeito, ainda faltam 80 dias para realização da festa e seria prematuro anunciar a suspensão da festa.

A prova de vida anual dos beneficiários do Instituto de Previdência Municipal (Ipsem) também está suspensa pelo prazo de noventa dias.

Romero confirmou que a Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Saúde, definiu o Hospital Municipal Pedro I como o serviço de referência para o acolhimento dos casos suspeitos de coronavírus. A PMCG também vai buscar outros leitos na rede privada para investigar o vírus.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O DECRETO NA ÍNTEGRA

Na ocasião, Romero detalhou uma série de medidas no plano emergencial do município para enfrentar e evitar o vírus. O decreto restringe a realização de eventos que contenham aglomerações de pessoas.

Romero reafirmou que é preciso não criar pânico a respeito do Coronavírus. Ele destacou que é necessário que as pessoas sigam as recomendações de segurança contra o Covid-19, como a higiene regular das mãos, uso de álcool em gel, evitar viagens ao exterior e lugares com aglomeração de pessoas.

– Vamos nos precaver. Precisamos usar os meios que colaboram com a prevenção, como o álcool gel, evitar viagens ao exterior e é recomendado os idosos se retraírem um pouco. Ninguém pode criar pânico de forma antecipada – disse.

Para o prefeito, é preciso agir com cautela, observando o que já está sendo visto em todo o mundo no combate ao vírus. Ele ainda citou que na própria China o problema com o Covid-19 já está em fase decrescente.

O secretário de Saúde do município Felipe Reul  reforçou que mesmo sem apresentar nenhum caso suspeito, o município já iniciou as ações para preparar equipes, estrutura e profissionais e atender aos requisitos de atendimento, encaminhamento, acompanhamento e tratamento dos pacientes.

A Secretaria definiu as áreas de cobertura por bairros da cada unidade para dividir os atendimentos. Um comitê foi formado para acompanhar os casos suspeitos do coronavírus.

Além dessas ações, a Direção de Vigilância em Saúde já iniciou a comunicação dos protocolos de notificação de casos suspeitos em todas as unidades e hospitais, inclusive clínicas particulares.

“Todo esse trabalho é para esclarecer para os profissionais quais são realmente os casos suspeitos e como proceder a partir do registro, porque são situações muito específicas. O paciente precisa apresentar causas combinadas de sintomas e ter visitado algum país considerado área de risco ou ter tido contato com algum visitante desses países para poder ser declarado caso suspeito. Então, o momento é de muita cautela e tranquilidade, mas toda a rede precisa estar preparada”, disse o diretor de vigilância em saúde de Campina Grande, Miguel Dantas

PB Agora

 

 

CORONAVÍRUS: Decreto da PMJP suspende eventos com mais de 250 pessoas e férias dos profissionais de saúde, na Capital

Depois de implantar o Núcleo Intersetorial de Prevenção e Cuidado em relação ao novo Coronavírus e de anunciar medidas de contingência a Covid-19, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, voltou a se reunir com a equipe de secretários e especialistas neste domingo (15), quando foram decididas nove ações preventivas. Entre as novas determinações estão a disponibilização de uma Central de Orientações por telefone formada por médicos de plantão, a suspensão de eventos culturais ou esportivos que reúnam mais de 250 pessoas, evitando aglomerações e também o cancelamento das férias dos profissionais da saúde nos próximos 60 dias.

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) também anunciou que inicia na próxima semana uma campanha de mobilização nos principais equipamentos de atendimento ao público, como Unidades de Saúde da Família (USFs), creches, escolas, abrigos e restaurantes populares. O Procon-JP ficará responsável pela realização de operações em farmácias, distribuidores e demais estabelecimentos comerciais com o objetivo de identificar e coibir possíveis abusos ao consumidor na venda de produtos relacionados à prevenção ao novo Coronavírus.

As medidas são preventivas e buscam evitar a disseminação do vírus na capital paraibana. “Estamos agindo com muita serenidade, com base em evidências técnicas sobre como proceder em relação ao novo vírus. O momento é de prevenção para evitar qualquer disseminação, cumprindo o que prevê o protocolo internacional. O Núcleo Intersetorial vai seguir com reuniões permanentes, monitorando cada caso, mas o mais importante será a participação da população, adotando todos os cuidados necessários, principalmente no que diz respeito às pessoas acima de 60 anos”, disse o prefeito Luciano Cartaxo.

