Arquivo da tag: estupro

Homem suspeito de estupro e roubo é preso em flagrante por policiais do 4º BPM

Um homem suspeito de estupro e roubo foi preso em flagrante por policiais da 2ª Companhia 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) na manhã desta terça-feira (20), na cidade de Alagoinha. Os crimes teriam sido praticados durante a madrugada e também foram apreendidos com ele um aparelho de DVD, um toca CD automotivo, um aparelho de telefone celular e várias peças de roupas roubadas da vítima, que informou aos militares que, durante a madrugada, um homem teria arrombado a janela da sua casa e adentrado.

De posse de uma faca peixeira e ameaçando-a de morte caso ela reagisse, a obrigou a manter relações sexuais com ele. Em seguida, teria deixado a residência levando alguns objetos da vítima. Os policiais realizaram diligências e localizaram o suspeito, que na delegacia confessou o estupro e o roubo, informando que teria deixado os objetos no quintal da sua casa, onde os militares retornaram e encontraram os objetos roubados.

EM PIRPIRITUBA – Durante a madrugada, os policiais foram acionados para atender a uma solicitação de perturbação do sossego causada por um som veicular em volume abusivo. Ao chegar ao local, eles mantiveram contato com as partes, porém, o proprietário do veículo e suspeito de causar a perturbação se negou a fornecer informações pessoais, então o som do veículo foi imediatamente desligado e os envolvidos foram conduzidos para a delegacia.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Guarabira: jovem foi morta por estrangulamento e polícia quer saber se houve estupro

A polícia continua trabalhando nas investigações para tentar elucidar o assassinato da jovem Deysiane Taynalle, de 23 anos, encontrada morta no começo da tarde desta terça-feira (6), às margens do Canal do Juá, em Guarabira.

No local do crime, peritos contaram que possivelmente a morte foi provocada por estrangulamento, visto que o corpo foi encontrado despido e com um fio envolto no pescoço da vítima. Mas o resultado conclusivo só será divulgado posteriormente pela Polícia Científica.

Os peritos reclamaram da dificuldade que terão devido à alteração da cena do crime que foi feita por curiosos que se aglomeraram, deixando pegadas, amassando a vegetação existente, depois que o corpo foi localizado por crianças que empinavam pipa nas imediações do Canal.

A polícia solicitou que fosse realizado exame de conjunção carnal para saber se ouve estupro contra a vítima. Depois de concluídos os exames, o corpo deverá ser encaminhado ao município de Esperança, terra natal da jovem, onde será sepultado.

O crime

De acordo com as investigações, Deysiane estava na casa da sogra na noite de sábado quando foi para casa, sozinha, do bairro do Nordeste para as proximidades do Canal do Juá, onde residia, tendo que atravessar o local ermo, e teria sido atacada por um ou mais elementos.

Ela estava desaparecida desde o último sábado (3) e foi encontrada somente nesta terça, já em estado de decomposição.

Em entrevista à imprensa, o companheiro da jovem, Rodrigo França, de 22 anos, disse que ela estava com suspeita de gravidez. Ele contou ainda que estava em casa aguardando a companheira chegar.

 

 

portal25horas

 

 

Polícia prende em Guarabira homem acusado de violência doméstica e estupro de vulnerável

Um homem com um mandado de prisão expedido pela Justiça, acusado pelos crimes de violência doméstica e estupro de vulnerável, foi preso por policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) no início da madrugada deste domingo (28), na cidade de Guarabira. Os policiais foram informados que um homem estaria praticando desordem em via pública no Bairro Cordeiro e, ao chegarem ao local, ele tinha se evadido.

Após a realização de diligências, o homem foi localizado e, através de consulta ao Banco Nacional de Mandados de Prisão, os policiais verificaram que ele responde pelos dois crimes e tinha um mandado em aberto expedido no dia 23 de abril do ano passado, pela 1ª Vara Mista da Comarca de Guarabira. O acusado foi conduzido para a delegacia.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Homem de 60 anos é preso por suspeita de estupro em Areia/PB

Um idoso identificado como José Oliveira, de 60 anos de idade, foi preso na tarde da sexta-feira (12) na rua Dr. Germano de Freitas, no bairro da Jussara, na cidade de Areia, no Brejo da Paraíba. De acordo com a Polícia Civil, o homem é suspeito de cometer o crime de estupro e pode ser condenado a 9 anos de prisão pela prática do delito.

José Oliveira é agricultor e não resistiu ao momento da prisão feita pela equipe da Seccional de Esperança. Ele foi encaminhado pelos policiais para delegacia da Polícia Civil de Areia, onde segue preso e vai passar por audiência de custódia na segunda-feira (15).