O secretário de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, disse que ao suspender eventos com grandes aglomerações, a administração municipal dá mais um passo no caminho da prevenção e da contenção a Covid-19. Devem ser cancelados ou adiados eventos de massa (governamentais, esportivos, artísticos, culturais, políticos, científicos, comerciais e religiosos) com público superior a 250 pessoas em espaço aberto e superior a 100 pessoas em espaços fechados.

CLIQUE AQUI PARA LER O DECRETO NA ÍNTEGRA.

Medidas do Decreto:

1. Recomendação a pacientes com sintomas respiratórios para ficarem restritos ao domicílio e evitar ambientes com aglomerações;

2. Disponibilização de Central de Orientações por telefone com médicos para atender em plantão a população;


3. Suspensão de eventos de massa (governamentais, esportivos, artísticos, culturais, políticos, científicos, comerciais e religiosos) com público superior a 250 pessoas em espaço aberto e superior a 100 pessoas em espaços fechados;


4. Locais de grande circulação de pessoas, como terminais urbanos, shopping centers e comércio em geral devem reforçar medidas de higienização e disponibilizar álcool gel 70%;


5. Os serviços de alimentação, tais como restaurante, lanchonetes e bares deverão adotar medidas de prevenção para conter a disseminação da Covid-19;


6. Os estabelecimentos de ensino deverão manter rotinas de prevenção;


7. O Procon- JP realizará fiscalizações para coibir o aumento injustificado de preços de produtos de combate e proteção a Covid-19;


8. Ficam suspensas as viagens de servidores do município programadas, enquanto perdurar o estado de emergência de saúde pública;


9. Suspensão de férias aos profissionais da Secretaria Municipal de Saúde até 15 de maio.

Portal WSCOM

 

 

Eventos de gala no frio: veja como ser fashion e manter-se aquecida

Eventos que exigem um dress code mais formal sempre geram mais preocupação no inverno, afinal, nem sempre é fácil combinar aquele vestido de gala maravilhoso, com outra peça que mantenha você aquecida. Mas, como se manter confortável nos dias mais frios, com charme e sofisticação?

Então, pensando nisso, fizemos uma lista com peças que não poderão faltar no seu look, caso você tenha um casamento, formatura ou qualquer evento que exija esse tipo de roupa. Quer descobrir? Então, vamos!

Peças indispensáveis no look de inverno

Já que aquele delicioso e quentinho moleton não é permitido em festas regadas a elegância, algumas peças estão aí para não deixar você passar frio nessas ocasiões.

Algumas delas, inclusive, são conhecidas como coringas e utilizadas no dia a dia.  No entanto, com a combinação certa de cores, tecidos e algumas jóias, você ficará incrível. Veja só:

1 – Casacos

Os casacos são peças comuns, que podem ser usadas até em um dress code mais casual no trampo. Porém, alguns tecidos combinam perfeitamente com vestidos de gala e saias longas.

Boas alternativas são os casacos de veludo, caso no dia a temperatura esteja bem baixa. O sobretudo também não deixa de ser uma boa opção, afinal, não é por que o Brasil é um país tropical que não pode-se ter peças que marcam o visual dos outros países.

2 – Blazer

O blazer é aquela peça que marcar por trazer mais formalidade, de um jeito delicado, a qualquer combinação. Ele também é extremamente permitido em um look de gala e, ainda, conta com a facilidade de ser levinho para carregá-lo, caso você se esquente, se acabando na pista de dança.

Outra coisa. Se a temperatura do dia está agradável e você optou por um vestido mais curto, mas sabe que a festa irá durar até altas horas, não se preocupe!  O blazer também cai super bem com esses tipos de peça e fazem você esbanjar charme e sensualidade.

3 – Estolas

As estolas são peças que podemos chamar verdadeiramente de puro luxo! Inclusive, estão no topo da lista de looks de gala refinadíssimos!  Porém, para não errar na combinação, é necessário que esteja bem frio. Afinal, lembre-se: é praticamente impossível passar despercebida com essa peça e, em alguns casos, menos é sempre mais.

4- Echarpes

Se a ideia é fazer um look mais simples, mas, ainda assim, cheio de sofisticação, as echarpes são peças fundamentais. Geralmente, são produzidos com tecidos finos e nobres e dão ao look um visual muito mais chique.

No entanto, algumas dicas são essenciais para você não errar na combinação. Prestar atenção na forma como você era usá-la e harmonizar as cores do look para não deixá-lo “com muita informação” também é muito importante.

5 – Capas

Alguns vestidos já contam com uma peça super especial para o inverno: a capa! Elas são bastante elegantes e podem ser finas ou mais grossas e em muitos casos, acompanham a cor e o tecido do vestido.

Com elas, elegância não irá faltar no seu visual. Porém, caso o evento que você irá é um casamento, tente optar por outra peça, pois a capa pode atrapalhar na hora da dança.

6 – Meia calça

E quem pensa que no inverno são apenas os vestidos longos que são permitidos, está muito enganado. Se no dia, a temperatura estiver mais quente, vale arriscar em modelos mais curtos e, claro, com a boa e velha meia calça.

O bacana da peça é que pode ser encontrada em diversas tonalidades e espessuras, oferecendo mais opções na hora de compor o look. Em muitos casos, ela ainda é uma grande aliada para dar aquele ar mais sensual, dependendo da ocasião.

E claro, além de todas as opções citadas acimas, uma excelente alternativas são os vestidos de gala com mangas. Diversos cortes, modelos e cores são permitidos, basta usar a criatividade.

 

Conteúdo Gear Seo

 

 

Preso suspeito de matar produtor de eventos dias antes do casamento da vítima, na PB

Um homem foi preso nesta segunda-feira (25), suspeito de matar um produtor de eventos no município de Jericó, Sertão da Paraíba. O corpo da vítima foi encontrado na PB-325. De acordo com o delegado de homicídios Sylvio Rabello, responsável pelo caso, após as investigações realizadas ainda na manhã desta segunda, o suspeito foi localizado na cidade com a arma do crime.

Segundo o delegado, a vítima teve um relacionamento com a ex-mulher do suspeito. Alisson Resende, de 25 anos, foi preso em flagrante por volta das 12h30 na casa dele, no Centro da cidade. Ao chegar no local, a polícia encontrou com o suspeito a arma utilizada no crime, um revólver calibre 38.

O delegado informou que Alisson foi preso, após a linha de investigação apontar que o homem era o principal suspeito da morte de Wanderly Wendlis Gomes de Lima, de 27 anos, produtor de eventos na cidade.

Ainda de acordo com o delegado, o suspeito e a arma apreendida foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Catolé do Rocha. A Polícia Civil continuará com as investigações sobre o caso para que seja descoberta a motivação do crime.

Corpo do produtor foi encontrado morto na manhã desta segunda

O corpo do produtor de eventos Wanderly Wendlis Gomes de Lima, de 27 anos, foi encontrado na manhã desta segunda-feira (24) na PB-325, no município de Jericó, Sertão da Paraíba. De acordo com o delegado de homicídios, Sylvio Rabello, a vítima foi encontrada com um tiro na cabeça.

Segundo o delegado a polícia chegou ao local por volta das 6h30, após informações repassadas por moradores da região. Sylvio Rabello informou que, duas horas depois do corpo ser encontrado, o carro de Wanderly foi localizado a cerca de 2 km de distância do local onde ele foi morto.

Após investigações, o delegado disse que Wanderly estava de casamento marcado para esta quarta-feira (26) com a noiva dele, da cidade de Piancó, que está grávida. A Polícia Civil descobriu que a vítima estava sendo ameaçada e que as ameaças poderiam ter ligação com o relacionamento do casal.

G1

Empresa de eventos dá prejuízo de mais de R$ 1 milhão a formandos, dizem turmas

Foto: Gabriel Costa/G1

Formandos de três faculdades de João Pessoa acionaram a Polícia Civil contra a empresa que estava organizando a festa de formatura das turmas. Segundo eles e o Boletim de Ocorrência registrado na Delegacia de Defraudações e Falsificações, a dona da empresa sumiu com mais de R$ 1 milhão dos alunos.

Na tarde desta segunda-feira (11), representantes de pelo menos 10 turmas se juntaram na frente da Waltisa Eventos – empresa especializada em formaturas, eventos, aniversários e casamentos – para, numa tentativa falha, falar com alguém de lá e tentar descobrir o que seria das formaturas deles sem o dinheiro que investiram desde 2014. O G1também tentou falar com responsáveis pela empresa, mas as ligações não foram atendidas.

Turmas de formandos preocupadas: as festas podem não ser realizadas

Turmas de formandos preocupadas: as festas podem não ser realizadas

Uma integrante da comissão de formatura da turma de direito da Faculdade Internacional da Paraíba (FPB), Maria de Fátima, de 25 anos, segurava o contrato firmado com a Waltisa onde detalhava os itens das festas de formatura e aula da saudade, que custaram aos formandos R$ 125.400.