 

 

Com OP9

 

 

Homem suspeito de estupro contra menina de 12 anos é preso em Guarabira

Policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) prenderam em flagrante, no final da manhã desta segunda-feira (17), no Conjunto Mutirão, em Guarabira, um homem de 28 anos de idade suspeito de praticar estupro de vulnerável contra uma menina de 12 anos.

Em apoio ao Conselho Tutelar, que foi informado sobre o caso, os policiais chegaram ao endereço informado e, ao manter contato com as partes envolvidas, elas confirmaram que estavam juntas no local.

A guarnição comandada pelo cabo Souza Filho conduziu o suspeito para a Delegacia de Polícia Civil, juntamente com a vítima e familiares dela, além dos conselheiros tutelares, para as providências legais.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Polícia investiga denúncia de estupro em hospital psiquiátrico de João Pessoa

Está sendo investigada pela polícia a denúncia de um suposto caso de abuso sexual. Segundo a denúncia, o estupro contra um menor teria ocorrido no Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira, no bairro da Torre, em João Pessoa. Informações repassadas pela mãe da paciente à polícia, o abuso teria ocorrido em novembro de 2018.

Segundo a denunciante, sua filha, uma adolescente de 15 anos, relatou que o crime teria sido praticado por um outro paciente, também adolescente. Ainda de acordo com relatos da vítima, em outra ocasião teria ocorrido um novo abuso por uma outra pessoa.

Exames realizados no Instituto de Polícia Científica (IPC) comprovaram a  conjunção carnal. Logo após os exames, a mulher procurou a delegacia do município do Conde, onde mora com a filha. A denúncia está sendo investigada pela delegacia da Infância e da Juventude. O caso corre em segredo de Justiça.

A direção do Hospital Psiquiátrico Juliano Moreira diz ter recebido com surpresa notícia do suposto estupro. Ainda segundo a unidade hospitalar, os alojamentos masculino e feminino são separados e há uma vigilância constante e que não foi procurada por nenhum órgão policial.

 

PB Agora

 

 

Dois homens são presos suspeitos de estupro contra menina de 12 anos em Cuitegi-PB

Policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) prenderam em flagrante, na noite dessa terça-feira (30), na cidade de Cuitegi, dois homens, de 25 e 24 anos de idade, suspeitos de estupro de vulnerável que teria sido praticado contra uma menina de 12 anos. A denúncia foi feita pelo pai da menina, que informou que a filha teria sido abusada sexualmente pelos dois homens depois que a encontrou em uma casa em construção no Loteamento Olívio Madruga com um deles. Ao questionar a filha sobre o que teria acontecido, a menina afirmou ter estado no local e praticado relações sexuais com os dois homens. Os suspeitos foram localizados pelos policiais e, depois de presos, eles foram conduzidos, juntamente com a vítima e os genitores, para a Delegacia de Polícia Civil.

Também na terça, mas à tarde, em Araçagi, uma mulher foi presa em flagrante suspeita de receptação depois que policiais militares e civis tomaram conhecimento da localização de um aparelho de telefone celular que tinha sido roubado em Guarabira. Após a realização de diligências, a suspeita foi localizada e, ao procederem a abordagem e busca pessoal, os policiais encontraram com ela o telefone roubado e ela foi conduzida à delegacia.

Já na madrugada desta quarta-feira (1º), no centro de Alagoa Grande, policiais prenderam um homem após receberem denúncia de que ele estaria com sinais visíveis de embriaguez e praticando desordem em via pública. Rapidamente, a guarnição de Rádio Patrulha da 2ª Companhia compareceu ao local e conseguiu identificar o suspeito que, depois de contido, foi conduzido para a delegacia, onde foi autuado por embriaguez e desordem.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Juiz condena quatro adolescentes após estupro de criança em escola particular de João Pessoa

Quatro adolescentes foram condenados pelo juiz da 2ª Vara da Infância e Juventude em João Pessoa, Luiz Augusto Souto Cantalice, pelo ato infracional análogo ao crime de estupro de vulnerável. Esses quatro adolescentes foram apreendidos na investigação do estupro de uma criança que ocorreu em uma escola particular da capital paraibana.

A sentença foi prolatada na noite desta quarta-feira (24). Os quatro adolescentes foram condenados à pena de internação, que prevê reanálise da necessidade da manutenção, no máximo, em 06 meses. O caso corre em segredo de justiça e por isso o teor total da sentença não está sendo divulgado.

A informação da condenação foi confirmada pelo advogado, Aécio Farias, que faz a defesa dos adolescentes. Ele considerou a sentença o “maior erro judicial do universo”.