Wictor Hugo, de 22 anos, já formado em direito pela FPB e, mesmo já com a aprovação no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), disse ao G1 que esperava a aula saudade que aconteceria na próxima semana e o baile. “Fantasia alugada, convites enviados, copos e sandálias personalizadas feitos, a família já comprou roupa pra festa e tudo”, contou ele sobre os gastos que teve além dos R$ 4.180 que foram destinados só à empresa de eventos.

Parcelas das festas de formatura de uma das turmas começaram a ser pagas em outubro de 2014 e totalizavam mais de R$ 4 mil por pessoa (Foto: Gabriel Costa/G1)

Parcelas das festas de formatura de uma das turmas começaram a ser pagas em outubro de 2014 e totalizavam mais de R$ 4 mil por pessoa (Foto: Gabriel Costa/G1)

Junto a eles, Aysa Pereira, de 22 anos, também estudante de direito, sendo que do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê), contava que pessoas dos cursos de engenharia ambiental e enfermagem de outras faculdades também foram lesados pela Waltisa Eventos.

Nem mesmo uma funcionária da empresa, que fica no cruzamento das Avenidas desembargador Bôto de Menezes com a Monsenhor Walfredo Leal, conseguiu trabalhar nesta segunda-feira. Segundo ela informou à Polícia Civil, não foi possível abrir a porta da loja com as chaves que ela tinha.

A delegada Vanderleia Gadi, que ouviu os estudantes na DDF, disse à TV Cabo Branco que ainda não aconteceu o golpe, já que, segundo o contrato, a empresa tem até 72 horas antes dos eventos para quitar os valores. Porém, caso nesta terça-feira (12) um cheque que ela deu a uma das casas de festas for devolvido ou se uma aula da saudade marcada para a próxima segunda-feira (18) não acontecer, o prejuízo vai ser considerado como consumado.

“Em tese, crime ela não praticou nenhum. Mas o comportamento dela é suspeito. Ela excluiu todas as contas nas redes socias, ela não atende o telefone, a empresa hoje estava fechada, a funcionária foi trabalhar e quando colocou a chave, a fechadura não abriu. É provável que realmente ela vá deixar esse pessoal no prejuízo, mas isso só vai acontecer se o evento de segunda-feira não acontecer”, explicou a delegada.

Enquanto isso, os estudantes diziam na porta da empresa que três cheques da Waltisa destinados a uma casa de festas no bairro Altiplano, em João Pessoa, já tinham sido devolvidos. Além disso, de R$ 31 mil que uma outra casa cobrava pelo espaço onde aconteceria uma formatura, a empresa pagou R$ 1 mil de sinal e não deu mais respostas.

Diante do acontecido, Wictor Hugo diz estar arrependido da escolha. “Estávamos em dúvida entre ela [Waltisa Eventos] e uma outra empresa, mas optamos por ela pelo valor e por não ter histórico de fraudes”, contou.

“Já não basta tanto estresse na faculdade com provas, TCC, OAB, ainda acontece uma dessas”, concluiu Wictor. Já à TV Cabo Branco, a formanda Cristiane Luna disse que o prejuízo foi mais que o financeiro, foram os sonhos levados.

Empresa de eventos fica na esquina do cruzamento entre as Avenidas desembargador Bôto de Menezes e Monsenhor Walfredo Leal, em João Pessoa (Foto: Gabriel Costa/G1)

Empresa de eventos fica na esquina do cruzamento entre as Avenidas desembargador Bôto de Menezes e Monsenhor Walfredo Leal, em João Pessoa (Foto: Gabriel Costa/G1)

*Sob supervisão de Taiguara Rangel

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Deputado diz que aliados estão cancelando eventos com Cássio para evitar desgaste

tiao-gomesO deputado Tião Gomes (PSL) comentou o momento político que vive o país prestes a realizar eleições municipais. Para o deputado, as eleições de 2016 terão um número recorde de votos nulos e brancos devido à descrença do povo na política após as operações Lava-Jato e outros escândalos.

“Esse ano vai ser eleição com número recorde de votos em branco e nulo. O povo está desacreditado na política infelizmente. Vamos ter muitas surpresas porque a maioria está indefinida sobre as candidaturas e após as operações Lava-Jato entre outras que descobriram vários podres, envolvendo políticos ficou difícil a imagem melhorar diante deles”, salientou.

O parlamentar revelou ainda que aliados do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) estão cancelando eventos ou a participação dele porque ele foi a favor do impeachment da presidente Dilma Roussef (PT) e destacou que a juventude e estudantes são contra a saída da Petista do Poder.

“Os deputados federais e senadores que votaram pelo impeachment estão marcados e com medo de ir aos eventos nas cidades do interior porque o povo está vaiando e vão vaiar. Cássio mesmo ia para Areia e não vai mais. Não foi por minha causa, ou do meu partido, mas por causa da juventude. No interior, dificilmente eles serão bem recebidos”, explicou Tião Gomes.

PB Agora

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

RC suspende gastos com eventos culturais e Estado não vai apoiar festas de São João

Divulgação/ALPB
Divulgação/ALPB

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), suspendeu o uso de dinheiro público no financiamento de festas e eventos culturais por 60 dias. A decisão foi publicada na edição desta terça-feira (19) no Diário Oficial do Estado.

Com o decreto assinado pelo gestor, fica confirmado que o Estado não destinará verba em apoio às festas juninas, tão tradicionais na Paraíba e demais estados do Nordeste. Ficam sem patrocínio, inclusive, as comemorações em Campina Grande, que faz “O maior São João do Mundo”.

“Ficam suspensas, pelo prazo de 60 dias, a contar da publicação deste decreto, as despesas públicas para quaisquer beneficiários com finalidade de patrocínio e de apoio à realização de festividades, eventos culturais, solenidades, confraternizações, festas, enfeites, presentes e outras situações similares, ressalvados os casos relacionados às ações governamentais. As disposições contidas neste artigo não se aplicam aos serviços públicos essenciais das áreas de saúde, segurança e educação, desde que a prática de tais atos esteja condicionada à existência de disponibilidade orçamentária e financeira”, diz o decreto.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

No início do mês, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) recomendou que os 223 municípios da Paraíba evitassem gastos excessivos com festas juninas. No ofício encaminhado aos municípios, o TCE-PB diz que a realização de eventos custeados com recursos públicos somente é justificável nas hipóteses de tradição cultural, de incremento de receita decorrentes de atividades turísticas ou de interesse público relevante. O documento afirma que a contratação de bandas, grupos musicais, profissionais ou empresas do setor artístico, devem obedecer a uma série de determinações e instruções normativas, além dos gestores serem obrigados a apresentar todos os documentos que comprovem as despesas realizadas.

 

portalcorreio

Portaria que proíbe entrada de jovens em festas e eventos públicos continua em vigor na PB

adolescentesA Portaria nº 001/2015, que proíbe a entrada de jovens desacompanhados de responsável em eventos abertos ao público, como festas populares, bares e eventos públicos continua em vigor. A Portaria, publicada no dia 17 de janeiro, é fruto de uma iniciativa conjunta promovida por juízes da Infância e da Juventude do Poder Judiciário estadual e promotores da Justiça de Defesa da Criança e do Adolescente, com abrangência nas comarcas de João pessoa, Cabedelo e Lucena.

Em cumprimento à portaria, o Ministério Público juntamente com os Agentes de Proteção autuaram a organização do Fest Verão Paraíba, evento que tem acontecido sempre durante o mês de janeiro, em Cabedelo. A organização do evento foi autuada com multas por não ter barrado a entrada de menores de 16 anos sem a presença de responsáveis no local do show.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo o juiz Adhailton Lacet, coordenador da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça da Paraíba, as ações continuarão e serão reforçadas durante o Carnaval, principalmente nos municípios de Lucena e Cabedelo, onde acontecem festividades mais frequentadas.

Blogdogordinho

Chefe de gabinete da prefeitura de Guarabira tenta agredir produtor de eventos

brigaApós uma discussão gerada na tarde desta terça-feira (27), no Parque do Poeta Ronaldo Cunha Lima, onde será realizada a Festa da Luz 2015, o chefe de gabinete da prefeitura de Guarabira, Aguiberto Lira, tentou agredir o produtor de eventos, Carlos Madson.

O assessor de uma das atrações da festa, de forma mais precisa, da banda Grafith, tentou conversar com Aguiberto para obter informações sobre a hospedagem dos integrantes da banda, contudo, foi recebido com agressões verbais.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ao presenciar o fato, o conhecido produtor de eventos da região brejeira, Carlos Madson, começou a filmar a ação, em conseguinte, o chefe de gabinete tentou agredi-lo fisicamente. O mesmo teve que ser retido por alguns companheiros de trabalho para que a confusão não fosse ainda maior.

Confira vídeos:

 

portalindependente