“Não havia qualquer prova para condenação. Além do mais, o processo está cheio de nulidades e a maior delas, sem dúvida, foi a existência de assistentes de acusação, o que é extremamente proibido. Vamos recorrer ainda hoje”, disse o advogado na noite desta quarta-feira.

Entenda o caso

Os adolescentes foram apreendidos suspeitos de ato infracional semelhante ao crime de estupro praticado contra uma criança de oito anos dentro de uma escola particular, em João Pessoa. As apreensões aconteceram em decorrência de mandados judiciais após processo que tramita em segredo de justiça desde maio de 2018. Um ex-zelador suspeito de participar nos estupros também foi preso. Outros casos de estupro começaram a ser apurados ao longo da investigação.

Primeiro caso

A investigação começou em maio de 2018, com a denúncia da primeira vítima, uma criança de 8 anos, que disse ter sido estuprada dentro do banheiro do colégio Geo. O processo começou a tramitar em segredo de justiça desde o primeiro depoimento.

Os abusos vieram à tona após a mãe de uma das vítimas receber um aviso da escola que comunicava que o filho dela estava indo com muita frequência ao banheiro. Além disso, a criança também passou a ter um “comportamento agressivo e também choroso”. “Em conversa com a mãe, a vítima contou sobre os abusos e a investigação foi iniciada”, disse a delegada Joana D’arc Sampaio.

G1

 

Mulher relata estupro após assalto, em Campina Grande

Uma mulher foi vítima de estupro após um assalto, por volta da 1h40 da madrugada desta terça-feira (23), no bairro da Ramadinha II, em Campina Grande. A vítima, de 19 anos, estava saindo do trabalho com a mãe quando as duas foram surpreendidas pelo criminoso em uma moto.

Segundo relato da vítima à equipe da TV Paraíba, o homem apareceu quando elas estavam chegando em casa e anunciou o assalto apontando a arma, pedindo os celulares e o dinheiro delas. Elas disseram que não tinham dinheiro porque tinham acabado de sair do trabalho.

O suspeito revistou a bolsa da mãe e roubou os celulares. Em seguida, ele mandou a filha subir na moto e a raptou. O homem a levou para um matagal, que fica próximo ao Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol), no bairro do Mutirão, e a estuprou, sob ameaças.

“A todo momento ele falava que ia me matar com a arma apontada na minha cabeça”, relata a vítima.

Mulher relata estupro após assalto, em Campina Grande; 'falava que ia me matar' — Foto: Reprodução/TV Paraíba

Mulher relata estupro após assalto, em Campina Grande; ‘falava que ia me matar’ — Foto: Reprodução/TV Paraíba

Instantes depois, a polícia chegou ao local e houve troca de tiros com o suspeito, que conseguiu fugir.

De acordo com a Polícia Militar, o suspeito deixou para trás vários objetos que facilitaram sua identificação. No local, foram apreendidos vários celulares, sendo um deles do suspeito, um colete de mototáxi com a numeração de registro e a moto utilizada por ele.

Ainda segundo a polícia, outros casos de estupro foram registrados na região com características similares – sendo o suspeito um mototaxista que agia em uma moto de cor cinza.

A vítima foi levada para o Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (ISEA) para tomar um coquetel contra as doenças sexualmente transmissíveis e em seguida encaminhada ao Numol para fazer o exame de corpo de delito.

A PM segue com as buscas na região para encontrar o suspeito, mas, até as 9h30 desta terça-feira, ninguém foi preso.

G1

 

Homem é preso suspeito de estupro e cárcere privado de adolescente de 16 anos, na PB

Um homem foi preso na noite da sexta-feira (12) suspeito de estuprar e manter em cárcere privado uma adolescente de 16 anos, em São José de Piranhas, no Sertão da Paraíba. De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado na Polícia Civil, o suspeito não aceitava o fim do relacionamento com a vítima.

Segundo a polícia, o homem foi preso após denúncias anônimas que levaram a Polícia Militar até a casa da vítima, no Sítio Alagamar, zona rural do município. Em depoimento, a adolescente relatou que o homem era o ex-companheiro dela, mas que ele não aceitava o fim do relacionamento e teria a obrigado a manter relações sexuais.

A adolescente relatou ainda que o ex-companheiro a ameaçou de morte caso ela não voltasse para a casa dele e, ao retornar para a residência do homem, ela teria sido estuprada e agredida por ele.

Após o relato da vítima, a polícia conseguiu localizar o homem, que foi detido e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Cajazeiras, na mesma região. A adolescente também foi levada à delegacia acompanhada do Conselho Tutelar do município.

Na manhã deste sábado (13), a polícia informou que o suspeito permanecia detido na delegacia de Cajazeiras aguardando audiência de custódia prevista para a terça-feira (16).

G1